segunda-feira, 18 de setembro de 2006

Espionagem eleitoral: Diretor Geral do TSE revela hoje como arapongas grampearam os telefones do presidente e mais dois ministros

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Ouça também o Alerta Total no seu computador.
http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal
Edição em áudio com denúncias econômicas

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

A previsão é de tempo quente e fechado, nesta segunda-feira, no Tribunal Superior Eleitoral. São dois os motivos da tempestade. O primeiro é a descoberta, inédita, de escutas telefônicas ilegais contra o presidente do TSE, seu vice e o um ministro. O segundo é a representação que será movida logo cedo por advogados do PSDB, pedindo a cassação do registro de candidatura do presidente Lula da Silva, sob a acusação de interferência ilegal do governo no processo eleitoral.

O diretor-geral do TSE, Athayde Fontoura Filho, marcou uma entrevista coletiva para hoje, às 9h, para relatar a descoberta de monitoração ilegal dos telefones dos membros do TSE. Foram alvo da “arapongagem” os telefones do presidente do tribunal, ministro Marco Aurélio, do seu vice-presidente, Cezar Peluso, e do ministro Marcelo Ribeiro, representante da advocacia no tribunal, responsável pelo julgamento do abuso na propaganda eleitoral. É a primeira vez que se descobre a existência de grampos em telefones da cúpula do Judiciário brasileiro.

O mesmo TSE, cuja cúpula virou vítima da mania de se escutar conversas telefônicas ilegalmente em Brasília, será palco de uma batalha jurídica contra o a máquina do governo federal na corrida pela reeleição. Os advogados do PSDB acionam o presidente-candidato Lula da Silva, o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos e o presidente do PT, Ricardo Berzoini. Para os advogados tucanos, existem fatos suficientes para a cassação do registro da candidatura do presidente Lula — como prescreve a Lei das Inegibilidades (Lei Complementar 64/90).

Os tucanos acusam o governo de interferir diretamente na campanha. O estopim de tudo foi o flagrante, dado pela Polícia Federal, impedindo a compra de acusações contra o PSDB por petistas em São Paulo. Duas pessoas, supostamente ligadas ao PT, foram presas com R$ 1 milhão e 700 mil reais, na capital paulista. Outro fato interligado a este foi a apreensão de um dossiê com o objetivo de mostrar que os candidatos tucanos José Serra e Geraldo Alckmin participaram do esquema dos sanguessugas.

Eleitores fantasmas

Pelo menos dez milhões dos 125 milhões e 900 mil eleitores convocados para votar em 1º de outubro (8%) são pessoas inexistentes.

A conta é do ex-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Carlos Velloso.
Desatualizado, o cadastro nacional de eleitores, de 20 anos atrás, pode favorecer um tipo de fraude em que uma pessoa mostra o título de eleitor inexistente para votar duas vezes. Mas o atual presidente do TSE, ministro Marco Aurélio de Mello, descarta essa possibilidade.

"Não podemos raciocinar pelo excepcional, imaginando que a maioria é salafrário e que cederá o título para outro votar ou que títulos serão surrupiados. É o absurdo, o teratológico".

Dado assombroso

Os "fantasmas" do cadastro de votantes da Justiça Eleitoral são supostamente de eleitores que morreram ou mudaram de cidade e tiraram novo documento.

O novo cadastro nacional de eleitores custará ao menos R$ 300 milhões e terá de ser feito em etapas, preferencialmente em anos ímpares, sem eleições.

Mas não há previsão orçamentária para 2007.

Jurando inocência

O diretório estadual do PT de São Paulo distribuiu ontem uma nota na qual nega envolvimento na suposta tentativa de venda de um dossiê que ligaria ocandidato do PSDB ao governo paulista, José Serra, com a máfia das ambulâncias.

Segundo o PT, nenhum membro da executiva ou do diretório teve envolvimento com o dinheiro apreendido pela Polícia Federal.

Delegados da Polícia Federal passaram o final de semana em Cuiabá e São Paulo tomando o depoimento dos quatro presos acusados de tentar vender e comprar o dossiê envolvendo tucanos no esquema de utilização ilegal de recursos públicos para a aquisição de ambulâncias.

