segunda-feira, 5 de novembro de 2007

ONGs interessadas em lucrar com o negócios abortistas no Brasil esperam que Uruguai libere o aborto amanhã

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

O efeito dominó contra a vida já está programado. Se o Senado do Uruguai aprovar, nesta terça-feira, a legalização do aborto naquele país, o próximo passo da campanha internacional pela pretensa “Lei de Defesa do Direito à Saúde Sexual e Reprodutiva" será a ação radical, nos bastidores políticos, para aprovação de uma legislação idêntica na Argentina e no Brasil. Aqui, a campanha conta com o apoio da cúpula do governo petista, do Ministério da Saúde e da Igreja Universal do Reino de Deus – controladora da segunda maior rede de televisão do País, a Record.

A ideologia dos "direitos sexuais e reprodutivos" foi elaborada pela cúpula das organizações Rockefeller, em conjunto com sociólogos da Fundação Ford, na década de 1970. O objetivo é lucrar com o controle da natalidade e da redução populacional dos países tidos como subdesenvolvidos. No Brasil, uma das maiores interessadas no aborto livre é a ONG inglesa International Planned Parenthood Federation. A IPPF, que é a maior provedora de abortos no Estados Unidos da América e do mundo. A ONG está por trás da ação ideológica e do poderoso lobby político no Congresso, para que o tema “aborto” possa ser votado em plebiscito e aprovado pela população brasileira.

O Uruguai é estratégico para a campanha abortista, porque é um pequeno país, no qual é mais fácil promover mudanças sociais e culturais, a fim de influenciar argentinos e brasileiros. Uma vez liberado o aborto no Uruguai, as argentinas e brasileiras que desejarem abortar precisarão apenas cruzar a fronteira para fazê-lo.

Releia o artigo O Aborto é Nosso? mostrando a quem interessa a adoção do aborto no Brasil.

Mera coincidência?

O Mr Top Top Marco Aurélio Garcia, super aspone do chefão Lula para assuntos internacionais aleatórios, fica em Londres até amanhã.

Garcia viajou antes do feriado para participar, na Inglaterra, de um seminário sobre exclusão social na América Latina.

Um dos temas do evento, não por acaso, é a questão do aborto – que á apoiada pelo Foro de São Paulo, do qual Garcia é um dos dirigentes.

Aqui não pode

Deputados e Senadores estarão rasgando a Constituição se aprovarem um referendo sobre o aborto.

O tema não pode ser objeto de plebiscito no Brasil. A Constituição protege o direito à vida em cláusula pétrea.

O tema não cabe nem em emenda ao texto constitucional.

Muito menos em consulta popular, como deseja o governo do PT.

Absurdos

O capítulo II do projeto de “Lei de Defesa do Direito à Saúde Sexual e Reprodutiva" propõe a legalização do aborto até o terceiro mês, abrindo a possibilidade de estendê-lo posteriormente para o restante dos nove meses da gestação.

O capítulo I, por sua vez, estabelece como política de Estado a implantação de uma revolução cultural em matéria sexual.
Por força deste capítulo I, entre outras coisas, o governo uruguaio deveria promover uma educação sexual liberal desde o ensino primário (art. 4o, "d", art. 5o, "a") e seria obrigado a "combater toda forma de pressões de caráter cultural no exercício da sexualidade" (art. 3o, "d").

Proibido pensar diferente

O texto dá margem para que qualquer manifestação contra o aborto ou o homossexualismo seja considerada uma violência cultural a ser reprimida pelo Estado.

Além disso, pelo art. 6o, "b", 4, do mesmo capítulo I, todos os médicos, tanto os da rede pública como particulares, passariam a ser obrigados a ensinar às gestantes que queiram abortar sobre como fazer um aborto com segurança.

Isto significa, na prática, que toda a rede de serviços médicos se transformará num meio para o aprendizado e a difusão dos métodos mais seguros para a prática do aborto.

Veja o projeto

O projeto abortista uruguaio já havia sido votado no Senado uruguaio no último dia 17 de outubro.

