terça-feira, 30 de setembro de 2008

Comissão de Ética Pública vai inocentar Gilberto Carvalho por informar Greenhalgh sobre a Satyagraha

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O desgoverno prossegue em sua operação abafa para conter a crise provocada pela Operação Satyagraha. O objetivo imediato do Palácio do Planalto é tirar seus integrantes da reta. Ontem, o relator na Comissão de Ética Pública, Roberto de Figueiredo Caldas, propôs o arquivamento do processo, aberto em agosto, contra o chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho.

O conselheiro Caldas garante que Gilberto não infringiu preceitos éticos ao atender pedido do ex-deputado José Eduardo Greenhalgh, advogado do Grupo Opportunity, investigado na Operação Satyagraha, da Polícia Federal. Greenhalgh pediu a Gilberto que verificasse se o governo estava fazendo investigação sobre seu cliente, Humberto Braz, um dos principais assessores do banqueiro Daniel Dantas, dono do Opportunity. A conversa dos dois foi gravada em escuta telefônica autorizada pela Justiça.

A Comissão de Ética Pública só tomará uma decisão definitiva sobre o caso na próxima reunião, dia 29 de outubro. Por enquanto, o presidente da comissão, Sepúlveda Pertence (ex-ministro do STF), apenas advertiu que o voto de Caldas não aponta irregularidades no comportamento de Gilberto Carvalho – que é mestre em se salvar de envolvimento em todos os escândalos. Desde o assassinato de Celso Daniel (cadáver politicamente insepulto da República Sindicalista), passando pelo também impune escândalo do Mensalão, até a recente operação contra Daniel Dantas – banqueiro concorrente da turma do Planalto nos negócios de fusão da Oi com a Brasil Telecom.

Veja mais informações nas Rapidinhas do Alerta Total

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Setembro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

País dos endividados

A bolha do crédito no Brasil só não tem ainda data para estourar, mas já está armada a bomba.

O endividamento das famílias brasileiras mais do que dobrou desde 2003.

Passou de 12,2% para 26,5% da massa salarial.

O comprometimento de renda com o pagamento da dívida também passou de 22,9% para 31,3%.

Viva os bancos

Três bancos brasileiros lideram a lista de marcas mais valiosas da América Latina, de acordo com pesquisa divulgada pela empresa de consultoria Interbrand.

O primeiro lugar ficou com o Itaú, cujo valor da marca é de US$ 5,962 bilhões, seguido do Bradesco, com US$ 5,213 bilhões, e do Banco do Brasil, com US$ 4,429 bilhões.

A fabricante mexicana de cimento Cemex (US$ 3,998 bi) e a empresa brasileira de telefonia celular Claro (US$ 3,593 bi) completam as cinco primeiras posições do ranking.

Olho nos fundos

O governo anunciou ontem medidas mais rigorosas para os fundos de pensão.

A partir de agora, os fundos serão obrigados a abaterem das receitas extras dívidas e valores aplicados na bolsa, acima dos limites permitidos.

Eles também terão de adotar uma nova referência para o cálculo das despesas com benefícios - que leva em consideração aumento da expectativa de vida das pessoas.

Os fundos devem reduzir de 6% ao ano para 5% a taxa de juros usada para corrigir os ativos, o que na prática vai elevar os custos e reduzir a margem de ganho.

Queda

A Secretaria de Previdência Complementar (SPC) do Ministério da Previdência estima que o superávit de R$ 64 bilhões apresentado por cerca de 70 fundos em julho deste ano já caia de imediato para R$ 28 bilhões.

A SPC informa que 36% do patrimônio de R$ 460 bilhões detidos pelos fundos de pensão estão aplicados na bolsa.

Os alvos são a Previ (fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil); Petros (da Petrobras) e Funcef (da Caixa Econômica Federal).

Na semana passada, a Previ anunciou perdas da ordem de R$ 10 bilhões, devido à queda na bolsa.

Efeitos da crise

Já houve redução no crédito oferecido pelos bancos ao setor privado e no financiamento em dólares para exportadores.

A subida do dólar vai afetar os cálculos da “inflação” (ou subida de preços) no Brasil
Itens como o minério de ferro, óleo combustível e especialmente a soja puxaram para cima o Índice de Preços por Atacado (IPA), que representa 60% do IGP-M (a taxa de inflação calculada pela Fundação Getúlio Vargas).

Com a alta da moeda americana, o preço maior da soja vai se refletir no óleo de soja, no farelo e na ração, que afetam os preços do frango e carne bovina.

O preço da carne também deve subir por causa da entressafra.

Admitindo o risco

Pela primeira vez, Lula admitiu que poderá haver algum tipo de contágio para a economia do Brasil.

É importante que o povo brasileiro saiba que uma crise de recessão num país importante como os EUA pode trazer problemas a todos os países, porque eles representam a maior economia do mundo. Estou convencido de que o Brasil, se tiver de passar por algum aperto, será muito pequeno, porque diversificou a sua balança comercial “.

Lula afirmou que embora a crise seja grave e que vá diminuir o crédito no mundo, o país segue seguro, com tendência de alta nas exportações, crescimento nas importações de máquinas e equipamentos e avanço na indústria.

Retórica do Chefão

Lula disse que o Brasil não será vítima do cassino criado pelo sistema financeiro americano.

Eu penso que está na hora de o congresso americano e de o governo americano assumirem a responsabilidade que lhes cabe nesta história, ou seja, não permitir que a disputa eleitoral que vai se dar em novembro interfira na dicussão do plano econômico. Eles criaram um rombo no sistema financeiro, então agora tem que tampar esse buraco para poder deixar o mundo tranqüilo”.

Ainda de acordo com Lula, não é justo que países emergentes paguem pela ação de alguns setores do sistema financeiro americano:

Eu acho que é a mais forte crise nos últimos 50 anos nos Estados Unidos e que eles precisam ter responsabilidade porque os países emergentes e os países pobres que fizeram tudo para ter uma boa política fiscal, que fizeram tudo para fazer a econômica ter estabilidade não pode ter agora ser vítima do cassino que eles montaram na economia americana. Não é justo que países latino-americanos, que países africanos, que países asiáticos paguem pela irresponsabilidade de setores do sistema financeiro americano”.

O problema dos EUA

A Câmara e o Senado dos EUA não funcionam nesta terça e quarta-feiras por conta do feriado do Ano Novo Judaico.

A perspectiva é a de que uma nova versão do plano de resgate financeiro, com modificações que começaram a ser negociadas na própria segunda-feira pelos parlamentares, venha a ser apresentada à votação na próxima quinta-feira

O Congresso norte-americano calcula que apenas depois da posse do novo presidente dos EUA, em 20 de janeiro, poderá concluir uma investigação sobre quais as falhas que levaram à crise atual.

Só então, o governo terá condições de estruturar a nova regulamentação do sistema financeiro de lá.

Derrota de Bush

A rejeição ao plano partiu principalmente dos republicanos.

Bush se disse “desapontado” porque 133 governistas e 95 democratas votaram contra.

Integrantes dos dois partidos temiam impacto negativo do voto a favor do pacote no pleito de 4 de novembro. Terminada a sessão, democratas e republicanos se culparam uns aos outros.

Efeitos continuam

A rejeição ontem do socorro de US$ 700 bilhões provocou um terremoto no mercado acionário.

No Brasil, o pregão da Nova Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa-BM&F) chegou a ser interrompido durante o dia e fechou a segunda-feira em forte desvalorização, de 9,36%, aos 46.028 pontos.

Foi o maior recuo desde o dia 14 de janeiro de 1999, quando o principal índice da Bolsa registrou baixa de 9,97%.

Socorro estatal

Depois da compra de 49% do belgo-holandês Fortis, no domingo, governos europeus anunciaram ontem novos socorros a instituições.

O governo britânico nacionalizou a carteira de hipotecas e empréstimos da Bradford & Bingley.

A Alemanha deu crédito à gigante hipotecária Hypo Real Estate.

A Islândia estatizou o banco Glitnir, terceiro maior do país.

Guerra ao Ibope

O presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, respondeu duramente às críticas do candidato a prefeito Fernando Gabeira (PV/PSDB/PPS), que levantou suspeitas sobre o instituto, que estaria manipulando as pesquisas em favor dos candidatos do PMDB.

Gabeira é covarde, omisso e dissimulado. Ele atacou um instituto de 70 anos de credibilidade sem provas. Ele deveria lembrar que o PSDB, com quem ele negociou tempo de televisão, é nos últimos 20 anos o maior cliente nacional do Ibope”.

Gabeira voltou a questionar ontem as pesquisas:

Estamos reunindo documentos e contratos que o PMDB tem com o Ibope, e vamos mostrar depois das eleições. Em todas as cidades do Rio onde o PMDB concorre, ele contratou o Ibope para fazer suas pesquisas internas. Por isso, quando o Ibope divulgar uma pesquisa de intenção de voto nessas cidades, deveria dizer ´estamos publicando essa pesquisa, mas temos contrato com o PMDB também`. Acho que, assim, ficava mais claro o jogo”.

Popularidade inflacionada

Pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta segunda-feira mostra que a avaliação positiva - ótimo e bom - do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva cresceu de 58% em junho para 69% em setembro.

A avaliação regular passou de 29% para 23%, enquanto o número dos que consideram o governo ruim ou péssimo caiu de 12% para 8%.

O desempenho é o melhor registrado pelo governo desde o primeiro mandato de Lula, em 2003.

Lembrai-vos do Sarney

Apesar do bom desempenho, a aprovação do governo Lula (69%) não é a maior da história.

Em setembro de 1986, a avaliação ótimo/bom do então presidente José Sarney (também medida pela CNI-Ibope) chegou a 72%, em meio aos bons resultados do Plano Cruzado.

Quando o Cruzado vazou água, a popularidade de Sarney foi para o subsolo.

Razões

Para o diretor de Relações Institucionais da CNI, Marco Antonio Guarita, a alta no desempenho de governo e pessoal do presidente Lula se deve a três fatores: o desempenho da economia, a expectativa de desaceleração da inflação e o conhecimento da população em relação às novas reservas de petróleo da área de pré-sal.

Entre as notícias relacionadas a governo, a mais lembrada pelos eleitores - quando pedidas duas opções -, foi o início das extrações do pré-sal e a imagem do presidente Lula marcando as costas da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) com petróleo, com 9%.

Em seguida aparecem as descobertas de novas bacias (8%), as viagens do presidente (7%), o reajuste do Bolsa Família (6%) e a redução da inflação (5%).

Percepção da mídia amestrada

A pesquisa CNI/Ibope também mostrou que aumentou a percepção de que o noticiário é favorável ao governo.