A Nota do PT

"O PT Estadual rejeita a produção ilegal de documentos, nunca usou e não se utilizará de dossiês forjados para prejudicar candidatos adversários. Estranhamos a veiculação de notícias de que poderia haver participação da direção do PT-SP no episódio.

Garantimos que nenhum membro da executiva ou do diretório do Partido no Estado de São Paulo tenha envolvimento com o dinheiro apreendido pela Polícia Federal.

Repudiamos especulações ou ilações a este respeito.Esperamos, também, que o material apreendido seja investigado com todo rigor pelos órgãos competentes. Lamentamos que manobras desviem o foco das investigações do esquema das sanguessugas".

Os envolvidos

O empresário e dono da Planam Luiz Antônio Vedoin foi preso na sexta-feira e o tio dele, Paulo Roberto Dalcol Trevisan, no sábado, em Cuiabá.

Os dois são acusados de tentar vender o dossiê.

Os supostos compradores do material, Valdebran Padilha, filiado ao Partido dos Trabalhadores, e Gedimar Pereira Passos, agente aposentado da Polícia Federal, estão presos em São Paulo desde sexta-feira.

Tucanos predadores?

O presidente Lula da Silva fez ontem um ataque direto ao PSDB, durante discurso em Belém do Pará.

Lula comentou que, muitas vezes, os tucanos, aves de bela plumagem e belo bico, saem do Parque Nacional de Brasília e vão até a Granja do Torto, onde comem os ovos de outros pássaros.

"Os tucanos da política são iguais aos tucanos da fauna, são predadores".

No sábado, em Salvador, Lula havia chamado de "hamster" (pequeno roedor) o cacique local do PFL, o senador Antonio Carlos Magalhães.

Bem acompanhado

Lula dividiu o palanque no Pará com políticos envolvidos em denúncias de corrupção.
Um deles foi o ex-governador Jader Barbalho, acusado de desviar recursos do banco estadual, o Banpará, e da Superintendência Nacional da Amazônia (Sudam).

Outro foi o ex-deputado mensaleiro Paulo Rocha (PT -PA), que renunciou para não ser cassado.
José Prianti, também suspeito de envolvimento num esquema de licitações fraudulentas, estava no palanque de Lula.

Fujimorização negada

O presidente Lula da Silva negou ter dado a declaração de que um "demônio" dentro dele dava vontade de fechar o Congresso.

A informação foi publicada ontem na coluna do jornalista Elio Gaspari.

Segundo o colunista, o presidente teria dito ainda, em uma reunião com empresários, que o próximo Congresso seria pior porque teria Paulo Maluf e Clodovil.

Em vôo para Belém, depois de um comício em Salvador, o presidente declarou:

"Eu não disse. Não tem cabimento. Eu tenho dito isso sobre a China, que lá é fácil (a economia crescer), não tem congresso solto, não tem estudante, não tem greve, não tem sindicato".

Invocando o demônio

O que escreveu Elio Gaspari, em Globo:

"Durante jantar de plutocratas a que Lula compareceu na quinta-feira, o empresário Eugênio Staub perguntou-lhe como pretendia fazer, durante o segundo mandato, as reformas que julga necessárias. Nosso Guia respondeu: "Staub, não acorde o demônio que tem em mim, porque a vontade que dá é de fechar esse Congresso e fazer o que é preciso". Segundo Lula, o próximo Congresso será pior do "que esse que está aí", pois virá com Paulo Maluf e Clodovil. Expressando-se na sua língua franca, deixou mal a mãe e pelo menos 20 notáveis nacionais. A proposta golpista do demônio que Lula carrega consigo foi contestada por inúmeros convidados que a ouviram. Lula vê outro empecilho para o êxito do seu projeto: a imprensa. Nos últimos 50 anos, o Coisa Ruim rondou três presidentes: Jânio Quadros, João Goulart e Costa e Silva. Nenhum deles concluiu o mandato. Castelo Branco e Ernesto Geisel fecharam o Congresso por poucas semanas. Seja o que Deus quiser".

Desmentido oficial

Em nota divulgada no domingo, o porta-voz da Presidência, André Singer, afirma que, em seus 44 meses de mandato, Lula sempre demonstrou absoluto respeito pela liberdade e soberania do Congresso.

