segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Cartinha para o chefão

Félix Maier, Capitão do Exército (QAO R/1) enviou uma cartinha bem delicada ao chefão Lula da Silva:

“Vossa Excelência, por ser ignorante ou embusteiro, não sabe ou finge não saber que antigamente a Linha de Tordesilhas delimitava as fronteiras do Brasil. Assim, quando Cabral chegou ao Brasil, a Amazônia e todo o atual Centro-Oeste brasileiro pertenciam à Espanha, não a Portugal, desde 1494”.

“Foram os portugueses que nos legaram a Amazônia, com sua ocupação física e a manutenção daquela imensa área, com a construção de inúmeras fortificações militares, como o Forte Príncipe da Beira, no Amazonas, em 1776. E quem tomava conta desses fortes? Não eram os índios, Sr. Lula, eram os militares - assim como, até hoje, são os militares os únicos que se sacrificam servindo em Pelotões de Fronteira, tanto na Amazônia, como no Pantanal mato-grossense (Forte Coimbra), enfrentando a malária, ONGs e sujeitos despreparados como o senhor; e são os únicos que têm condições reais de manter aquela extensa área sob o domínio do Brasil, área essa que outrora era denominada de Hiléia ou Inferno Verde”.

“Índio nunca tomou conta de nada, Sr. Lula, já que não tinha condições bélicas para enfrentar os bandeirantes portugueses e brasileiros, muito mais bem-armados. Em 500 anos, os índios não aprenderam sequer a plantar feijão e arroz, e criar algumas galinhas, para seu sustento próprio; por isso, exigem hoje esses latifúndios raposânicos e ianomâmicos em Roraima”.

“Para que o senhor tome conhecimento do histórico de ocupação da Amazônia, sugiro que leia a monografia do coronel-aviador Márcio João Zanetti”.

“Presidente Lula: volte à escola, já que no passado o senhor fugiu do Mobral!”

Compras da Corte

O Site Contas Abertas revela que o Supremo Tribunal Federal empenhou (reservou em orçamento) R$ 1,6 milhão com a compra de 11 Omegas de motor 3.6, V6.

Cada carro desses, que custou R$ 145 mil por unidade, roda em alta velocidade.

Já pensou se a Justiça brasileira andasse no mesmo embalo?

Doctor Fax explica...

Em meio ao longo debate sobre grampos telefônicos, o STF tomou uma medida que, à primeira vista, pareceria esquisita.

O Supremo comprometeu R$ 15,9 mil com a compra de 20 aparelhos de faxes – maquininha que muita gente pensa ser fora de moda.

Mas a aquisição dos faxes teria duas justificativas bem fundamentadas.

Primeiro, que a Corte Suprema aceitará o envio de pedidos de recursos por fax.

A segunda é que, segundo especialistas contra-grampo, as mensagens enviadas via telefone, e impressas no papel para serem destruídas logo depois de lidas, são mais difíceis de ser pegas pelos grampeadores de plantão...

Pano preto

Contas Abertas também informa que o Supremo empenhou R$ 3,7 mil essa semana com a compra de tecido "veludo alemão, liso, na cor preta, medindo 1,50 metro de largura, confeccionado em tecido natural macio e brilhante com aspecto peludo de primeira qualidade impermeabilizado, com seu lado avesso liso e o lado externo coberto de pelos cerrados e curto".

A nota de empenho não descreve, no entanto, para o que será usado o material...

No mínimo, o lindo tecido serve para encobrir alguma coisa...

Contas Abertas esclarece que sua coluna semanal “Carrinho de Compras” tem a intenção de “popularizar a discussão sobre os gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, compras curiosas”.

Algema neles

O ministro Carlos Menezes Direito analisará o pedido de hábeas corpus do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal (Sindipol-DF) pedindo a suspensão dos efeitos da súmula que limita o uso de algemas por policiais e também durante julgamentos.

A súmula do STF definiu que "só é lícito o uso de algemas em caso de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à integridade física própria ou alheia, por parte do preso ou de terceiros, justificada a excepcionalidade por escrito".

