segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Assalto ao consumidor: Bancos faturam cada vez mais com cobrança de tarifas: R$ 14,4 bilhões em três meses

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Os bancos faturaram R$ 14,4 bilhões com a cobrança de tarifas entre os meses de abril e junho. Houve um crescimento de 2,3% em relação ao primeiro trimestre e de 6% na comparação com o mesmo período de 2007. As instituições bancárias praticaram um aumento das tarifas, antes da uniformização da nomenclatura bancária, definida pelo Banco Central e pelo Conselho Monetário Nacional. Tudo aconteceu apesar dos protestos de diversos órgãos de defesa do consumidor contra os abusos. O BC apenas finge que vai investigar a banqueiragem.

Desde 30 de abril, os bancos foram impedidos de cobrar taxas abusivas, como a TLA (Tarifa de Liquidação Antecipada). Pela regra derrubada, o cliente tomasse um empréstimo e decidisse quitá-lo antecipadamente, seria obrigado a pagar uma taxa que pode chegar a 10% sobre o valor do crédito. Os bancos também são proibidos de cobrar mais por cartão de débito. O cliente tem direito a até dez folhas de cheque por mês sem pagar tarifas. Também pode realizar quatro saques gratuitos, duas transferências entre contas e consultas livres pelo site da instituição financeira.

O consumidor deve procurar a instituição financeira da qual é correntista para tentar adequar seu pacote de serviços cobrados àquele que tinha antes da mudança. Muitos serviços gratuitos não são, propositalmente, divulgados. E a bronca continua. As taxas campeãs de queixas pelos consumidores são ou eram: a TAC (Taxa de Abertura de Crédito), a Taxa por Excesso de Limite do Cheque Especial, a Tarifa de Compensação, a extinta TLA (Tarifa de Liquidação Antecipada), a Confecção de Pesquisa Cadastral, a Substituição do Cartão de Crédito, a Taxa de Inatividade, a de Fornecimento Limitado de Serviços, a de Cobrança por Segunda Via de Contrato e o uso de Caixa Eletrônico Fora dos Bancos.

A situação é feia. Dados do Banco Central mostram que, em julho, quem estourou as contas precisou usar R$ 20,7 bilhões do limite do especial oferecido pelas instituições financeiras. Esse recorde no uso desse tipo de crédito - o mais caro do sistema financeiro - é 4,5% maior na comparação com junho e 12,3% superior ao registrado há um ano. O uso do cheque especial tem crescido, gradativamente, desde o fim de 2007. Julho foi o primeiro mês na história em que a aplicação desse crédito superou os R$ 20 bilhões - isso quer dizer que brasileiros tomaram emprestados quase R$ 28 milhões do cheque especial a cada hora de julho, ou R$ 8 mil por segundo.

Assaltos aos assaltos

De janeiro à primeira semana de setembro deste ano, os bancos foram multados em cerca de R$ 10 milhões (9.489 mil Ufirs) pela Comissão Consultiva para Assuntos da Segurança Privada (CCASP), da Polícia Federal.

A punição foi por descumprirem normas de segurança nas agências - uma das causas do crescente número de assaltos a bancos.

Do total das multas, o Banco do Brasil foi o responsável por 23% delas, seguido pelo Banrisul (17%), pelo Bradesco (11%), Itaú (8%). O restante foi aplicado em mais de cem instituições financeiras restantes.

Gasto Olímpico

O chefão Lula torrou US$ 400 mil dólares para ver a Olimpíada de Pequim.

Já se calcula que toda a viagem naquela época somou uma despesa total de US$ 900 mil.

Como é bom viver em um País que tem dinheiro a rodo sobrando...

Trem Bala

Sabendo que o desgoverno pretende leiloar a concessão do Trem de Alta Velocidade, que ligará Campinas ao Rio de Janeiro, as transnacionais de engenharia acirram seus lobbies.

O consórcio inglês Hal Crow, juntamente com as parceiras brasileiras Sinergia e Balman, esperam vencer a disputa.

Terão a dura concorrência das empresas Trends, Siemens e Alstom.

Todos aguardam a conclusão do estudo de viabilidade do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a obra que e uma das menina dos olhos da Querida Mãe do PAC, Dilma Rousseff.

Os trunfos

A Siemens tem na licitação vencida para o trem-bala Madri-Barcelona seu principal trunfo para fazer a ferrovia.

Já a Alstom tem como credencial a vitória na licitação para implantar um trem de alta velocidade ligando Córdoba a Buenos Aires, na Argentina.

E a Hal Crow ainda não revelou suas vantagens competitivas.