Segundo o porta-voz, somente o contexto de campanha eleitoral explicaria "a divulgação de pseudo-notícias como as que apareceram hoje".

"É falso que o Presidente tenha, em qualquer momento, feito afirmação que pudesse ser entendida como uma ameaça ou hipótese de restrição ao livre, pleno e soberano funcionamento do Congresso Nacional”.

A culpa é sempre do Diabo

A Igreja Universal do Reino de Deus, que apóia a reeleição de Lula, terá de indenizar uma doceira que durante uma sessão de exorcismo sofreu uma lesão permanente no punho.

Ministros da 3ª. Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiram que a igreja terá de pagar pensão mensal equivalente a 60% do salário mínimo e uma reparação por dano moral no valor de R$ 10 mil.

Marina Dias da Silva entrou com uma ação de indenização contra a Universal alegando que, durante um culto, um pastor teria dito que ela estava "possuída pelo demônio".

Na sessão de exorcismo, pastor teria feito movimentos bruscos, levando-a a cair e a a machucar os punhos.

Mesmo diante das dores o pastor teria continuado a sessão, alegando que elas decorriam da permanência do demônio no corpo da doceira.

O religioso também teria batido a mão dela contra a cruz do altar, o que teria agravado a fratura e causado a lesão permanente.

Em conseqüência da queda, Marina fraturou o punho da mão esquerda.
Por causa do problema, Marina alegou que não pode mais trabalhar como doceira.

Lula blindado

A ação ajuizada pelo deputado federal Luiz Carlos Jorge Hauly (PSDB-PR) contra o presidente Lula da Silva foi arquivada no Supremo Tribunal Federal.

O deputado alegava que o presidente, em visita à cidade de Garanhuns (PE) para uma inauguração, se apresentou como candidato à reeleição fora do período previsto pela legislação eleitoral.

O arquivamento da ação teve como base parecer da Procuradoria-Geral da República.
Nele, a PGR afirma que não houve, nos temas abordados no discurso do presidente, a alegada propaganda eleitoral antecipada.

Desta forma, a viagem não pode ser configurada como se tivesse sido feita com recursos públicos para campanha eleitoral.

Mãos Limpas é isso aí...

Em março deste ano, a Secretaria do Superior Tribunal de Justiça (STJ) empenhou R$ 24.195,00 com o objetivo de suprir os edifícios do órgão com sabonete cremoso para as mãos.

O serviço foi prestado pela empresa Maxclean Comércio Serviços Importação e incluía o fornecimento do produto e a instalação de saboneteiras.

Quem denuncia os gastos com as mãos limpas dos magistrados é a ONG Contas Abertas.

Fonte do Mensalão?

O programa Primeiro Emprego, que só inseriu 12.249 jovens no mercado de trabalho, é uma fonte de verbas para ONGs ligadas ao PT.

Dos R$ 96 milhões e 200 mil reais gastos de 2004 a 2006, 59% foram para entidades de petistas.

No total, 13 ONGs ligadas ao PT receberam R$ 56 milhões e 600 milhões para capacitar e inserir jovens no mercado de trabalho.

O governo Lula tenta negar tal privilégio aos petistas, alegando que houve critérios técnicos para a distribuição do dinheiro.

Amigos de Plutão e do dinheiro público

Tem tudo para ser uma piada ou fake difundido pela internet, mas não é, pois foi relatada pelo jornalista Carlos Chagas.

A recém-criada ONG Sociedade dos Amigos de Plutão (SAP), destinada a protestar contra decisão da União Astronômica Internacional que rebaixou o nono planeta do sistema solar à condição de asteróide, também recebe ajuda polpuda do governo federal.

O Diário Oficial publicou a liberação de R$ 7 milhões e 500 mil reais para estimular as primeiras ações da nova ONG, que também celebrará convênios de publicidade com a Petrobrás, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e os Correios.

Motivo nobre

O objetivo da ONG é conscientizar a população para o perigo que significa o rebaixamento de Plutão, primeiro passo para a exclusão da Terra.