Os que consideram a cobertura favorável cresceram de 24% em junho para 36% em setembro, tornando-se maioria.

Os que não consideram as notícias nem favoráveis nem desfavoráveis caíram de 37% para 34%.
Também caiu o número dos que consideram o noticiário negativo, indo de 24% para 13%.

Bancários em greve

Os bancários do Rio aprovaram, agora à noite, em assembléia, iniciar greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira.

Os trabalhadores rejeitaram a proposta de aumento salarial de 7,5%, apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na semana passada.

O índice inclui 0,35% de aumento real (a inflação do período foi de 7,15%).

Mas a categoria reivindica 5% acima da inflação.

Culpa do MST

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, informou que seis assentamentos de reforma agrária do Incra encabeçam a lista dos cem maiores desmatadores da Amazônia.

O presidente do Incra, Rolf Hackbart, reagiu, alegando que os desmatamentos denunciados são antigos, da década de 90, o que foi contestado por Minc.

A lista estava prometida desde fevereiro, mas sua divulgação abriu crise no desgoverno.

Procura-se um James Bond

O MI6, serviço secreto britânico, está recrutando agentes através de um anúncio publicado no Facebook:

"Está na hora de mudar de carreira? O MI6 pode aproveitar suas habilidades. Junte-se a nós como um agente operacional, para coletar e analisar informações sobre o mundo todo e proteger o Reino Unido".

O MI6 publicou anúncios no site de relacionamento pessoal focando em estudantes universitários e pessoas cansadas de seus empregos atuais.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Setembro de 2008.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Incra admite que 5,5 milhões de hectares de terras brasileiras já foram entregues para estrangeiros

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O entreguismo avança. Oficialmente, o Brasil já vendeu 4 milhões de hectares de terras, o equivalente ao Estado do Rio de Janeiro ou ao Rio Grande do Norte, para empresas de capital internacional e cidadãos estrangeiros. Mas deve ser muito maior o número de terras entregues a estrangeiros ou empresas brasileiras com capital internacional. O próprio presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Rolf Hackbart, garante que boa parte desses negócios não é informada ao Incra ou devidamente registrada pelos cartórios.

A estimativa do Incra é de que 5,5 milhões de hectares já foram vendidos para estrangeiros. A quantidade de terra entregue é equivalente ao Estado da Paraíba. Mato Grosso é o estado com maior participação de estrangeiros. São 807 mil hectares nas mãos de empresas e pessoas físicas. Técnicos do Incra explicam que a procura se deve às terras destinadas à plantação de grãos, especialmente de soja. São Paulo, Mato Grosso do Sul e Bahia seriam outros estados em que o Brasil perdeu a soberania sobre suas terras.

Pessoas físicas estrangeiras e empresas brasileiras com capital internacional aceleram a procura por terras e tentam fechar negócio antes que seja votada no Congresso alguma lei que restrinja tal operação. A demora em propor e votar uma legislação faz parte do jogo entreguista. Os estrangeiros estão de olho nas terras não apenas para agricultura e pecuária. O principal alvo é a exploração mineral - inclusive dos mananciais de água.

Assim, conseguiriam fugir das restrições que serão propostas pelo governo. Lula não bateu martelo, mas mostrou-se resistente à idéia porque seria novamente criticado pela oposição por encaminhar mais uma medida provisória ao Congresso. Ainda está em vigor a Lei 5.079, de 1971, estabelece restrições para a compra de terras por empresas brasileiras com capital estrangeiro. Mas um parecer da Advocacia-Geral da União (AGU), de 1994, não reconhece os efeitos da lei.

Veja mais informações nas Rapidinhas do Alerta Total

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Setembro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total


Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Reservas em segurança?

Alegando questões de “sigilo bancário”, o Banco Central guarda um estranho segredo: o nome das seis instituições financeiras que gerenciam, de forma terceirizada, cerca de US$ 2 bilhões de um total de mais de US$ 200 bilhões das “reservas internacionais” do Brasil.

O Banco Central alega que o dinheiro é investido por assets managements – instituições que operam sem ligação com o patrimônio dos bancos, agora afetados pela atual crise internacional.

Acontece que nada impede que os tais “administradores de recursos” sejam geridos por empresas ligadas a fundos – e que hoje correm risco de grandes perdas.

Além de descobrir o nome das empresas, seria muito interessante saber se alguém leva comissão (dentro da lei) por tais investimentos...

Perde e ganha especulativo

No início de janeiro, os fundos de pensão tinham aplicados R$ 160 bilhões em renda variável.

Se for levada em consideração a queda acumulada no ano de 20,3% no IBrX-50, um dos índices que compõem a Bolsa de Valores de São Paulo, a perda com tal aplicação chega a R$ 32,5 bilhões.

No entanto, o lucro de R$ 25,4 bilhões em rendas fixas e outros ativos reduzem o prejuízo do setor para algo em torno de R$ 7 bilhões.

Como os ganhos com renda fixa até o final de setembro ainda não foram divulgados, as perdas acumuladas, na prática, podem ser mais baixas.

A ponderação é da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp).

Preju da Previ

A poderosa Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ) registrou R$ 10 bilhões de prejuízo.

A Abrapp adverte que os fundos de previdência complementar estão preparados para enfrentar a desvalorização das ações porque, na média, aplica pouco nas bolsas de valores.

Atualmente, a Previ, fundo que complementa as aposentadorias e as pensões dos funcionários do Banco do Brasil, tem 65% do patrimônio investido no mercado de renda variável (ações).

A média dos fundos de pensão nacionais, no entanto, não passa de 37,7%, de acordo com a Abrapp.

Nervosismo

O desgoverno fará pressão sobre a Anatel para que seja aprovada, o mais depressa possível, a mudança do Plano Geral de Outorgas, que permitiria a venda do controle da Brasil Telecom (BrT) para a Oi.

Todos os envolvidos na operação (Daniel Dantas, os fundos de pensão, o Palácio do Planalto, e a Telefônica de Espanha) andam muito preocupados com o desfecho do mega-negócio.

O desgoverno Lula já demonstrou aprovação à união das operadoras e monitora de perto os trâmites que precisam ser seguidos para sancionar a criação da chamada “supertele” nacional.

Socorro urgente

A crise financeira norte-americana fez mais duas vítimas na Europa.

O governo britânico vai nacionalizar o Bradford & Bingley, um dos grandes credores hipotecários do país, e negocia a venda da carteira de poupança e outros ativos para o Santander, o HSBC e o Barclays.

O Bradford & Bingley, fundado em 1964, foi muito afetado pela crise hipotecária iniciada nos Estados Unidos e viu suas ações caírem quase 90% desde o início deste ano.

Na sexta-feira, os papéis bateram recorde de baixa e o banco demitiu 370 funcionários.

O Tesouro britânico, responsável pela operação de salvamento do banco, anuncia hoje o que fará com o Bradford & Bingley.

Outro pendurado

O grupo bancário de seguros belga Fortis vai receber uma injeção de dinheiro público de 7 bilhões de euros.

Além da injeção, o Fortis vai vender os ativos do ABN Amro, que adquiriu no ano passado por 10 bilhões de euros.

O holandês ING deve absorver os ativos do ABN.

O negócio central do Fortis está localizado no Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo), mas o banco tem presença em mais de 50 países e figura entre as 20 maiores entidades da Europa.

Engolindo os outros

O Goldman Sachs quer se transformar em banco comercial comprando até US$ 50 bilhões em ativos de bancos norte-americanos em apuros.

Ao concordarem em se transformar em holdings, sujeitando-se assim a regulamentos mais severos do Fed (o Banco Central americano), os bancos Goldman Sachs e o Morgan Stanley tentam fugir do caminho que levou ao colapso seus rivais, derrubados pela pior crise financeira dos EUA desde a Grande Depressão.

Há duas semanas, o Lehman Brothers quebrou e o Merrill Lynch foi vendido para o Bank of America.

O Bear Stearns já tinha falido no início do ano.

Mega acordo político

Republicanos, democratas e o Tesouro dos Estados Unidos celebraram ontem um acordo sobre o pacote de socorro de US$ 700 bilhões a Wall Street.

A salvação prevê a participação do governo nas empresas socorridas, desembolsos parcelados e restrições aos vultosos salários pagos aos executivos.

A Câmara deve aprovar o projeto hoje, e o Senado deverá apreciá-lo na quarta-feira.

Índio em apuros

A ONG Conselho Indígena de Roraima (Cir), controlada pelo índio macuxi Jacir José de Souza, tomou quase R$ 52 milhões da Funasa e não presta contas.

Jacir é “parceiro” das ONGs inglesas Survival e Cafod, que financiam freqüentes viagens do cacique à Europa para ele falar mal do Brasil.

A ONG inglesa Cafod fez do Conselho Indígena de Roraima a ponta-de-lança na defesa da demarcação contínua na Serra do Sol.

Bancando todos

Até agora, a poderosa empreiteira OAS já investiu R$ 1 milhão e 500 mil reais nas campanhas à Prefeitura carioca.

Receberam a generosa ajudinha da construtora os candidatos Jandira Feghali, Eduardo Paes, Marcelo Crivella, Solange Amaral, Fernando Gabeira e Alessandro Molon.

No jargão do Jogo do Bicho, isso significa “cercar por todos os lados” para ganhar no final da eleição, seja qual for o resultado...

Tudo dominado

A Polícia Civil e a Federal sabem que o Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa paulista, já se tornou o maior fornecedor de cocaína para o Estado do Rio.

Sabem que o PCC abastece de drogas comprovadamente seis morros cariocas dominados pelo Comando Vermelho (CV), além de fornecer armas e munição.

Sabem que os traficantes paulistas chegaram a movimentar em média R$ 1,1 milhão por mês com a venda de cocaína para o Comando Vermelho nas favelas de Vigário Geral,
Mangueira, Andaraí, Borel, Nova Holanda e Madureira, no Rio, além da cidade de Magé, na Baixada Fluminense.

Se sabem de tudo, porque demoram tanto a agir contra as facções criminosas?

Drogas prosperando na crise

A valorização do euro fez os traficantes de drogam reforçarem seus negócios na Europa, onde obtêm grandes lucros com a cocaína paga em dólares, vendida na moeda européia, cujo consumo está em alta.

Por isso, o narcotráfico concentra seus principais negócios na Europa, onde o consumo, "que em uma semana abrange 2 milhões de europeus", ameaça se transformar em um grave problema e "entrar na economia".

No Peru, um dos maiores produtores mundiais da planta, 70% de sua cocaína vai para a Europa e apenas 10% para os Estados Unidos.

