domingo, 7 de setembro de 2008

Dependência e Morte da Classe Mérdia

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Sete de Setembro. Dia da Independência do Brasil? Mentira! Melhor contar outra piada de português. Nesta anedota histórica de brasileiro só quem acha graça é o inglês da Oligarquia Financeira Transnacional que nos controla desde de 1822. Mesmo com o brado retumbante do famoso Grito retórico do Ipiranga (que hoje é um canal dragado e de água podre), o Brasil é uma rica colônia de exploração pós-moderna mantida artificialmente na miséria por poderes globais externos. Até quando aceitaremos tal estigma? Eis a questão.

Uma questão para ser resolvida com Vontade Política e Disposição Patrótica. Patriotismo é a consciência objetiva do amor e devoção à Pátria. Difere completamente do nacionalismo – que é um sentimento ideologicamente induzido, e não produzido pela decisão individual sábia e soberana. Hoje é dia de lembrar e observar que o Brasil tem de evoluir.

O Estado Nacional precisa ser reinventado e reestruturado com base na Autodeterminação e na verdadeira Democracia – que é a Segurança do Direito Natural. A missão do brasileiro esclarecido e patriota é defender e praticar os Objetivos Nacionais Permanentes: Soberania, Paz Social, Integridade do Patrimônio Nacional, Integração Nacional, Progresso e Democracia (que é a base para os demais).

É necessário sempre destacar que os Objetivos Nacionais Permanentes dependem da afirmação e da defesa do interesse do País, da preservação da integridade do território nacional, da projeção internacional do Estado brasileiro, da consolidação de seu potencial econômico e militar e do desenvolvimento integral da Nação, sobretudo em termos de cidadania.

O primeiro passo para a correção de tantos desvios no Brasil é a conscientização da realidade. O segundo passo é a formulação objetiva de um Projeto Nacional autônomo, até hoje não formulado por qualquer grupo político tradicional para o Brasil. O terceiro passo é fazer tal plano virar realidade.

Em suma, temos de colocar ordem no caos. A História se escreve com soluções de sucesso. E não enxugando gelo de problemas, ou, simplesmente, falando mal de sucessivos e criminosos desgovernos entreguistas, corruptos e incompetentes que reinam por aqui há séculos.

Os ignorantes entreguistas daqui sofrem da “Síndrome do Diplodoco”. A doença foi catalogada por um patriota brasileiro, especialista em Inteligência e assuntos militares, que tem a curiosa alcunha de “Zeca Diabo” (porque ostenta uma careca igual a do personagem de “O Bem Amado”, de Dias Gomes). Royalties para o Zeca.

O Diplodoco viveu 150 milhões de anos atrás, no período Jurássico. O bicho é um dos dinossauros mais conhecidos. Pesava umas 38 toneladas. Tinha 45 metros de comprimento. Um rabo enorme! Pelo menos 5 metros na altura dos quadris. Seus pés eram largos e gigantes. O herbívoro que viveu na América do Norte parecia um elefante. Só que era burro!

O tal bichão levava uma enorme desvantagem tática na luta pela sobrevivência. Seu tamanho lhe tornava muito lento nas reações. Seu reduzido cérebro (lhe confere uma triste ignorância ou incapacidade de pensar a própria realidade existencial). O curioso é que o gene do Diplodoco parece inoculado nos brasileiros otários.

O ilustre saurópode em formato de dupla viga vivia um drama moral. Pequenos predadores comiam o imenso rabo do Diplodoco. E o idiota do bicho nem sentia ou percebia. O rabo era sua arma letal. Quando os predadores maiores apareciam, ele lhes dava uma “chicotada fatal”. Até que, uma hora, devorado pelos bichinhos, na hora da reação, lhe fazia falta o rabo comido. Resultado: o Diplodoco acabou extinto.

O Governo do Crime Organizado, com a conivência dos Diplodocos Tupiniquins, pratica sua ideocracia contra as expressões do poder político, econômico, jurídico, militar, científico-tecnológico, cultural e psicossocial do Estado brasileiro. Aos brasileiros diplodocos são impostas (e aceitas pela maioria néscia), idéias, conceitos, ideologias e ideocracias fora do lugar – que afrontam nossa realidade objetiva e atrasam nosso desenvolvimento como Nação.