Tudo porque, semana retrasada, reunidos em Praga, 2.500 astrônomos tomaram essa decisão.

Agora, somos apenas oito planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Movimentos agitados

Os movimentos sociais de toda a América do Sul se reunirão hoje e amanhã, em São Paulo, para discutir alternativas de integração, em preparação para a Cúpula dos Povos, em dezembro, na cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia.

A reunião acontecerá das 9h às 18h30, no Instituto Pólis, para a discussão do destino da América do Sul e alternativas de integração regional dos povos. O evento será também palco de discussão preparatória para a Cúpula

Na manhã de quarta-feira, dia 20 de setembro, paralela à reunião anual do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Mundial, em Singapura, os representantes dos movimentos sociais prometem aderir às "Jornadas Globais de Ação contra as Instituições Financeiras Internacionais (IFIs)".

Os movimentos sociais promoverão uma manifestação em frente ao escritório do Banco Mundial em São Paulo e, juntamente com milhares de pessoas que estarão em Cingapura e em todo o mundo, irão manifestar-se para ampliar e multiplicar o debate sobre os impactos produzidos pelas IFIs sobre os direitos humanos e ambientais dos povos.

Motivos dos protestos

A Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais avalia que a América do Sul, pela magnitude dos recursos que dispõe e pela irradiação política que produz, é hoje um dos principais vetores de equilíbrio ou desequilíbrio da ordem capitalista mundial.

A Rede protesta que os Estados Unidos correm para fechar acordos bilaterais de comércio (os famigerados TLCs) com a Colômbia, com o Peru, com o Equador e agora com o Uruguai.

Também reclama que a União Européia, conduzida pelas transnacionais e bancos, insiste em negociar com o Mercosul e CAN (Comunidade Andina) em termos não menos assimétricos.

Enquanto isso, no interior dos Estados nacionais e no âmbito dos marcos regulatórios internos, FMI, Banco Mundial, BID e transnacionais promovem, articuladamente, privatizações diretas ou parcerias público-privadas, liberalizações comerciais cruzadas e programas de conexão de infra-estrutura voltados para o livre-comércio, como a Iniciativa de Integração da Infra-estrutura da Região Sul Americana (IIRSA).

O evento intitulado "Internacionalização capitalista ou integração dos povos: para onde vai a América do Sul?" reunirá representantes de vários movimentos sociais, tais como o MST (Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), Via campesina, Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), lideranças indígenas, Rede Manglar (Equador), Fobomade (Bolívia), Comisión Nacional en Defensa del Agua y la Vida (Uruguai), entre outros.

Campanha do Livro

O sociólogo Hamilton Garcia está vendendo o livro "Segurança Tem Saída", de Luiz Eduardo Soares, por R$20,00, para ajudar na campanha pela eleição a deputado federal do intelectual fluminense à Câmara de Deputados.

É a maneira que encontrei de reagir aos sanguessugas e mensaleiros: elegendo nossos representantes no Congresso, ao invés de anular o voto - procedimento inócuo do ponto de vista da governabilidade”.

Polêmica eleitoral do aborto

Os Bispos norte-americanos, nas últimas eleições, condenaram com as devidas sanções canônicas os fiéis que apoiassem, com seu voto, os candidatos pró-aborto.

A polêmica afetou a candidatura de John Kerry, adversário de George Bush.

Aos brasileiros, tais sanções não atingem pela diversidade de jurisdição.

Mas têm petistas, mais ligados à Igreja Católica, temendo sofrer perdas de voto com a revelação de que o partido pretende apoiar a descriminalização do aborto, a partir de 2007, através da aprovação do substitutivo ao projeto de lei 1135/91.

O texto, relatado pela deputada Jandira Feghali (PC do B), define o aborto como um direito da mulher, ao mesmo tempo em que extingue todos os artigos do Código Penal brasileiro que definem o crime de aborto.

Compromisso dos petistas

O PT nunca escondeu de ninguém sua pretensão em instaurar o aborto livre no Brasil.

O Encontro Nacional do PT, em 28 a 30 de abril deste ano, exigiu que os seus parlamentares que, porventura, façam parte da Frente Parlamentar em Defesa da Vida/Contra o Aborto, “retirem seus nomes desse movimento”.