A denúncia é do presidente da Comissão Nacional para Desenvolvimento e Vida sem Drogas do Peru (Devida), Rómulo Pizarro.

Basta de bosta

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, afirma que o aparato policial do Estado está fora de controle.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, reclamou que o grampo do qual foi vítima serviu para alertar os Poderes da atual situação do País.

"O aparato policial do Estado hoje está fora do controle" e que grampo em diálogo serviu para criar uma "reação" e mostrar que país atingiu limite em que "é preciso dizer basta"

Reforma Política como?

O presidente do STF também deu dois recados na entrevista amestrada:

“É urgente uma reforma política”.

"Não sou favorável a uma miniconstituinte. O texto constitucional não comporta esse tipo de aventura".

Imprensa imprensada

O jornal Extra, que pertence às organizações Globo, não circulou domingo na Baixada Fluminense, por causa de operação político mafiosa.

Grupos armados obrigaram jornaleiros a venderem todos os exemplares no centro de distribuição de jornais em Belford Roxo.

A corrida para comprar o jornal foi por causa da manchete “Deputados em campanha mentem para garantir salário de R$ 13 mil”.

A quem interessa?

A reportagem relacionada à manchete denunciou que os candidatos Marcelo Simão (PHS), Rodrigo Neves (PT) e Alessandro Calazans (PMN), todos deputados, faltaram a sessões da Alerj e inventaram compromissos para ter as faltas abonadas e garantir o salário integral de R$ 13 mil.

Marcelo Simão é candidato a prefeito em São João de Meriti.

Rodrigo Neves, em Niterói.

E Alessandro Calazans, em Nilópolis.

Filhotes da dita-dura

Apenas por ironia da história, a guerrilheira aposentada Dilma Rousseff é a coordenadora do grupo de trabalho que discute o futuro das informações militares.

O ministro Paulo Vannuchi (Secretaria de Direitos Humanos) critica as Forças Armadas por não responderem aos pedidos de documentos feitos pela comissão que analisa o processo.

O grupo espera que o ministro Nelson Jobim (Defesa) participe do debate a fim de apresentar à sociedade maior transparência sobre os documentos militares.

Sabotagem prevista

Os Ministros do Supremo Tribunal Federal precisam tomar conhecimento deste vídeo.

Ronaldo Schlichting lembra que se passaram cinco anos da sabotagem ao nosso terceiro VLS (Veículo Lançador de Satélites) que redundou na trágica perda dos já esquecidos 21 mártires de Alcântara.

Schlichting recorda que, exatamente um ano antes da tragédia, o Coronel Ex. Art. de fato, General por direito, Roberto Monteiro de Oliveira, "profetizou" sobre o mortal evento.

http://br.youtube.com/watch?v=oV3FsOc80Uk

Desafio do coronel

Aos 57 anos de idade, Hiram Reis e Silva (Eng 1975), Coronel da reserva e professor de matemática do Colégio Militar de Porto Alegre, inicia dia 1º de dezembro uma nova expedição à Amazônia.

No Projeto-Aventura Desafiando o Rio-Mar, o coronel vai descer toda a extensão brasileira do Rio Solimões, a bordo de um caiaque, levado por apenas duas forças: a da correnteza, e a dos braços.

No total, serão 1,8 mil quilômetros, pelo Solimões e seus afluentes.

Acordo ortográfico

O chefão Lula da Silva assina hoje o decreto com o cronograma de implantação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa no país.

A festinha acontece na sede da ABL (Academia Brasileira de Letras), no Rio.

A escolha da data e local foi uma homenagem ao escritor Machado de Assis, que completa 100 anos de morte.

Vale tudo

O Brasil será o primeiro país a implementar as regras oficialmente, marcada para acontecer em 1º de janeiro de 2009, com um prazo para concluir até o início de 2013.

O decreto determina que nos quatro anos de transição sejam aceitas as duas formas.

A reforma ortográfica vem sendo discutida desde 1990 pelos países que integram a CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa): Brasil, Portugal, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Timor-Leste.

Moleza para o rico

"As chances de se colocar na cadeia criminosos engravatados sempre foram mínimas no Brasil".

A reclamação foi do ministro do Controle e da Transparência, Jorge Hage, que criticou duramente, a "benevolência" da atual legislação criminal.

Segundo ele, em geral, banqueiros, investidores e agentes públicos não vêem a cor das grades.

De acordo com o ministro, essas pessoas são favorecidas porque dispõem de recursos para pagar bons advogados, enquanto o cidadão comum corriqueiramente enfrenta o rigor da lei.

Rigor para o pobre

Ildelson Sobral da Hora, de 50 anos, foi preso em flagrante na tarde deste sábado ao tentar roubar 32 quilos de carne bovina do supermercado Guanabara da Avenida Brás de Pina 201, na Penha, na pacata Cidade Maravilhosa de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Policiais da 22ª DP (Penha), onde o caso foi registrado, informaram que Ildelson colocou a mercadoria na parte de baixo do carrinho, e passou pelo caixa com outros produtos, não pagando pela carne.

Os seguranças do supermercado perceberam a ação e pediram apoio de policiais do 16º BPM (Olaria), que fizeram a prisão. Ildelson, que disse ser comerciante, já teve outras passagens pela polícia.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Setembro de 2008.

domingo, 28 de setembro de 2008

A União Soviética é aqui e agora. Até quando?

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


A dita-dura não é mole! O espectro do totalitarismo toma conta do Brasil. Sua marca evidente é a ação ostensiva do Governo Ideológico do Crime Organizado. Suas manifestações objetivas são os seguidos atentados terroristas praticados pelos três poderes contra a Segurança do Direito Natural. A Democracia precisa ser defendida e praticada contra o desgoverno do crime e seus tentáculos subterrâneos.

O Estado Policialesco, com a conivência da Injustiça, tenta infernizar, psicologicamente, a vida de seus inimigos. Infelizmente, consegue intimidar quem tem rabo preso com o crime. Mas quem tem independência, liberdade e honradez para combater o mal não se curva a ameaças rasteiras, de cobras criadas no submundo do autoritarismo, como legítimos filhotes das ditaduras que sempre assombraram o Brasil.

Agora, na Era Petralha, o entulho ditatorial aposta que vai se ampliar. Até porque acredita que não sofre reação. Baseados nesta crença, os déspotas de plantão avaliam que o terreno é fértil para seus abusos. O Boi deles vai para o brejo exatamente por confiar que pode agir impunemente, como se fosse um mero dedo-duro (alcagüete) de outros tempos que se borra de medo que seu “protetor” vaze a verdadeira história do filhote da ditadura. Popularidade (fabricada por pesquisas bem pagas e por ação de mídias amestradas) não garante impunidade a ninguém.

Pode até parecer. Mas o Brasil não é um grande Bangu I. Os cidadãos de bem são pessoas comuns que trabalham honestamente e querem ser felizes. A turma do bem não suporta mais ser vítima da ação sistemática dos criminosos no poder. Ninguém em sã consciência suporta mais os efeitos perversos da corrupção, dos impostos elevadíssimos, dos juros absurdos, dos abusos de autoridade, da falta de educação e saúde – junto com o descontrole total da sociedade sobre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Os aparelhos ideológicos, repressivos e terroristas do Estado agem impunemente. O Governo Ideológico do Crime Organizado usa e abusa de cinco instrumentos de poder. 1) Ideologias ou Ideocracias. 2) Corrupção, Violência ou Terror. 3) Legislações ou regras globais. 4) Diferenças: Regionais, Políticas, Econômicas, Sociais, Religiosas, Raciais etc. 5) Controle e Gestão Global da Comunicação de Massa.

Quando não conseguem controlar a mídia, os criminosos no poder apelam para a ignorância jurídica e cometem abusos legais. Agem nos subterrâneos do poder policialesco, e iludem o Judiciário para intimidar a atividade jornalística, através de inquéritos e inquisições de bastidor. Praticam um crime hediondo contra a liberdade de expressão prevista na Constituição em vigor.

Como editor-chefe deste humilde Alerta Total faço questão de repetir. Em meus 25 anos de jornalismo diário, nunca me curvei a intimidações, quaisquer que fossem. Aviso novamente aos navegantes e aos bandidos de tocaia nos podres poderes que não faço parte do partido político no poder, não trabalho para o governo formal em nenhum de seus poderes, não corroboro com a mídia amestrada e nem faço parte de máfias ou facções criminosas. Portanto, não faço parte do Governo Ideológico do Crime Organizado. Aliás, sou seu inimigo figadal.

Na minha infância, morei e fui criado em pé de favela. Por sorte, meus pais me deram educação e me ensinaram que não valia a pena ser bandido (como seria o destino fatal de alguns de mais colegas de infância). Desde criança, aprendi que o crime só produz infelicidade, violência e medo. Por isso nunca tive medo de enfrentar o crime, em suas mais variadas facetas, ao longo de minha vida jornalística.

Agora, o crime comete abusos contra o meu trabalho. Tenta interferir em minha vida privada, causando prejuízos morais para algumas pessoas próximas a mim. Como não sou filho de chocadeira e nem tenho vocação para babaca, vou reagir dentro da legalidade, da democracia e da liberdade de expressão.

Em meu passado profissional, aprendi que, para combater e superar a patrulha ideológica do crime organizado, é preciso aplicar o lema de um antigo e famoso programa policial da Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro – onde fui editor. Na “Patrulha da Cidade”, no combate ao crime, a vinheta sorturna, criada pelo falecido Samuel Corrêa e por Juarez Gentirana, sempre lembra: “Quem não reage rasteja”...

Os segmentos (que se espera) esclarecidos não podem mais deitar eternamente, em berço esplêndido, esperando pelo pior ainda por vir, enquanto da democracia sofre ação criminosa dos terroristas no poder. A União Soviética é aqui e agora. Mas os brasileiros de bem, patriotas, não deixarão que o totalitarismo aqui se instale por muito tempo. A reação já começou. Por isso, o governo do crime anda tão apavorado.

Aos inimigos da democracia e da liberdade de expressão, mais uma vez, uso a distinta Cris Nicolotti, para lhes mandar meu sincero recadinho: www.youtube.com/watch?v=dHpSCHxb780

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://alertatotal.blogspot.com/ e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Setembro de 2008.

sábado, 27 de setembro de 2008

Procuradoria quer tirar do ar a propaganda de Lula "É mais arroz, é mais feijão" que fere a Constituição ainda em vigor

Edição de Sábado do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

A equipe do Bolcheviquepropagandaminister do chefão Lula tem tudo para sofrer uma derrota na Justiça. O ministério Público Federal em Mato Grosso decidiu questionar a “campanha publicitária” do desgoverno federal que usa o slogan "É mais arroz, é mais feijão". O MPF quer a suspensão da propaganda oficial.

