sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Revanchismo: Vanucci jura que tem o apoio de Lula para pressionar AGU a mudar parecer em favor da Lei de Anistia

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


O chefão Lula da Silva, bastante a contragosto, é colocado no meio da onda revanchista promovida pelos radicais de seu desgoverno. O secretário especial de Direitos Humanos, ministro Paulo Vannuchi, avisou ontem que tem o respaldo do Presidente da República para cobrar que a Advocacia Geral da União (AGU) reveja, imediatamente, o parecer que contesta uma ação movida na Justiça paulista, pelo Ministério Público, em defesa da punição cível a supostos “violadores de direitos humanos nos tempos dos governos militares”.

Paulo Vannuchi advertiu que Lula é quem decidirá a polêmica. O lembrou que, quando chamado para o cargo de Secretário de Direitos Humanos, o presidente reclamou estar insatisfeito com o encaminhamento dado pelo governo ao tema dos mortos e desaparecidos e o tabu em tratar do assunto para não ferir suscetibilidades no meio militar. Na versão de Vanucci, Lula lhe disse ter avisado os chefes militares que não queria passar à história como o presidente que jogou uma pedra sobre o assunto.

O parecer da AGU considera perdoados pela Lei da Anistia os eventuais crimes de tortura cometidos no que a esquerda chama de “ditadura militar” (1964-1985). A posição da Advocacia da União beneficia diretamente os coronéis reformados do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra e Audir Santos Maciel, acusados de violações aos direitos humanos. Revoltado, Vannuchi alega que existe "um evidente equívoco a ser corrigido" no parecer da AGU. E insiste: "O equívoco vai ter de ser revisto". A Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos, aparelhada pelos aliados de Vanucci, pensa do mesmo jeito.

O pepino sobra para o chefão Lula, que tem dificuldades pessoais em tratar do assunto. O ex-líder sindical Luiz Inácio teme que uma eventual abertura de “arquivos da ditadura” o comprometa. Policiais que trabalharam nos bastidores do Departamento da Ordem Política e Social da Polícia Federal, comandado pelo hoje senador Romeu Tuma, confidenciam que Lula tinha muita intimidade com agentes do DOPS que se aproveitou do órgão de repressão política para denunciar desafetos no meio sindical.

A verdadeira história dificilmente será revelada. Lula prefere esquecer tal passado. Romeu Tuma foge do assunto como o diabo da cruz. A amizade entre os dois é inegável e fala mais alto. Lula fica revoltado quando alguém o chama de “filhote da ditadura” – expressão cunhada pelo falecido Leonel Brizola para criticar o sindicalista. Na versão brizolista da história, a liderança sindical de Lula foi uma “invenção” do “general” Golbery do Couto e Silva para dividir o movimento trabalhista, enfraquecendo o Brizola no retorno ao Brasil após a anistia de 1979. Foi assim que Brizola perdeu a sigla PTB para a governista Ivete Vargas, e surgiu o PT.

Holofotes

O General da reserva Osvaldo Pereira Gomes, que integrou a primeira comissão de desaparecidos políticos e trabalhou na elaboração da Lei de Anistia, acusou os atuais membros da comissão e do Ministério da Justiça de estarem apenas "buscando holofotes para aparecer".

O General critica que Paulo Vanucci e companhia usam "velhas bandeiras", em vez de buscar o aperfeiçoamento democrático.

Osvaldo Pereira Gomes também critica a "indústria das indenizações que já sugou milhões de reais do contribuinte e que precisa acabar porque constitui um abuso".

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 31 de Outubro de 2008.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Dizem por aí...

Edição de Artigos de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos

Por Arlindo Montenegro

Estão dizendo que com os resultados desta última eleição, os números do partido do governo estagnaram. Estão dizendo que mesmo com as finanças mundiais indo para o buraco, a popularidade do sr. Presidente continuará nos oitenta por cento. Deus me livre, mas é passar diploma de burrice na maioria da população.

Também estão dizendo que o objetivo secreto de sua excelência é o terceiro mandato, o que seria conseguido com a reforma constitucional que os ilustres deputados do partido governista e seus parceiros desejam.

Se a base do governo – PT e asseclas – domina mais de 70% do eleitorado, não vejo como, se quiserem manter-se no poder, deixarão de tripudiar sobre a nacionalidade. Têm a faca e o queijo na mão para rasgar a tal constituição cidadã e substituí-la pelo modelo revolucionário do Foro São Paulo!

Também estão dizendo que o “plano alternativo” do ilustre seria a candidatura da simpática “mãe do PAC”. Mas aí a crise financeira internacional atrapalha e como ficou visto, o homem pode estar preservado, mas não transfere votos com sua simpatia. Se bem que a ciência marqueteira faz do capeta gente fina!

Golpe de estado, nova ditadura, militares falando grosso, embora seja o sonho de muita gente lúcida, nem pensar. As mudanças e as novas mentalidades limitam o espaço e a vida política nas Forças Armadas. O modelo da caserna já obedece à nova ordem internacional. Afinal, esta coisa de soberania e nacionalismo estão superados pelo globalitarismo.

O que ainda não foi superado, nem será tão cedo, diz respeito à supremancia de uns países sobre outros. O colonialismo financeiro. O cabresto que impede iniciativas soberanas no campo da exploração de matérias primas, minerais estratégicos e preços de mercado convenientes para quem produz alimentos e tem reservas que os dominadores perderam há muito tempo.

Os G 4, 5, 6, 8, uma dúzia, continuarão discutindo assuntos periféricos e concentrando mais riqueza. Outro dia uma pessoa dizia que os movimentos atuais levam a acreditar numa nova guerra mundial. Ora! A guerra está aí, nas ruas das metrópoles. A guerra está nos lares desfeitos pela cultura que despreza princípios e valores ancestrais, aqueles que objetivavam distanciar o animal homem de sua bestialidade natural.

Outra pessoa lúcida e querida fazia ver que tanto o capitalismo ocidental como o capitalismo de estado que apelidaram de comunista controlam os povos de maneira idêntica. A diferença é que um lado permite algumas liberdades e oportunidades. O outro, marxista, manda matar quem se permita algumas liberdades e opiniões diferentes da oficial. Além de caprichar no controle policial sobre os movimentos - direito de ir e vir - controlar pela fome e dependência total do estado. É muita diferença!

Muita diferença que não chega a permitir, nos países satélites da cultura ocidental, como o Brasil, uma distribuição de renda que dignifique o trabalho árduo dos que produzem o de comer, os bens de consumo, toda a cadeia que irriga a produção capitalista, incluindo os serviços e o trabalho intelectual.

Falar em intelectual, os daqui parece que encolheram o rabo entre as pernas. O último mais badalado parece ter sido o Guimarães Rosa. E nunca mais alguém com o porte de um Machado. Ninguém lembra o Adonias Filho. E as revistas cult, encurtaram os comentários e encolheram na apreciação da riqueza de significados imateriais da vida. A coisa se materializou! E grande obra é best seller, digestivo, bem proletário! Ou auto ajuda!

Para finalizar, sem bola de cristal, neste cipoal de realidades e miragens globais em que todos estamos inseridos, fica a dúvida: qual será a próxima jogada dos controladores do mundo? Elegendo Obama vão aprofundar o capimunismo? E aí, as gangues da violência proporcionada por narcotraficantes politizados e políticos traficantes de influência saem fortalecidas ou enfraquecidas?

Dizem por aí que o atual Presidente do Brasil vai para o banco de reservas. Os assessores já estão em pleno exercício antropofágico disputando as maiores fatias do espólio. É a vez do consorcio pmsdb. Oligarcas à antiga + oligarcas “marxianos”. Uma turma com reservas que parecem mais civilizadas, com os comunistas do PT e satélites na oposição foribunda.

Os exagerados “direitos humanos” que permitem e financiam ongs e emessitês para a violência e destruição do patrimônio público e privado vão continuar consetidos ou serão reprimidos na forma da Lei? O cenário parece tender para uma reflexão maior enquanto a nova ordem mundial se arruma.

Quanto ao insigne iletrado, bom, vai exportar muita carne de boi, vai engordar mais e mais as contas bancárias, faturar de diversas empresas e empreendimentos alcooleiros, biodieseleiros, petrolíferos... pode até ser senador, defender grevistas e desempregados, será admitido entre os ilustres comentaristas da ONU falando pelo mundo afora sobre o programa fome zero, um sucesso! E se bobear entra para a Academia Brasileira de Letras. Por que não?

É um homem de suce$$o! Um idealizador de fazendas modelo, proprietário de lindas casas e apartamentos... Os cientistas já concluíram que a mente dos canhotos percebe o mundo de modo diferente dos destros. Pois vão concluir em breve, e provar, que os iletrados também pensam e vêm e decidem diferente. Esta é uma nova linha de pesquisa que pode ser denominada “ignorantismo”. Uma nova disciplina acadêmica. Daí para o futuro ex-Presidente ser admitido como imortal das letras é um passo.

No mais, os produtores rurais e industriais vão continuar produzindo e pagando impostos. Os trabalhadores vão continuar rezando por “melhores dias”, pagando mais impostos. Os créditos vão ser menos fáceis e os bancos vão continuar arrecadando mais. As injustiças continuarão na ordem do dia e o PV vai continuar na defesa ambiental planetária. Só nos resta pedir a Deus que o Ministério da Educação comece a educar de fato. Por um futuro melhorado, que o presente é osso duro de roer.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Lula vira piada na Espanha

Luiz Inácio Lula da Silva, há 15 dias, foi vítima de pegadinha de um programa de humor da TV espanhola quando visitava Toledo.

As imagens de Lula ao telefone com o humorista Jordi Evole foram ao ar nesta terça com o título "Não me chamo Dolores, me chamo Lula, capítulo final".