Assim, somos impedidos de exercer a verdadeira liberdade de pensar e agir no interesse da Pátria. Historicamente, somos uma plataforma de transferência de recursos naturais e financeiros para o exterior. Por aqui impera o entreguismo, definido como um conjunto de idéias, ou interesse político, que preconiza entregar à exploração do capital estrangeiro transnacional os recursos naturais do País e sua própria economia.

Resistir parece inútil. A cada mês, o Brasil entreguista registra recordes de fusões e aquisições de empresas. Até agosto, o entreguismo movimentou US$ 62,3 bilhões de dólares. Só em 2007, o valor foi de US$ 59 bilhões. Adivinha quem mais ganha dinheiro com tais operações? Os banqueiros internacionais, é claro. O líder em operações de fusão e aquisição no Brasil é o Credit Suisse. Em segundo lugar, vem o Citi. Em terceiro, o Banco Rothschild. As informações são da Thompson Reuters Markets. A Oligarquia Financeira Transnacional sabe tudo... E um pouco mais...

Os Governadores Reais do Brasil – os banqueiros e grandes corporações transnacionais - têm pelo menos dois objetivos bem definidos, para justificar seu controle. O primeiro é a exploração econômica da nação e dos recursos naturais do seu território. O segundo é a contenção das potencialidades sócio-econômicas, políticas e militares da Nação, na medida exata de seus interesses transnacionais. Os controladores internacionais do Brasil sabem como transformar poder em cada vez mais dinheiro.

O método de colonização no globalitarismo é mais que manjado. Em países sem soberania, autodeterminação e independência como o nosso, a Oligarquia Financeira Transnacional patrocina seus ideólogos ou ideocratas para que promovam pelo menos quatro instrumentos básicos de controle, dominação ou manipulação. 1) A oferta de dinheiro (via monetarismo) 2) Os meios de comunicação de massa. 3) O “crime organizado formal” (sinônimo de violência, terrorismo e corrupção). 4) As “legislações” globais padronizadas.

O falecido sociólogo Herbert de Sousa, o Betinho, em seu livrinho “Como Fazer Análise de Conjuntura (1990), nos ensinava que: “O capital transnacional é um dos principais atores de nossa economia política. Ele está presente em posição estratégica nos setores fundamentais da economia. Controla os setores industriais mais dinâmicos e praticamente determina a natureza e os rumos de nosso processo econômico”.

Betinho foi mais explícito ainda naquele começo de década de 90: “O Estado brasileiro está sendo dirigido por atores políticos que não têm condições de se apresentar clara e diretamente à sociedade, porque respondem aos interesses do capital transnacional instalado no País”. O entreguismo denunciado por Betinho só se agravou daquela época até agora. A Síndrome do Diplodoco explica. É Freud...

A classe média brasileira vive hoje o mesmo drama do extinto dinossauro que não percebia a ação de seus verdadeiros predadores, que lhe comiam o rabo gradualmente. O popular chefão Lula da Silva, em sua marketagem diária, exalta que o "Brasil vive um momento especial, em que as coisas estão acontecendo rapidamente".

Na mesma linha de engodos, o presidente Henrique Meirelles destaca que o Banco Central (por ele gerenciado em favor dos banqueiros nacionais e internacionais) tem incentivado a expansão do mercado de capitais, por meio do crédito. Meirelles ainda tira onda com a cara dos otários diplodocos tupiniquins: “Só este ano, o crédito cresceu 30%. Quer incentivo melhor que esse?”.

Incentivo melhor para quem? Para os banqueiros, é claro. A classe média diplodótica é iludida pela farra do crédito pretensamente fácil. Em 31 de julho, o Alerta Total informou que nada menos que 37 milhões e 759 mil brasileiros estavam altamente endividados e com dificuldades mensais para quitar empréstimos bancários ou financiamentos de longo prazo.