Os procuradores denunciam que a propaganda, que divulga o volume da produção de alimentos no Brasil, contraria os requisitos constitucionais da publicidade no setor público. O artigo 37, parágrafo primeiro, da Constituição (ainda em vigor, embora alguns petistas pensem o contrário) deixa claro que a publicidade oficial deve ter caráter educativo, informativo ou de orientação social. A Constituição estabelece esses requisitos para impedir a promoção pessoal de autoridades e funcionários públicos.

O procurador da República em Mato Grosso, Fernando Amorim Lavieri, reclama que o jingle da campanha promove de maneira direta o governo federal e, de forma indireta, os atuais mandatários. A peça publicitária fala sobre os investimentos governamentais na agricultura. O procurador argumenta que a peça "simplesmente pretende formar no público uma opinião favorável ao governo federal", além de atingir os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Setembro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Sábado do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Revanchismo caro

O revanchismo ideológico, para desviar outros assuntos importantes, continua na pauta do desgoverno Lula e dos seus agentes conscientes de promoção.

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Geraldo Lyrio, defendeu ontem punição para os militares que atuaram em torturas durante a ditadura.

O bispo defenda a tese de que a Lei de Anistia não impede que agentes do Estado da época sejam julgados.

"Anistia não é sinônimo de impunidade, é de reconciliação. É preciso, porém, que os culpados sejam conhecidos e que, após julgamento justo e legal, sejam punidos. Não podemos acobertar os crimes com o pretexto do perdão”.

Média oficial

A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça reconheceu ontem a condição de anistiado político de religiosos perseguidos pela dita-dura e aprovou pagamento de reparação econômica em vários casos.

O pastor americano Frederick Morris, deportado do Brasil em 1974, depois de ter sido preso e submetido a torturas, terá direito a uma prestação mensal de R$ 2 mil e o pagamento de atrasados no valor de R$ 286 mil.

Foi aprovada ainda uma indenização única de R$ 100 mil para o arcebispo emérito da Paraíba, dom Marcelo Carvalheira, acusado, durante a ditadura, de esconder ativistas considerados subversivos nos seminários.

Ministro premiado

Na sessão, a comissão concedeu anistia ao ex-ministro Nilmário Miranda, da Secretaria Especial de Direitos Humanos, e aprovou o pagamento de prestação única de R$ 99,6 mil.

O teto máximo desse tipo de indenização é de R$ 100 mil.

Nilmário viveu na clandestinidade e ficou preso durante três anos.

Além da indenização, merecia ser canonizado, como santo...

Contrariando o chefão

O ministro de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, defendeu a abertura dos arquivos e também a punição pelo Judiciário dos responsáveis por torturas.

O ministro voltou a negar que defenda a revisão da Lei de Anistia.

O Judiciário precisa se manifestar sobre esses casos. As pessoas não abandonaram seus filhos e seus lares por desejo próprio. Eles foram mortos e torturados”.

O chefão Luiz Inácio Lula da Silva defende o perdão em vez dos processos judiciais, mas vários integrantes do governo discordam.

Mandou bem

Um leitor do blog envia uma ilustrativa frase de Millôr Fernandes sobre as indenizações distribuidas pela caravana"industria" da anistia:

"A luta armada não deu certo e eles agora querem indenização? então eles não estavam fazendo uma rebelião, mas um investimento".

E tem mais: a história verdadeira deixa claro que a maioria dos agora indenizados lutava, de forma consciente, para implantar uma ditadura do comunismo no Brasil - e não para combater o que chamam de ditadura militar - que parece fichinha perto da democradura atualmente em vigor, com corrupção, terrorismo e violação do direito básico à privacidade, graças à ação do Governo Ideológico do Crime Organizado.

Assalto do pedágio

O estado de São Paulo cobra os pedágios mais caros do País.

Para percorrer os 40,3 km da rodovia Castello Branco até a cidade de São Roque, o motorista paga dois pedágios, num total de R$ 17,10 - R$ 6,30 na praça de Osasco (km 18) e R$ 10,80 na praça de Itapevi (km 33).

O valor corresponde a um gasto de R$ 0,4243 por quilômetro rodado.

Ou seja, quase cinqüenta centavos.

Lucro fácil

Na volta, a praça de pedágio fica em Barueri, no km 20, e custa mais R$ 6,30.

Em uma viagem de ida e volta de São Paulo a São Roque (80,6 km rodados na estrada), o desembolso com pedágio alcança R$ 23,40, o que equivale a R$ 0,2903 por quilômetro.

A concessionária CCR (Camargo Correa Rodovias) se diverte com os lucros fáceis.

Mau exemplo do RJ

Na Via Lagos (RJ-124), que leva a paraísos como Búzios e Cabo Frio, o motorista desembolsa por quilômetro rodado valores tão altos quanto os cobrados nas estradas paulistas.

Para piorar, o pedágio fica mais caro nos fins de semana, quando o carioca viaja rumo à região dos Lagos.

O valor por quilômetro rodado, que de segunda a sexta-feira custa R$ 0,1483, passa a R$ 0,2266 aos sábados e domingos.

A Via Lagos também é controlada pela CCR.

Assalto do banco

A alta da Selic, que iniciou em abriu, continua a pesar no bolso dos clientes de bancos.

A taxa média de juros bancários avançou 0,7 ponto percentual, indo de 39,4% em julho para 40,1% em agosto.

As instituições financeiras ampliaram em 3,7 pontos percentuais a taxa média da operação do cheque especial em agosto para 166,4%, ante os 162,7%.

País dos endividados

O volume global de crédito do sistema financeiro atingiu em agosto 38% do Produto Interno Bruto (PIB), ou R$ 1,11 trilhão.

A projeção do Banco Central para 2008 é alcançar 40% do PIB.

O estoque de empréstimos aumentou 2,3% em relação a julho e 31,8% nos 12 meses findos em agosto. No ano, a elevação foi de 18,6%.

Inadimplência estável

Apesar da alta dos juros e da expansão do crédito, a taxa de inadimplência em atrasos superiores a 90 dias permaneceu estável na passagem de julho para agosto, em 4,2% do total da carteira de crédito referencial.

A média de atrasos de operações contratadas por pessoas físicas foi de 7,3% para 7,5% entre um mês e outro.

A taxa para pessoas jurídicas ficou estável em 1,7%.

Calote equatoriano

Caso o presidente do Equador, Rafael Correa, cumpra a ameaça de dar um calote no BNDES, o Banco Central (BC) brasileiro será obrigado a agir.

O governo equatoriano ameaçou não pagar o empréstimo de US$ 242,9 milhões a uma estatal daquele país, para que esta pagasse à Odebrecht, empresa responsável pela construção de uma hidrelétrica no Equador.

Os Convênios de Créditos Recíprocos (CCR), firmados pelos bancos centrais da América Latina, prevêem que, em caso de inadimplência de um País, o banco central de quem emprestou tem de honrar a dívida e, para tanto, pode usar reservas internacionais.

A não ser que o BC brasileiro repasse o prejuízo para o banco central equatoriano.

Grandes perdas

Nas últimas 15 semanas, os saques dos fundos de ações voltados para o Brasil somaram US$ 742,4 milhões.

O dados compilados pela consultoria EPFR Global revelam que o retorno dos fundos foi negativo em 51,5%.

O diretor-gerente da consultoria, Brad Durham, analisou que grande parte dessa perda de valor (22,8%) aconteceu nas últimas duas semanas.

Não tem crise, Lula?

A crise financeira internacional afetou o patrimônio da Previ.

O presidente do fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, o petista Sérgio Rosa, revela que a carteira de renda variável do fundo perdeu R$ 10 bilhões com a turbulência.

Caiu de mais de R$ 90 bilhões para cerca de R$ 80 bilhões.

Problemas abafados

A equipe econômica abafa as informações de que pequenas financeiras estão com problemas de caixa.

A partir de segunda-feira, um famoso banco de empréstimo consignado a servidores públicos e aposentados e pensionistas da Previdência pára de emprestar dinheiro.

O banco vai se limitar a receber o que lhe devem, por causa da dificuldade de captar recursos no mercado para novos empréstimos.

Outro quebrado

O banco Wachovia, um dos maiores norte-americanos, está à venda.

O valor das ações dele caiu ontem 27% na Bolsa de Nova Iorque.

Os potenciais compradores do Wachovia são o Wells Fargo, Santander e Citigroup.

Sob cuidados

O banco Fortis expandiu ontem seu plano de disposição de ativos para elevar seu capital em decorrência da continuidade de condições difíceis no mercado.

A empresa de serviços financeiros belgo-holandesa pretende obter de 5 bilhões de euros a 10 bilhões de euros com a venda de ativos bancários e de seguros tanto dentro como fora da região da Bélgica, Holanda e Luxemburgo.

Desde que o Fortis anunciou ter exposição significativa a empréstimos subprime, existem temores de uma corrida ao banco, que reforçou ontem que o dinheiro de seus clientes está seguro.

Fusão

A Electricité de France (EDF) fechou um acordo de 12,5 bilhões de libras (US$ 23 bilhões) para aquisição da British Energy.

Com isso, terá um papel importante no setor elétrico britânico e no desenvolvimento da próxima geração de usinas nucleares no Reino Unido.

No Brasil, a EDF é acionista da Light e controla a central termoelétrica UTE Norte Fluminense.

Boa da Vale

A Vale é a única empresa da América Latina listada no Carbon Disclosure Leadership Index, ranking lançado pelo CDP no último dia 22, nos EUA.

Instituição sem fins lucrativos, sediado em Londres, o CDP lança anualmente um relatório sobre ações tomadas pelas principais empresas do mundo na área de mudanças climáticas.

Atualmente, a CDP representa mais de 3 mil investidores que, juntos, combinam US$ 57 trilhões sobre seu controle.

Bem na fita

Entre as seis companhias do setor de Matéria-Prima, Mineração, Papel e Embalagens listadas como líderes, a Vale foi a empresa que registrou o menor índice de intensidade de emissões de gases do efeito estufa (GEE) em 2007.

O ranking da CDP avalia as 500 maiores empresas incluídas no índice Global 500, da Bolsa de Valores de Nova York.

Deste total, foram escolhidas 67 empresas intensivas e não-intensivas em carbono que são modelos em transparência e na adoção de ações práticas para diminuir suas emissões.

Quem leva a comissão?

A Rússia emprestará US$ 1 bilhão à Venezuela, para que Hugo Chávez compre armas russas.

O Kremlin informou que o governo Chávez firmou 12 contratos de venda de armas com a Rússia desde 2005, com valores totais de US$ 4,4 bilhões.