O presidente do Sindipol, Luiz Claudio Avelar, reclama que o STF emitiu posição sem ser provocado, o que não deveria ocorrer:

A algema é a regra, a exceção é não usar algema. O Supremo assumiu a posição do parlamentar, criou uma lei. O policial estava prejudicado, e tínhamos que atuar”.

Quem tem amigo...

Semana passada, o STF anulou parte da ação contra o russo Boris Berezovsky.

Os ministros apontaram erro do juiz Fausto de Sanctis – o mesmo da Operação Satiagraha – para não deixar a cousa russa para o russo.

Boris Berezovsky, pivô do caso Corinthians-MSI, é muito amigo de José Dirceu de Oliveira e Silva

Campanha Milionária

O candidato do PT à Prefeitura de São Bernardo do Campo (SP), Luiz Marinho, justificou à Folha de S. Paulo porque pretende gastar R$ 29,95 por voto:

"Nós nos preparamos. Não podemos dar vexame e fazer o presidente passar vergonha aqui".

A campanha petista onde Lula tem residência e vota é a mais cara do país entre os municípios com mais de 500 mil habitantes.

Poder da grana

O atual prefeito de São Bernardo, William Dib (PSB), apóia o tucano Orlando Morando, cuja campanha de rua é similar à de Marinho, já que pretende gastar R$ 6 milhões.

Até agora, Marinho admite ter arrecadado R$ 2,4 milhões.

Entre as campanhas petistas, ele só foi superado por Marta Suplicy, com R$ 4,6 milhões, e Gleisi Hoffmann, candidata em Curitiba, com R$ 3,2 milhões.

Lula te ligou?

No fim de agosto, a campanha do PT de São Bernardo bancou um serviço de telemarketing, com a voz do chefão Lula pedindo votos para Marinho.

Por ligação atendida, pagou-se R$ 0,13.

Foram feitas cerca de 80 mil ligações, segundo a coordenação de campanha.

Justiça em memória de Jean

Começa hoje, no tribunal de Southwark, no Sul de Londres, a “indagação pública” sobre a execução do brasileiro Jean Charles de Menezes, morto a tiros por engano, pela Scothland Yard, na estação Stockwell do Metrô, em 22 de julho de 2005.

Os agentes confundiram o imigrante brasileiro com um terrorista suicida, duas semanas depois dos atentados contra o sistema de transportes públicos londrino nos quais morreram 52 pessoas e no dia seguinte a uma série de atentados frustrados na capital britânica.

A indagação judicial do imigrante brasileiro é parecida com a que foi realizada para esclarecer a morte da princesa Diana de Gales e de seu noivo, Dodi al-Fayed, que concluiu em abril passado que a morte do casal tinha sido um acidente, não um assassinato.

Detalhe: se fosse a puliça tipuniquim que tivesse matado, por engano, um pobre inglês, o mundo já tinha vndo abaixo...

Reparação moral

Esse tipo de investigação pública - um procedimento jurídico específico na Inglaterra e em Gales - tem como objetivo determinar as causas de uma morte em caso de circunstâncias violentas ou não esclarecidas.

Não é um processo, nem será pronunciada condenação alguma.

Mas as conclusões do júri podem ser a base de outras iniciativas legais, como exigir que os culpados prestem contas à Justiça se o júri concluir que a morte foi um assassinato.

Na mora dos bandidos

A Polícia Federal ainda não sabe quem alvejou com 10 tiros, na madrugada de sexta-feira passada, a casa do juiz federal Luiz Carlos Canalli, diretor do fórum da Justiça Federal de Umuarama, no Paraná.

Foi o segundo atentado contra juiz federal em Umuarama em sete meses.

O primeiro foi no dia 28 de fevereiro passado.

No começo do ano, o juiz federal Jail Benites de Azambuja, teve o carro atingido por vários tiros na garagem.

Luto Sindical

Pegou todo mundo sindical de surpresa a morte, em acidente de carro, do presidente do poderoso Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eleno José Bezerra.

Membro da Força Sindical, Eleno foi uma das pessoas investigadas pela Polícia Federal, durante a Operação Santa Teresa, deflagrada no início deste ano.