Mas tem lobista apostando que a recente viagem do governador Sérgio Cabral Filho, aliadíssimo de Lula e Dilma, a Londres pode ajudar bastante...

As tarifas

O desgoverno projeta um preço para a passagem que varia de R$ 80 a R$ 140.

A tarifa mais cara ofereceria um serviço diferenciado, com o trajeto sem escalas e em velocidade de até 350 km/h.

As tarifas mais baratas ofereceriam uma viagem com escalas.

Entre as paradas já previstas no projeto, Aparecida (SP), Taubaté (SP), São José dos Campos (SP), Guarulhos (SP), Campinas (SP) e Viracopos.

Segunda de tensão

Gilmar Mendes confirmou que vai prestar depoimento à Polícia Federal hoje, como testemunha no inquérito que apura a escuta ilegal em seus telefones.

Acho extremamente preocupante esse tipo de prática (grampo ilegal), seja pela Policia Federal, seja pela Abin ou por agentes contratados”.

Técnicos da PF foram ao Supremo fazer perícias nas linhas telefônicas da Corte.

Espião também convocado

Integrantes da CPI dos Grampos querem convocar na terça-feira Francisco Ambrósio do Nascimento.

Ele foi identificado pela revista "Isto É" como o espião da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) que teria grampeado o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, escalado para depor na CPI dos Grampos na quarta-feira, preferiu não comentar a notícia:

Isso é uma questão que vai se resolvida pelo inquérito aberto pela Polícia Federal. O ministro da Defesa não tem nada a dizer a respeito”.

Jura que está?

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, botou um fim ontem na polêmica sobre a existência ou não de aparelhos capazes de fazer escutas telefônicas na Agência Brasileira de Inteligência (Abin):

O assunto está encerrado

Jobim só não revelou se tratou do tema com o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, General Jorge Armando Félix, que negou a prática de grampo na agência. Os dois dividiram o palanque de autoridades da parada do Sete de Setembro, em Brasília.

Socorro contra a crise

O governo norte-americano assumiu o controle das gigantes de financiamento de hipotecas Fannie Mae e Freddie Mac.

As duas instituições detêm juntas US$ 5,2 trilhões em hipotecas, quase metade do negociado no mercado dos EUA.

A Agência Federal de Financiamento de Moradias (AFFM), reguladora das duas empresas, vai administrá-las temporariamente.

O socorro pode custar até US$ 50 bilhões aos cofres públicos.

Nova tentativa

A medida é a segunda tentativa de salvar as empresas por parte do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos em pouco mais de seis semanas.

O plano do Departamento de Tesouro dos Estados Unidos é colocar sob controle federal as duas empresas financiadas pelo governo e que respondem por quase metade da enorme dívida em débitos de hipotecas imobiliárias no país, estimada em US$ 12 trilhões.

O setor terá dificuldades para se recuperar da maior crise desde a Grande Depressão, de 1929, a não ser que a Fannie e a Freddie se estabilizem e continuem a conceder hipotecas e agrupá-las em apólices vendidas no mundo todo.

Quem respira aliviado

Ao assumir o controle das companhias hipotecárias, o governo americano deverá garantir, principalmente, o pagamento de suas dívidas junto a credores, entre os quais, bancos centrais asiáticos.

Os BCs da Ásia costumavam aplicar parte de suas reservas internacionais em títulos da Fannie e da Freddie.

Ao mesmo tempo, o governo deverá, simplesmente, tirar de cena os acionistas comuns, e tentará proteger os chamados acionistas preferenciais - em sua maioria, bancos e seguradoras - de sofrerem prejuízo total.

Saia justa

Estrela favorita da televisão americana, Oprah Winfrey não aceita entrevistar em seu programa a candidata republicana à vice-presidência, Sarah Palin.

Oprah, que é uma das personalidades mais importantes a se declarar a favor do candidato democrata Barack Obama, adverte:

"Quando decidi que assumiria pela primeira vez posição pública em apoio a um candidato, decidi não usar meu programa como plataforma de qualquer candidato. Concordo que Sarah Palin daria uma entrevista fabulosa, e adoraria tê-la no programa depois que a campanha acabar".

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

2 comentários:

Anônimo disse...

Ironia, quando o pinguço criticava os banqueiros, seu ódio era tanto que seu bigode e sua barba se enchiam de baba, hoje ele baba por outro motivo quando ve os banqueiros.

Marcelo Franchi disse...

Parabéns Serrão!

Se distinguem as diversas intenções através de suas posições na luta contra as Altas Finanças.

Apesar de que, como nosso atual presidente o fez, o discurso possa mudar após a posse, esse posicionamento não deixa de nos nortear em nossas escolhas políticas.