A Venezuela já comprou caças de combate, tanques e rifles russos.
Hugo Chávez também quer adquirir sistemas de defesa aérea, outros modelos de tanques e mais equipamento de combate, informou o jornal "Kommersant".

Viva o capimunismo

Chávez se reúne hoje com o presidente Dmitry Medvedev, em Orenburg, cidade na região dos Urais.

É a terceira visita do líder venezuelano ao país desde junho de 2007.

É uma prova de que o capimunismo está cada vez mais vivo e armado que nunca...

Se a Polícia te parar...

Um milhão de cartilhas com dicas, direitos e deveres da população no momento da abordagem policial foram distribuídas em todo País pela Secretaria Especial de Direitos Humanos, vinculada à Presidência da República.

A cartilha "A polícia me parou. E agora?" adverte que não é crime andar sem documentos.

Para impedir que a abordagem se transforme em "situação de conflito", o documento sugere que a pessoa fique calma e não corra; deixe suas mãos visíveis e não faça nenhum movimento brusco; não discuta com o policial nem toque nele e não faça ameaças ou use palavras ofensivas.

O texto recomenda que, se o policial cometer algum tipo de abuso, deve ser denunciado à ouvidoria da instituição.

Sem ética

Em São Bernardo do Campo, um margiranha inovou durante roubo de um carro adesivado com publicidade do candidato a prefeito Luiz Marinho (PT) e da candidata a vereadora Maria Bernadete da Silva (PSC), a Bete da Aliança.

O assaltante apontou a arma na imagem do candidato e fez ameaças, dizendo:

“Esse já era”.

O bandido, certamente, fez referência ao veículo, porque o candidato de Lula, pelo menos nas pesquisas amestradas, está com 30% por cento das intenções de voto, e na liderança...

O crime ocorreu na rua Aclimação, Bairro Paulicéia, às 17h 30min de quarta-feira (24/09).

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Setembro de 2008.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Ingleses bloqueiam US$ 46 milhões do Opportunity porque querem Dantas fora da fusão da Oi com a BrT

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Os concorrentes ingleses de Daniel Valente Dantas e seus parceiros brasileiros resolveram atacá-lo para que saia fora da fusão da Oi com a Brasil Telecom. O mais recente recado foi um bloqueio de aproximadamente US$ 46 milhões do Opportunity pela Justiça Britânica. Apenas por coincidência, o chefão Lula se reuniu anteontem com os membros ingleses da Oligarquia Financeira Transnacional, em Nova York.

Agora, a Polícia Federal investiga o suposto envolvimento do Opportunity, de Dantas, na simulação de investimentos estrangeiros no Brasil. A polícia política de Lula suspeita que, a partir do esquema, brasileiros faziam remessas ilegais para o exterior e depois reaplicavam o dinheiro no país como se fossem estrangeiros. Com a manobra, o dinheiro remetido a outros países sem o pagamento de imposto retornava ao Brasil com vantagens concedidas ao capital estrangeiro.

O bloqueio dos milhões do Opportunity foi solicitado pelo Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional de Justiça, a partir de requerimento do Ministério Público Federal, que investiga o caso com a Polícia Federal, em cooperação Jurídica Internacional. O advogado Nélio Machado, que defende Dantas, informou ontem que desconhecia a informação divulgada pelo governo.

A guerra contra Dantas recomeça. Resta saber se ele vai ou não dar o troco – e com qual intensidade. A fusão Oi-BrT interessa diretamente ao Palácio do Planalto. O negócio promete ferver nas próximas horas, com o surgimento de dossiês incriminadores para todos os lados...

Sinal de perigo

O chefão Lula tira onda de que está tudo bem com o Brasil, mas a realidade é bem outra.
Pequenos bancos que promovem a farra de empréstimos no Brasil ligaram o sinal de alerta.

Estão com problemas de liquidez.

O Banco Central vai flexibilizar o compulsório para dar uma aliviada nas instituições com problemas.

PS - O Alerta Total agradece as manifestações de apoio recebidas ontem. Vamos em frente e vida que segue...

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Setembro de 2008.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Recadinho ao Crime Organizado

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Fazer perguntas idiotas faz parte da minha atividade diária de jornalista há 25 anos. Faço uma, bem específica, aos representantes do Poder Judiciário e da Polícia Judiciária. Indago: Não é mais fácil trabalhar seriamente e desvendar crimes como o assassinato do ex-prefeito Celso Daniel (cadáver politicamente insepulto da República Sindicalista no poder), em vez de usar mecanismos judiciais ou policialescos para tentar intimidar um simples jornalista que apenas combate o Governo Ideológico do Crime Organizado?

De cara, vou logo avisando que nunca me curvei a intimidações, quaisquer que fossem. Segundo, deixo bem claro que não faço parte do partido político no poder, não trabalho para o governo formal em nenhum de seus poderes, não corroboro com a mídia amestrada e nem faço parte de máfias ou facções criminosas. Portanto, não faço parte do Governo Ideológico do Crime Organizado.

Por isso, não devo ser importunado em minha vida privada, sendo investigado por supostos inquéritos, como se fosse um bandido. Não sou, nem nunca serei. Ainda mais por filhotes da dita-dura. Gente que aprendeu a trabalhar usando métodos truculentos, fora da legalidade, e que hoje aproveitam suas lições do passado para aplicar na nova ordem anti-democrática atual.

O meu recado é pessoal e tem endereço certo. Se alguém ficou nervisinho ou com raivinha de algo que o Alerta Total publicou ou veiculou, pela lei, devia antes contactar o editor do blog e pedir uma eventual retratação ou direito de resposta. O Alerta Total dá na hora.

Agir nos subterrâneos do poder policialesco, e usar o iludido Judiciário para intimidar a atividade jornalística, através de inquéritos e inquisições de bastidor, é crime contra a liberdade de expressão prevista na Constituição. Ou será que a constituição não vale mais?
Para mim, vale!

Leia também: Notícia velha é que dá polêmica boa II

Golpe dado

Veja como estamos mesmo à caminho de um governo totalitário, travestido de democrata, no pior modelo bolchevique. O site Imortais Guerreiros publica um post de Rui Vicentini, de 8 de setembro passado, referindo-se a uma mega-festança do poder em São Paulo. Confira na íntegra a mensagem abaixo:

Na comemoração dos 60 anos do grupo pão de açúcar [eu estive presente], a única coisa que se ouviu da ‘direita conservadora’ é a união do Brasil grande com Lula. Está se formando na elite empresarial brasileira um pensamento de que o Lula é um homem que a elite pode confiar com segurança. Empresários, e banqueiros, e ruralistas demonstraram ao lula, pessoalmente, suas intenções e projetos de que o pt continue no governo por mais 8 anos.

Pois bem prestem atenção no meu alerta a todos. Para este projeto desta elite empresarial, é sumamente importante que a marta vença em São Paulo. Se a marta vencer em São Paulo é lula quem ganhou. Ai ficara aberto mais uma reeleição do lula com apoio da elite.

O empresário Abílio Dinis, presidente do Grupo Pão de Açucar, foi pessoalmente se desculpar ao lula pelo seu seqüestro em 1989 atribuído ao lula e ao PT (o pedido de desculpa foi publico). A imprensa de hoje já dá sinais de que o pedido de desculpas foi aceito e que, agora, vão em frente como aliados [empresários e Lula].

O golpe que muitos temiam neste grupo da resistência e de militares não virá da esquerda e sim da direita e das elites corporativas.

Detalhe:

Havia muita gente da UDR e dos frigoríficos de carne bovina [setor a que eu pertenço] presente no encontro e todos, quase por unanimidade, estão embarcando neste projeto de ‘Lula mais 8 anos’, no maior e mais rico estado da federação. Isto é um bom sinal do que poderá acontecer no futuro.

Na Alemanha de 1930, Hitler vendeu seu peixe às elites, que o financiaram a troco dos lucros fáceis e generosos, e deu no que deu.

Vicentini enviou a mensagem a todos os amigos, preocupados com a democracia. É bom se preocupar mesmo. A Segurança do Direito Natural no Brasil, sobretudo da privacidade do cidadão, nunca esteve tão ameaçada no Brasil.

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://alertatotal.blogspot.com/ e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Setembro de 2008.

Vai tudo bem!

Edição de Artigos de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Arlindo Montenegro

Sinto-me privilegiado nesta sociedade. Fui razoavelmente educado. Trabalho há mais de meio século. Realizei pelo menos três pequenas fortunas e perdi tudo, com a ajuda dos planos monetaristas, de alguns "amigos" e do romantismo comercial. Ajudei meia dúzia de pessoas com educação básica, superior e capacitação para o trabalho. Hoje cuidam de suas famílias e de suas vidas guardando alguns princípios e valores que lhes rende o respeito.

Antes que as forças físicas e espirituais sejam exauridas pelo tempo que avança, anseio por algumas últimas respostas que não chegam e estão na dependência dos humores de pessoas poderosas. Em 1964, com neurônios ainda jovens, buscava informações para agir dando um sentido grandioso à vida. Foi quando ouví de pessoas adultas e formadas nos centros de estudo superior mais avançados deste país - ITA e USP - que o país só melhoraria priorizando a educação e capacitação das pessoas em todos os níveis.

Hoje, 43 anos depois, abro as páginas de uma revista e leio sobre um seminário para a apreciação de "40 propostas para o Brasil". As oito primeiras indicações destacam iniciativas educacionais! Na sequência as propostas discorrem sobre saneamento, ambientalismo, relações de trabalho. E indicam soluções com recursos privados. Fico pensando onde vão parar os mais de 60% que as empresas privadas recolhem aos cofres públicos?

Minha mente busca entender as entrelinhas dos discursos correntes. Encontro as mesmas referências apontando para a construção de uma sociedade livre e um país soberano: em debates, seminários, livros, estudos, relatórios especializados, estatísticas, com anuência, colaboração e aplauso de "capitalistas" e "comunistas" (uma espécie de convergência ideológica que chamo capimunismo). As imagens e sons desfilam como num velho filme, já visto e elencado no rol dos clássicos como "Casablanca" ou "Cidadão Kane". Conhecido de cor e salteado pelos que dedicam tempo a entender a vida e as relações humanas.

Meu espírito desenvolve uma emoção de bicho acossado. Bicho embaraçado. Pessoa desolada concluindo que os homens recusam ver a verdade. Recusam saber! E o saber é o cartão de crédito da liberdade protegido contra os assaltos relâmpago. Precisamos reencontrar o caminho perdido para os campos da liberdade e da dignidade humana, sob os aspectos físicos e espirituais.

