sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Rapidinhas Econômicas

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Negócio estranho

O empréstimo de R$ 2,02 bilhões concedido pela Caixa à Petrobras virou uma dor de cabeça para o desgoverno Lula, pois indica que até a poderosa Petrobrás teve seus problemas de liquidez com a crise global – apesar dos desmentidos oficiais.

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou requerimento do líder do PSDB, senador Arthur Virgílio (AM), de convocação do presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli; da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Ramos Coelho; do Banco do Brasil (BB), Antônio Francisco de Lima Neto; além do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

Todos devem explicar o anúncio do governo federal de aumentar a capacidade de endividamento da Petrobrás.

O X do problema

A Petrobrás tomou emprestado R$ 2,02 bilhões na Caixa no dia 31 de outubro, com prazo de 180 dias e juros equivalentes aos de operações de curtíssimo prazo no mercado financeiro, a 104% do CDI, taxa do mercado interbancário.

Diante da dificuldade de tomar dinheiro no mercado por causa da crise financeira internacional, a companhia petrolífera alegou recorreu à Caixa para honrar pagamento de impostos.

O problema é que a Caixa, num só dia, liberou para a Petrobras praticamente o mesmo valor emprestado a empresas privadas entre julho e setembro.

Irregularidade?

Arthur Virgílio avalia que a operação é um tipo de socorro irregular.

O líder tucano até especula que o empréstimo tenha ocorrido com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O senador tucano Tasso Jereissati (CE) também meteu o pau:

A operação não é corriqueira, não é típica da Caixa, que tem de cuidar de saneamento e habitação, e mostra que a Petrobras não está conseguindo se financiar no mercado privado”.

Ecosacanagem?

Os fundos de investimento focados em ações de empresas sustentáveis ameaçam se desfazer de posições na Petrobras a partir de segunda-feira.

A decisão é porque tais fundos determinam, em estatuto, a compra de papéis que compõem o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da BM&FBovespa, que excluiu a petrolífera estatal de sua carteira.

O motivo eco-sacana alegado pelos fundos seria o pleito de secretarias do Meio Ambiente e organizações não-governamentais que alegam que a estatal não tomou atitudes favoráveis ao ambiente, como a redução do nível de enxofre no diesel.

Viver (ganhando) sem fronteiras?

Os papéis da operadora de telefonia celular TIM encabeçavam ontem a lista das maiores altas do Ibovespa.

Os especuladores aproveitam para ganhar com os rumores de compra da TIM pele operadora espanhola Telefónica.

Calote crescendo

Os brasileiros de classe média, principalmente, e alta, com renda acima de R$ 1.661, lideram a inadimplência em compras com cheque.

Em agosto e setembro eles foram responsáveis por 53% do calote, com alta de 62,7% em relação ao bimestre anterior.

Só na faixa entre quatro e seis salários mínimos (de R$ 1.660 a R$ 2.490), os devedores totalizam 43%.

Marolinha...

A crise financeira global já teria resultado no corte de mais de 170 mil empregos no mundo, desde setembro.

Os números apresentados pela agência de notícias Thompson Reuters consideram a série de anúncios de demissões feitos por grandes companhias mundiais desde o agravamento da onde de prejuízos de tragou bolsas, bancos e grandes empresas.

No Brasil, por enquanto, não se fala em demissões, mas em férias coletivas que já atingem ao menos 47 mil funcionários, principalmente no setor automotivo...

Crise na Justiça

A empresa Radicifibras, fabricante de fios e fibras sintéticas de São José Campos (SP), conseguiu liminar no Tribunal de Justiça de São Paulo para suspender pagamentos de uma dívida com o Santander decorrente de contrato de derivativos.

A ação questiona os termos do acordo, que trouxe prejuízos à empresa com a disparada do dólar.

Até outubro, a companhia havia ganho R$ 35,4 mil e perdido R$ 1,7 milhão.

Tudo é possível

O Conselho de banqueiros do Federal Reserve (Fed) aprovou oficialmente a aquisição do Merrill Lynch pelo Bank of America (BofA).

Ao analisar a transação, o banco central privado dos EUA concluiu que o acordo não afeta a concorrência uma vez que o Merrill Lynch e o BofA tem poucas atividades bancárias coincidentes nos principais mercados e que a principais atividade do Merrill é no setor de corretagem.

A expectativa do Bank of America é fechar o negócio no fim do ano, que ainda depende da aprovação dos acionistas e de outros órgãos reguladores.

Nomes aos bois?