Só na modalidade de crédito consignado, onde o valor devido é descontado mensalmente no contra-cheque, existem 24 milhões e 914 mil pessoas penduradas. A maioria é formada por aposentados e pensionistas do INSS, e por servidores públicos civis e militares que apelam ao crédito (nada) fácil, com juros e taxas abusivas, por causa dos salários ou proventos defasados. As dívidas acumuladas por cidadãos e empresas já atingiam, no final de julho, o alarmante valor de R$ 360,9 bilhões.

O diplodoco endividado terá seu rabo, brevemente, comido pela voracidade dos banqueiros. Estudos reservados do Banco Central, que o Palácio do Planalto estrategicamente esconde da sociedade, indicam que o Brasil tem uma grande bolha de crédito prestes a estourar. O quando e o como vão depender da velocidade e da intensidade da crise econômica mundial que já é uma realidade objetiva.

Em tese, nenhuma blindagem agüenta um calote generalizado sobre um volume de empréstimos que já chega a 36,5% do PIB (Produto Interno Bruto, ou tudo que é produzido em nossa economia). Mas os banqueiros alegam que o sistema tem saúde para suportar o calote. Será que tem mesmo? Quem vai pagar para ver? A classe “mérdia” vai.

O Alerta Total também denunciou em 31 de julho que, nos maldosos bastidores do mercado financeiro e do Congresso, já circulam informações de que ilustres membros da cúpula petista já descobriram uma fórmula para se dar bem se a crise econômica estourar. Escritórios de advocacia, de pessoas muito próximas ao chefão Lula, usando e abusando de tráfico de influência, já fecharam um acordo com grandes bancos e financeiras para um esforço de recuperação do crédito que será dado em breve como perdido.

O esquema de cobrança terceirizada – que em princípio é inconstitucional – seria remunerado com a comissão de 30 por cento do valor que fosse recuperado de grandes devedores. Nos bastidores, afirma-se que o negócio é muito melhor e rentável que o ajuizamento de ações judiciais ou administrativas para receber indenizações políticas (a chamada “bolsa dita-dura”).

Enquanto os diplodocos vão pagando a conta para os banqueiros, que drenam as riquezas da sociedade, o desgoverno perdulário dos socialistas tupiniquins vai “aparelhando” ainda mais a máquina estatal. Lula vai gastar, em 2009, R$ 128,5 bilhões só com a folha de pessoal do Poder Executivo, que já ultrapassou a marca de 1 milhão de servidores ativos. O número era de 780.975 no final do governo Fernando Henrique Cardoso (2002). Já em abril passado, chegava a 997,9 mil servidores. Houve um crescimento de 27%.

Pagando impostos cada vez mais elevados, que jogam a carga tributária para perto ou acima dos 40%, os diplodocos tupiniquins da classe mérdia ajudam a financiar a política de concessão de reajustes de salários e criação de milhares de cargos na administração pública. Desde 2003, o governo Lula criou 91.413 cargos, segundo dados do Ministério do Planejamento apresentados no projeto de lei do Orçamento da União para o ano que vem.

Em 2009, o desgoverno pretende manter o ritmo de crescimento da máquina pública: quer criar mais 15.076 cargos e contratar até 50.302 novos funcionários, só no Executivo. Desse total, 19.423 serão para substituir o pessoal terceirizado, principalmente em setores como limpeza e transportes.

Eis a triste relação de dependência financeira e morte gradual da classe mérdia brasileira que merece um 7 de setembro de verdade para comemorar. Quem sabe este dia não demora a chegar? O negócio é “Pensar Brasil” e agir depressa. Antes que comam o rabo do dinossauros ignorantes.

Releia: A “Lei Paulinho da Viola” para “Pensar Brasil”

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://www.alertatotal.blogspot.com e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

18 comentários:

Anônimo disse...