Precisamos recuperar a saúde mental e a alegria de fazer planos, sentir-se vivo e produtivo sem dever ao governo e sim cobrando do governo que explora os que produzem. Cobrando dos ilustres representantes do povo, trabalho: elaboração de Leis exeqüíveis, justas e alinhadas ao nosso padrão cultural, compatíveis com as realidades e os costumes. Precisamos acionar todos os mecanismos viáveis para gritar: "Ei! ta emprensando a gente! Sai pra lá!

Recuperar a liberdade física e espiritual, significa mais que sobreviver controlado por governantes e banqueiros internacionais, significa mais que sobreviver temendo as balas dos rotineiros tiroteios. Significa mais que receber esmolas e pagar juros escorchantes para suprir necessidades primárias - educação, saúde, segurança, informação, comunicação, eletricidade, gaz de cozinha, feijão com arroz, transporte - mantendo-nos distante das rotas de evasão das enfermidades mentais, das drogas, marginalidade e suicídio conseqüente.

Os jornais estampam a voz dos poderosos. Um poder total que escraviza as mentes. Um poder em que a única voz que se ouve é a voz dos senhores "livremente eleitos", que substituem a Lei pela força. Um poder que violenta a razão e pode ser claramente reconhecido como sinônimo de corrupção. Um poder que deforma as palavras, deforma o que vê, deforma o que toca e destrói as fontes de vida.

Ontem, todos os adultos assumiam e exerciam com responsabilidade a tarefa de lembrar aos jovens, incansavelmente, que a vida tinha significado mais sutil. Pretendia-se inculcar uma racionalidade a ser cultivada em associação com o espírito, o humor e as virtudes que identificavam a natureza humana em graus de progresso, distanciando a civilização dos atos defensivos e irracionais próprios dos animais.

Hoje os animais são tomados como exemplos de comportamento natural, espontâneo, civilizado até mais que os racionais. Explica-se porque um cão urina para marcar seu território. Explicar os comportamentos dos governantes e a reação da sociedade atual parece impossível. Bandidos instalados em postos governamentais e auxiliares periféricos desviam "mais de um trilhão de dólares" (referência da ONU) para a corrupção. O poder legislativo negocia propinas. O poder judiciário engaveta os processos e manda soltar bandidos.

Os raros procedimentos de homens honestos são esquecidos, como são esquecidos os delitos que a imprensa publica diariamente, mesmo com o tempero da desinformação ou interpretação deformada e incompleta. Voltando à educação necessária, alimento do espírito e que diferencia os escravizados dos mentalmente livres, os irracionais dos racionais, fico amedrantado com as iniciativas dos que veiculam pelo site www.plenarinho.gov.br/noticias/reportagem-especial/comunismo-pelo-mundo, informação básica para as escolas brasileiras elogiando o comunismo e metendo o pau no capitalismo.

Será cinismo? Será que os responsáveis por este tipo de deseducação têm plena consciência do estrago que fazem? Será que conhecem os contornos e o âmago do assunto que veiculam em sua inteireza? Caso contrário, têm mesmo a intenção de manter o poder, custe o que custar e doa a quem doer, mesmo que seja semeando o veneno mental a partir do alimento espiritual servido no berço às mentes indefesas. Como decretando: morte à liberdade! Morte ao conhecimento! Viva a escravidão mental!

As pessoas que estão contribuindo para este cenário são "inocentes úteis" ou artesãos das caldeiras do inferno? Capimunismo totalitário, oligarquias financeiras, bolsas de valores virtuais esculhambando com a economia mundial, quadrilhas governantes, quadrilheiros narcotraficantes, piratas modernos atuando em toda parte - imprecisão sobre sistemas falidos! Os povos cercados sem acreditar em líderes, sistemas, organizações, normas de convivência, sem acreditar na própria força.

Embora existam muitas, as diferenças não são perceptíveis entre os sistemas de governo do mundo atual, capitalismo, comunismo e suas variações. Perceptível é a guerra assimétrica entendida por bem poucos. Perceptível é a violência dos poderosos. Perceptível é o desprezo pela vida, a desinformação, a confusão mental, as pressões ambientais, a propaganda subliminar que submete aflige a gente numa farofa de contradições cínica e infame.

O diabo existe! Sua cor é o vermelho! Será que ainda podemos contar com a proteção de Deus ou chafurdamos na miséria moral com as mentes viciadas pelos "modernos" comportamentos veiculados e "cientificamente" aprovados para manter a ignorância e a infantilidade? Ignorância e infantilidade irresponsável e premeditada que já se tornou até currículo de nossas escolas. Algumas emissoras de televisão são assépticas outras mostram uma realidade contrária ao discurso ufanista do governo. Mas quem liga? Vai tudo bem!

Arlindo Montenegro é Apicultor.

Notícia velha é que dá polêmica boa II

Edição de Artigos de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.


Por Jorge Serrão

Volta a circular de forma frenética, na Internet, espalhado por spamers, um texto sem data atribuído ao editor-chefe deste Alerta Total, referindo-se a um “golpe em marcha”. Pedimos aos leitores que revejam o velho post de 30 de março de 2008, no qual esclarecemos o que realmente acontece. Republicamos, a pedidos, o artigo: Notícia velha é que dá polêmica boa

“Serrão, tenho um trabalho para você: estou precisando de um roteirista em ficção-científica que possa criar umas realidades inimagináveis. Depois que li o seu texto e fiz algumas pesquisas a respeito de dados que você explicita nele, cheguei a conclusão que: ou você é um mentiroso de marca maior, ou você realmente consegue criar umas historias muito interessantes, dignas de filme classe Z! Topas o trabalho? Te dou uma balinha juquinha como pagamento...”

Um petralha covarde e engraçadinho, que se esconde no anonimato e sempre invade nossa área de comentários toda vez que o Alerta Total bate sistematicamente no desgoverno, enviou ontem essa postagem para uma matéria velha, de 6 de dezembro de 2006. O texto que provocou a ira do piadista foi um dos mais polêmicos deste blog e que circula, na Internet, sem a devida menção da data – o que o faz parecer absolutamente inverossímil e fora de contexto. O artigo é: Dossiê norte-americano adverte que Lula fará “populismo socialista” para conquistar a reeleição por mais 6 anos

“Um organismo, sediado em Washington, que estuda e monitora a realidade da América Latina, enviou ao Senado brasileiro um documento em que chama a atenção para os próximos movimentos políticos do presidente Lula da Silva, rumo a um “populismo socialista”. O estudo adverte que Lula pretende lançar medidas populares de impacto, incentivando o consumo para seus eleitores de baixa renda. Segundo o dossiê, a intenção de Lula é consolidar seu poder de voto para uma futura reforma política que vai autorizar, a partir de 2008, a reeleição para um mandato de mais seis anos. O dossiê, vindo dos EUA com a classificação “confidencial”, foi analisado segunda-feira, com toda cautela, em uma reunião fechada, do Colégio de Líderes do Senado”.

O estudo existiu. Foi real. O senador que vazou ele para o blog já morreu. Quando o Alerta Total o publicou não entrou no mérito do conteúdo elaborado pelos analistas norte-americanos que o produziram. Apenas divulgamos o teor de um documento que foi discutido, reservadamente, no Senado. Aliás, muita coisa é discutida por lá reservadamente e ninguém toma conhecimento. O texto acertou em alguns pontos e errou em outros. Advirto às falecidas e desfalecidas Velhinhas de Taubaté petralhas que nos patrulham que não perderia meu tempo inventando nada. Sobre a generosa oferta da bala Juquinha, antes que me esqueça, minha porta-voz oficial para analisar tais ofertas trabalhistas, a Cris Nicolotti, agradece a você: www.youtube.com/watch?v=dHpSCHxb780

Voltando à vaca fria, notícia velha é que dá polêmica boa. Principalmente na nossa República Sindicalista, comandada pelos filhos de Marx – aquele que nos ensinou que “a história se repete como farsa”. Nem o mais imbecil petralha consegue negar que o “populismo socialista” está a pleno vapor no Brasil e no continente. Nem o mais cego petralha ousaria negar que o sucesso econômico do atual desgoverno se baseia no consumismo e no crédito (aparentemente fácil), sobretudo para os eleitores de baixa renda. E todo mundo sabe que Lula gostaria do terceiro mandato. Só não tem condições políticas para isto. Portanto, os caras que fizeram o dossiê que divulgamos no distante 6 de dezembro de 2006 não erraram tanto assim. O tempo é o senhor da razão no jornalismo.

A petralhada fica nervosinha toda vez que as raríssimas publicações de oposição ao desgoverno revelam fatos incômodos ou cagadas produzidas pelos palacianos, em sua insana ganância pelo poder. Mesmo vivendo momentos de triunfalismo, os petralhas odeiam qualquer crítica. Freud (o Godoy, da turma dos aloprados) explica. E a máquina de propaganda deles, no Bolcheviquepropagandaminister e sua mídia amestrada, justifica. O povo ignorante e desinformado, que é vítima fácil e fatal do mosquito da dengue, acredita em tudo com a maior facilidade. No fundo, Lula não tem 73%, mas sim 101% de aprovação. E dá-lhe Nicolotti, com todo respeito: www.youtube.com/watch?v=dHpSCHxb780

A imbecilidade não dura para sempre. Mas precisa de uma ajuda para não perdurar por tanto tempo. O Brasil precisa hoje de quem tenha vontade política e um mínimo de capacidade técnica de formular uma proposta para esta Nação (aqui entendida pela fórmula simples: Povo + Território). Fazer oposição por mera gritaria – ou até apelando para a linda canção da Nicolotti – não resolve nossos problemas estruturais e históricos de um País potencialmente rico que é mantido artificialmente na miséria por forças externas que nos controlam e pela inação de forças internas que só vivem na inércia, sonhando com o “País do futuro”.

Quem não concorda com a atual estado de coisas deve partir para a ação, empregando um mínimo de planejamento estratégico e científico. È preciso olhar para frente, porque os erros do passado e do presente são ululantes. Quem for capaz de formular idéias possíveis de serem postas em prática tem de agir aqui e agora. Devem aproveitar enquanto ainda existe alguma liberdade para isto. Porque o espectro do autoritarismo (travestido de outros “ismos” ronda o continente.E se não houver uma reação democrática, sem golpismos, vamos todos sentir a conjugação do verbo único da canção da Nicolloti, O duro (e o pior) é que tem gente que gosta!