O vídeo, claro, foi parar no YuoTube: http://br.youtube.com/watch?v=82N88m4Olv0

O Diálogo

- Presidente, tome um regalo (presente). O nome dele é Lula. É um desenho aqui da TV. É para o senhor.

Todo feliz, Lula puxou a moça, que estava atrás de um alambrado, e a apresentou a Zapatero. Ela disparou:

- Presidente, dá um oi para meu pai que tá aqui na linha.

Lula pegou o celular:

- Qual o nome dele?

- José.

- Oi, José, estou com sua filha.

Mas não era José, muito menos o pai da moça, nem um brasileiro. Diante das câmeras, o humorista tentava disfarçar o sotaque:

- Viva o Corinthians!

- Viva o Corinthians!

- O que te disse o rei da Espanha? Por que não te calas, como (falou) a (Hugo) Chávez?

- Isso - comentou Lula, meio sem graça.

E como Lula não desligou, o humorista pediu:

- Dá um beijo na minha filha.

- Vou dar - disse Lula, que o fez de imediato.

O espanhol ainda arriscou um conselho:

- Menos samba e mais trabalho para sair da crise.

Lula, rindo, despediu-se:

- Um abraço, querido

- Tchau, presidente. Muito obrigado

Em frente às câmeras, o humorista festejou:

- Falamos com o presidente Lula!!

Apelo ao consumo

Lula prometeu que seu governo tomará as medidas necessárias para garantir a atividade da indústria automobilística nacional, em meio à crise financeira internacional.

Para o presidente, o setor é uma das prioridades do país, por seu dinamismo na economia nacional.

Segundo Lula, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal estão aptos a comprar carteiras de crédito para irrigar o setor.

Lula apelou para que as montadoras mantenham o investimento previsto de 22 bilhões de reais até 2010.

Foi o discurso do chefão ontem à noite na abertura do 25o Salão Internacional do Automóvel.

Passeando em Cuba

O chefão Lula da Silva chega a Cuba nesta quinta-feira com uma agenda apertada, que inclui desde a visita a regiões afetadas pelos últimos furacões até a assinatura de um convênio da Petrobras com a estatal cubana, a Cubapetroleo (Cupet).

Ainda na tarde de quinta-feira, Lula irá se encontrar com o presidente Raúl Castro.

O Itamaraty não confirmou, porém, se o presidente brasileiro irá se encontrar com Fidel Castro.

FEDeu?

Pela primeira vez na História, o Banco Central do Brasil vai trocar reais por dólares com o Federal Reserve, o BC privado americano.

A ação coordenada que envolve também Cingapura, Coréia do Sul e México.

Cada um terá direito a tomar US$ 30 bilhões numa operação já fechada, recentemente, com nove bancos centrais de nações ricas.

O objetivo da ação sem juros nem encargos é ajudar esses países a enfrentar a crise financeira mundial.

Entrega tudo

O banqueiros internacionais agradecem ao desgoverno brasileiro.

O esforço político de Lula conseguiu aprovar ontem - por 291 votos a favor, 78 contra e 4 abstenções - o texto-base do projeto que cria o Fundo Soberano do Brasil (FSB), que tem reservado R$ 14 bilhões este ano.

A aprovação abriu espaço para que os recursos sejam sacados e aplicados em obras previstas no Orçamento da União.

Mas a votação final sobre o fundo só deverá ser concluída na próxima terça-feira, com a apreciação de destaques apresentados pela oposição.

Juro alto continua

Em decisão unânime, o Banco Central manteve a taxa Selic em 13,75% ao ano no mesmo dia em que os EUA reduziram a 1% ao ano a taxa de juros no Brasil.

A decisão do Copom (Comitê de Política Monetária do BC) interrompe uma série de quatro aumentos consecutivos na taxa básica.

Nos EUA, o corte, de meio ponto porcentual, foi o segundo no mês e recolocou o juro no mesmo patamar registrado em maio de 2004.

O Banco Central chinês também anunciou o segundo corte na taxa de juros no mês, de 0,27 ponto percentual. A taxa de empréstimos para um ano cai de 6,93% para 6,6%.

O rombo

O impacto da variação cambial no endividamento e as perdas com as operações com derivativos exóticos já provocaram um rombo de R$ 5,5 bilhões nos resultados das empresas brasileiras de capital aberto divulgados até o momento.

O resultado equivale a 48% do lucro trimestral das companhias

Os dados são da consultoria Economatica e dos balanços, e poderia ser pior se não fossem os bons números divulgados pela Vale.

Barbárie midiática

Renato Américo, um homem de 24 anos de idade, foi preso em São Lourenço, no sul de Minas, suspeito de matar a namorada, que tinha apenas 12 anos.

Segundo a polícia, os pais da adolescente não concordavam com o relacionamento.

Renato Américo confessou a autoria do crime, mas alegou à Polícia que só vai falar sobre o assunto na Justiça. Renato foi levado para a cadeia da cidade.

É o efeito do caso Eloá – bm propagado pela mídia tupiniquim ávida por Ibope, mas sem compromisso com a paz social e os valores positivos para a sociedade brasileira.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Outubro de 2008.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Polêmica: MPF cobra que cada real da propaganda de cerveja seja aplicado em tratamentos contra o alcoolismo

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Para cada real investido em propaganda de cerveja e chope, um real deve ser também aplicado em tratamento de saúde provocado pelo consumo abusivo da bebida. Eis a proposta de uma polêmica ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal em São José dos Campos. O procurador da República Fernando Lacerda Dias sustenta que os investimentos maciços em publicidade para aumentar as vendas de bebidas têm efeitos danosos à sociedade. Um deles é o aumento no consumo de bebida alcoólica por pessoas cada vez mais jovens.

Em 2007, o investimento em publicidade da Ambev, Schincariol e Femsa chegou perto de R$ 1 bilhão. Juntas, as três cervejarias detêm 90% do mercado nacional. Por isso o procurador cobra das cervejarias uma indenização de R$ 2,8 bilhões por danos causados pelo aumento do consumo de cerveja e chope no Brasil. O valor foi calculado, de acordo com o MPF, com base em danos mensuráveis (gastos federais no SUS e despesas previdenciárias, em razão de doenças ou lesões diretamente relacionadas com o consumo de álcool).

O MPF cita que o Sistema Único de Saúde (SUS) gastou, entre 2002 e 2006, aproximadamente R$ 37 milhões com tratamento de dependentes de álcool e outras drogas em unidades extra-hospitalares, como os Centros de Atenção Psicossocial - Álcool e Drogas. Outros R$ 4,3 bilhões foram gastos em internações hospitalares relacionadas ao uso de álcool e outras drogas no mesmo período.

A indenização também se baseia nos prejuízos incomensuráveis: os danos individuais e sociais que não podem ser quantificados. Entre os danos relacionados estão mortes violentas e homicídios, dependência química, acidentes de trânsito, violência urbana e doméstica e até mesmo problemas profissionais. Na tese do MPF, as cervejarias usam a publicidade de forma consciente e deliberada para aumentar o consumo entre os jovens.

Uma das bases para a ação foi uma pesquisa da Unifesp realizada entre agosto e novembro de 2006 com 1.123 pré-adolescentes em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. O levantamento mostrou que a publicidade estava fortemente associada à ingestão de cerveja pelos entrevistados nos 30 dias anteriores. O estudo concluiu que a maioria deles presta atenção na publicidade das cervejarias e acredita nela.

O Movimento Propaganda Sem Bebida, liderado pela Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), indica que o consumo de álcool é responsável por mais de 10% de doenças e mortes no país. As bebidas alcoólicas provocam ainda 60% dos acidentes de trânsito. De acordo com o MPF, a publicidade leva 65% dos estudantes de 1ª e 2ª grau à ingestão precoce deste tipo de bebida.

O caso promete gerar muita polêmica. O autor da ação admite que a publicidade das bebidas não promove um incentivo direto aos jovens. No entanto, o autor da ação destaca que tal publicidade faz associações a padrão de alegria, inserção social e até desempenho sexual, cujo objetivo é justamente despertar nos jovens o interesse pelo álcool.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Outubro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

País dos Ignorantes

As matrículas de educação básica nas redes estaduais e municipais caíram 5% este ano em relação a 2007.

São 2,5 milhões de alunos a menos em sala de aula.

É o que mostram dados preliminares do Censo Escolar do MEC.

O que se pode esperar de um País onde se estuda cada vez menos, e cada vez com mais baixa qualidade?

Os resultados eleitorais recentes são uma excelente resposta...

Pôlêmica militar

O Regulamento Disciplinar do Exército (RDE) com fundamento na Constituição Federal é inconstitucional, e deve ser editado por meio de lei proveniente do Congresso Nacional.

As transgressões disciplinares pós-CF/88 não podem mais ser definidos por meio de decreto, em respeito ao princípio do devido processo legal que se aplica tanto ao processo administrativo como ao processo judicial.

A tese é defendida na internet pelo Capitão da Ativa do Exército Luiz Fernando de Sousa, cujo polêmico artigo o Alerta Total de hoje reproduz: Democracia nas Forças Militares brasileiras

Reforma ou remendo?

O desgoverno Lula colocou na internet (www.mj.gov.br), para consulta pública, cinco anteprojetos de lei e uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para discutir a reforma política.

Prorrogada até 15 de novembro, a campanha da consulta pública já recebeu sugestões de cerca de 100 entidades da sociedade civil – entre elas a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Pedro Abramovai, jura que, ao final da consulta, o Ministério da Justiça deverá alterar o texto das propostas do governo. Também poderá apresentar projetos para outras sugestões, como as que pedem o fim do atual modelo de escolha de suplentes de senador.

Polêmicas

O ponto mais negativo da proposta do desgoverno é o voto em lista partidária, no qual a população passa a votar na sigla e os nomes dos eleitos saem de convenções com a participação de pelo menos 15% dos filiados.

