quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Rapidinhas Econômicas

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Como voltar com sua grana lavadinha...

Foi protocolado ontem no Senado um projeto de lei do senador Delcídio Amaral (PT-MS) para estimular a repatriação de US$ 65 bilhões a US$ 70 bilhões que deixaram o Brasil durante as crises econômicas das últimas três décadas.

A proposta prevê a concessão de incentivos fiscais para regularização de ativos não declarados no exterior e também para a atualização do valor de bens declarados no passado. Possibilita, ainda, a abertura no Brasil de conta corrente em dólar.

A turma que tem dinheiro sujo no exterior vai amar tal projeto...

Vantagens fiscais

O projeto prevê que os brasileiros que tiverem bens ou direitos no exterior e quiserem repatriá-los poderão fazê-lo pagando apenas 8% de imposto de Renda (IR).

Se optarem por aplicar os recursos em cotas de fundos de investimento dedicados ao financia­mento de projetos de infra-estrutura, a alíquota cairá para 4%.

No caso das pessoas jurídicas com bens no exterior cuja existência nunca foi declarada à Receita Federal, haverá 10% de IR e 8% de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Se aprovado, o projeto concederá anistia ampla para contribuintes, pessoa física ou jurídica, que remeteram recursos ilegalmente ao exterior.

Boa intenção...

Delcício Amaral alega que seu texto foi inspirado em experiências de países como Itália, Alemanha, Estados Unidos e Bélgica:

A proposta tem como um de seus objetivos remover obstáculos que, ao longo das últimas décadas, emergiram dos planos de estabilização monetária fracassados, que quebraram regras contratuais, desrespeitaram direitos adquiridos e acarretaram incertezas jurídicas para os agentes econômicos".

O senador alega que o longo período inflacionário vivido pelo país também induziu poupadores e investidores a buscar proteção contra a perda de valor da moeda nacional por meio de remessas ao exterior.

Mandarins da República

A Câmara aprovou ontem e o Senado agora vai apreciar o projeto que fixa a remuneração dos 14 integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Os integrantes receberão subsídio equivalente ao do subprocurador-geral da República, hoje de R$ 23.275.

A aprovação foi pedida, pessoalmente, ao presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza.

Efeito cascata

Existem três projetos que tratam da remuneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Ministério Público que poderão provocar aumentos em cascata, se aprovados.

Enviados ao Congresso no ano passado, os projetos prevêem aumento nos subsídios dos ministros do Supremo de R$ 24,5 mil para R$ 25,7 mil.

O mesmo aumento seria repassado ao procurador-geral da República.

Todo mundo ganha

Se aprovadas as duas propostas, o índice de aumento seria repassado tanto aos ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outros tribunais superiores, desembargadores e juízes, que têm os vencimentos atrelados aos do STF.

O mesmo acontecerá para outros cargos de procurador, promotores de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios e também para promotor-adjunto.

Marxismo liberal puro

O chefão Lula da Silva pregou ontem que a democratização das instituições financeiras deve estar no centro dos debates das próximas reuniões do G20.

"Só com responsabilidade e transparência garantiremos que os mercados estejam a serviço dos interesses coletivos e não da ganância irresponsável de uns poucos".

Lula defendeu que é preciso reordenar uma "arquitetura financeira internacional falida".

"Não aceitamos que os responsáveis pela democracia econômica mundial nos repassem a conta. Exigimos soluções verdadeiramente justas e consensuais, que não façam retroceder nosso desenvolvimento".

Encontro marcado

O chefão Lula e o governador José Serra se encontraram hoje, no Planalto, para acertar a venda da Nossa Caixa para o Banco do Brasil.

O governo de São Paulo pede pouco mais de R$ 7 bilhões pela instituição e quer que o pagamento seja feito em dinheiro, com prazo máximo de um ano para a quitação total.

Lula pensa em baixar um pouco o preço, porque não quer ajudar a campanha presidencial do adversário com tantos recursos para obras eleitoreiras...

Mega-fusões em gestação?

O presidente do Citigroup, Vikram Pandit, está no Brasil para comprar ou se fundir com um grande banco – que pode ser o Bradesco.

O Bradesco, por sua vez, já negocia, a sete chaves, um acordo de fusão com o poderoso Banco Safra.