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://alertatotal.blogspot.com/ e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Setembro de 2008.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Palocci, Dirceu e Lula negociam a privatização de aeroportos lucrativos com empreiteiras e governadores

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O submundo das empreiteiras confirma que dois grandes grupos trabalham intensamente para conquistar, previamente, no jogo político de cartas marcadas, a privatização dos lucrativos aeroportos Tom Jobim e Viracopos. O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro interessa ao grupo suíço Dufry (que já controla as operações de free-shopping no Brasil, depois que comprou a Brasif, em 2006). Os estrangeiros selam o negócio se fecharem uma parceria com a Odebrecht. Já o aeroporto de Campinas, onde se movimenta por dia US$ 50 milhões de dólares em importações, interessa ao grupo Andrade Gutierres.

O desgoverno do chefão Lula também pretende privatizar os aeroportos de Confins, em BH, Juiz de Fora e Uberlândia. O Aeroporto da Pampulha permaneceria com a Infraero, pois só opera com jatos e não dá lucro. Lula negocia a proposta entreguista dos aeroportos, pessoalmente, com os governadores Sérgio Cabral Filho e com os tucanos Aécio Neves e José Serra. Assim, os grandes grupos ligados a todos eles participarão do mega-negócio, sem conflitos desnecessários.
Nos bastidores, os grandes pilotos da privatização dos aeroportos são o deputado federal Antônio Palocci Filho e o ministro informal José Dirceu de Oliveira e Silva.

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, muito mais interessada em ser candidata a presidente em 2010, também acompanha, tecnicamente, o complicado negócio de privatizar os aeroportos lucrativos. Tudo vai depender de Medida Provisória ou de regulamentações aprovadas pelo Congresso Nacional e por Assembléias legislativas estaduais. Sem o tradicional “molha mão” para convencer deputados, fica inviabilizada a parceria público privada (PPP) dos grupos econômicos nacionais e transnacionais com a Infraero.

Só os aeroportos Tom Jobim e Viracopos são responsáveis por 40% da receita da Infraero. Com 35 anos de existência, a Infraero administra 67 aeroportos, sendo 34 internacionais, 81 unidades de navegação aérea, além de 32 terminais de carga aérea. Os recursos carreados nos poucos aeroportos lucrativos ajudam a cobrir os deficitários. A tática do desgoverno entreguista é sufocar, aos poucos, uma empresa que é a terceira maior no mundo na administração de aeroportos.

Desequilíbrio

O desgoverno entreguista de Lula ignora que os aeroportos são estratégicos em termos de Segurança Nacional.

Também não avalia o impacto da privatização de Viracopos – que deve causar um baque de ociosidade na operação de cargas no Aeroporto Internacional de Guarulhos, reduzindo ainda mais as receitas da Infraero.

Viracopos tem sempre melhores condições de pouso e decolagem que Guarulhos.

O aeroporto em Campinas chega a apenas fechar quatro vezes por ano para vôos por instrumentos – ao contrário do aeroporto na Grande São Paulo.

Perguntinhas idiotas?

E o trem bala ligando Campinas ao Rio, quem vai financiar, e a troco de quê?

Será que o assunto daria uma bela CPI ?

As perguntas são de um aeroportuário indignado?

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Setembro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

As Multas e o Terrorismo Administrativo

O desgoverno petista enviará ao Congresso uma proposta de projeto de lei que endurece ainda mais o Código de Trânsito Brasileiro e reajusta o valor das já pesadas multas em 70%.

As multas pelas infrações leves, por exemplo, passam de R$ 53 para R$ 90.

As gravíssimas, de R$ 191 para R$ 325.

Quem dirige embriagado (com a multa quintuplicada) o valor é de R$ 1625.

Quais as motivações?

Por trás das boas intenções oficiais em “aumentar a segurança no trânsito” estão pelo menos duas intenções:

Primeiro, aumentar a arrecadação de municípios e estados com a lucrativa indústria das multas e da corrupção.

A grana das multas é estratégica para o Governo do Crime Organizado porque entra na contabilidade pública como “receita extra-orçamentária” – que não sofre fiscalização direta dos tribunais de contas.

A segunda intenção é produzir o medo psicossocial no motorista, que ficará ainda mais nervoso com o trânsito e menos preocupado com outros problemas muito mais sérios.

Revogando a lei da gravidade

A proposta proíbe o tráfego de motociclistas entre os outros veículos.

Na cidade de São Paulo, onde tal manobra errada virou um hábito cultural, tal regra dificilmente vai funcionar.

Seria mais fácil revogar a lei da gravidade em pleno planeta Terra.

Corrupção estável

O Índice de Percepção da Corrupção no Brasil se manteve estável em 2008 na comparação com o ano anterior.

Só que o País das Maravilhas de Lula caiu oito posições no ranking dos países que tem menor percepção da corrupção no setor público.

Estamos na 80ª posição mundial, no levantamento da organização não-governamental Transparência Internacional.

Ligação perigosa

A Transparência Internacional detectou uma "ligação fatal entre pobreza, instituições falidas e corrupção" no mundo como um todo.

"Nos países pobres, os níveis de corrupção podem ser a linha divisória entre a vida e a morte, quando dinheiro para hospitais ou água potável está em questão. Porém, até mesmo nos países mais privilegiados, onde as sanções são aplicadas de forma perturbadoramente desiguais, o combate à corrupção precisa ser enrijecido".

Quem afirma é Huguette Labelle, presidente da Transparência Internacional.

Melhores e piores

O Índice de Percepção da Corrupção é calculado pela Transparência Internacional com base em diferentes pesquisas do setor privado e junto a consultores.

O ranking conta com 180 países e considera o índice 10 como ausência de percepção de corrupção e o índice 0 como percepção total de corrupção.

Haiti, Mianmar, Iraque e Somália ocupam as últimas e piores posições.

Pelo segundo ano seguido, Dinamarca e Nova Zelândia lideraram o ranking de países com menor percepção de corrupção, empatadas com a Suécia.

Bem acompanhado

Na América do Sul, o Brasil ficou à frente de Argentina, Bolívia, Paraguai, Equador e Venezuela.

O país também está empatado no ranking com Burkina Faso, Marrocos, Arábia Saudita e Tailândia.

Mesmo com a manutenção do índice em 3,5, o Brasil aparece atrás de países como Butão, Botsuana, Gana e Seicheles na lista da ONG.

Atentado contra a Maçonaria

O prédio de uma Loja Maçônica na cidade boliviana de Tarija foi praticamente destruído pela explosão de uma bomba plástica de alta potência.

O artefato foi colocado cuidadosamente para produzir danos interiores, no estilo praticado pelo grupo terrorista irlandês IRA.

A bomba contra a maçonaria boliviana teve uma potência superior à usada no atentado contra o canal de televisão de Yacuiba, às vésperas do recente referendo.

Aliança Maçônica de Evo

O curioso é que na Bolívia o partido oficial MAS, de Evo Moralles, sustenta um acordo político com a Loja Maçônica Tradição Andina Universal (TAU).

O acordo foi revelado por Emilio Martínez em seu livro Cidadão X (2008), escrito no gênero reportagem.

A TAU é integrada por membros das famílias "aristocráticas" de La Paz, algumas delas dizendo ter vínculos sanguíneos com as primeiras famílias "encomenderas" e coloniais que chegaram ao que hoje é território boliviano no século XVI, assim como também a integram alguns empresários e intelectuais descendentes de migrantes recentes.

A grande questão é onde ficou o discurso do ressurgimento indígena depois de 500 anos de invasão espanhola, se os descendentes dos "encomenderos" seguem por trás das cortinas?

Farra das Indenizações

A Comissão de Anistia dará reparação econômica para 41 companheiros da época sindical do ex-metalúrgico Luiz Inácio Lula da Silva.

Os antigos parceiros de Lula alegam que foram perseguidos políticos e perderam emprego nas fábricas e montadoras.

Eles reivindicam valores de como se na ativa estivessem: uns R$ 2,5 mil por mês.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Setembro de 2008.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Armações protelam julgamento sobre cooperativa dos bancários acusada de bancar campanhas petistas

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Dormita na 37ª. Vara Cível de São Paulo um processo que tira o sono do chefão Lula da Silva e de seu time de sindicalistas: a falência fraudulenta da Bancoop. O caso é abafado na mídia e protelado na Justiça porque a Cooperativa dos Bancários de São Paulo é suspeita de armações com empreiteiras de obras habitacionais não realizadas com intuito de desviar dinheiro para financiar campanhas eleitorais do PT: a da Presidência da República, em 2002, e a da Prefeitura de São Paulo, em 2004.

São investigados os ex-dirigentes da cooperativa que desde a sua fundação (em 1996) participaram da gestão da BANCOOP: Ricardo Berzoini, como Diretor Financeiro, João Vaccari Neto, que chegou a presidi-la e Luiz Gushiken. Desastrada operação da República dos Sindicalistas do PT, a BANCOOP pegou mais de R$ 100 milhões, de 15 mil famílias, e simplesmente quebrou, sem concluir os empreendimentos imobiliários de Torres de Pirituba, Casa Verde, Butantã, Ubatuba e Praia Grande.

O chefão Lula, que é sócio da Bancoop figura entre os lesados pela má gestão dos seus amigos-companheiros-sindicalistas. Apenas por ironia, na sede da Bancoop, a fim de atrair novos sócios, eram exibidas fotos de Lula visitando canteiros das obras que nunca acabaram. Por causa destas e outras fraudes, a Bancoop já foi definida pelo promotor José Carlos Blat como uma “organização criminosa” – o que deixou o chefão Lula e sua turma muito irritados.

O ministério Público investiga por que, estranhamente, figuram como sócias da cooperativa dos bancários pessoas que são sócias de empresas do ramo da construção civil que prestam serviços à BANCOOP: Conservix, Germany, Mirante, Máster Fish e Vita. O Ministério Público recebeu denúncias de que essas empresas contribuíram com a campanha do PT na eleição de 2004 na cidade de Praia Grande.

O Ministério Público tem depoimentos de subempreiteiros, que trabalharam para as empreiteiras que pertenciam a administradores da BANCOOP, que literalmente eram obrigados a dar notas frias com valores superiores aos serviços prestados ou à mercadoria entregue. O dinheiro desviado – conforme denúncias - seria entregue para um caixa dois de campanha, de pessoas ligadas ao PT, em São Paulo.