O desgoverno também faz uma proposta de fidelidade, na qual só há três hipóteses para se deixar um partido: perseguição interna, mudança radical no programa ou para fundar um novo partido.

As coligações ficam proibidas para eleições proporcionais para acabar com o uso de siglas de aluguel para aumentar o tempo de propaganda no rádio e na televisão.

A cláusula de desempenho veda mandato ao partido que obtiver menos de 1% dos votos para a Câmara ou menos de um terço dos Estados.

A inelegibilidade alcançará quem estiver condenado na segunda instância do judiciário.

Cadê o Voto Distrital?

Curiosamente, a proposta de remendo político do desgoverno petista não contempla o ponto fundamental para uma verdadeira reforma política no Brasil: o voto distrital puro.

Sem ele, os eleitores continuam reféns da falta de representatividade na escolha dos candidatos ao “emprego” de político.

A proposta oficial também não se refere ao fim do voto obrigatório – que é a própria negação da democracia e da liberdade do cidadão.

Rejeição alta

O elevado índice de abstenção no segundo turno das eleições municipais pode ser visto como uma rejeição ao processo político.

Um dos fatores que explicam essa rejeição é o próprio descrédito que vem contaminando o mundo político, em razão dos sucessivos escândalos.

A avaliação é de Marco Antônio Carvalho Teixeira, cientista político e pesquisador da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Segundo o pesquisador, outros fatores também contribuem para este cenário, como a obrigatoriedade do voto, ainda mais quando o eleitor não se identifica ou não vê qualidades em nenhum dos candidatos que se colocam na disputa.

Abstenção alta demais

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que o índice de abstenção no segundo turno chegou a 18,09%, o que representa uma ampliação do nível de abstenção no primeiro turno, que foi de 14,54%.

O nível de abstenção dos eleitores em São Paulo foi de 17,54%.

No Rio de Janeiro, atingiu 20,25%.

Aliança à vista?

Com diria o velho caudilho Leonel Brizola, tem tucano costeando o alambrado petista, de olho na próxima eleição presidencial.

O governador José Serra comentou ontem, em Brasília, que ainda está cedo para pensar nas eleições presidenciais de 2010, e advertiu que Lula não saiu derrotado do pleito, como afirmam alguns analistas:

"Lula não perdeu a eleição porque não foi candidato. O candidato foi a Marta Suplicy. Não se pode dizer que o Lula perdeu ou ganhou aqui ou acolá. Só perde ou ganha quem é o candidato”.

Cerca Lourenço

José Serra fugiu da afirmação de que sua candidatura para a sucessão de Lula em 2010 tenha saído fortalecida pela vitória em São Paulo.

Serra também elogiou o desempenho eleitoral do PMDB. Mas evitou comentar que os tucanos estariam com o objetivo de atrair os peemedebistas para uma aliança eleitoral:

“O PMDB é um partido grande e foi bem nessa eleição. É um partido que sabe absolver pessoas de liderança forte, como foi o caso do José Fogaça (Porto Alegre), que veio do PPS, e do Eduardo Paes (Rio), que veio do PSDB. É um partido mais elástico nacionalmente. O PMDB é um partido importantíssimo. Temos boa relação com muita gente do PMDB”.

Perde e ganha

Apesar de aumentar o número de prefeituras sob seu comando, o PT registrou nestas eleições o pior índice de sucesso entre os principais partidos do País.

Dos 1.632 candidatos a prefeito lançados, pouco mais de um terço foi eleito - 34%.

Entre esses 559 vitoriosos, 232 são prefeitos que foram reeleitos.

E o número de votos nominais recebidos pela sigla foi praticamente o mesmo de 2004: 16,5 milhões.

Bem sucedidos

PMDB, PP e PSDB registraram a mais alta taxa de sucesso eleitoral - o número de eleitos em relação ao total de candidatos lançados.

Esses três partidos elegeram quase a metade dos candidatos a prefeito que lançaram.

Mas apenas o PMDB teve um aumento expressivo, de 29%, no número de votos, chegando a 18,4 milhões.

O PP se manteve estacionado em 6,1 milhões de votos, e os tucanos perderam 8% dos votos totais.

13 Pé frio

Apontada como candidata do Planalto à sucessão do chefão Lula da Silva, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi reprovada no teste de cabo eleitoral do petismo.

Nas 22 cidades que Dilma visitou durante a campanha, em 13 delas o candidato do governo perdeu.

Tentando ganhar visibilidade e musculatura política, a ministra Dilma se engajou em várias campanhas Brasil afora, subindo em palanque de candidatos do PT e da base governista.

Aos vanpiros, tudo...

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Luiz Aubert Neto, afirmou ontem que as medidas do governo para dar liquidez ao mercado estão "ajudando a dar sangue ao vampiro".

Aubert Neto reclamou que, além de segurar os recursos que estão sendo liberados pelo Banco Central, os bancos estão aumentando absurdamente as suas taxas de juros.

O empresário reclamou que está faltando uma ação mais dura do governo contra os bancos.

Batman é Batman...

Um dos principais matadores de uma milícia que reúne políticos e policiais, o ex-PM Ricardo Teixeira Cruz, conhecido como Batman, escapou pela porta da frente do presídio de segurança máxima Bangu 8, em Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Batman saiu escoltado por dois homens com uniformes da Secretaria de Administração Penitenciária.

O secretário Cesar Rubens Monteiro de Carvalho admitiu que a fuga foi facilitada por corrupção.

Perigoso

Ricardo foi preso em Agosto do ano passado, acusado de participar de um atentado contra a vida do sargento Francisco César Silva Oliveira, o Chico Bala, em São Pedro da Aldeia.

Batman foi xpulso da Polícia Militar em 1992, quando estava no Batalhão de Choque.

Ssegundo investigações da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), Batman é apontado como o responsável pelas mortes da quadrilha denominada Liga da Justiça.

Homenageada onde mesmo?

A ex-ministra do Meio Ambiente, senadora Marina Silva, foi homenageada ontem pelo Príncipe Philip, com a Medalha Duque de Edimburgo, no Palácio de Saint James, em Londres.

A medalha Duque de Edimburgo - o prêmio mais importante concedido pela Rede WWF – foi em reconhecimento à sua trajetória e sua luta em defesa da Amazônia brasileira.

Os ingleses sabem muito bem escolher seus aliados...

Quem recebeu?

O total de propinas pagas pela francesa Alstom a servidores estrangeiros para vencer licitações públicas no exterior pode superar US$ 430 milhões.

A Justiça garante que há provas do suborno de servidores de Itália, Zâmbia e México.

Existem ao menos três investigações em curso, uma delas sobre propinas pagas pela Alstom no Brasil.

Fuja daqui

O governo argentino determinou que os fundos de pensão privados do país vendam todos os investimentos que possuem no Brasil em três dias e mandem o dinheiro de volta.

A decisão, tomada na noite de segunda-feira, envolve um total de US$ 567 milhões - ou aproximadamente R$ 1,3 bilhão aplicados no mercado brasileiro.

Foi um desdobramento radical da estatização da previdência privada no país vizinho – que acaba de escalar Diego Maradona para técnico da seleção de futebol.

Batendo bola

Derrotada nas eleições para a Prefeitura de São Paulo, ainda no primeiro turno, Sonia Francine retomou seu trabalho de jornalista esportiva.

Na Espn Brasil, apresenta o "Bate bola", duas vezes por semana.

Mas Soninha também continua como vereadora até o fim do ano.

Corrida com chuva

Três trechos do asfalto de Interlagos ganharão grooving (ranhuras) para evitar o acúmulo de água no Grande Prêmio do Brasil.

Os cuidados foram necessários na Reta Oposta, na Curva do Laranja e entre o Mergulho e a Junção.

Tudo porque a previsão dos meteorologistas é de 91% de chance de chuva para domingo.

O inglês Lewis Hamilton e o brasileiro Felipe Massa decidem o campeonato da Fórmula 1.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Outubro de 2008.

Democracia nas Forças Militares brasileiras

Edição de Artigos de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos

Por Luís Fernando R. de Sousa

O principal assunto discutido nacionalmente no âmbito dos militares nacionais (FFAA) e estaduais (Bombeiros e Policiais) é a adequação da estrutura secular dessas Instituições ao modelo democrático atual implementado na sociedade brasileiro após o período da Ditadura Militar. Os militares mais conservadores, na sua maioria os mais velhos, ainda ligados por conceitos ideológicos da Ditadura Militar, consideram esse movimento uma tentativa de desestruturação dos pilares da Hierarquia e da Disciplina e os militares democráticos, na sua maioria da geração dos coronéis e postos e graduações inferiores, consideram esse avanço como a correta aplicação dos conceitos da Hierarquia e da Disciplina, imutáveis no tempo e no espaço.

Os Regulamentos Disciplinares Brasileiros tem por modelo o Regulamento Disciplinar do Exército (RDE), porém cada um traz as peculiaridades das corporações policiais estaduais. Nesse sentido, as Forças Militares têm buscado o aprimoramento de seus diversos órgãos e de seus integrantes para o cumprimento de suas missões - defesa nacional e segurança pública - conforme o caso.

O Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de São Paulo - Decreto n.o 13.657/43, o Regulamento Disciplinar da Aeronáutica - Decreto n.o 76.322/75, o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de Goiás - Decreto Estadual n.o 4.717/96, o Regulamento Disciplinar da Marinha - Decreto n º 88.545/83 e o Regulamento da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro - Decreto No 6579/83 seguem essa linha, assim como os outros regulamentos estaduais. Na grande maioria dessas normas, a falta administrativa denomina-se transgressão disciplinar e no Regulamento da Marinha a mesma denomina-se contravenção.