Grampo na manchete, sucessivos escândalos na manchete, imprensa amestrada atiçando a desinformação. O que é fundamental, essencial, discutir, saber, escondido a sete chaves. Só falta fechar a porteira do curral. E os que poderiam ser os maquís de seus proprios lares, já estão desarmados. No 7 de Setembro, as promessas não cumpridas substituidas por novas promessas de educação e paraíso para as calendas gregas.
Vamos comemorar torcendo para que a seleção de futebol se supere no Chile, com muita cerveja noite a dentro.

Anônimo disse...

Anos e anos perdidos e mais anos e anos a se perder por conta dos anos perdidos. Taí o resultado dos eleitores iludidos por vãs promessas terem colocado o PT no poder. Em questão de rapinagem enquanto estamos indo e descobrindo ELLES já estão voltando e engendrando novas pilantragens. Com o rei estamos mal administrados e à beira do caos. Depois delle, o que vier, terá um país ingovernável. E serão mais anos perdidos e mais anos perdidos por conta dos anos perdidos.

Rose disse...

Texto muito bem explicado, acessível a qualquer diplodoco.
Serrão vou repassá-lo no Orkut e em alguns sites que permitem a colagem do texto integral.

Anônimo disse...

O povo brasileiro não está interessado em lutar por um País melhor, agora experimentem tirar o pão(cachaça) e circo(futebol) deles, e vocês verão esse povo lutar com unhas e dentes nas ruas. Êita povo com sangue de barata esse nosso.

Anônimo disse...

O PT, partidos das tramoias, lideram em 20 capitais, conforme pesquisas, isso mostra a força do dinheiro numa eleição. A compra de votos através das famigeradas bolsas esmolas, bolsa, quadrilha(cartão corporativo), bolsa maconha e bolsa etc.. são tantas bolsas, que não se admirem se voces encontraremn um dia, um tipo de bolsa criada pelo governo federal d, numa esquina, rodando na mão de alguém com os beiços pintados de encarnado, um salto alto, uma meia tarrafa e uma peruca loira. Dar esmolas, é compra de votos, ainda mais quando essas esmolas é dada todo ano, o ano todo, isso é crime eleitoral, chamar de programa social é hiprocrisia, esse tipo de coisa só fomenta a miséria e serve de curral eleitiral para o governante da vez, a classe média, sofre, os ricos mais ricos e a miséria aumenta, esse é o plano maquiavélico dessa gente que esta no poder, nivelar todos por baixo e ainda dividi-los para melhor dominar. Sete de setembro! ai que saudades eu tenho, embora eu saiba que nunca fomos independentes.

Anônimo disse...

15 BILHÕES desviados em obras públicas em oito anos, e ai procuradores da replública!? voces ficam perdendo tempo com piabas, vão continuar contra Roraima? e deixam os tubarões soltos?. Realmente se alguém quer falar em indepêndencia nesse sete de setembro, que fale na indepêndencia que esses ladrões conseguiram com todo esse dinheiro roubado... e ELE, como sempre, não deve saber de nada e seus candidatos devem subir mais ainda nas pesquisas de intenção de votos, lógico, financiado com qual dinheiro? algum adivinho que esta lendo este comentátio pode me dizer? difícil né? eu sabia...Aguenta mais essa Brasil.

Anônimo disse...

ROMARIA

Os romeiros sobem a ladeira
cheia de espinhos, cheia de pedras,
sobem a ladeira que leva a Deus
e vão deixando culpas no caminho.

Os sinos tocam, chamam os romeiros:
Vinde lavar os vossos pecados.
Já estamos puro, sino, obrigrado,
mas trazemos flores, prendas e rezas.

No alto do morro chega a procissão.
Um leproso de opa empunha um estandarte.
As coxas das romeiras brincam ao vento.
Os homens cantam, cantam sem parar.

Jesus no lenho expira magoado.
Faz tanto calor, há tanta algazarra.
Nos olhos do santo há sangue que escorre.
Ninguém não percebe, o dia é de festa.

No adro da igreja há pinga, café,
imagens, fenômenos, baralhos, cigarros
e um sol imenso que lambuza de ouro
o pó das feridas e o pó das moletas.

Meu Bom Jesus que tudo podeis,
humildemente te peço uma graça.
Sarai-me, senhor, não dessa lepra,
do amor que eu tenho e que ninguém me tem.