O Fórum dos Cooperados fez a maior pressão, semana passada, para que o promotor do consumidor João Lopes Guimarães fosse removido do caso que anda emperrado. Mas a reunião do Conselho Superior do Ministério Público resolveu deixar tudo como dantes no enrolado processo. O caso Bancoop tem tudo para ser abafado como outros escândalos que envolvem figurões petistas – como o Caso Celso Daniel, o Caso do Lixo em Ribeirão Preto na gestão Palocci, o Caso Francenildo, o famoso Caso do Mensalão e tantos outros que caem, facilmente, no esquecimento ou na impunidade.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Setembro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Cartinha para o chefão

Félix Maier, Capitão do Exército (QAO R/1) enviou uma cartinha bem delicada ao chefão Lula da Silva:

“Vossa Excelência, por ser ignorante ou embusteiro, não sabe ou finge não saber que antigamente a Linha de Tordesilhas delimitava as fronteiras do Brasil. Assim, quando Cabral chegou ao Brasil, a Amazônia e todo o atual Centro-Oeste brasileiro pertenciam à Espanha, não a Portugal, desde 1494”.

“Foram os portugueses que nos legaram a Amazônia, com sua ocupação física e a manutenção daquela imensa área, com a construção de inúmeras fortificações militares, como o Forte Príncipe da Beira, no Amazonas, em 1776. E quem tomava conta desses fortes? Não eram os índios, Sr. Lula, eram os militares - assim como, até hoje, são os militares os únicos que se sacrificam servindo em Pelotões de Fronteira, tanto na Amazônia, como no Pantanal mato-grossense (Forte Coimbra), enfrentando a malária, ONGs e sujeitos despreparados como o senhor; e são os únicos que têm condições reais de manter aquela extensa área sob o domínio do Brasil, área essa que outrora era denominada de Hiléia ou Inferno Verde”.

“Índio nunca tomou conta de nada, Sr. Lula, já que não tinha condições bélicas para enfrentar os bandeirantes portugueses e brasileiros, muito mais bem-armados. Em 500 anos, os índios não aprenderam sequer a plantar feijão e arroz, e criar algumas galinhas, para seu sustento próprio; por isso, exigem hoje esses latifúndios raposânicos e ianomâmicos em Roraima”.

“Para que o senhor tome conhecimento do histórico de ocupação da Amazônia, sugiro que leia a monografia do coronel-aviador Márcio João Zanetti”.

“Presidente Lula: volte à escola, já que no passado o senhor fugiu do Mobral!”

Compras da Corte

O Site Contas Abertas revela que o Supremo Tribunal Federal empenhou (reservou em orçamento) R$ 1,6 milhão com a compra de 11 Omegas de motor 3.6, V6.

Cada carro desses, que custou R$ 145 mil por unidade, roda em alta velocidade.

Já pensou se a Justiça brasileira andasse no mesmo embalo?

Doctor Fax explica...

Em meio ao longo debate sobre grampos telefônicos, o STF tomou uma medida que, à primeira vista, pareceria esquisita.

O Supremo comprometeu R$ 15,9 mil com a compra de 20 aparelhos de faxes – maquininha que muita gente pensa ser fora de moda.

Mas a aquisição dos faxes teria duas justificativas bem fundamentadas.

Primeiro, que a Corte Suprema aceitará o envio de pedidos de recursos por fax.

A segunda é que, segundo especialistas contra-grampo, as mensagens enviadas via telefone, e impressas no papel para serem destruídas logo depois de lidas, são mais difíceis de ser pegas pelos grampeadores de plantão...

Pano preto

Contas Abertas também informa que o Supremo empenhou R$ 3,7 mil essa semana com a compra de tecido "veludo alemão, liso, na cor preta, medindo 1,50 metro de largura, confeccionado em tecido natural macio e brilhante com aspecto peludo de primeira qualidade impermeabilizado, com seu lado avesso liso e o lado externo coberto de pelos cerrados e curto".

A nota de empenho não descreve, no entanto, para o que será usado o material...

No mínimo, o lindo tecido serve para encobrir alguma coisa...

Contas Abertas esclarece que sua coluna semanal “Carrinho de Compras” tem a intenção de “popularizar a discussão sobre os gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, compras curiosas”.

Algema neles

O ministro Carlos Menezes Direito analisará o pedido de hábeas corpus do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal (Sindipol-DF) pedindo a suspensão dos efeitos da súmula que limita o uso de algemas por policiais e também durante julgamentos.

A súmula do STF definiu que "só é lícito o uso de algemas em caso de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à integridade física própria ou alheia, por parte do preso ou de terceiros, justificada a excepcionalidade por escrito".

O presidente do Sindipol, Luiz Claudio Avelar, reclama que o STF emitiu posição sem ser provocado, o que não deveria ocorrer:

A algema é a regra, a exceção é não usar algema. O Supremo assumiu a posição do parlamentar, criou uma lei. O policial estava prejudicado, e tínhamos que atuar”.

Quem tem amigo...

Semana passada, o STF anulou parte da ação contra o russo Boris Berezovsky.

Os ministros apontaram erro do juiz Fausto de Sanctis – o mesmo da Operação Satiagraha – para não deixar a cousa russa para o russo.

Boris Berezovsky, pivô do caso Corinthians-MSI, é muito amigo de José Dirceu de Oliveira e Silva

Campanha Milionária

O candidato do PT à Prefeitura de São Bernardo do Campo (SP), Luiz Marinho, justificou à Folha de S. Paulo porque pretende gastar R$ 29,95 por voto:

"Nós nos preparamos. Não podemos dar vexame e fazer o presidente passar vergonha aqui".

A campanha petista onde Lula tem residência e vota é a mais cara do país entre os municípios com mais de 500 mil habitantes.

Poder da grana

O atual prefeito de São Bernardo, William Dib (PSB), apóia o tucano Orlando Morando, cuja campanha de rua é similar à de Marinho, já que pretende gastar R$ 6 milhões.

Até agora, Marinho admite ter arrecadado R$ 2,4 milhões.

Entre as campanhas petistas, ele só foi superado por Marta Suplicy, com R$ 4,6 milhões, e Gleisi Hoffmann, candidata em Curitiba, com R$ 3,2 milhões.

Lula te ligou?

No fim de agosto, a campanha do PT de São Bernardo bancou um serviço de telemarketing, com a voz do chefão Lula pedindo votos para Marinho.

Por ligação atendida, pagou-se R$ 0,13.

Foram feitas cerca de 80 mil ligações, segundo a coordenação de campanha.

Justiça em memória de Jean

Começa hoje, no tribunal de Southwark, no Sul de Londres, a “indagação pública” sobre a execução do brasileiro Jean Charles de Menezes, morto a tiros por engano, pela Scothland Yard, na estação Stockwell do Metrô, em 22 de julho de 2005.

Os agentes confundiram o imigrante brasileiro com um terrorista suicida, duas semanas depois dos atentados contra o sistema de transportes públicos londrino nos quais morreram 52 pessoas e no dia seguinte a uma série de atentados frustrados na capital britânica.

A indagação judicial do imigrante brasileiro é parecida com a que foi realizada para esclarecer a morte da princesa Diana de Gales e de seu noivo, Dodi al-Fayed, que concluiu em abril passado que a morte do casal tinha sido um acidente, não um assassinato.

Detalhe: se fosse a puliça tipuniquim que tivesse matado, por engano, um pobre inglês, o mundo já tinha vndo abaixo...

Reparação moral

Esse tipo de investigação pública - um procedimento jurídico específico na Inglaterra e em Gales - tem como objetivo determinar as causas de uma morte em caso de circunstâncias violentas ou não esclarecidas.

Não é um processo, nem será pronunciada condenação alguma.

Mas as conclusões do júri podem ser a base de outras iniciativas legais, como exigir que os culpados prestem contas à Justiça se o júri concluir que a morte foi um assassinato.

Na mora dos bandidos

A Polícia Federal ainda não sabe quem alvejou com 10 tiros, na madrugada de sexta-feira passada, a casa do juiz federal Luiz Carlos Canalli, diretor do fórum da Justiça Federal de Umuarama, no Paraná.

Foi o segundo atentado contra juiz federal em Umuarama em sete meses.

O primeiro foi no dia 28 de fevereiro passado.

No começo do ano, o juiz federal Jail Benites de Azambuja, teve o carro atingido por vários tiros na garagem.

Luto Sindical

Pegou todo mundo sindical de surpresa a morte, em acidente de carro, do presidente do poderoso Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eleno José Bezerra.

Membro da Força Sindical, Eleno foi uma das pessoas investigadas pela Polícia Federal, durante a Operação Santa Teresa, deflagrada no início deste ano.

A PF encontrou na casa de um empresário, acusado de integrar quadrilha que cobrava propina para intermediar liberação de empréstimos do BNDES, canhoto de cheque de R$ 82 mil pago à ONG Luta e Solidariedade, da qual ele teria sido diretor, o que o sindicalista negou.

Oscar para o Capitão Nascimento

O filme brasileiro Tropa de Elite, de José Padilha, tenta ganhar visibilidade para disputar as demais categorias do prêmio da Academia de Artes e Ciências de Hollywood, em 2009.

Protagonizado por Wagner Moura, Caio Junqueira e André Ramiro, Tropa de elite foi visto por cerca de 2,5 milhões de pessoas no Brasil, sem contar os 12 milhões que, estima-se, assistiram ao DVD pirata do filme.

Agora o filme é exibido em Nova York e conta com o lobby da empresa Harvey & Co., do produtor americano Harvey Weinstein, o mesmo que conseguiu com que Cidade de Deus (2003), de Fernando Meirelles, concorresse em quatro categorias do Oscar em 2004, depois de perder a corrida de Melhor Filme Estrangeiro no ano anterior.

Salve Santo Antônio

Aos 400 anos, o Convento de Santo Antônio, no Largo da Carioca, abre as portas, na quinta-feira, para um encontro de empresários endinheirados.

Será lançado o projeto de restauração do complexo arquitetônico com o objetivo de arrecadar pelo menos R$ 20 milhões, ao longo dos próximos quatro anos.

Para isto, os empresários terão que se comprometer a doar quatro parcelas (anuais) de R$ 250 mil para as obras e a recuperação do acervo do complexo, que inclui as igrejas de Santo Antônio e da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência.

As escadarias do Convento são o palco natural dos eventos da amada Confraria do Garoto, que tem o santo casamenteiro como um de seus padroeiros.

Viva a Geração celular

Um menino de três anos de idade salvou a vida de sua mãe depois que ela sofreu um ataque epiléptico, no sábado.

Jack Thompson usou o telefone celular de sua mãe para ligar para os serviços de emergência (999) na Grã-Bretanha.

O moleque esperto informou que ela estava deitada e doente no corredor da casa, e que seu pai estava no trabalho.

A ligação caiu no meio, mas o menino encontrou outro celular na casa e fez nova chamada.

Jack Thompson não conseguiu dizer onde morava, mas a segunda ligação permitiu que a telefonista rastreasse sua locação, em Lochgelly, Fife, na Escócia, para onde foi mandado o socorro.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Setembro de 2008.