segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Governantes Quadrilheiros

Edição de Artigos de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Márcio Accioly

Está sendo tudo arrumado para que sejam punidos, finalmente, os verdadeiros responsáveis pela desordem reinante no país: os jornalistas. Com ameaça e intimidação não vai ter quem resista. Até porque a maioria dos meios de comunicação, da forma como se mostra estruturada, está a serviço do capital financeiro mundial.

As leis aqui promulgadas não são para ser cumpridas pelos chamados figurões. No Brasil, o crime organizado é o Estado. Basta verificar o que ocorre nos Três Poderes, em todos os níveis, para se ter idéia precisa de como tudo funciona. E o desmonte da chamada máquina administrativa se amplia com os verdadeiros criminosos impunes.

No desespero, grande parte da população começa a reagir e compreender que Justiça só se for com as próprias mãos. Só isso é capaz de explicar incontrolável número de homicídios que expõe inação dos classificados como governantes, mais preocupados em cuidar de transações financeiras que engordem o caixa pessoal.

Com relação aos meios de comunicação, por mais liberdade de expressão de quem emita opinião nos grandes jornais, verifique-se a linha editorial: são unânimes em afirmar que o modelo econômico que aí se encontra é milagroso. E os idiotas da objetividade (como diria Nelson Rodrigues) ouvem e repetem sem saber do que se trata.

De maneira que não há como se promover debate sério, pois a força política é toda canalizada para a mistificação e o engodo. Além do mais, adotamos o modelo dos EUA em praticamente tudo, inclusive no trato com a saúde, privatizando o atendimento e deixando à míngua a população que trabalha e paga a Previdência.

Os índices oficiais continuam a dizer que as faculdades de ensino privado só cuidam de ganhar dinheiro, embora tenhamos essas usinas de diplomas a jogarem anualmente imensurável quantidade de “doutores” que não conseguem sequer interpretar um texto. O país está mais e mais cheio de analfabetos.

O Brasil adotou fórmula implantada ainda durante o regime militar (1964-85), privilegiando discussões futebolísticas. Agregou-se ao modelo a pornografia pura e simples, nas intermináveis novelas veiculadas no horário nobre e programas pornô explícitos, exibidos nos horários em que a criançada está atenta.

Com uma população com tal nível educacional, o horário político não poderia deixar de ser formado no mais baixo oportunismo. Todos os dias nós temos exemplos de como tudo funciona: como existe agora indiscutível “febre” em torno do presidente da República, por conta de intermináveis bolsas-esmolas, a “oposição” se acumplicia.

Quem antes falava mal, agora põe panos quentes. Caso do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que disse: “-Com Lula não tem problema, o problema são os seus acompanhantes”. Ninguém apresenta qualquer alternativa ou programa de governo, pois o país não tem povo, possui massa amorfa de analfabetos eleitores.

Mas a existência, dir-se-á, é essa loucura mesmo, embora merecêssemos coisa melhor. Bem que poderíamos ter alcançado nível de desenvolvimento como o da Suíça, mas nos perdemos desde o início do caminho. A natureza nos ajudou um bocado, colocando no nosso espaço territorial todo o necessário a uma vida digna. Paciência!

No livro “Ilusões Populares e a Loucura das Massas” (já citei certa ocasião), o inglês Charles Mackay escreveu que “os homens, já se disse muito bem, pensam em bandos, e se verá que eles enlouquecem em bandos, ao passo que só recobram a lucidez lentamente e um a um”.

Nosso drama é que os governantes brasileiros sempre pensaram em quadrilhas e enlouqueceram em quadrilhas, e jamais se recuperaram ou tiveram tal desejo.

Márcio Accioly é Jornalista.

2 comentários:

Anônimo disse...

Márcio, nossas autoridades, todas, se dividem em dois tipos: As que se venderam e as que vão se vender.

Anônimo disse...

Interessante êsse movimento de governos e desgovernos...Penso que Collor foi execrado por muito menos...Não que eu,particularmente,seja seu fã,mas,o que acredito é que o povo dorme em berço esplêndido.Em verdade,a mão que elege um governo deveria descontituí-lo em nome da Democracia...Já não se entende mais nada.Só escândalos e roubalheiras,não somente impunes...,mas,apagadas em pleno clamor midiático...resta-nos cristalina a crença de que,Justiça,não é a daquí!!!
Abraço a todos e melhor sorte para este Brasil tão maravilhoso e carente de perspectivas otimistas...