Quando em 1793 a França encontrava-se sob a ameaça de uma invasão, seu governo promulgou "um decreto de levèen en masse" colocando todos os homens à disposição da República e ainda aboliram-se os castigos físicos substituindo-os por um tribunal constituído por oficiais e soldados. Este pensamento foi o mesmo defendido pelo positivista Olavo Bilac, patrono do Serviço Militar Brasileiro, e assim ele nos ensinou : " Se todos os cidadãos usufruem das benesses da pátria, nada mais justo que todos participem da sua defesa". A prática de castigos físicos é ainda hoje previsto para a coerção no Paraguai e até recentemente também na Venezuela, abolida através da Revolução Bolivariana.

A nossa constituição define claramente as missões atribuídas às Forças Armadas e aos Órgãos de Segurança Pública. Recentemente as Emendas Constitucionais nº 3/93 e nº 18/98 alteraram o art. 42, da Constituição Federal, que passou a ter a seguinte redação, "Os membros das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares, instituições organizadas com base na hierarquia e disciplina, são militares dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios".

Com base neste dispositivo, pode-se afirmar que no Brasil existem duas espécies de militares, os militares federais que integram às forças armadas, e os militares estaduais que integram às forças auxiliares, porém todos são militares definidos pela constituição federal. A grande resistência à mudança reside na aceitação, pelos militares conservadores, de muitos artigos da Constituição Cidadã, sobretudo o artigo 5o, onde se estabelecem uma série de direitos e garantias individuais e coletivas, tais como liberdade de expressão, liberdade de associação e outros.

Outro ponto de difícil entendimento é a de não se possibilitar a prisão com pena privativa de liberdade, salvo em caso de flagrante delito, após o devido processo legal. Essa contravenção disciplinar militar, no Estatuto Disciplinar da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, foi afastada acertadamente e não houve qualquer prejuízo à disciplina daquela tropa. É importante se observar, que não se busca negar à autoridade militar os princípios fundamentais das organizações militares, hierarquia e disciplina, mas o que se pretende é um perfeito enquadramento da legislação castrense ao disposto no Texto Constitucional. A Constituição é a norma fundamental de qualquer ordenamento jurídico, e para que um país possa se fortalecer na democracia é preciso que esta seja observada e respeitada, na busca do aprimoramento da ordem interna e das próprias instituições.

Convém salientar que a iniciativa para propor uma Lei para definir o Novo Regulamento Disciplinar é privativo do poder executivo, de acordo com o Art 61, Parágrafo 1o, inciso II, letra b). Em São Paulo e em Minas Gerais, seguindo a regra constitucional, estabeleceram seus novos regulamentos por meio de lei, o que deve ser observados pelos demais Estados-membros da Federação, sob pena dos novos regulamentos serem questionados junto ao Poder Judiciário em atendimento ao art. 5º, inciso XXXV, da Constituição Federal.

O Regulamento Disciplinar do Exército (RDE) com fundamento na Constituição Federal é inconstitucional, e deve ser editado por meio de lei proveniente do Congresso Nacional. As transgressões disciplinares pós-CF/88 não podem mais ser definidos por meio de decreto, em respeito ao princípio do devido processo legal que se aplica tanto ao processo administrativo como ao processo judicial.

No Estado de Democrático de Direito, a liberdade é a regra e a prisão uma exceção, que somente pode ser limitada com fundamento na lei e nos casos previamente estabelecidos. A expressão lei deve ser entendida como sendo a norma discutida nas casas legislativas, no exercício de sua função típica, para que possa produzir os seus jurídicos e efeitos legais.

Os regulamentos disciplinares pós CF/88 não podem mais ser modificados por regulamentos expedidos pelo Poder Executivo, porém assim o são na maioria dos Estados e ainda no âmbito do Governo Federal. A transgressão disciplinar fica sujeita ao princípio da legalidade com fundamento na Constituição Federal. O militar somente poderá ser preso ou punido nos casos estabelecidos em lei em respeitos as regras estabelecidas no art. 5.º, que estabelece os direitos e garantias assegurados a todos os cidadãos, brasileiros natos ou naturalizados, civis ou militares.

Somente através de Regulamentos Disciplinares com força de Lei, iniciado o processo legislativo a partir do Poder Executivo e aprovado pelo Poder Legislativo, subordinando-se assim o poder militar ao poder civil, tal qual a Lei Americana do "Posse Comitatus" é que conseguiremos implantar a tão sonhada democracia em nossas Forças Militares e este é o grande pedido dos militares democráticos para os próximos Presidente da República e Governadores de Estado. Eis o Capitanismo!

Luís Fernando Ribeiro de Sousa é Capitão do Exército Brasileiro. E-mail : capitaoluisfernando@gmail.com

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Hélio Costa dificulta fusão da Oi com a Brasil Telecom, dando troco no Planalto por derrota em BH

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O PMDB, fortalecido nas urnas, já interfere nos negócios que interessam aos petistas. O Ministério das Comunicações resolveu mexer na proposta do novo Plano Geral de Outorgas (PGO) ao setor de telecomunicações. O projeto, aprovado pelo conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no último dia 16 de outubro, é fundamental para a tão desejada fusão da Brasil Telecom com a Oi.

O atual PGO em vigor proíbe esse tipo de transação entre duas concessionárias. O ministro Hélio Costa, das Comunicações, avisou ontem que sua equipe técnica já está analisando o documento aprovado pela Anatel, e deve fazer mudanças. A turma de Hélio Costa pretende retirar a obrigatoriedade existente hoje de que as concessionárias tenham de manter capital aberto em bolsa no Brasil. A nova medida beneficia grupos estrangeiros como Telmex e Telefônica – concorrentes da Oi.

O ministro afirmou que, assim que receber o documento, sua pasta deve repassá-lo, já com as alterações, para a Casa Civil "em 48 horas". Só um decreto do Presidente da República pode editar um novo PGO. O ministério deve receber o PGO na próxima semana, depois da aprovação do conselho consultivo da Anatel. Em acordo assinado em abril, Oi e Brasil Telecom estabeleceram que, se até 20 de dezembro o negócio não tiver a aprovação dos órgãos reguladores, a Oi pagará uma multa de R$ 490 milhões de reais aos sócios da Brasil Telecom.

O risco da multa e o fim da exigência do capital aberto para negócios nas telecomunicações são o troco do ministro Hélio Costa pela derrota sofrida na disputa pela prefeitura de Belo Horizonte. Costa foi o fiel escudeiro de Leonardo Quintão – que acabou derrotado por Márcio Lacerda, apoiado pelos petistas e pelo governador tucano Aécio Neves.

O affair BrOi deve ser apenas a primeira pedrinha que o PMDB colocará no caminho dos petistas, depois que o partido saiu como o grande vencedor das eleições municipais, conquistando 1.202 prefeituras (entre elas seis capitais, com capacidade de administrar R$ 47 bilhões. O PT, que ficou com 566 prefeituras, que se cuide para agüentar a voracidade governista dos peemedebistas.

O inferno político de Lula - agravado pelas consequências da crise econômica internacional no Brasil - está só começando. O rei já está nu. Precisa tomar cuidado para seus "aliados" não lhe tomarem a roupa. A sucessão de 2010 já se precipita de forma dramática para o popular chefão petista.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Outubro de 2008.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Semana começa com ataques especulativos contra o Real, compras de ações em baixa e juros altos estáveis

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Os ataques especulativos contra o Real, jogando a cotação do dólar para cima, continuam esta semana. O Banco Central repetirá a tática das últimas semanas, com seus leilões de swap cambiais capazes de torrar bilhões de dólares das reservas internacionais do País. O presidente Henrique Meirelles só preferiu não adiantar ontem se o BC fará operações de swap de moedas (troca de reais por outras moedas, como dólares) com outros bancos centrais, conforme se especulou semana passada.

A tendência também é de mais perda de pontos na Nova Bolsa (Bovespa-BM&F), com grandes investidores aproveitando para comprar ações em baixa de grandes empresas. Ainda esta semana, os nove membros do Comitê de Política Monetária, sob a batuta de Henrique Meirelles, se reúnem para definir o rumo da Selic, hoje em 13,75% ao ano. Tudo indica que tudo ficará do jeito que está. No máximo, o BC deve dar uma interrompida no processo de alta da taxa básica de juros, realizado nas quatro reuniões anteriores do Copom.

Magoado com o chefão Lula, pelas bobagens que ele anda dizendo e pelas cobranças indevidas que vem fazendo, o presidente Henrique Meirelles esteve na sexta e no sábado nos Estados Unidos. De volta ao Brasil para votar ontem, em Anápolis (GO), Meirelles informou se encontrou com investidores e autoridades monetárias dos EUA. Meirelles ouviu que a limitação de crédito nos mercados ainda é bastante intensa, com risco de agravamento da liquidez global.

Aqui no Brasil, a “marolinha” vai se transformando em um tsunami cancerígeno com a alta do dólar. As dívidas das empresas em moeda estrangeira seriam hoje de US$ 60 bilhões. Com a alta de 20% da moeda norte-americana no terceiro trimestre, a expectativa é que as despesas com juros e câmbio consumam R$ 17,067 bilhões. O montante deve comprometer 71% do lucro operacional das empresas abertas. A previsão é da consultoria Economática - que analisou dados de 241 empresas, excluindo Vale e Petrobras, nos últimos nove trimestres.

Encontro marcado a contragosto

Na próxima quinta-feira, O presidente Henrique Meirelles e o ministro da Fazenda Guido Mantega já confirmaram presença na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado.

Os dois vão informar aos integrantes da comissão detalhes sobre as medidas definidas pelo governo para conter os efeitos da crise econômica.

Meirelles vai a contragosto ao Senado, já que alegou não ser função do BC participar desse diálogo político entre o Executivo e o Legislativo, uma vez que existe um ministro encarregado dessa articulação.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Outubro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Baba ovos em delírio

Os puxa-sacos de plantão terão uma data magna nesta segunda-feira.

O popular chefão Lula da Silva, filho de dona Lindu, completa hoje 63 primaveras.

