quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

Risco de um conflito generalizado na América Latina

Edição de Artigos de Quarta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Por Luciano Blandy

A América Latina corre o risco de um conflito generalizado. A cobrança norte-americana de uma posição de Lula em relação aos movimentos de Hugo Chávez nos coloca em uma verdadeira "sinuca de bico" estratégica. Senão, vejamos:

1 - Lula, como todos sabem, é avesso à leitura e se orgulha disso. A possibilidade de que ele não tenha lido a advertencia, mas tão somente ouvido um resumo de algum assessor (a maioria, lembre-se, ideologicamente alinhado a Chavez e ao Foro de SP) é grande. Isso já nós coloca em risco diante da gravidade da advertência.

2 - Se Lula leu, é muito possível que não tenha entendido o quão graves são as advertências contidas no documento, o que pode ocasionar uma conclusão equivocada, de que tais avisos seriam um blefe americano. Podemos imaginar daí as consequencias dessa conclusão.

3 - O pior de tudo, entretanto, é que se ele leu, entendeu e mesmo assim ainda não tomou posição, perdeu uma chance de colocar o país longe de uma situação que se mostrará de difícil ou impossível solução. Veja:

Na hipótese da Venezuela agredir militarmente a Colombia, os EUA terão que tomar uma posição agressiva em relação à primeira. Para tanto, uma área de imprescindível valor estratégico-militar, é a do Delta do Rio Amazonas - em território brasileiro- que, por seu calado e profundidade, é perfeita para estacionar a marinha americana, de onde poderiam ser lançados ataques para todo o território venezuelano. Em face disso, os EUA deverão exigir uma tomada de posição do Brasil em relação ao conflito. Aí é que as coisas começam a complicar.

Se o Brasil tomar posição favorável aos norte-americanos, cedendo território para o lançamento de ataques, Chavez, que não é bobo, provavelmente irá invocar o pacto de apoio mútuo das américas - tratado internacional que determina que uma agressão à um país das américas obriga o apoio de todos os demais em sua defesa.

Será uma deturpação deste tratado, haja vista que os EUA também são signatários do mesmo, logo, será a agressão de um país das américas em face de outro país das américas, situação em que o tratado, em tese, não se aplica. Diante das últimas atitudes do presidente venezuelano, porém, não é esperar muito essa interpretação do tratado. Invocando tal pacto, podemos esperar uma adesão de Uruguai, Bolivia, Equador, Paraguai e Peru, países liderados por membros do Foro de São Paulo.

Teremos, portanto, que lutar em uma guerra de 3 frentes - Norte, Sul e Leste - situação esta, a qual nossas FFAA, sucateadas e sem investimentos sérios há pelo menos 20 anos, não estão preparadas. Os EUA pouco poderão fazer, já que também estarão envolvidos em um combate em duas frentes, sem mencionar a questão do Iraque.

Lembremos que, em 1944, o até então imbatível poderio militar alemão começou a sucumbir justamente por se colocar em situação em que teve que impingir combate em duas frentes - à oeste, contra os aliados, e à leste, contra os russos que lhe declararam guerra. A dificuldade tática e logistica de uma situação dessas é imensa.

Se o Brasil, por outro lado, tomar posição favorável à Venezuela, é provavel que ocorra uma manipulação para a derrubada de Lula que, se bem sucedida, liberaria o quarto elemento (movimentos sociais, MST, PCC et caterva) dentro de nosso território, que seria também apoiado pelos países acima mencionados, nos levando a conflitos internos que poderiam recrudescer para uma guerra civil, além de ingerência externa, em clara ostilidade à nossa soberania e auto-determinação. Novamente os EUA pouco poderiam fazer para auxiliar, pelos motivos já expostos.

É necessario, portanto, que o Governo brasileiro esqueça seu viés ideológico e dê sinais claros, inequívocos, de que repudia as atitudes ditatoriais de Chavez e que não apoiará suas loucuras expansionistas, rompendo com a onda populista que invade a América Latina e com os designios do Foro de São Paulo e evitando um conflito generalizado que só trará dor e sofrimento ao povo brasileiro e latino-americano.

Como, diante da postura de nosso mandatário, tal atitude se afigura como improvável, resta a nós, o povo brasileiro, torcer para que toda a análise acima exposta se demonstre equivocada, ao mesmo tempo que nos preparamos para tempos difíceis que se avizinham.

