terça-feira, 18 de novembro de 2008

Rapidinhas Políticas

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Seria efeito da marolinha?

O denunciador do Mensalão, Roberto Jefferson, não perde a oportunidade de pegar pesado, nos bastidores, contra o chefão Lula da Silva.

A mais recente ironia do presidente nacional do PTB é:

Faz um tempo que não são divulgadas novas pesquisas sobre a avaliação do governo Lula”.

Com um companheiro desses na “base aliada”, Lula não precisa de inimigos...

Quem pode salvá-lo?

O Supremo Tribunal Federal inicia amanhã o julgamento do Inquérito 2.424 contra o ministro afastado do Superior Tribunal de Justiça, Paulo Medina.

Ele foi indiciado pela Operação Furacão, da Polícia Federal.

Paulo Medina é acusado de participar de um esquema de venda de decisões judiciais.

O advogado de Medina é Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, um dos amigos mais influentes dos poderosos no atual governo Lula.

Advogado, não!

A seccional paulista da OAB negou ontem, por unanimidade, o pedido de registro como advogado do jornalista Antônio Marcos Pimenta Neves.


Formado em Direito há 35 anos, Pimenta Neves solicitou o registro depois que foi pronunciado por ter matado a também jornalista Sandra Gomide, sua ex-namorada, em agosto de 2000.

A turma da OAB detonou Pimenta com base no artigo 8º da Lei 8.9076/94 (Estatuto da Advocacia), que estipula ser a idoneidade moral um dos requisitos para o bacharel obter inscrição na OAB e exercer a profissão de advogado.

Livre...

Ex-diretor de redação do jornal Estado de São Paulo, Pimenta Neves foi condenado pelo crime de homicídio em maio de 2006. Inicialmente, a pena foi fixada em 19 anos e dois meses.

O Tribunal de Justiça de São Paulo reduziu a pena para 18 anos de prisão porque o réu confessou o crime e decretou a prisão de Pimenta Neves.

Mas o influente jornalista conseguiu um Habeas Corpus e aguarda, em liberdade, o trânsito em julgado da sentença condenatória.

Reunião quente

O Conselho Nacional de Justiça decide hoje se entra ou não com processo administrativo contra o juiz Fausto De Sanctis, titular da 6ª Vara Federal Criminal.

Se o CNJ aplicar alguma medida disciplinar ou uma representação contra o magistrado, ele corre risco de perder a vaga aberta para desembargador no Tribunal Regional Federal.

Por coincidência, o prazo para se inscrever na promoção de carreira termina hoje.

A tendência é que tudo fique como “dantis” no gabinete do “De Sanctis”...

Mui amigo

O ministro Gilmar Mendes, que perdeu as estribeiras com os grampos telefônicos de que foi vítima no STF, vai presidir a sessão que avalia o caso De Sanctis.

O CNJ foi acionado pelo deputado Raul Jungman (PPS-PE), da CPI dos Grampos, que pediu explicações sobre o repasse de senhas e acessos a cadastros e escutas telefônicas supostamente autorizadas por De Sanctis na Operação Satyagraha.

De Sanctis já se manifestou que todos os monitoramentos (telefônicos ou telemáticos) se restringiram aos números ou endereços eletrônicos das pessoas investigadas.

Ele fica

Por dois votos a um, a 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (São Paulo) decidiu manter o juiz Fausto De Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal, à frente do processo em que o banqueiro Daniel Dantas é acusado de corrupção.

O pedido de afastamento do magistrado foi impetrado pela defesa de Dantas.

O advogado Nélio Machado alegou que o juiz teria perdido a imparcialidade por seu suposto alinhamento com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

Quarta de Dantas

Foi julgado também o outro pedido da defesa de Daniel Dantas, para declarar a nulidade de todo o processo após ter ocorrido uma suposta violação do disco rígido de um dos computadores do banco Oportunnity.

Também por dois votos a um, a 5ª Turma do TRF decidiu rejeitar o pedido.

O julgamento de Dantas por De Sanctis está previsto amanhã, sob acusação de tentar subornar delegados federais que o investigavam.

Aposta

O banqueiro poderá ser condenado a pena de até seis anos de prisão.

Mas por ser primário, pode pegar uma pena mais branda.

O delegado Protógenes Queiroz confia na condenação do banqueiro Daniel Dantas, e critica a crise entre os poderes da República:

Com a Operação Satiagraha começou uma crise institucional sem precedentes no país. Mas não posso me manifestar sobre o mérito disto. Logo teremos uma sentença à altura do que o brasileiro está esperando”.