Até o presidente Henrique Meirelles, que anda magoado com ele, lhe dará os parabéns.

Ontem, pelo menos, Lula ganhou o presente que esperava: a vitória de Luiz Marinho em São Bernardo do Campo – cidade onde o chefão mora e pretende desfrutar de uma linda mansão na Swiss Park.

Planos futuros

Lula revelou ontem que pretende convocar para janeiro uma reunião com todos os prefeitos eleitos para garantir a continuação das obras do PAC e fazer um pacto pelo fim do analfabetismo.

Lula minimizou a influência que as disputas nas cidades possam ter na eleição presidencial de 2010, ao dizer que não há uma ligação direta entre os dois pleitos.

Lula se considerou vitorioso na disputa municipal:

Elegemos muitos prefeitos e não só do PT. Uma coisa inédita aconteceu. Nesta campanha, ninguém criticou o governo federal. Nós demos verbas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para todos os prefeitos, até do DEM. Pergunta para o Serra quanto nós demos de verba para São Paulo. Pergunta para o governador do Rio. Nós demos dinheiro para as cidades que mais precisavam, sem ver o partido ao qual os prefeitos pertenciam”.

Centrismo radical de Tarso

O PT buscará um programa de consenso para aliciar o maior número possível de aliados para as eleições de 2010.

O ministro da Justiça, Tarso Genro, propôs ontem uma grande aliança de centro:

Sempre sustentei a necessidade de que tenhamos um partido centrista forte no Brasil. Sou da opinião de que o PT, daqui para adiante, deve aglutinar um pólo de esquerda forte, com PCdoB, PSB e PDT, e se dirigir com um programa progressista em direção ao centro, chamando partidos como o PMDB e outros correlatos para preparar as eleições de 2010”.

A disputa política em direção a 2010 saiu modificada, porque a presença de um partido centrista forte, como o PMDB exige uma definição programática maior nos dois pólos da política brasileira, que é o PSDB de um lado e o PT de outro. Essa definição que esses dois pólos vão fazer é que vai trazer, ou não, o PMDB para um sistema de alianças em direção a 2010”.

Pé fria?

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, comentou ontem que gostou de participar das campanhas políticas.

Nessa eleição municipal, Dilma se envolveu diretamente nas campanhas das candidatas do PT em Porto Alegre, Maria do Rosário, e em São Paulo, Marta Suplicy.

Curiosamente, as duas apoiadas pela Mãe do PACo (que sonha suceder Lula) perderam feio...

Aecinho fritado?

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso avaliou ontem que a reeleição do prefeito do DEM em São Paulo, fortalece a candidatura do governador José Serra (PSDB) a presidente da República em 2010.

FHC alegou que Serra sai na frente de Aécio Neves na disputa interna dos tucanos pela presidência.

Ontem, FHC recebeu Serra e Kassab para um almoço em seu apartamento, na rua Rio de Janeiro, em Higienópolis.

Antony Bill, te cuida...

A prefeita eleita de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, Rosinha Garotinho, mandou ontem a modéstia para o inferno, antes de votar:

Além de poder ser a primeira prefeita de Campos, eu sou a primeira mulher eleita governadora do estado do Rio de Janeiro. Me permito até uma previsão para o futuro: quem sabe um dia não serei a primeira mulher presidente do Brasil”.

Todos têm direito a uma síndrome de Hillary Clinton; só falta a bela Rosinha arrumar uma Mônica Levinsky para o seu Antony...

Ninguém se lembra...

Em junho último, um relatório da Procuradoria Regional da República na Operação Segurança Pública S.A, da PF (Polícia Federal), apontou que Rosinha Garotinho teria recebido doações ilegais de quadrilhas de máquinas caça-níqueis e do jogo do bicho – o que Rosinha nega, é claro!.

As doações teriam ocorrido entre 2001 e 2002, ano em que Rosinha se elegeu governadora.

Durante a investigação da Operação Segurança Pública S.A. - que prendeu entre outros, Álvaro Lins, ex-deputado estadual e ex-chefe da Polícia Civil no governo de Rosinha - agentes da PF revistaram a casa do casal Garotinho, em Campos, para procurar indícios de ligação com contraventores.

Que o Rio lhe seja leve...

A vitória apertadinha de Eduardo Paes (PMDB), por uma diferença de 55.225 para Fernando Gabeira (PV), deixa uma lição política.

Junto com a vitória dos Garotinho (que elegeram até a filha vereadora no Rio de Janeiro), o feito de Paes confirma que o Rio de Janeiro se transformou na vanguarda do atraso político do Brasil.

O reinado de 16 anos do Imperador Cesar Maia não merecia um fim tão melancólico.

Derrota sentida

O cadáver politicamente insepulto de Celso Daniel deve ter balançado ontem na catacumba.

A prefeitura de Santo André será comandada pelo candidato Dr. Aidan, do PTB.

O candidato petista, Vanderlei Siraque, que liderou no primeiro turno, dançou no segundo...

Sem sacanagem?

O francês Dominique Strauss-Kahn foi inocentado pelo conselho executivo do Fundo Monetário Internacional das acusações de favorecimento, abuso de poder e de ter um caso com uma colega.

O FMI apenas considerou que o caso de Strauss-Kahn foi "lamentável", mas que ele poderia continuar no cargo de diretor-geral.

O conselho Executivo do FMI reconheceu que muitas mulheres que trabalham no Fundo ficaram indignadas com o comportamento do diretor-geral.

Mas o FMI afirmou que a relação de Dominique Strauss-Kahn com a economista Piroska Nagy foi consensual.

Perdoado em casa

Na semana passada, Strauss-Kahn se desculpou por ter tido um caso com a ex-economista do Fundo, Piroska Nagy.

A mulher de Strass-Kahn, a apresentadora francesa de televisão Anne Sinclair, também informou que o marido e ela haviam decidido esquecer o caso.

O grave é que a polêmica sobre o affair rolou em meio à crise financeira internacional, em que o papel do FMI tem sido criticado por diversos líderes globais.

Barbárie!

A jornalista norte-americana Anne Pressly, de 26 anos, foi barbaramente assassinada depois de espancada em sua casa, em Little Rock, no Arkansas, nos Estados Unidos.

Anne Pressly era âncora de um telejornal da KATV, afiliada da CNN.

A polícia investiga se o crime teve está relacionado a seu trabalho ou se foi um assalto seguido de morte, já que a bolsa da jovem foi levada.

Mamãe vai dançar?

O Ministério Público de Alagoas ameaça pedir indiciamento de Ana Cristina Pimentel da Silva, de 42 anos, mãe da adolescente Eloá Cristina Pimentel da Silva, 15 anos, assassinada pelo ex-namorado Lindemberg Alves após 100 horas de seqüestro.

O MP afirma que Ana Cristina ajudou o marido, o ex-policial militar Everaldo Pereira dos Santos, a fugir da polícia e a falsificar os documentos com os quais vivia em São Paulo, com o nome falso de Aldo Pimentel da Silva.

O MP quer saber ainda se Ana Cristina teve alguma relação com a morte da ex-mulher de Everaldo, assassinada em Maceió.

Segundo a família da vítima, ela foi morta após descobrir o caso extraconjugal do marido com Ana Cristina, que estava grávida de Eloá.

O fugitivo

Everaldo Pereira dos Santos é fugitivo da Justiça de Alagoas desde 1993, depois que foi denunciado pela morte de Ricardo Lessa, então chefe da polícia civil alagoana.

Ele teria ainda participado de pelo menos mais dois homicídios e outras mortes que envolvem a atuação da "gangue fardada", da qual ele é acusado de ser o braço armado.

Os dois casos são desarquivados pela Justiça, depois dos desdobramentos de mídia do caso Eloá.

Polícia política?

O promotor Geraldo Amorim e o juiz Marcelo Tadeu, responsáveis pelo processo criminal contra Everaldo, levantam dúvidas sobre a atuação da polícia de Alagoas.

Segundo o juiz, o delegado Marcílio Barenco, que viajou a São Paulo para participar das buscas de Everaldo, é inimigo político do deputado alagoano João Beltrão, que é amigo do pai de Eloá.

Para Marcelo Tadeu, a polícia está em busca de fatos que liguem Everaldo ao político, para que possa acusá-lo também.

Arquivo quase morto

O juiz Marcelo Tadeu defende que o pai de Eloá só se entregue à Polícia Federal.

Caso se entregue à polícia civil de Alagoas, o juiz adverte que a chance de ser morto é de 70%, já que seria um arquivo vivo dos crimes praticados pela gangue fardada, grupo de extermínio de Alagoas.

O juiz Tadeu lembrou que a maioria dos integrantes da gangue fardada foi morta por queima de arquivo.

Para o governo, não serve...

A secretária Edna Aparecida de Oliveira, de 40 anos, achou um envelope com R$ 6 mil reais dentro e entregou a um segurança do Hospital e Maternidade Celso Pierro, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas).

O dinheiro pertencia ao pedreiro Antônio Carmo de Souza, de 33 anos, que pegou um empréstimo em um banco, no último dia 6 de outubro, para comprar um carro.

O pedreiro se deitou para tirar uma soneca, e o envelope com as cédulas caiu no chão, até ser achado pela secretária.

Edna admitiu aos colegas que o dinheiro resolveria boa parte dos seus problemas financeiros, mas optou pela honestidade de não ficar com o que não era seu.

Conclusão: a moça é inapta a fazer parte do Governo do Crime Organizado que infesta o Brasil.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Outubro de 2008.

sábado, 25 de outubro de 2008

Meirelles reclama com amigos da agressividade e falta de educação de Lula e está louco para sair do BC

Edição de Sábado do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


O presidente Henrique Meirelles voltou a manifestar a amigos dele a vontade de deixar o Banco Central. Só que Meirelles sabe que não pode fazer isso no momento, porque agravaria a crise de confiança. O desgaste de Meirelles chega ao limite por causa de bate-bocas com o chefão Lula da Silva. Na quinta-feira, Meirelles ficou injuriado pelo jeito agressivo e deseducado com que Lula o tratou numa reunião. Lula cobra milagres que Meirelles não pode produzir como líder da autoridade monetária.