Senhor, meu amo, dai-me dinheiro,
muito dinheiro para eu comprar
aquilo que é caro mais é gostos
e na minha terra ninguém não possui.

Jesus Meu Deus pregado na cruz,
me da coragem para eu matar
um que me amola de dia e de noite
e diz gracinhas para minha mulher.

Jesus Jesus piedade de mim.
Ladrão eu sou mais não sou ruim não.
Porque me perseguem eu não posso dizer.
Não quero ser preso, Jesus ó meu amo.

Os romeiros pedem com os olhos,
pedem com a boca, pedem com as mãos.
Jesus já cansado de tanto pedido
dorme sonhando com outra humanidade.

Carlos Drummomd De Andrade.

Perolas Políticas disse...

Párabéns pelo Blog
Sempre passo por aqui.
Nós tb temos um blog sobre humor político: www.perolaspoliticas.com
Passa lá e divirta-se.
Abraços,
Lillo

OZIMANDIAS disse...

Algumas pesquisas que fiz, livros, jornais e revistas, indicam claramente que o maior controlador de impérios financeiros, é o Vaticano. Sugerem alguns que o Vaticano controla mais de 20% das finanças mundiais, sendo que o que se lhe mais aproxima é o governo dos EUA, com 2% e uns pouquitos. Dos filhos de Judá, eles controlam mais ou menos 0,8%. Interessante que um grande jornalista brasileiro, David Nasser (já falecido) na extinta revista O Cruzeiro em uma coluna expunha que a Inglaterra por acordo financeiro assumido quando da abertura dos portos, já na passada década de 60 deveria tanto a nós, que mesmo vendendo toda a Ilha não conseguiria pagar o montante, pois nunca honraram o acordo.

Excelente seu artigo senhor Jorge Serrão; penso que existe desunião entre os Diplodocos que já estão a ver o rabo comido, literalmente (e estão gostando). Penso senhor, que está uma Entidade a provocar artificialmente essa desunião, tanto é que cada um quer montar seu blog, assim dispersando esforços, outros estão preocupados a defender seu credo religioso. Dividir para reinar é una máxima militar antiga, tanto é que já estão a propor a sesseção do sul, contra o restante da Nação.

Anônimo disse...

Não há mais nações independentes e soberanas no mundo.
Todas estão sob o jugo da Nova Ordem Mundial (NWO), sejam elas capitalistas ou comunistas.
As liberdades e direitos civis estão sendo liquidados.
Os eugenistas da NWO têm como meta uma população mundial de 500 milhões, ou seja, querem matar 90% da população mundial.
A propósito, conheçam a nova doença
da NWO, que já atinge
15% da população em alguma fase da vida, o MORGELLONS:

https://www.blogger.com/comment.g?blogID=17274597&postID=5424067776887420995

Anônimo disse...

Ainda sobre o Morgellons:

http://www.youtube.com/watch?v=QRYml_X33lU&feature=related

Anônimo disse...

O sr. Ozimandias faria muito bem em explicitar quais livros, jornais e revistas lhe serviram de fonte para as suas falsas "informações". Quer dizer então que os judeus só controlam 0,8% das finanças mundiais? Ora, não me faça rir, sr. Ozimandias, que o seu nome já é suficientemente engraçado.

O senhor provavelmente é alguém a soldo dos sábios de Sião para semear divisões aqui.

Anônimo disse...

0,8%? hahaha e os Rothschilds não existem então né!?!

Anônimo disse...