Discurso de candidato?

Ao meio-dia de ontem, integrantes do PSOL fizeram manifestação na Esquina Democrática de Porto Alegre, em solidariedade ao delegado que liderou a Operação Satyagraha.

Protógenes Queiroz foi recebido festivamente ontem, no saguão do aeroporto Salgado Filho,em Porto Alegre, pelo presidente estadual do PSOL, Roberto Robaina, a deputada federal Luciana Genro, a ex-senadora alagoana Heloísa Helena, e o vereador eleito de Porto Alegre Pedro Ruas.

Do aeroporto Salgado Filho, Protógenes seguiu ao escritório político do vereador eleito Pedro Ruas, no centro de Porto Alegre, onde participou de entrevista coletiva, acompanhado das lideranças do PSOL.

Vem ou não vem?

Indagado sobre afirmação do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) de que estaria interessado em disputar algum cargo político, Protógenes respondeu de forma irônica e foi novamente aplaudido:

Sou candidato à próxima missão que a PF me der. De preferência (uma investigação) com grandes organizações criminosas e políticos envolvidos”.

Tese da covardia

Protógenes passou a palavra a Luciana Genro e Heloísa Helena.

A deputada federal afirmou haver "tentáculos da corrupção no Legislativo e no Judiciário".

Já a ex-senadora alagoana criticou a tentativa de desmoralização do delegado:

Há uma covardia institucional de perseguir quem prestou um grande serviço”.

Declarações pesadas

Protógenes advertiu que não iria mais se manifestar sobre o caso, para não prejudicar a investigação, mas soltou o verbo:

Só vou dialogar com a imprensa depois da condenação do bandido disfarçado de investidor chamado Daniel Dantas. Eu sei os dados que eu coletei, por isso espero a condenação”.

Indagado se sentia-se vítima de conspiração, respondeu:

Neste aspecto, prefiro não me manifestar. Só vou falar depois da decisão final da condenação do bandido Daniel Dantas. Vou esperar a sentença condenatória que ele vai pegar”.

Apelando

O ministro da Justiça, Tarso Genro, e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Jorge Amando Félix, decidiram pedir à Advocacia Geral da União (AGU) que recorra para que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) possa acompanhar as perícias da Polícia Federal (PF) nos documentos e equipamentos apreendidos há duas semanas no Centro de Operações da agência do Rio.

A decisão de impedir o acesso de agentes da Abin à perícia foi tomada pelo juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal Federal, que atua na apuração de supostas irregularidades na Operação Satyagraha.

Félix escalaria uma equipe de oficiais para acompanhar a perícia.

O general ponderou que no material apreendido pode haver documentos relacionados à segurança nacional.

Tudo bloqueado

A 15 Vara de Fazenda Pública determinou o seqüestro de bens do ex-deputado estadual e ex-chefe de Polícia Civil Álvaro Lins, preso desde agosto em Bangu 8.

A decisão atende ao pedido de liminar de uma ação civil pública movida pelos promotores Anabelle Macedo Silva, Gláucia Santana e Rogério Pacheco, da Promotoria de Defesa da Cidadania.

Outro alvo da ação, o inspetor Mário Franklin Leite Mustrange de Carvalho, o Marinho - tesoureiro da campanha de Lins para deputado e também preso em Bangu 8 - também teve bens seqüestrados.

O processo contra Álvaro Lins corre em segredo de Justiça.

Na alça de mira

Os EUA confirmaram que o presidente do Tribunal de Contas do Estado de SP, Eduardo Bittencourt, movimentou lá fora pelo menos US$ 2 milhões de dólares.

O problema é que a saída de tanto dinheiro daqui do Brasil não foi declarada ao fisco.

Bittencourt nega a irregularidade, embora seja investigado por suposto enriquecimento ilícito, lavagem e evasão de divisas.

Concurso questionado

O Ministério Público Federal no Distrito Federal ajuizou ação com pedido de anulação de provas subjetivas do concurso do Senado aplicado no dia 9 de novembro.

A ação questiona a ausência de divulgação prévia dos critérios de correção e pontuação.

Pede também que seja feita nova prova discursiva, precedida da publicação de edital complementar que contenha especificação de valores e pesos a serem atribuídos a cada um dos itens avaliados.

O caso será julgado pela 17ª Vara da Justiça Federal no DF.