O texto integral do projeto, em castelhano, pode ser encontrada no site da rádio El Espectador de Montevidéu, no seguinte endereço:

http://www.espectador.com/nota.php?idNota=69963

Sinal de alerta

Os juros no Brasil ficarão no patamar elevado em que estão, porque o Banco Central argumenta que o aquecimento da economia chegou a um ponto que suscita riscos significativos ao controle da inflação.

Uma sondagem realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgada na quarta-feira passada, verificou que a indústria brasileira trabalhou, em outubro, no nível mais alto de utilização da sua capacidade produtiva desde 1976.

A informação alimentou a vontade do Comitê de Política Monetária do Banco Central de interromper o ritmo de corte da taxa básica de juros, a Selic.

É motivo para comemoração dos “investidores” internacionais, que ganham dinheiro aqui dentro com os juros altos e a isenção de IOF, CPMF e Importo de Renda e, suas operações especulativas no mercado financeiro e acionário.

Sacanagem ou burrice?

O Brasil pode aumentar a importação do caríssimo gás boliviano – em vez de investir na canalização do gás que jogamos fora, todo dia, em nossas plataformas de petróleo.

O governo petista quer negociar com Evo Morales a retomada de investimentos da Petrobras na Bolívia.

O poderoso Lula irá a La Paz para uma conversa séria com o ìndio que já deu o maior prejuízo à Petrobrás.

Conto do gás

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, admitiu que o Brasil continuará enfrentando problemas de abastecimento de gás natural a curto prazo.

"O consumo é maior do que a disponibilidade".

Lima advertiu que os investimentos para aumentar a produção vão levar até dez anos para dar resultado.

Valeu, São Pedro

O aumento do nível dos reservatórios de água, devido às intensas chuvas das últimas semanas, vai aliviar a crise do gás.

Com a maior oferta da energia elétrica, as térmicas não precisam ser acionadas e sobra gás natural da Petrobras para outros consumidores.

Além disso, a Câmara Comercializadora de Energia Elétrica (CCEE) reduziu em 6% o preço do MegaWatt/hora no mercado livre, que será vendido a R$ 223,29 nesta semana.

A Lamarca o que é dele

O Clube Militar, o Clube Naval e o Clube de Aeronáutica conseguiram continuar como co-autores da ação que pede a anulação da promoção post-mortem do capitão Carlos Lamarca a coronel, com proventos de general-de-brigada.

Com a promoção, a família de Lamarca receberia reparação econômica de R$ 902.715,97 e pensão mensal de R$ 12 mil, além de duas indenizações no valor total de R$ 200 mil.

O desembargador Luiz Paulo da Silva Araújo Filho, da 7ª Turma Especializada, do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro, aceitou agravo de instrumento interposto pelo advogado Emílio Nina Ribeiro contra decisão da juíza Cláudia Maria Pereira Bastos Neiva, da 14ª Vara Federal, que excluía o Clube Naval e o Clube de Aeronáutica da ação.

Jogada do Greenhalgh

O mesmo desembargador negou recurso do advogado Luiz Eduardo Greenhalgh contra uma liminar que suspendeu os efeitos da Portaria 1.267, assinada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, que promoveu Lamarca a coronel, com proventos de general.

Em nome da viúva, Maria Pavan Lamarca, o advogado pretendia que os pagamentos continuassem sendo feitos até o julgamento final da ação.

Com os atrasados, a família Lamarca estarim embolsando cerca de R$ 1 milhão.

Os crimes hediondos

Anexos à ação, os militares apresentam a íntegra de dois processos movidos contra o capitão Lamarca e seus companheiros.

O primeiro de 1969, referente à subtração de armas de um quartel de Quitaúna, em Osasco.

E o segundo de 1970, referente à “execução” do tenente Alberto Mendes Júnior, da Polícia Militar de São Paulo, assassinado a coronhadas nas matas do Vale do Ribeira.

Agenda da anistia

Hoje, 14 horas, audiência pública na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, com a presença do presidente da Comissão de Anistia, Paulo Abrão Pires Junior.

Dia 7, quarta-feira, às 14 horas, Audiência Pública na Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Federal sobre os ANISTIADOS DO PLANO COLLOR E A LEI 8878/94.

A audiência será no plenário 13 das Comissões.

Avião no churrasco

Você faz um churrasquinho de domingo com a família e amigos e um jatinho cai em cima da sua casa, matando todo mundo.