Sou mais um de tantos brasileiros que em 2002 votou pela necessidade da mudança, imaginando que era o momento de se iniciar um projeto de País com menos desigualdades sociais, com maior ênfase a educação e combate a corrupção. Portanto votei em Lula.
A primeira atitude do governo, com aquela caravana destino a cidade mais pobre do Brasil para inauguração do Fome Zero, mostrava o balão de ensaio do que viria pela frente. Momentos depois, a marketagem do governo percebeu que o Fome Zero era uma peça mal acabada, e portanto precisava de algo com maior impacto. Dai trocou-se o famigerado Fome Zero pelo bolsa escola rebatizado em Bolsa Família ... Bem, dai para frente todos já conhecem, mas nunca é demais lembrar:
Um verdadeiro Macunaíma no poder temos hoje,e milhões de tantos outros Macunaímas espalhados por todos os cantos. Um governo voltado às práticas mais atrasadas e rasteiras que já vimos. A união de conveniências entre a banda mais podre da política brasileira com os corruptos infiltrados nas entranhas das estatais com o discurso do nacionalismo salvador.
Seus incautos defensores ainda se orgulham das "lavadas" eleitorais em favor de Lula. Deveriam se envergonhar do maior esquema de compra de votos e aliciamento político jamais visto no Brasil.
Lula é uma invenção, um estelionato , uma peça de marketing feito sob medida. Logo saberemos quem verdadeiramente manda neste País.

Anônimo disse...

A classe média está cheia de jovens e idiotas úteis que defendem a transformação pelo Socialismo/Comunismo, não sabem eles que serão os maiores prejudicados nessa "transformação", pois serão nivelados aos pobres e os ricos continuarão mais ricos. E depois ainda falam mal de Ditadura... pior foi a Ditadura Comunista de Fidel, que matou muito mais gente do que todas as Ditaduras juntas na América do Sul.

Anônimo disse...

Caros,

O crédito consignado, em um determinado ponto de vista, representa uma modalidade muita mais humana de crédito se comparado as taxas surreais que a população brasileira estava limitada anteriormente (cheque especial, agiotagem entre outros).

Claro, também se faz fundamental planejamento e controle por parte do tomador, assim como respeito e ética por parte das instituições.

Não será uma forma justa de crédito?

G.R

HR Mercantil/Revista HR Consignado (www.blogdoconsignado.com.br)

ROBERTO DE CARVALHO disse...

TSE ADERE A CAMPANHA "VISTA VERDE”? Os eleitores de Gabeira estão passando redes e redes pela internet pedindo que nos dias 25 e 26 de outubro as pessoas se vistam com a cor verde. Parece que o TSE antecipou essa campanha. Num comercial do TSE, incentivando o voto consciente e livre, a atriz Lavínia Vlasak aparece trajando um vestido inteiro verde. Essas redes já notaram isso e estão reproduzindo com satisfação.

Anônimo disse...

O FBI produziu um relatório em Janeiro sobre pedofilia. Nele estão
colocados uma serie de símbolos usados pelos pedófilos para se
identificar. Os símbolos são, sempre, compostos pela união de 2
semelhantes, um dentro do outro. A forma maior identifica o adulto, a
menor a criança. A diferença de tamanho entre elas demonstra a preferência
por crianças maiores ou menores.
Homens são triângulos, mulheres corações. Os símbolos são encontrados em
sites, moedas, jóias (anéis, pingentes,...) entre outros objetos.
O link abaixo leva a uma copia em .pdf do relatório aonde os símbolos são
mostrados. Os pedófilos fazem parte da pior escoria da humanidade e
conhecer esses símbolos para poder identificar essas pessoas e o mínimo
que podemos fazer. Ao encontrar um símbolo desses, avisar a policia.
https://secure.wikileaks.org/leak/FBI-pedophile-symbols.pdf
(Embedded image moved to file: pic12711.jpg)
Os triângulos representam homens que adoram meninos (o detalhe cruel é o
triângulo mais fino, que representam homens que gostam de meninos bem
pequenos); o coração são homens (ou mulheres) que gostam de meninas e a
borboleta são aqueles que gostam de ambos. De acordo com a revista, são
informações coletadas pelo FBI durantes suas vasculhadas. A idéia dos
triângulos e corações concêntricos é a da figura maior envolvendo a figura
menor, numa genialidade pervertida de um conceito gráfico. Existe um
requinte de crueldade, pois esses seres fazem questão de se exibirem em
código para outros, fazendo desses símbolos bijuterias, moedas, troféus,
adesivo e o escambau. Infelizmente, é o design gráfico a serviço do mal.