Menos “adevogados”

Foram reprovados na menos que 81,77% dos candidatos no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, em São Paulo.

Foram aprovados para o exercício da advocacia apenas 2.918 “heróis”.

O total de inscritos para o exame este ano foi de 16.594 bacharéis (mal formados).

Jantar indigesto

O chefão lula janta hoje com senadores do PMDB.

No cardápio, o jeito de acabar com o impasse entre o partido governista e o PT na disputa pelo comando do Senado.

Os peemedebistas acham inviável o nome de Tião Viana (PT) e querem “renovação” com José Sarney (AP).

Tira na mira

A cúpula do PMDB já pediu ao chefão Lula e volta a insistir hoje no pedido para a saída de Luiz Fernando Corrêa do cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal.

Os peemedebistas acham que a PF, sob a direção dele, tornou-se imprevisível em suas ações descentralizadas.

Na verdade, ao mirar em Corrêa, os peemedebistas querem atingir o ministro da Justiça, Tarso Genro.

O PMDB gostaria do retorno de Nelson Jobim ao cargo que já ocupou na era FHC...

Outra cabeça pedida

Os peemedebistas querem a cabeça do ministro da Saúde, e o chefão Lula pode entregar de bandeja.

Ficaram injuriados com as críticas de José Gomes Temporão à administração da Funasa.

A Fundação Nacional de Saúde, há vários governos, é um feudo do PMDB.

Foro de São Paulo disfarçado

Luiz Dulci – o secretário geral da Presidência da República que escreve os discursos oficiais de Lula – está doido para que chegue quarta-feira.

Como um dos idealizadores e fundadores do Foro de São Paulo, ele vai comandar, oficialmente, a I Reunião do Conselho Brasileiro do Programa Mercosul Social e Participativo.

Em parceria com o Ministério das Relações Exteriores, será um foro permanente de diálogo entre governo e sociedade civil sobre temas da integração do Mercosul.

Jura que é verdade?

Luiz Dulci e o chanceler Celso Amorim defendem a tese de que “o projeto nacional brasileiro passa necessariamente pela integração com os países vizinhos”.

É um equívoco pensar o desenvolvimento nacional de forma autônoma, desvinculado da realidade regional”.

Foi o que ambos defenderam ontem, em artigo publicado no jornal O Globo, com o título “Novo Capítulo”.

Gol da politicagem

Cinco mil convidados (políticos, ministros, funcionários públicos graduados e amigos dos patrocinadores) nada gastarão para assistir ao amistoso da seleção brasileira contra Portugal na quarta-feira, em Brasília.

O Congresso Nacional inteiro (513 deputados e 81 senadores) são também convidados vips para a partida no estádio reformado do Gama.

Pelé dará o ponta-pé inicial, Felipe Massa e Romário também estarão em campo, junto com o grande craque Luiz Inácio Lula da Silva.

Jogando pela vice

O grande promotor da festa futebolística na Ilha da Fantasia está com tudo.

O governador do Distrito Federal é apontado como candidato a vice-presidente em 2010.

José Roberto Arruda (DEM) é o mais cotado, até agora, para formar a chapa com o tucano José Serra.

Falta de Consciência produtiva

Quinta feira, dia 20, é feriado em várias cidades!

Comemora-se o Dia da Consciência Negra.

Como não é feriado o dia da consciência branca, tal feriado é mais uma demonstração de racismo às avessas.

Reverenciar a cultura negra é justo, mas impor um inútil feriado em nome da causa é absolutamente improdutivo.

Lula ecológico

O decreto da Mata Atlântica deve ser assinado hoje pelo presidente Lula da Silva.

A Lei da Mata Atlântica foi aprovada pelo Congresso Nacional, em fevereiro de 2006, mas até hoje não foi regulamentada.

Segundo o setor ambientalista, o atraso dificulta a implementação de medidas para recuperação do bioma e facilita o avanço da devastação da mata.

Passou batido

A assinatura do chefão foi comemorada com ressalvas por alguns especialistas do setor.

O presidente do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Clayton Ferreira Lino, demonstrou insatisfação pelo fato de o decreto finalizado não haver sido apresentado aos movimentos e ONGs ambientalistas antes de ser enviado para aprovação.

Depois do decreto inconstitucional e mal feito que permite a destruição das nossas cavernas (Decreto nº 6640 de 7 de novembro de 2008), vemos com certa desconfiança este novo decreto. Esperamos que não sejamos surpreendidos de forma negativa”.

