quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Trincheiras da liberdade

Edição de Artigos de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Arlindo Montenegro

Aqui tenho mato, passarinho, manga e jabuticaba. De noite vejo estrelas. E ainda conto com esta conexão de internet i...limitada, muito limitada! Sou da turma dos entrincheirados que ainda prezam certas liberdades banidas e inda sonham com utopias que pareciam viáveis e que de verdade são inconsistentes e cada dia mais descaracterizadas.

Acabaram as surpresas com o discurso que antes era de “esquerda” – contra o capitalismo imperialista – e o discurso que se identificava com a “direita” – a favor de um capitalismo utópico, democrático e civilizatório. Nova era: capimunismo. E os povos sem rumo, sem objetivo definido, confundidos, drogados, privados da lucidez em meio ao estridente barulho da propaganda.

A “esquerda” adotou os mecanismos da economia predatória e aliou-se aos imperialistas do consumo ilimitado, para fortalecer o poder contra tudo e contra todos: idealistas, crentes, românticos, filósofos... estão embolados e cercados pela realidade violenta. Os que parecem empunhar as rédeas do poder estão falidos no planeta bichado. Fingem defender o interesse do bem comum, fingem adotar ideologias, fingem até acreditar em Deus! Tudo pelo poder!

Nos cenários do poder político figuram os incapazes mais bem remunerados, atuando para as câmeras e editando o discurso à conveniência do momento. Como no cinema, as imagens, sons e movimentos transmitem qualquer coisa transfigurada, levando aos assistentes a mensagem do sonho.

O carnavalesco Joãozinho Trinta parecia ter essa visão do palco de fantasias e, quando destacava um aspecto sinistro, era censurado. De qualquer modo os circunstantes não alcançavam o conteúdo fundamental da esculhambação. Apenas riam da caracterização que, para alguns poucos poderia intuir verdades mais profundas.

O fato é que a percepção, entendimento do alcance e busca do bem comum ficou reduzida ao discurso dos que vivem entrincheirados, visionários que persistem na defesa de liberdades há muito descartadas. Tendem ao pacifismo, tendem ao respeito e tolerância. Acreditam no bem comum descrito pelos filósofos para construir um ambiente de liberdade e felicidade.

A liberdade imposta pelos poderosos vai na contramão do bem comum e foi substituída pela mobilização de vontades na corrida alucinante para “chegar lá”... onde? Até os esportes e competições olímpicas, atividades exemplares para destacar habilidades diferenciadas, limites musculares, vontade e persistência do homem, foram transformados em mercadoria.

Somos todos bichos mercadoria a serviço da propaganda guerreira, aristocrática, partidária, enaltecedora da miséria moral e mental. O desfile festivo obedece à “palavra de ordem”. Quem não aceita continua entrincheirado teclando sonoros discursos para combater a fúria dos deuses do olimpo material. Até quando?

Orwell criou o Ministério da Paz com atribuição de cuidar da guerra. Continuamos guerreiros divididos em ilhas microscópicas cercadas de tubarões. E lendo uma entrevista atribuída a Marcola, constatamos que “não existem mais proletários, nem infelizes, nem explorados... os guerreiros do ‘pó’ dominam a freguesia, “são fungos de um grande erro sujo”.

Na tal entrevista que dizem ter sido publicada (eu não vi!) o Marcola cita os responsáveis: Presidentes, Juizes, Generais, Deputados... e conclui citando Dante: “Percam todas as esperanças”, “estamos todos no inferno”. Vale pensar, mas o rumo das veredas da salvação afigura-se tenebroso.

Paro por aqui, desculpem, com ânsia de vômito. Mas volto já, quixotescamente.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

Recordar é ficar PT da vida...


Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

A reportagem acima, veiculada no Jornal da Record, foi um dos maiores exemplos de uso do bom humor para criticar um dos maiores escândalos brasileiros que ainda permanece impune e sem previsão de que venha a punir alguém, algum dia: o Mensalão.