O troco de Meirelles em Lula veio publicamente, mas fora do País, onde ele reina em prestígio. Em palestra a investidores nos EUA, o presidente Henrique Meirelles mandou ontem um recadinho para Lula. Meirelles afirmou que é preciso parar com as "piadas" a respeito da crise global. Meirelles foi claro: "É uma situação muito séria". Meirelles sabe que a crise, antes restrita a atividades financeiras, atingiu a economia real. O discurso irreal de Lula deixa Meirelles irritado.

Meirelles voltou a alegar que o Brasil está em situação favorável e, com outros emergentes, tem sido um "estabilizador". O presidente também defendeu as medidas oficiais contra a crise. Acontece que, na contramão do discurso dele, a intensificação das intervenções do Banco Central no mercado de câmbio foi insuficiente para deter a alta do dólar, que subiu 0,95% para R$ 2,327. Ontem, o BC interveio quatro vezes no mercado de câmbio e usou US$ 2,8 bilhões para baixar a cotação da moeda norte-americana. Na semana, o dólar se valorizou 9,76%. No ano, a valorização é de 30%

As empresas brasileiras podem perder até US$ 10 bilhões com derivativos cambiais, devido à desvalorização do real em relação ao dólar. A previsão representa um prejuízo de 23% sobre cerca de US$ 44 bilhões aplicados em derivativos cambiais pelas empresas nacionais. A assustadora previsão é do economista-chefe do Banco Itaú Holding Financeira, Tomás Málaga. Mas o ex-diretor do Banco Central (BC) Paulo Vieira da Cunha prevê que os prejuízos potenciais com esses contratos de derivativos cambiais poderiam totalizar US$ 27 bilhões.

As empresas informaram perdas cambiais de mais de R$ 5 bilhões (US$ 2,19 bilhões) desde o início da queda da moeda brasileira. Foram muito afetadas a Aracruz Celulose, produtora de celulose, à Sadia, companhia de processamento de carne de aves, além do grupo Votorantim. Ontem, o chefão Lula da Silva batraqueou que o governo não vai socorrer empresas que registraram perdas nos mercados de derivativos. Mas o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, ponderou que a instituição pode socorrer empresas exportadoras que tiveram problemas com derivativos cambiais.

Ainda na contramão do discurso de Lula, será lançada uma linha de financiamento de capital de giro para as construtoras, que vai começar com R$ 3 bilhões e pode ser ampliada. O governo pensa em utilizar recursos do Tesouro Nacional, que repassaria o dinheiro ao BNDES e à Caixa Econômica Federal. Se o dinheiro público não vier, as grandes construtoras podem ter problemas de caixa com a escassez de crédito e correm o risco de não entregar empreendimentos aos mutuários

Fica por aqui

O juiz Fausto De Sanctis, da 6º Vara Federal de SP, proibiu o banqueiro Daniel Valente Dantas de deixar o Brasil sem autorização judicial.

Faltam menos de dois meses da conclusão do processo contra Daniel Dantas por suposta tentativa de corromper um policial.

Dantas nem pensa em fugir, e seus negócios, afetados pela crise, ainda podem até receber o socorro do desgoverno...

Sanguessugas

O ex-senador Ney Suassuna (PB) e os ex-deputados federais Isaias Silvestre (MG), Nilton Balbino (RO), Robério Cássio Ribeiro Nunes (BA), José Cleonâncio da Fonseca (SE) e José Heleno da Silva (SE) foram denunciados pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT) por envolvimento com a Máfia dos Sanguessugas.

Eles vão responder por crimes de formação de quadrilha, corrupção e lavagem de dinheiro.

O esquema funcionava com o desvio de recursos de emendas parlamentares direcionadas à área de saúde, destinadas para a compra de ambulâncias e equipamentos hospitalares de forma superfaturada pela empresa Planan, pertencente ao empresário Luiz Antonio Vedoin.

“Desemprego”

O Senado concluiu ontem a exoneração de 86 parentes dos senadores e de servidores ocupantes de cargos de chefia, em cumprimento à determinação do STF.

O senador campeão de nepotismo era Efraim Morais (DEM-PB), que teve de demitir uma filha, cinco sobrinhos e um cunhado.

O diretor de Recursos Humanos do Senado, João Carlos Zoghbi, também tinha sete parentes em postos de confiança: a mulher, três filhas, um irmão, uma cunhada e uma ex-nora.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Outubro de 2008.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Promessa de que BC tem US$ 50 bilhões para queimar deve alimentar ataques especulativos contra o País

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


O presidente Henrique Meirelles soltou ontem o discurso que os especuladores cambiais queriam ouvir. O Banco Central comunicou, oficialmente, que terá mais US$ 50 bilhões para evitar a disparada do dólar. Na prática, o BC anunciou que poderá assumir uma posição passiva em dólares de pouco mais de US$ 43 bilhões. O BC aposta que o leilão de swap cambial não afeta as reservas do País, no total de US$ 200 bilhões.

No fim de setembro o BC tinha uma posição ativa de US$ 22,45 bilhões no mercado futuro. Tudo graças à venda dos chamados swaps cambiais reversos, em que o BC assume uma posição ativa em dólares. O problema é que a tal ativa vem sendo consumida rapidamente. Até quarta-feira, as vendas de swaps já haviam chegado a US$ 13,6 bilhões, além de US$ 1,5 bilhões de swaps cambiais reversos.

Ontem, o BC fez intervenções de US$ 3 bilhões. O anúncio de que tem dólares para “queimar” surpreendeu o mercado, no momento em que a cotação do dólar estava em R$ 2,524. A promessa do BC fez o dólar recuar imediatamente. No fim do dia, ficou em R$ 2,305, com a queda 3,15%. A moeda norte-americana já se valorizou 21% no mês e quase 30% neste ano.

O Banco Central informa que, com o agravamento da crise em outubro, investidores externos tiraram US$ 5,2 bilhões do mercado financeiro brasileiro. As maiores perdas ocorreram na Bovespa, de onde saíram US$ 4,4 bilhões.

Perguntinha idiota

Quais são os bancos realmente com problema no Brasil?

Se está tudo bem, como alega o desgoverno, não precisaria de pacotinho para socorrer financeiras...

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Outubro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Os culpados

O chefão Lula da Silva voltou a culpar ontem os bancos nacionais (seus tradicionais aliados) por não manterem a oferta de crédito em níveis normais.

Segundo Lula, o governo federal já fez sua parte ao alterar as regras dos depósitos compulsórios:

"Os bancos têm responsabilidade concreta porque não há nenhuma razão para que parem nenhuma política de financiamento. Da parte do governo, nós estamos liberando compulsório para fazerem os empréstimos e financiamentos".

Bravata?

No início do mês, o Lula bravateou que caso o dinheiro liberado do compulsório não voltasse a circular no crédito, seria tomado de volta pelo governo.

O compulsório obriga que as instituições financeiras recolham junto ao Banco Central parte do dinheiro depositado pelos seus clientes.

Em tese, os bancos ficam com menos dinheiro para emprestar e fazer outras operações.

Nas últimas semanas, o governo alterou vários pontos dessa regra para liberar mais dinheiros às instituições financeiras.

Gol contra

Lula volta a incentivar o consumo irresponsável dos cidadãos, com base na busca de crédito a juros absurdos – e não no dinheiro gerado produtivamente.

"Acho que as empresas do comércio varejista têm de continuar vendendo, porque aprendi, mais uma vez, e falando em futebol, que a melhor defesa é o ataque. Neste momento o Brasil tem que ir para o ataque".

Ontem, pelo crédito nada fácil que Lula oferece, o consumidor seria obrigado a pagar taxas absurdas de até 2,4 vezes.

Tudo pelo consumismo

O Banco do Brasil analisa adquirir cinco carteiras de financiamento de carros de bancos de pequeno porte ou ligados às montadoras.

"A indústria automobilística tem uma cadeia extraordinária, e não queremos que deixe de ser um dos carros-chefes da economia brasileira".

O BB, que oficialmente nega as negociações, tem R$ 3 bilhões para socorrer o setor de crédito automobilístico.

Mais marola

Lula batraqueou ontem que a autorização para que bancos oficiais comprem instituições financeiras privadas não significa dar dinheiro a empresas em dificuldade por conta da crise financeira global.

Não estamos dando dinheiro para qualquer empresa e para qualquer banco. E não vamos dar dinheiro. É importante saber que quem errou pagará pelo seu erro. O que o governo pode fazer em alguns momentos é comprar ações e, na medida que a empresa se recupere, vender as ações de volta”.

Lula brinca com coisa séria: Se a medida não é de socorro, porque o desgoverno baixou o pacotinho em duas Medidas Provisórias goela abaixo do Congresso?

Crise eleitoral

Ontem o sinal de alerta foi ligado na campanha petista pela prefeitura de São Bernardo do Campo – a única eleição que o ego de Lula não aceita perder.

No começo da noite, o comitê do candidato Luiz Marinho soltou panfletos na cidade tentando se defender de ataques da oposição.

O texto, cheio de “Nãos”, na contra-mão do indicado discurso político positivo, indica que a crise sobre a indústria automobilística, em pleno ABC, já afeta a campanha petista que se considerava previamente “vitoriosa”.

Apelando

Para evitar queda nas vendas e driblar a escassez de crédito dos bancos, as montadoras oferecem aos consumidores neste mês juros menores do que a taxa média cobrada pelo mercado.

Na primeira quinzena de outubro, as vendas de carros caíram 10% em relação a igual período de setembro.