Na próxima gestão, se Lula for eleito, o Governo Federal se empenhará na agenda legislativa que contemple as demandas desses segmentos da sociedade, como o Estatuto da Igualdade Racial, a descriminalização do aborto e a criminalização da homofobia.

As empresas mais acionadas

Foi publicada no Diário oficial do Poder Judiciário a relação das 30 empresas mais acionadas nos Juizados Especiais Cíveis do Rio de Janeiro no mês de agosto.

A Telemar continua em primeiro lugar: foram 5.604 ações em agosto, um número ainda maior do que o do mês de julho, quando a empresa foi acionada 5.259 vezes.

Os segundo e terceiro lugares também se mantiveram: a Ampla foi processada 4.233 vezes e a Vivo 3.116 vezes.

As outras empresas mais acionadas em agosto foram:

Light - Serviços de Eletricidades S/A - 2.191
Banco Itaú S/A - 1.312
Claro ATL - Algar Telecom Leste - S/A – 931
Banco Unibanco S/A – 814
Fininvest S/A – 742
Banco do Brasil S/A – 726
Banco Bradesco – 677
Cedae - Companhia Estadual de Água e Esgoto – 621
Credicard – 604
Tim Portale Rio Norte S/A – 601
Itaucard Administradora de Cartões de Crédito – 574
OI TL PCS S/A – 533
Ibicard Administradora e Promotora Ltda – 523
Casa Bahia Comercial Ltda – 486
Banco ABN AMRO Bank S.A – 466
Globex Utilidades S.A - Ponto Frio – 466
C&A Modas – 392
Embratel - Empresa Brasileira de Telecomunicações – 357
Unimed – 261
Casas Sendas Comércio e Indústria S.A – 255
Banco HSBC Bamerindus S/A – 250
Motorola do Brasil Ltda – 212
Net / TV Cidade S.A – 205
Samsung Eletrônica da Amazônia Ltda – 202
Siemens – 191
Banco Santander Brasil S/A – 186
Casa & Vídeo - Mibilita Comércio e Indústria - 179

Coleguinha gostosona da ESG

Candidata a deputada federal pelo PMN da Bahia, Milena Silva desistiu de concorrer ao cargo.

Preferiu posar nua para a revista Premium, que radiografa até a alma das mulheres peladas.

A morena, de apenas 22 anos, alega que não quer criar polêmica.

Ela é primeira suplente de vereador em Salvador e está matriculada em um curso de estratégia na Escola Superior de Guerra.

Serviço secreto português

A ameaça crescente de atentados terroristas na Europa vai obrigar os serviços secretos portugueses a reforçar o quadro de pessoal operacional num futuro muito próximo.

Com um número total de funcionários inferior a 800 pessoas, o Serviço de Informações de Segurança (SIS) e o Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), as secretas existentes em Portugal, enfrentam muitas dificuldades e é inevitável que o caminho seja um reforço do número de efetivos dos serviços secretos.

Já tem araponga brasileiro querendo se mudar para a terrinha para atuar nos serviços secretos de Portugal.

E-mail fatal

Um casal decide passar férias numa praia do Caribe, no mesmo hotel onde passaram a lua-de-mel 20 anos atrás.

Por problemas de trabalho, a mulher não pôde viajar com seu marido, deixando para ir uns dias depois.

Quando o homem chegou e foi para seu quarto do hotel, viu que havia um computador com acesso à internet, então decidiu enviar um e-mail a sua mulher, mas errou uma letra sem se dar conta e o enviou a outro endereço...

O e-mail foi recebido por uma VIÚVA que acabara de chegar do ENTERRO do seu marido e que ao conferir seus e-mails desmaiou instantaneamente.

O filho, ao entrar em casa, encontrou sua mãe desmaiada, perto do computador, que na tela poderia se ler:

Querida esposa: Cheguei bem. Provavelmente se surpreenda em receber noticias minhas por e-mail, mas agora tem computador aqui e pode-se enviar mensagens às pessoas queridas. Acabo de chegar e já me certifiquei que já está tudo preparado para você chegar na sexta que vem. Tenho muita vontade de te ver e espero que sua viagem seja tão tranqüila como está sendo a minha. OBS: Não traga muita roupa, porque aqui faz um calor infernal”.