Investigado nos EUA sobre fraudes em serviços internacionais fornecidos a ricos clientes norte-americanos, o banco suíço UBS faz o maior jogo duro.

As autoridades dos Estados Unidos estão exigindo nomes de cerca de 17 mil clientes norte-americanos do UBS.

Mas advogados suíços que representam os clientes da instituição nos EUA afirmaram que a Suíça só pensa em revelar informações de apenas algumas centenas.

Socialismo bolivariano

Em mais uma crise diplomático-empresarial, o governo boliviano deu ontem um ultimato à construtora brasileira Queiroz Galvão.

A empreiteira tem de apresentar, até 10 de dezembro, a proposta técnica para a conclusão da estrada ligando os departamentos (estados) de Potosí e Tarija.

A presidente da Administradora Boliviana de Estradas (ABC, na sigla em espanhol), Patricia Ballivián, explicou que a empresa havia solicitado, por meio da Embaixada do Brasil, uma nova ampliação do prazo.

No dia 10 de novembro, a Queiroz Galvão havia pedido mais 15 dias para apresentar a proposta, quando o prazo original era de 90 dias.

Desistindo da obra faraônica

Quatro meses depois de firmar contrato com o governo federal, a construtora Camargo Corrêa desistiu de participar da construção de um trecho do canal de tranposição do Rio São Francisco, obra orçada em R$ 219 milhões.

O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, rescindiu imediatamente o contrato e aplicou uma multa de R$ 1,6 milhão.

O governo deverá ainda se apropriar dos R$ 21 milhões oferecidos pela empresa como garantia da obra.

Quem assume

O ministério já convocou a segunda colocada, a Engesa, para executar os serviços pelos mesmos valores que seriam pagos a Camargo Corrêa.

A transposição do rio São Francisco está orçada em mais de R$ 6 bilhões e faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (o PACo).

O desgoverno jura que não haverá atraso na obra faraônica...

Por enquanto, só vermelho...

Apenas agora, depois que assinou o contrato de concessão com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a companhia aérea Azul poderá iniciar os pedidos de rotas e horários em que deseja operar.

A Azul só poderá iniciar a venda de passagens após a autorização para cada rota e horário de operação solicitados.

A empresa quer porque quer operar a partir do Aeroporto Santos Dummont, no Rio de Janeiro, mas o lobby do governador Serginho Cabral não deixa...

Trabalho de doido

A Receita Federal levará pelo menos seis meses para contar, catalogar, classificar e definir o valor real das mercadorias apreendidas nos depósitos da Casa & Video e nos 15 contêineres bloqueados nos portos do Rio e de Vitória.

A trabalheira é resultante da Operação Negócio da China que desbaratou um suposto esquema de sonegação de impostos praticada pela rede de importadores e empresas ligadas ao grupo varejista.

O curioso é que o caso da Casa & Vídeo preocupou até a Casa Civil da Presidência, de onde partiu um pedido informal à Polícia Federal para que a empresa não tivesse as portas fechadas...

Nem tudo perdido

O filho do banqueiro Edemar Cid Ferreira, Rodrigo Cid Ferreira, e o sobrinho, Ricardo Ferreira de Souza e Silva, acabaram inocentados das punições que a Comissão de Valores Mobiliários impôs ao Santos Asset Management (SAM).

O Santos Asset Management e o Banco Santos ficam também impedidos de administrar carteiras de terceiros por um período de 20 anos.

As duas instituições e seus executivos tomaram uma multa somada de R$ 667 milhões.

O problema é: será que vão pagar algum dia?

SS vai ali...

Silvio Santos viaja com toda a família para os Estados Unidos no próximo dia 10.

Seu plano é comemorar, lá fora, seu aniversário de 78 anos, no próximo dia 12.

SS e família devem passar o Natal na casa deles em Celebration, na Flórida, perto da Disney.

Brasil da melhor idade

Projeções do IBGE indicam que o total de idosos superará o de crianças no país em 2036, e não em 2049, como na previsão anterior.

A estimativa resulta da aceleração da queda da fecundidade, que chegou a 1,95 filho por mulher.

Pela nova projeção oficial, a população brasileira começará a diminuir em 2039.

Com a queda na taxa de fecundida­de, a população vai declinar, chegando a 215 milhões em 2050.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Novembro de 2008.

3 comentários:

Anônimo disse...

A vida segue e o mundo dá voltas.