Vem mais um gigante do setor financeiro por aí...

Quadrinho caro, sô!

Um quadro criado pelo artista britânico Nasser Azam em condições de gravidade zero foi vendido em um leilão em Nova York por US$ 332.500 (cerca de R$ 758 mil).

A obra “Homage to Francis Bacon: Triptych I” foi criada como parte do projeto Vida no Espaço, liderado por Azam em julho deste ano.

Na época, um grupo de artistas trabalhou a bordo de um avião, na Rússia, que simulou as condições de gravidade zero a 7 mil metros de altitude.

A obra será exibida na galeria County Hall em Londres a partir do dia 16 de janeiro.

De repente, vou comprá-lo para colocar no banheiro da minha sogra...

Nome grande, sô!

A fabricante de bebidas InBev anunciou hoje que concluiu a aquisição da cervejaria americana Anheuser-Busch, negócio de US$ 52 bilhões.

O negócio deu origem à uma nova companhia, que já opera sob o nome de Anheuser-Busch InBev.

De acordo com a empresa, a manutenção do nome da cervejaria americana foi uma forma de preservar seu "patrimônio e tradição".

Mudança radical

A Fórmula-1 pode ter um novo sistema de pontuação em 2009.

O inglês Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da categoria, pretende substituir o atual sistema por um de medalhas.

Com isso, em vez dos três primeiros colocados receberem dez, oito e seis pontos, os pilotos ficariam com as medalhas de ouro, prata e bronze.

Para a premiação por medalhas ser adotada na temporada de 2009 da Fórmula 1, o Conselho Mundial de Automobilismo da FIA terá que ratificar a idéia durante a próxima reunião, que acontece em dezembro.

Hebe fica

Hebe permanecerá no SBT por mais três anos com uma redução de 50% em seu salário de R$ 1 milhão por mês.

O acerto se dá em um momento em que o programa de Hebe se recupera e registra se deis a nove pontos no ibope.

Silvio Santos ofereceu a Hebe as mesmas condições contratuais a outros apresentadores, como Ratinho e Galisteu, que preferiu trocar o SBT pela Band.

O salário fixo acrescido da divisão dos lucros obtidos com publicidade no programa, excluído o pagamento integral dos custos da produção.

Comunicação Empresarial

Felipe Bueno, Gabriel Queiroz e Renata Soares participam hoje, a partir das 1hh 45min, do Encontro de Comunicação Empresarial no Campus de marte, da Uniban, em São Paulo.

Tratam do tema “Gestão Estratégica para Comunicação no Rádio”, falando da experiência da Rádio SulAmerica Trânsito, no evento organizado pelos alunos do 3o semestre de Comunicação Empresarial.

A Uniban fica na Avenida Braz Leme, 3.029, em Santana – São Paulo.

Reflita bem

A Amazônia tem centenas de ONGs estrangeiras “ajudando” uns 230 mil índios que não passam fome, nem falta d’água, nem sofrem de subnutrição.

No Nordeste, são 10 milhões de subnutridos numa região agreste em que a fome e a sede fazem parte do dia a dia. As ONGs estrangeiras nem ligam.

A Amazônia tem riquezas calculadas em trilhões de dólares em ouro, nióbio, petróleo, as maiores jazidas de manganês e ferro do mundo, diamante, esmeraldas, rubis, cobre, zinco, prata, madeira, plantas medicinais, a maior biodiversidade do planeta (o que pode gerar grandes lucros aos laboratórios estrangeiros).

O Nordeste só tem mandioca, bode, e cana de açúcar.

Será por isso que as ONGs estrangeiras não “ajudam”?

Haja ciência... e paciência...

A USP faz experiências com o chá alucinógeno do santo daime para curar depressão.

As cobaias dizem que é ótimo: "restaura as cores da vida de imediato".

E pendem mais chá...

Pior vai ser se começarem a experimentar maconha, cocaina, haxixe, crack e aconselharem os legisladores a fazer uma lei prá deixar correr solto.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Novembro de 2008.

Um comentário:

Anônimo disse...

E esta lei de repatriação da grana prevê "contas numeradas, anônimas" para os dólares? Que nem na Suiça, Caymans e outros paraísos fiscais? Aí vai ser sopa!