Foi exatamente isso que aconteceu ontem à tarde, no bairro da Casa Verde, ao lado do Aeroporto do Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo.

Morreram o piloto, o co-piloto e mais seis pessoas, no quinto acidente aéreo ocorrido em uma semana em São Paulo.

Só na quinta-feira passada, três helicópteros caíram no estado, matando três pessoas e deixando outras seis feridas.

Sem caixa preta

O LearJet 35, modelo 35, prefixo PT OVC, da empresa de táxi aéreo Reali, não tinha caixa preta.

Esse tipo de aeronave só possui o Cockpit Voice Recorder, conhecido como VCR, que grava as conversas dentro da cabine.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a manutenção da aeronave estava em dia.

Como de costume, a Aeronáutica deve apresentar um relatório sobre o acidente em 30 dias.

Protesto à vista

Moradores da Casa Verde e de Santana, bairros onde fica o Campo de Marte, já se mobilizam para protestos para a retirada do aeroporto daquela região.

A proposta – inclusive em estudos na Prefeitura de São Paulo, é que o local se transforme em um grande parque público, a exemplo do Ibirapuera.

Um dos mais movimentados do Brasil, o Campo de Marte é o aeroporto mais antigo de São Paulo, construído em 1920.

Opera com aviação executiva, taxi aéreo, escolas de pilotagem e serviço aéreo das polícias Civil e Militar.

No ano passado, registrou trânsito de mais de 170 mil passageiros e 85 mil pousos e decolagens, 70% de helicópteros.

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

4 comentários:

bastilha disse...

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) está livre para eventos turísticos e dispõe de nomes para se deslocarem a qualquer parte. Coordenam manifestações, prontos para qualquer viagem. Partem de seus estados em ônibus de luxo, recebem alimentação e diárias. São atendidos por médicos, freqüentam restaurantes populares com bom cardápio. Há o contratempo de, às vezes, terem de enfrentar a polícia. Noutros instantes, são acariciados pelos policiais que participam do mesmo pensamento. Liberam estradas e avenidas para o alegre caminhar. Invadem fazendas, repartições, universidades. Quebram muita coisa, dão prejuízos enormes, e o governo os favorece com as despesas. Famílias se deslocam em passeios a pé, entoando bordões contra autoridades e empresários. Protestam contra o leilão da Vale, transposição do São Francisco, corrupção de políticos e reforma universitária. Irritam o povo com a paralisação do trânsito. Depois do passeio, regressam ao local de origem. Com bandulho cheio, dinheiro no bolso, sempre dispostos a nova convocação. Nunca plantaram um pé de coentro. Mas vivem felizes no protesto sem entender do assunto. Fazem sua parte no inventário da maledicência em que se mantém o governo.

Correio Brasiliense

Anônimo disse...

Jorge, no pot anterior, sobre o filme tropa de elite, tem algo errado na sua informação sobre a posição do coronel Mário Sérgio Duarte, ex-comandante do Bope, de tentar evitar sua exibição. Pelo que sei ele nunca foi contra a exibição do filme e o que ele disse nos jornais, e isso os cineastas nunca desmentiram, é que eles tinham uma cópia do seu livro (incursionando no Inferno)desde antes do lançamento. Segundo os jornais, quando ainda procuravam um roteiro e ainda não havia o livro Elite da Tropa, eles pegaram o original do coronel do BOPE para ler, e aí...
Eu li o livro do coronel, o livro do Luiz Eduarde e digo que as coincidências do filme com o livro do coronel são muito suspeitas.
Como Hamlet, há algo de podre no reino da pirataria.

marco disse...

Caro Serrão,permita-me fugir do assunto em questão,mas não posso deixar de recomendar aos seus leitores que assistam a Globovisión,de Venezuela,ao vivo,em direto;uma visão aterrorizante da "democracia" chavista.
Em:WWW.RUEDALO.ORG

Anônimo disse...

Gostaria de recomendar ao Sr Top Top Marco Aurélio Garcia a seus amigos do Foro de São Paulo e a essas ONGs que defendem o aborto que leiam o livro "DEIXE-ME VIVER" aí poderam entender acerca dos crimes contra a vida que serão responsáveis. Acorda BRASIL!