Descabida a linha de raciocínio do brasileiro instruído do Centro-Sul nacional. Agora acontece uma catástrofe em Santa Catarina, e as arrecadações são recordes, o Lula já prontifica um bilhão de reais. Isso aconteceu lá uma vez em séculos, e a mídia mobiliza até quem não tem dinheiro. O sensacionalismo é tão grande, que chega a ser exploração da comoção social que o ser humano carrega geneticamente.

É uma tragédia, é sim. São pessoas, e ninguém merece isso. E precisam de ajuda. Mas vem a incoerência! Todo ano tem seca no nordeste e morre muito mais que 100 pessoas. Muito mais mesmo. Morre mais quem em guerras. Já as doenças de área tropicais matam inúmeras pessoas todos os dias no Norte. E os necessitados, pasmem, não recebem um bilhão de reais do Presidente da República. Aliás... Nem recebem campanhas que sensibilizam o sentimento humanitário do resto do Brasil sempre que precisam.

Pessoas do Nordeste, e principalmente do Norte, são desprezadas. A única garantia de envio de dinheiro para o Norte é o Senado Federal, que os coloca em pé de igualdade com os outros estados da Federação (três membros para cada estado). E a OAB-SP quer acabar com o Senado, deixando assim apenas a Câmara dos Deputados que representa os maiores. Democracia para que, já que o prazeroso é Poder quase ilimitado sobre os demais?

E se não fosse a Amazônia, o Governo representando uma boa parte da população, talvez, já teria doado o território acima de Goiás para a ONU, e vendido o Nordeste para o Japão. Pois como dizem alguns sulistas "trabalhamos e pagamos impostos para sustentar o resto".

Entretanto, quem é resto hoje, tem pleno e notório potencial para ser "o bom" nos próximos séculos. O jogo inverte. E pode acontecer de, à época, lá no fim do mundo (como chamam, termo preconceituoso, a região da Linha do Equador), não ter um Governo local sensato a ponto de ter piedade de quem precisar (de água talvez?). Não ter piedade de quem os abandonou quando precisaram porque o Sul era "bonito e simpático" e o Norte não era nada além de "feio e atrasado" com todas aquelas suas mortes por seca, fome e diarréia. Parabéns, força e ajuda, agora sim, aos verdadeiros sobreviventes no país da desigualdade: o “resto”.

Anônimo disse...

DO BLOG DO CORONEL –

http://coturnonoturno.blogspot.com/
..................................................................................
Off topic: frente à tragédia que está ocorrendo em Santa Catarina, vocês viram algum "movimento social" se apresentar para realizar trabalhos voluntários? Uma caravana do MST? Um grupo do movimento dos assentados de barragens? Uma equipe dos padrecos que insuflam os índios? A turma dos quilombolas? A UNE e o pessoal da sua "caravana da saúde"? Onde estão os ditos "movimentos sociais", tão solidários consigo mesmos? Enfim, esta gentalha que emporcalha a democracia e arrebenta os cofres públicos, onde estão eles?

Anônimo disse...

OS PETRALHAS CONSEGUEM O IMPOSSÍVEL. ESTÃO CONSEGUINDO QUEBRAR ATÉ A PETROBRÁS!!

Para onde foi o dinheiro?

Em julho passado, o senador Aloísio Mercadante (PT-SP), aquele que sempre quis ser mas nunca conseguiu, declarou em entrevista à revista Isto É Dinheiro:"a Petrobras é responsável por mais de 12% dos impostos arrecadados no Brasil e tem um fluxo de caixa que assegura investimentos de US$ 114 bilhões nos próximos quatro anos. Com as descobertas do pré-sal, o Brasil se transforma numa potência petrolífera tardia."

Hoje, Dilma Rousseff, aquela que o Lula quer que seja, afirmou que o empréstimo de R$ 2 bilhões da Caixa Econômica Federal para a Petrobras foi realizado porque a estatal teve um "problema imediato de caixa para pagar impostos". De acordo com a ministra, a acusação da oposição de que a empresa estaria descapitalizada "é ridícula". "A Petrobras é a maior empresa nacional, não só de petróleo. Ela não está descapitalizada", afirmou a ministra.


Ora, estes R$ 2 bilhões representam menos de 5% de tudo o que a estatal arrecada em impostos por ano. Conta outra, ministra. Um empréstimo neste valor medíocre para o porte da Petrobras é fruto de algum tipo de facilidade recebida, de alguma coisa muito obscura, de alguma jogada financeira ou contábil com dinheiro de um banco público que não foi feito para financiar estatais que, por sua vez, devem respeitar seus acionistas. Para onde foi este dinheiro? Conta outra, ministra.

Marcos Paulo - SP