A PF encontrou na casa de um empresário, acusado de integrar quadrilha que cobrava propina para intermediar liberação de empréstimos do BNDES, canhoto de cheque de R$ 82 mil pago à ONG Luta e Solidariedade, da qual ele teria sido diretor, o que o sindicalista negou.

Oscar para o Capitão Nascimento

O filme brasileiro Tropa de Elite, de José Padilha, tenta ganhar visibilidade para disputar as demais categorias do prêmio da Academia de Artes e Ciências de Hollywood, em 2009.

Protagonizado por Wagner Moura, Caio Junqueira e André Ramiro, Tropa de elite foi visto por cerca de 2,5 milhões de pessoas no Brasil, sem contar os 12 milhões que, estima-se, assistiram ao DVD pirata do filme.

Agora o filme é exibido em Nova York e conta com o lobby da empresa Harvey & Co., do produtor americano Harvey Weinstein, o mesmo que conseguiu com que Cidade de Deus (2003), de Fernando Meirelles, concorresse em quatro categorias do Oscar em 2004, depois de perder a corrida de Melhor Filme Estrangeiro no ano anterior.

Salve Santo Antônio

Aos 400 anos, o Convento de Santo Antônio, no Largo da Carioca, abre as portas, na quinta-feira, para um encontro de empresários endinheirados.

Será lançado o projeto de restauração do complexo arquitetônico com o objetivo de arrecadar pelo menos R$ 20 milhões, ao longo dos próximos quatro anos.

Para isto, os empresários terão que se comprometer a doar quatro parcelas (anuais) de R$ 250 mil para as obras e a recuperação do acervo do complexo, que inclui as igrejas de Santo Antônio e da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência.

As escadarias do Convento são o palco natural dos eventos da amada Confraria do Garoto, que tem o santo casamenteiro como um de seus padroeiros.

Viva a Geração celular

Um menino de três anos de idade salvou a vida de sua mãe depois que ela sofreu um ataque epiléptico, no sábado.

Jack Thompson usou o telefone celular de sua mãe para ligar para os serviços de emergência (999) na Grã-Bretanha.

O moleque esperto informou que ela estava deitada e doente no corredor da casa, e que seu pai estava no trabalho.

A ligação caiu no meio, mas o menino encontrou outro celular na casa e fez nova chamada.

Jack Thompson não conseguiu dizer onde morava, mas a segunda ligação permitiu que a telefonista rastreasse sua locação, em Lochgelly, Fife, na Escócia, para onde foi mandado o socorro.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Setembro de 2008.

4 comentários:

Cristiano disse...

Jorge,

O Jean Charles estava em minha memória ontem e hoje você publicou essa nota importante.

Se eu te disser que não houve atentado terrorista islâmico na Inglaterra, você não vai acreditar. Havia uma simulação de ataque terrorista que estava sendo feito pela polícia. Se eles estavam fazendo vistorias, porque não perceberam que o Jean não tinha bombas? O Jean foi usado como bode espiatório e o feito acabou como o feito dos aloprados do pt. Mas de forma bem illuminata, eles fingiram que iriam acusar o chefe da Scotland Yard que é um illuminati e depois todo mundo foi simetricamente libertado de acusações.

Naquele ônibus que explodiu não havia islâmico ou árabe, e alguns passageiros foram deixados em outra rua que não era itinerário daquela linha.

As bombas não foram colocadas dentro dos carros do metrô, elas foram colocadas sob os chassis deles.

Aquilo não passou de uma armação para criar aceitação pública à nova desordem mundial

Anônimo disse...

Meus aplausos ao capitão Felix Maier pela sua lucidez e coragem,denunciando a má fé e a ignorância plasmática de dom Luiz Inácio,o Messias de Garanhuns.
Marco Aurélio

Anônimo disse...

Deveria ter mais capitães como esse, não só capitães, mais, Generais e o resto da tropa. Falar a verdade é preciso, roubar tem que ir pra cadeia, essas pesquisas não me mete medo, o Protógenes ainda existe.

Anônimo disse...

Capitao Felix Maier, um militar de coragem no meio de um monte de covardes.
Parabens, Capitao.