A Sociedade Lúdico, Etílica e Carnavalesca Confraria do Garoto fez o seu protesto público contra o Mensalão, ironizando o triste episódio do dólar na cueca - que, recentemente, teve sua reedição com o Euro na cueca.

Recordar tais fatos é ficar PT da vida... Em julho de 2005, o petista José Adalberto Vieira da Silva, que tentava embarcar em um vôo de São Paulo para Fortaleza, foi preso carregando 100.000 dólares e 200.000 reais em espécie.

Detido em flagrante por agentes da Polícia Federal e levado para a delegacia do aeroporto, Vieira da Silva alegou que era agricultor e que o dinheiro era fruto da venda de legumes efetuada na Ceagesp, central de abastecimento de frutas e hortaliças em São Paulo.

Na verdade, Vieira da Silva era Secretário de organização do Diretório Estadual do PT no Ceará, trabalhava como assessor do deputado estadual José Nobre Guimarães (PT-CE).

Líder da bancada do PT na Assembléia Legislativa do Ceará, Guimarães é irmão de José Genoíno, na época presidente nacional do PT.

Guimarães foi coordenador da campanha presidencial de 2002 no estado, "por orientação de Lula" – segundo informava o site do PT naquele estado.

“Eureca”

Do leitor Adonias Mangueira, de São Paulo (SP), aquela que tem tudo para ser a pérola de 2008:

O que significa a palavra Eureca, segundo o Dicionário Oficial da Petralhada?

"Eureca é um cumpanheiru com Euros na cueca"...

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Medo de gravação comprometedora garante a promoção de Lacerda do inferno da Abin para o paraíso lusitano

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Exclusivo - Quem sabe (demais) faz a hora de uma nova promoção. Não espera acontecer a simples exoneração. Os dois versinhos meio lusitanos descrevem bem o que aconteceu ontem com o delegado federal Paulo Fernando da Costa Lacerda. Após semanas de complicadas negociações políticas sobre seu destino, o policial (ligadíssimo ao chefão Lula da Silva) comprovou o quanto vale a pena ter informação privilegiada sobre os poderosos de plantão.

Um dos homens mais informados sobre os intestinos do governo da República Sindicalista, Paulo Lacerda foi afastado, definitivamente, do comando da Agência Brasileira de Inteligência. No entanto, acabou “caindo para cima” com a nomeação para o cargo de adido policial na embaixada do Brasil em Portugal. Sai do inferno da Abin – onde sete diferentes grupos brigam por poder – para o paraíso da vidinha além-mar, ganhando um salário que pode chegar a R$ 70 mil, sem contar as mordomias diplomáticas de praxe.

O trunfo de Paulo Lacerda foi a informação de cocheira que ele detinha. Caso fosse jogado no ostracismo, amigos de Lacerda indicaram que poderiam vazar um escândalo, na mídia que comercializa a oposição. Viria à tona uma conversa gravada em que um grupo político pedia ao banqueiro Daniel Valente Dantas uma ajuda para a campanha presidencial de 2010. Agora, tal conversa vai sumir do mapa. Como um passe de mágica, será como se nunca tivesse acontecido. Afinal, arquivo bom é arquivo morto – ou bem silenciado pelas conveniências.

Lacerda foi diretor-geral da Polícia Federal de janeiro de 2003 a setembro de 2007. Depois exerceu o comando da Abin, onde tomou posse no cargo de Diretor-Geral no dia 4 de outubro de 2007. O agente sempre foi uma pessoa muito próxima do chefão Lula – que até o último momento queria reconduzi-lo ao cargo. O chefão acabou voto vencido no Planalto. Viu que não tinha condições políticas de fazer sua vontade presidencial. Nem por isso Lula deixou o amigo Lacerda ficar na merda... Arranjou-lhe uma saída honrosa.