Vida que segue...

Novas informações a qualquer momento.

Recramasões, ilogius ou revelasões bomba para:
jorgeserrao@gbl.com.br

Faça comentários clicando no link abaixo.

Ouça as informações clicando no link da rádio (podcast) Alerta Total:
http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal/

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

2 comentários:

Anônimo disse...

ONG Plutão UMA MENTIRA
( TRANSCRITO DA COLUNA CARLOS CHAGAS)
Retratação
Metáforas fazem parte da crônica política. Já escrevi que as oposições contrataram Sherlock Holmes para investigar a participação de José Dirceu no mensalão. Contei a passagem do genial detetive por Brasília. Nem o ex-chefe da Casa Civil sentiu-se agravado, muito menos os descendentes de Connan Doyle preocuparam-se com o uso indevido do personagem.

Com freqüência, apelando para a ficção, costumo trazer à realidade nacional mortos ilustres como Getúlio Vargas, Ulysses Guimarães e Tancredo Neves, que comentam e até participam de lances conturbados da política. Para não falar na intromissão de Napoleão, Maquiavel, Alexandre o Grande, Pedro Álvares Cabral e personagens da História instalados pela minha parca imaginação nas avenidas e palácios da capital federal. Nenhum protesto, até agora.

A 29 de agosto, enveredei pela mesma trilha, diante da desclassificação de Plutão de planeta para asteróide. Por conta da proliferação de ONGs fajutas mamando nas tetas do governo, uma delas, que a imprensa divulgara ser dirigida por um ex-líder sindicalista, imaginei outra, a "Sociedade dos Amigos de Plutão".

Ao descrever suas atividades, obviamente fictícias, não resisti à tentação de apresentá-la como da mesma forma presidida por líder sindical, suposto amigo do presidente, claro que inexistente, por isso jamais fulanizado. A ONG teria sede na Esplanada dos Ministérios e seus diretores empreenderiam farta e luxuosa viagem ao redor do mundo, pregando a imprescindível reabilitação de Plutão.

Esclarecendo dúvidas
Simples metáfora, mas, reconheço, sem a caracterização explícita. Como no período eleitoral que agora se encerra andam exasperadas as emoções, houve quem supusesse naquela crônica uma agressão ao PT, às lideranças sindicais, ao presidente e à Esplanada dos Ministérios. Penitencio-me, para que não haja dúvidas. A ONG "Sociedade dos Amigos de Plutão" não existe. Pelo menos, ainda não foi criada.

Para evitar a repetição de um problema que já relato, lembro a Lei de Imprensa, dispondo de uma figura denominada retratação. Quando, no mesmo espaço, na mesma página, um jornalista se retrata, reconhecendo o erro, cessa ou nem se inicia a respectiva ação penal. Por que esse cuidado? Porque não faz um mês o comitê de campanha de Geraldo Alckmin denunciou-me à Justiça Eleitoral como tendo ofendido o candidato, ao chamar de burra e ofensiva à inteligência nacional a estratégia de ficar agredindo Lula em vez de anunciar seus programas.

No TSE, em nome da liberdade de imprensa, o ministro-relator recomendou o arquivamento da ação, acompanhado em seguida pelo plenário. Seria no mínimo inusitado, na mesma eleição, ser processado pelos dois lados, mas faz tempo que de quatro em quatro anos a história se repete. Estará a virtude no meio?...

Reginaldo Almeida disse...

Jorge,

Parece que fomos vítimas de um boato (ou "hoax" em inglês).

Eu também postei no meu blog http://abulafia.blogsite.org uma referencia à criaçao dessa ONG, mas dois leitores me advertiram que eu pudesse estar enganado. Busquei no DOU e nao encontrei nada, e depois encontrei essa declaração do Carlos Chagas afirmando ter pregado uma peça (http://209.85.129.104/search?q=cache:JknQCkNcNZIJ:www.tribuna.inf.br/coluna.asp%3Fcoluna%3Dchagas+sociedade+dos+amigos+de+plut%C3%A3o&hl=pt-BR&ct=clnk&cd=7)