Algumas montadoras anteciparam em até um mês as promoções e feirões, que, geralmente, ocorrem em novembro.

O Culpado?

O ex-presidente do Federal Reserve Alan Greenspan se declarou ontem surpreso com a ''tsunami financeira'' que afeta os Estados Unidos.

Em audiência no Comissão de Supervisão e Reforma do Governo, na Câmara dos Representantes, Greenspan admitiu que os mercados deveriam estar mais regulados.

O ex-czar do Fed reconheceu que esteve ''parcialmente'' equivocado quando apostou na desregulamentação do mercado e se opôs a uma maior regulamentação dos derivativos e à regulação de bancos.

Tempos especulativos

Durante o período em que Greenspan esteve à frente ao Federal Reserve, o banco central privado norte-americano, se acelerou o processo de desregulamentação.

Ao mesmo tempo, nos mercados financeiros, se multiplicaram os sofisticados ''instrumentos'' de investimento especulativo.

Logo, Greenspan é um dos pais da crise atual...

O caos

Durante o ano, o governo dos Estados Unidos assumiu o controle de entidades hipotecárias, como Freddie Mac e Fannie Mãe.

Nacionalizou parte do negócio de seguros ao intervir na American International Group (AIG).

Iniciou a compra de ações de bancos privados; e garantiu as letras comerciais num esforço para desbloquear o crédito.

A crise financeira prejudica diretamente as famílias, que enfrentam execuções sem precedentes de hipotecas, e a queda dos preços das propriedades e de outros ativos.

Raivinha

Lula está com ódio do presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), por ele ter reclamado que o Congresso está "sufocado" pelo excesso de medidas provisórias editadas pelo governo.

Na cara de Lula, Garibaldi comparou as MPs atuais aos decretos-leis que eram usados pelos governos militares para legislar:

"Posso estar sendo mal-educado, mas estou sendo autêntico, não sou hipócrita”.

O Palácio do Planalto recebeu com surpresa e raiva o discurso de anteontem, feito num ato solene, quando estava sendo comemorado justamente o 20º aniversário da Constituição que criou o mecanismo das MPs.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Outubro de 2008.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Especuladores suíços forçam Brasil a queimar reservas cambiais, e BC socorre bancos e empreiteiras

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Uma manobra cambial comandada por um grande banco suíço força o Banco Central do Brasil a queimar suas reservas internacionais bilionárias. O esquema, que deixa o BC refém da alta do dólar, faz parte de um ataque especulativo mundial contra as moedas de países emergentes. A autoridade monetária terá pouco a fazer para conter uma maxidesvalorização do real.

O Banco Central negocia empréstimos em dólar com o Fed (Banco Central privado dos EUA) para intervir no câmbio. Como a medida não deve surtir muito efeito, ainda mais depois de anunciada quase que oficialmente pelo BC, a equipe econômica tentará repetir a velha tática de adoçar o bolso dos especuladores. O Brasil pretende zerar o Imposto sobre Operações Financeiras cobrado de estrangeiros que compram títulos do governo e de empresas que trazem recursos de empréstimos e financiamentos para o país ou remetem dólares.

Outra medida apelativa foi a Medida Provisória 443. O presidente Henrique Meirelles confirmou que existe o interesse de outros bancos centrais do mundo em realizar operações com reais. Assim Meirelles justificou a nova medida, que permite o BC realizar operações de swaps (contrato de derivativo que prevê troca entre variações de diferentes ativos) com seus congêneres.

Meirelles também informou que, até o momento, nenhum banco brasileiro recorreu ao redesconto. A linha de empréstimo especial do BC, espécie de "cheque especial" dos bancos, permite que carteiras de créditos da autoridade monetária funcionam como garantias dos empréstimos.

Depois de constatar que a marolinha virou mesmo um tsunami no horizonte, o desgoverno baixou ontem a Medida Provisória 442. Graças a ela, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica podem comprar, sem licitação, bancos e empresas em dificuldade ligadas a eles. As operações da Caixa poderão envolver outros setores, principalmente a construção civil, seguradoras, empresas de previdência privada e de capitalização. Para isso, será criada uma nova estatal, um banco de investimento para comprar participações.

O desgoverno abriu caminho para a estatização do setor e a criação de subsidiárias de BB e CEF sem aval prévio do Congresso. Por trás das medidas, o governo embute brechas para socorrer empreiteiras financiadoras de campanhas, bancos envolvidos em corrupção e maus gestores.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Outubro de 2008

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Ninguém acreditou

Duas frases desencontradas do ministro da Fazenda, Guido Mantega, deixaram ontem o mercado financeiro em polvorosa:

A primeira: “Não tem banco quebrando. O sistema financeiro brasileiro está sólido, é um dos mais sólidos do mundo. Nada é feito às escondidas. Estamos criando mais uma alternativa”.

A segunda: "Nós sabemos que há problemas de liquidez em algumas instituições".

Depois vende...

A presidente da Caixa, Maria Fernanda Coelho, advertiu que a instituição poderá comprar pequenos bancos, mas habitação e saneamento são o foco.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que a medida "cria mais uma alternativa" para bancos com problemas de liquidez por causa da crise internacional.

Depois que o crédito for restabelecido, segundo Mantega, os bancos poderão ser novamente vendidos, "a preço de mercado".

O vice-presidente de finanças, mercado de capitais e relações com investidores do Banco do Brasil, Aldo Luiz Mendes, anunciou ontem que Nossa Caixa e Banco de Brasília (BRB) serão os primeiros da lista de compra.

A reação

O mercado reagiu com desconfiança.

O dólar subiu 6,68%, fechando a R$ 2,38.

O risco-Brasil deu um salto de 27,7%, para 677 pontos.

A Bolsa perdeu 10,18%, após ser acionado uma vez o "circuit breaker"

Gastando com a crise

Até agora, a ação do desgoverno brasileiro contra crise soma 22 medidas.

Já foram liberados R$ 207,8 bilhões ao mercado.

Existem mais R$ 49,3 bilhões em compulsórios que podem ser usados, segundo aviso prévio do Banco Central (BC).

Tudo pelo crédito

O desespero da equipe econômica é para o restabelecimento do crédito no país, que secou desde o acirramento do pânico internacional.

Com a escassez e o encarecimento dos empréstimos, a economia real já está sendo fortemente atingida.

Os mais prejudicados são as exportações, a agricultura e o financiamento de bens de consumo duráveis, como veículos, e de imóveis.

Encolhendo

O volume de crédito bancário caiu primeiros dias do mês, enquanto se agravava a crise de liquidez.

O volume de operações para pessoas físicas caiu 13% nos oito primeiros dias de outubro, na comparação com o mesmo período de setembro. Para as empresas, a redução foi de 12,8%.

O volume de crédito, até o dia 10, encolheu 0,2% - expurgada a desvalorização cambial de 19,5% no mês, que distorce o resultado.

Recessão de verdade

O banco suíço UBS, que no Brasil é representado pelo UBS Pactual, enviou comunicado nesta quarta-feira informando que seus economistas já esperam uma recessão global.

Para os Estados Unidos, a expectativa é de pelo menos quatro semestres de retração econômica, já a partir do segundo semestre deste ano, seguida por uma recuperação lenta.

O UBS avalia que uma recessão é inevitável na Europa, especialmente em países com desequilíbrios marcantes, com provável queda de juros promovidas pelos bancos centrais.

Na seleção

Pelo visto, não existe crise mesmo...

O Itaú anunciou ontem que fechou contrato de patrocínio no valor de US$ 15 milhões por ano com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até 2014, ano da Copa do Brasil.

O acordo inclui as seleções feminina e as equipes de base.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Outubro de 2008.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Desgoverno agora vai socorrer construtoras, mas segue com a marola de que está tudo bem com o Brasil

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Aos empreiteiros e banqueiros tudo. Na lógica de sempre, sob a desculpa da crise internacional, o desgoverno agora vai mexer nas regras de uso da poupança a fim de liberar recursos para financiar as necessidades de capital de giro das construtoras.Uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) ou uma medida provisória de sua majestade Lula permitirá à Caixa Econômica Federal destinar R$ 2 bilhões ao setor. A taxa de juros ficará em torno de 9% ao ano, mais a TR.

Atualmente, os bancos são obrigados a aplicar 65% do montante captado com a caderneta para setor, mas só o fazem com financiamento direto ao mutuário ou para as empresas durante a fase de construção de moradias. Em princípio, o desgoverno alega que a medida valerá apenas para a Caixa Econômica Federal. Mas não há quem descarte que os bancos, para compensar ausência de ganhos em outros negócios, entrem no lucrativo esquema do Sistema Financeiro da Habitação.

Na gestão da crise, a equipe de Lula continua marolando. O presidente Henrique Meirelles, do Banco Central, informou ontem, no Plenário da Câmara, que, ao todo, o BC já movimentou US$ 22,9 bilhões com as diversas modalidades de venda de câmbio durante a crise. Mas Meirelles , alega que o valor ''não é quase nada" perto da injeção efetiva US$ 595 bilhões dos sistemas financeiros americano e europeu.

Segundo Meirelles, até a última segunda-feira, o BC vendeu US$ 12,9 bilhões em swaps, US$ 3,7 bilhões em linhas, US$ 1,5 bilhões em não-rolagem de swap reverso, US$ 1,6 bilhões no primeiro leilão para linhas de comércio exterior, realizado ontem, e US$ 3,2 bilhões no mercado à vista.

O presidente do BC voltou a afirmar que a crise mundial é severa, mas que o Brasil tem condições de enfrentá-la bem. Segundo ele, o Brasil é um dos países com melhor desempenho econômico neste período de crise internacional de crédito. Durante sua apresentação no plenário da Câmara, Meirelles afirmou que o principal diferencial desta crise em relação às anteriores é o fato de outras instituições financeiras, além das bancárias, estarem sofrendo impactos intensos da falta de crédito.