Lacerda foi afastado temporariamente do cargo pelo chefão Lula da Silva, no começo de setembro, quando a revista "Veja" divulgou reportagem sobre suposto grampo, feito pela Abin, no telefone do presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, em conversa com o senador Demóstenes Torres (DEM-GO). Gilmar Mendes rodou a baiana e cobrou providências imediatas de Lula. No meio da crise, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, sugeriu o afastamento de Lacerda. Além do presidente do STF, surgiu a suspeita de que ministros e políticos do governo e da oposição também teriam sido grampeados.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, a quem a Abin está subordinada, informou ontem que o secretário de Planejamento e Orçamento da instituição, Wilson Roberto Trezza, permanece no cargo de forma interina durante pelo menos um mês. Como a nomeação de um novo diretor-geral da Abin depende de sabatina no Senado, o governo terá todo o recesso de janeiro para decidir a sucessão no órgão.

Ganhos

O novo salário do ex-diretor da Abin ainda não foi calculado.

Será, no mínimo, semelhante ao de adido policial em Paris, de US$ 17.500 (aproximadamente R$ 42 mil).

A PF só não sabe informar se Lacerda acumulará o valor com a aposentadoria de delegado, em torno dos R$ 20 mil.

Solucionadores

A criação do cargo para Lacerda, em Portugal, foi articulada pelos ministros da Justiça, Tarso Genro, e do GSI, general Jorge Félix.

Os dois foram emissários de Lula junto ao delegado, argumentando que a nomeação preservaria sua biografia e seria interpretada como uma manifestação de que o presidente confia em sua inocência.

O decreto que exonera Lacerda da Abin será publicado no Diário Oficial de hoje.

Também serão exonerados os assessores que já haviam sido afastados com ele, como o diretor-adjunto José Milton Campana e o delegado Renato da Porciúncula, ainda sem destino definido.

Importante missão

De acordo com o Ministério da Justiça, a principal atribuição de Lacerda em seu novo cargo será representar a PF junto às autoridades locais e à Interpol no combate ao tráfico de pessoas e aos crimes associados à imigração ilegal de brasileiros para o país europeu.

Até hoje, o Brasil só tinha adidos-policiais na França e em seis países com os quais faz fronteira: Argentina, Paraguai, Colômbia, Uruguai, Suriname e Bolívia.

Lacerda será o primeiro delegado aposentado a assumir esse tipo de cargo, que inclui a nomeação de mais um delegado como adjunto.

O Ministério da Justiça pretende abrir outras duas “adidâncias” policiais, na Itália e nos Estados Unidos.

Polêmica escuta

Lacerda caiu em função do suposto grampo nos telefones de Gilmar Mendes.

Até agora, as investigações oficiais não encontraram qualquer indício de autoria ou de que tenha sido feita a escuta.

O documento final do inquérito preparado pelos delegados da PF Rômulo Berredo e William Morad só fica pronto em janeiro, depois de serem ouvidas mais de 120 pessoas, ao longo de três meses de investigação.

Lula aguardava o resultado do inquérito para decidir se reconduziria Paulo Lacerda ao comando da Abin.

Arquivo morto

No dia 19, o GSI arquivou sindicância interna sobre a participação de agentes da Abin na Operação Satiagraha.

O GSI concluiu que integrantes da agência não realizaram escutas telefônicas contra Gilmar.

Em Brasília, todo mundo sabe que foi uma empresa privada de segurança quem fez a tal escuta.

Lula ilegal

O chefão Lula insistiu em regulamentar e garantir a destinação de R$ 14,2 bilhões no exercício de 2008 ao Fundo Soberano do Brasil (FSB).

O Ministério da Fazenda explicou que um decreto assinado ontem por Lula traz o estatuto do FSB, instrumento que permitirá ao governo criar poupança em épocas de excedente de receita para aplicar em ações de estímulo ao crescimento em épocas de desaceleração.

O decreto decorre de Medida Provisória baixada semana passada.

Jeitinho...

O governo arranjou uma alternativa inconstitucional encontrada pelo Palácio do Planalto para destinar ao fundo o equivalente a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2008.

O Congresso aprovou a criação do fundo que interessa aos banqueiros internacionais e empreiteiros.

Mas a "oposição" barrou projeto específico para a injeção de recursos ainda neste ano.