Luciano Blandy é advogado.

4 comentários:

Anônimo disse...

A America Latrina e seus bufões de plantão não são pareos para ninguem, a unica coisa que sabem fazer é ROUBAR, LOCUPLETAR-SEM,ENTREGAR A PATRIA etc portanto ideologicamente NÃO existem! nem o proprio H.Chavez que quer dar uma de " Fidel" mas no fundo é um mero pilantra de segunda que usa os "esquerdinhas " para ficar usar e abusar do "poder" em meio a tiradas anti-americanas e outros cansados chavões anti-imperialistas, na verdade Venezuela, Bolivia e outras republiquetas de faz-de-conta estão mergulhadas na miseria e uma delas, uma chaga maior, a corrupção cronica dos gangsters de plantão que se vendem a quem der mais, leia-se,Davos, FMI, wall street etc portanto no fundo são todos submissos e lacaios deles , seus verdadeiros donos, e que para encenar e enrolar a massa popular vagabunda vez por outra fazem histrionicos discursos e insultos de "esquerda" que não abalam nem uma freira, no muito o que a irresponsabilidades destes DESgovernos latrinos-americanos estão fadados é o alastramento da CRIMINALIDADE,sub-produto do Desgoverno, a niveis de NÃO-RETORNO como o caso do RIO, SÃo Paulo devido a literal sucumbencia do ESTADO devido a inexistencia de governantes imbuidos da responsabilidae patriotica e civica alem do dever publico de EXERCER SUA AUTORIDADE.O Brasil terá como herança dos desgovernos FHC e Lulla um agravamento e escalonamento da ATUAL guerra civil criminal que ora abala o Brasil .

Anônimo disse...

O sucateamento e a desorganização são tão gritantes que basta UM porta-aviões da US Navy para varrer Chávez et caterva...que venham os yankees...e depois da "limpeza" com certeza dias melhores, lembram do Plano Marshal?..e do Japão pós-guerra com MacArthur?

Anônimo disse...

Fico impressionado com a ignorância e paranóia desses pseudo-intelectuais, gente que teve muito acesso à informação e cultura mais não faz uso de nada que teve chance de aprender. Só pediría aos senhores que refletissem sobre nossa história; Um país que esteve por mais de trinta anos sob um mesmo regime, sob uma mesma concepção. O pai e a mãe do assassino ou bandido de hoje são as crianças que não tiveram educação nem condições para DIGNA sobrevivência ontem, ou seja um bandido que hoje tem 18 anos provavelmente tem mãe e pai entre 28 e 48, justamente entre os seus 5 e 18 anos estavam vivendo em um país louco, que não investiu em educação, cultura e saúde que quase todos sabem são a base da NÃO violência. Pergunto aos senhores: Que década nos referimos? Provavelmente 60 e 70. Pois é! Governo militar. Os mesmos não são citados e muito menos responsabilizados por nada. Oquê foi feito neste perído de nossa história? Onde estão os investimentos estratégicos da época? Será que não havia corrupção nessa fase? Você acredita nisso? Não acredito em Papai Noel nem em Coelho da Páscoa! E você? Nosso país já sofreu e ainda sofre tanto. Mas apesar disso existem pessoas com tempo livre o bastante para criar histórias fabulosas sobre tudo, inclusive essa que lemos agora...
Porquê não organizam um sopão para distribuir na rua pros pobres e desvalidos... POBRES E DESVALIDOS... Como pode existir um pobre fudido na rua em um pais tão rico? O nome é corrupção! Nosso dinheiro com certeza vai para o investimento internacional através da própria bolsa ou simplesmente indo de maneira irregular para contas internacionais... Sou anônimo mas minha consciência está limpíssima. Faço minha parte oferecendo cultura para os ditos desvalidos e muitas vezes até para os filhos destes que fuderam e continuaM o fazendo... Me refiro ao país chamado BRASIL COM ´´S``. Perdoe-me pelos palavrões mas num assunto desses nosso envolvimento é tão grande por se tratar de assunto relevante que acabo muitas vezes só conseguindo me expressar com palavrão mesmo. VAMOS DEIXAR DE PREGUIÇA RALAR UM POUCO NÃO É MINHA GENTE.

Anônimo disse...

BUUUUU...CUIDADO...
TEM UM FANTASMA VERMELHO DEBAIXO DA SUA CAMA...
Ô PARANÓIA!