Lino avalia que, caso não haja surpresas, a regulamentação da lei, que teve a contribuição de organizações e movimentos ambientalistas para sua elaboração, será um grande avanço e possibilitará a criação de novas unidades de conservação e a adoção de diversas formas de intervenção para a preservação e recuperação do bioma.

Coisa nossa...

Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro aceitaram, por unanimidade (21 votos a 0), a denúncia de formação de quadrilha e resistência qualificada contra o deputado estadual Natalino Guimarães e outros cinco suspeitos de integrar a milícia Liga da Justiça, que atua na zona Oeste do Rio de Janeiro.

Além de Natalino, foram denunciados o ex-PM Luciano Guimarães, sobrinho do parlamentar, Júlio César Pereira da Costa, assessor de Natalino, o cabo da PM Rogério Alves de Carvalho, Fábio Pereira de Oliveira, o Fábio Gordo, e o PM Moisés Ferreira Maia, o Chopão.

O grupo curtirá novamente os prazeres da penitenciária federal de Campo Grande (MS).

Continuem presos

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou mais um pedido de liberdade a Alexandre Alves Nardoni e Anna Carolina Jatobá, acusados de assassinar Isabella Nardoni, 5 anos, em março desde ano.

Quem bateu o martelo ministro Joaquim Barbosa no terceiro Habeas Corpus pedido pelo casal no STF.

Outros dois pedidos foram negados anteriormente pela ministra Elen Gracie em agosto, e pelo próprio ministro Joaquim Barbosa, em setembro.

Apelações

No último pedido apresentado, a defesa do casal pediu a revogação da prisão preventiva e a anulação do recebimento da denúncia.

Os advogados argumentaram que não há prova da materialidade do crime. Segundo eles, as marcas de esganadura apontadas pela perícia não existiam.

Além disso, a defesa do casal afirma que a prisão é desnecessária porque não haveria ameaça à ordem pública caso permaneçam em liberdade.

Outro argumento é de que houve irregularidade no inquérito, e que o juiz usou expressões que "comprometem o julgamento perante o Tribunal do Júri".

Novo crime da mega-sena

Altair Aparecido dos Santos, 43 anos, que ganhou a Mega-sena em maio de 2007 e foi morto com um tiro no peito, no domingo, dia do aniversário do filho de 8 anos, comemorado com um churrasco na casa da família, no condomínio Portal das Flores, em Limeira (SP).

Altair não era apenas um dos 14 integrantes do grupo premiado com R$ 16 milhões em maio de 2007.

Ele era o dono do bar Gente Fina e organizador do bolão vencedor.

Fortuna rápida compensa?

Na divisão do prêmio, ele foi acusado de deixar de fora dos habituais participantes.

O primeiro, o motorista Igor Vieira Camargo, de 26 anos, que teria fechado acordo com o grupo e recebido R$ 500 mil.

O segundo, Dorgival Bezerra de Oliveira, de 52 anos, conhecido como Chaveiro e averiguado pela polícia.

Dorgival teria recebido apenas R$ 270 mil, mas dizia ter direito a receber R$ 1 milhão, e havia procurado Altair para pedir mais dinheiro e comprar uma casa em Ibiúna.

Rubinho azarado

Ao ser indagado sobre a intenção do brasileiro Rubens Barrichello de escrever um livro contando os bastidores do período em que ambos foram pilotos da Ferrari, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher pisou no acelerador e soltou a ironia contra o brasileiro:

Ninguém pode te fazer mais lento por causa de um contrato. Se você é rápido, você é rápido e, então, é o número 1”.

Schumi descartou qualquer possibilidade de a escuderia italiana ter prejudicado o desempenho de Rubinho nas pistas.

Barraco das estrelas

O ator Dado Dolabella foi denunciado pelo Ministério Público por agressão à sua ex-nadmorada, a atriz Luana Piovanni (a mesma que armou um barraco com Fausto Silva, e foi tirada do Circo do Faustão)

Se condenado pelo crime, Dado poderá pegar de três meses a três anos de prisão em regime fechado, de acordo com a Lei Maria da Penha.

A ação foi enviada para o 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, depois da denúncia do promotor Alexandre Murilo Graça, da 1ª Central de Inquéritos.

Indiciamento no ar

A Polícia Civil de São Paulo vai indiciar cerca de dez pessoas pelo acidente com o Airbus da TAM em julho de 2007, que deixou 199 mortos.