Reunismo

Lula da Silva convocou, para as 14h da próxima segunda-feira, uma reunião extraordinária do Mercosul (ou será da turma do Foro de São Paulo?) para discutir a crise financeira internacional.

O encontro marcado por Lula, que está exercendo a presidência do bloco comercial, está marcado para o Palácio do Itamaraty, em Brasília.

O objetivo é avaliar os impactos da crise financeira mundial em cada país do bloco e possíveis mecanismos que permitam atenuar os efeitos da crise nas nações do Mercosul e dos impactos provocados pela quebra de grandes bancos nos Estados Unidos.

Eles se entendem

George W. Bush, um dos piores presidentes da história dos EUA, convidou o chefão Lula para a próxima reunião do G-8 (Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Canadá e Rússia) no mês que vem, em local e data a serem definidos.

Na versão do Palácio do Planalto, no telefonema de 15 minutos ontem, Bush disse a Lula que está interessado em discutir com líderes das maiores economias do mundo formas de evitar novas crises financeiras no futuro.

O presidente norte-americano não revelou quantos países serão convidados para o encontro.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Outubro de 2008.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Advogados escrevem que Marcos Valério pode ter a morte encomendada na cadeia por queima de arquivo

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


A defesa do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza teme que ele seja morto, caso acabe transferido para uma prisão comum. Valério detestaria ser levado para o Centro de Detenção de Guarulhos, na Grande São Paulo. A Justiça Federal decretou ontem a prisão preventiva de Valério, alvo maior da Operação Avalanche - investigação da Polícia Federal (PF) sobre suposto esquema de fraudes fiscais, extorsões e espionagem. O famoso carequinha acusado de operar o caixa 2 do mensalão agora é suspeito de ser o articulador do esquema.

Os criminalistas Marcelo Leonardo e Sérgio Rodrigues Leonardo enviaram um ofício em caráter de urgência à juíza Paula Mantovani, da 1ª Vara Criminal Federal de São Paulo, e ao superintendente regional da Polícia Federal em São Paulo, Leandro Daiello Coimbra, advertindo: "Há pessoas interessadas no seu silêncio que podem, valendo-se da oportunidade, encomendar sua morte, numa típica ação de queima de arquivo. Desde que Valério foi preso, sua família e pessoas próximas, além dele próprio, receberam, por vias diferentes, alguns recados com ameaças veladas no sentido de que se for transferido para alguma unidade prisional do sistema carcerário estadual estará correndo sério risco de vida".

A decisão de manter Valério preso foi da juíza Paula Mantovani, da 1ª Vara Criminal Federal de São Paulo. A magistrada estendeu a prisão ao advogado Rogério Tolentino, sócio de Valério. A juíza avalia que "ambos os investigados têm ampla possibilidade de acesso aos órgãos públicos e de obter deles informações sigilosas, de modo que sua colocação em liberdade, nesse momento, colocaria em sério risco a regularidade da instrução criminal".

Para manter Valério e Tolentino presos, a juíza acolheu representação do delegado Rodrigo de Campos Costa, chefe do Setor de Inteligência da PF e condutor da Avalanche. Costa e sua equipe descobriram que, no dia anterior à operação, Valério teria sido alertado e só não escapou porque foi mantido sob severo monitoramento.

Medinho

Será que Marcos Valério teme o mesmo destino do falecido prefeito Celso Daniel, de Santo André?

Afinal, quem teria tanto interesse em matar o carequinha do Mensalão?

Seriam os mesmos que seqüestraram, torturaram, seviciaram e assassinaram Daniel?

Quem matou o arquivo?

A Polícia Federal suspeita que Marcos Valério deu fim a documentos que poderiam comprometê-lo e a seus aliados - empresários, lobistas, advogados e policiais federais.

A PF constatou que horas antes da Avalanche dois veículos deixaram a casa de Valério de madrugada.

"Aludido fato demonstra ser bem provável que os automóveis foram até o local para dele retirar documentos ou outras evidências comprometedoras, não sendo razoável supor-se que tal saída, pela hora em que ocorreu, referia-se a assuntos rotineiros e sem importância para o caso".

Foi o comentário da juíza Paula Mantovani em seu despacho.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Outubro de 2008.

Rapidinhas do Alerta Total

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Travou por quê?

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal denunciam que a investigação do desdobramento da Operação Pasárgada, que apurou desvio de verbas públicas, está travada.

Policiais e promotores reclamam que isso acontece desde que o Superior Tribunal de Justiça assumiu o inquérito, por este envolver um juiz federal.

O STJ nega travamento e alega que o inquérito corre nos prazos legais.

Lavanderia

Flávio Maluf e a ex-mulher dele, Jacqueline, prestam declarações hoje no processo criminal movido pelos magistrados franceses Henri Pons e Jean-Marie d’Huy, do Tribunal de Grande Instância de Paris.

Flávio e a ex-mulher serão ouvidos porque uma empresa criada por eles, em Liechtenstein, a Fundação Blackbird, teria depositado na conta francesa de Maluf exatos US$ 1.455.321,50.

O ex-casal Maluf – que agora está separado - é suspeito de lavagem de dinheiro.

Morte patética

Foi simplesmente patético o relato do motorista Roberto Costa Júnior contando como matou o empresário Arthur Sendas.

Roberto Costa Junior entregou-se à polícia à noite e confessou o crime.

Ele pediu desculpas à família e alegou que o disparo foi acidental.

A versão

Ao se apresentar à polícia, Júnior afirmou que procurou o empresário por temer perder o emprego, já que o neto de Sendas foi morar nos Estados Unidos até dezembro.

O motorista, que ganhava R$ 2,2 mil por mês, alegou que se assustou com a atitude do patrão.

“Ele disse: ‘Chega na minha casa numa hora dessa pra falar isso comigo?’. Depois me xingou e me empurrou”.

Segundo o motorista, nesse momento, a arma teria caído no chão e os dois teriam se abaixado para pegá-la.

Júnior alegou que tentou puxar a pistola do empresário, quando ocorreu o disparo.

O tiro de pistola 380 acertou o olho esquerdo e atravessou a cabeça do empresáro, que também fraturou o indicador esquerdo ao tentar se proteger do disparo.

Medo de demissão

Testemunhas confirmaram à polícia que Júnior estaria apreensivo nos últimos dias, pois corria o risco de ser demitido, já que o neto de Arthur Sendas, para quem dirigia, foi morar nos EUA.
Domingo, o motorista almoçou com a família, disse à mulher que iria para a casa do pai e não voltou.

À polícia, ele disse ter bebido apenas cerveja, mas há relatos de que ele teria ingerido conhaque.

China brecando

A economia da China esfria rapidamente e reduz as esperanças de que a demanda do país possa ajudar a manter aquecida a economia mundial.

O crescimento desacelerou no terceiro trimestre para 9% ante 10,1% no período anterior.

As empresas que se beneficiaram do rápido crescimento chinês, inclusive os fornecedores de
matérias-primas do Brasil, têm sentido o impacto: os preços das commodities desabaram nas últimas semanas.

Rússia parando

Excesso de oferta e falta de crédito à importação praticamente paralisaram a venda de carne bovina brasileira para a Rússia.

Alguns frigoríficos suspenderam a produção destinada ao país.

Os russos tentam renegociar contratos – o que ferraria ainda mais os exportadores brasileiros.

Guerra do boi

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos pediu o bloqueio da compra da empresa National Beef pelo grupo brasileiro JBS/Friboi.

O órgão americano informou que a aprovação dessa aquisição levaria o JBS a controlar 35% dos abates de bovinos no país.

Os norte-americanos alegam que isso seria prejudicial ao setor de food service e ao consumidor.

Queda de araque

O mercado financeiro reduziu a projeção para a taxa básica de juros no final do ano.

Segundo o boletim Focus, divulgado ontem pelo Banco Central, a estimativa caiu de 14,75% para 14,50%.

Ou seja, a queda é praticamente imperceptível...

Previdência na privada

A presidenta Cristina Kirchner deve anunciar hoje a estatização do sistema privado de aposentadorias na Argentina, que tem cinco milhões de investidores.

A justificativa para a medida são as perdas recentes de mais de 40% no mercado de ações, decorrentes da crise financeira global.

O sistema privado de previdência, que querem adotar também no Brasil, foi criado na Argentina pelo “saudoso” Carlos Menem, em 1994.

Quem acredita?

O presidente da Bolívia, Evo Morales, desistiu do direito à segunda reeleição.

A disputa do novo mandato se daria apenas em 2014...

O índio fez “um acordo” com a oposição para aprovar a nova Constituição boliviana, que irá a referendo em janeiro.

Cerca de 100 mil manifestantes tomaram o Congresso exigindo o pacto dos congressistas com Moralles.

Aumentinho?

O governo paulista ampliou a proposta de reajuste salarial para a Polícia Civil, na tentativa de acabar com greve que já dura 36 dias.

A proposta prevê aumento em duas etapas: 6,5% em janeiro de 2009 e 6,5% em janeiro de 2010.

Os reajustes valeriam para policiais da ativa e aposentados.

Além disso, 16 mil dos 35 mil policiais civis seriam promovidos.

Nem ele aguenta?

O CQC de ontem tentava entrevistar a marta em campanha...

Conseguiram falar com o Eduardo Suplicy e perguntaram porque o Favre não acompanhava a mulher...

Será que nem o argentino agüenta?

Macedo Olímpico

O colunista Fávio Ricco, da Tribuna da Imprensa, revela:

A direção da Record estuda definir um prêmio em dinheiro para todo atleta brasileiro que conseguir medalha de ouro na Olimpíada de Londres, em 2012.

Já tem quem fale em um milhão de reais.

Se isso for verdade, a medalha de 2012 será conhecida como o ouro do Reino de Deus?

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Outubro de 2008.