Os nomes dos indiciados só serão revelados na sexta-feira, mas é dado como certo que entre eles figuram ex-integrantes da cúpula da Anac, além de funcionários da Infraero e da TAM.

Em caso de condenação, cada réu poderá pegar até seis anos de prisão.

Record das Mulheres

Hoje e amanhã, o "Jornal da Record" terá Janine Borba e Adriana Araújo na bancada.

Celso Freitas, um dos titulares, está em férias na Record.

E Marcos Hummel, que seria o seu substituto, sofreu pequena cirurgia num dos olhos.

É o que informa a excelente coluna Bastidores da TV, da Tribuna da Imprensa.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Novembro de 2008.

4 comentários:

Anônimo disse...

Será que o Roberto Jeferson não tem vergonha de ter chamado o Presidente Lula de: HOMEM INOCENTE?
E o Eduardo Paes, não tem vergonha de tê-ló chamado de: CHEFE DA QUADRILHA e agora esta do lado dele.
Eita classe politicazinha sem vergonha.

Anônimo disse...

RAPOSA SERRA DO SOL - Supremo pode antecipar julgamento


O Supremo Tribunal Federal (STF) informou ontem que deve antecipar o julgamento que vai definir o futuro da reserva indígena Raposa Serra do Sol para a próxima semana. A previsão dada pelo presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, era de que a questão voltaria à pauta apenas no mês de dezembro.

De acordo com a Assessoria de Imprensa, o ministro Carlos Alberto Menezes Direito já liberou o processo para julgamento e a questão deve entrar em pauta às 9 horas da quarta-feira, 26. Na ocasião, o ministro, que foi o primeiro a votar depois do relator, por ser o mais novo na Corte, pediu vista para estudar melhor o tema.

A expectativa é que a sessão tome o dia todo até que o plenário conclua a análise da ação. Ainda assim, existe a possibilidade de o julgamento ser interrompido mais uma vez, caso outro ministro peça vista do processo.

A questão deve definir a manutenção ou não da demarcação em área contínua de 1,7 milhão de hectares ocupada por 19 mil índios de cinco etnias diferentes, e mais de 200 famílias de não-índios.

De um lado, um grupo de índios ligados ao CIR (Conselho Indígena de Roraima) defende que a portaria assinada pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) em 2005 seja mantida e, do outro lado, produtores e índios ligados à Sodiur (Sociedade em Defesa dos Índios Unidos do Norte de Roraima) querem que a área seja demarcada em ilhas, mantendo as sedes dos municípios e as plantações, principalmente de arroz, existentes na região.

AÇÃO - No dia 27 de agosto, quando da primeira sessão do julgamento da ação, em que os senadores Augusto Botelho (PT) e Mozarildo Cavalcanti (PTB) questionam a demarcação das terras, apenas o relator do processo, o ministro Carlos Ayres Britto, se pronunciou sobre a matéria, votando pela manutenção integral da portaria do Ministério da Justiça, que definiu a demarcação da área indígena de forma contínua e pela improcedência das alegações.

Ele argumentou que apenas a demarcação contínua atenderia plenamente ao mandamento constitucional de reconhecer aos índios seus costumes, organização social e direitos sobre as terras.

ENCONTRO – No início do mês, o presidente do STF, Gilmar Mendes, recebeu o governador José de Anchieta Júnior (PSDB) em Brasília, para tratar da retomada do julgamento e se disse preocupado com um possível “clima de confronto” entre indígenas, rizicultores e pequenos agricultores na região, e pediu urgência no retorno do tema à pauta.

fonte: folhabv.com.br

Anônimo disse...

Este blog é cruel: só divulga a podridão vergonhosa! Vamos fazer como a maioria... jogar o lixo debaixo do tapete. O que os olhos não vêm o coração na sente.
Estou esperando abrir o Alerta um dia com notícias alvissareiras, manchetes como: "Enterrado o pesadelo socialista" "Políticos da patota do crime organizado trabalham na cadeia" Ex governantes presos na colonia agrícola plantam batatas".
"Valério confinado num pequeno sítio em Curralinho" ... coisas assim.

Anônimo disse...

PSOL, querem usar o delegado, deviam sim, no 1º e 2º turno ter detonado o seu ex-chefe pois sabem muito da podridão do PT e Cia.
Obs. Esse blog é o maior barato, espero também ler um dia essas tais noticias como: Politicos da patota do crime organizado "trabalham na cadeia" o porém ai, vai ser a concorrência com o PPC.