Sobrou pro STF

Três partidos políticos de oposição ao governo ajuizaram ontem ação no Supremo Tribunal Federal STF), questionando a constitucionalidade da MP.

DEM, PPS e PSDB querem impedir o Tesouro Nacional de emitir títulos públicos federais para dar lastro ao FSB, conforme autoriza a MP.

Resta esperar para ver qual será o comportamento do Supremo no complicado caso.

Perguntinha idiota

Será que o generoso DVD vai atender ao pedido que lhe foi feito, de ajudar na campanha presidencial de 2010?

Ouvidos bem atentos que atuam em Brasília e adjacências juram que a resposta é SIM!

Daniel Dantas sabe muito bem que toda a bronca contra ele logo se dissipa, e os negócios todos voltam ao normal, no melhor dos mundos possíveis e inimagináveis por quen não entende como funciona o poder no Brasil.

Filho da mãe...

Lula da Silva inaugura hoje, em Recife, o Parque Dona Lindu - chamado de "Taj Mahal" pelo prefeito João Paulo Lima e Silva (PT).

A obra que homenageia a mãe do chefão é tão polêmica quanto a Cidade da Música, no Rio de Janeiro, igualmente inacabada, construída numa área residencial à beira-mar, a mais valorizada do litoral Sul de Recife.

A obra, orçada inicialmente em R$ 19 milhões, deverá chegar a R$ 29 milhões, valor considerado muito alto para uma cidade com tantos problemas sociais como Recife.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Dezembro de 2008.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Cardeal critica PT por punir deputados contra o aborto, e MEC aumenta verba de marketing no ano pré-eleitoral

Edição de Artigos de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione o nosso blog aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


O Partido dos Trabalhadores sofreu ontem, durante uma missa, um duro ataque de seus maiores aliados na Igreja Católica. O cardeal arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Geraldo Majella, criticou o PT por abrir processo no Conselho de Ética do partido contra os deputados federais Luiz Bassuma (BA) e Henrique Afonso (AC), porque ambos são contra a descriminalização do aborto.

O ex-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) pegou pesado com os petistas abortistas: “Quando se procura até expulsar de um partido que está no poder (o PT) aqueles que não votaram pelo aborto, o que podemos esperar dessas pessoas? Não há dignidade humana. Daí vêm todas as corrupções, os mensalões, e só quem vai mesmo para a cadeia são os pobres”.

Na missa do Dia dos Santos Inocentes, Dom Geraldo criticou as mortes de crianças e adolescentes ocorridas este ano, e incluiu o aborto como mais uma forma de violência: “Tantas tentativas vemos para a legalização do aborto. Essa é a vitória do egoísmo. Morrem já no ventre materno, porque são bocas que aparecem para serem alimentadas e não há pão suficiente para ser repartido a todos”.

Além de insistir na aprovação do aborto no Brasil – que atende a interesses econômicos de ONGs internacionais e não ao suposto direito de liberdade de escolha da mulher, conforme os propagandistas abortistas apregoam -, o PT deu uma outra mancada em um setor essencial: a educação. A verba de comunicação e publicidade do Ministério da Educação (MEC) para 2009 é 55% maior do que a de 2008. Os R$ 28,72 milhões para as ações de comunicação social, que incluem publicidade e realização de eventos, equivalem a mais do triplo do valor gasto em 2007.

O jornal O Globo denunciou: “O Ministério da Educação justifica o aumento pela necessidade de aumentar a divulgação de ações do PAC da Educação, incluindo o Brasil Alfabetizado, programa que tem como foco ensinar jovens e adultos a ler e escrever. O problema é que esse programa teve sua verba total reduzida pelo MEC em torno de 15%: de R$ 353,9 milhões este ano para R$ 306 milhões em 2009. E, com o corte de R$ 1 bilhão no orçamento do MEC, aprovado pelo Congresso, perdeu ainda mais R$ 6 milhões. A verba para publicidade cresceu, mas o programa encolheu”.

O Globo denuncia mais: “O aumento de pelo menos R$ 10 milhões na verba da publicidade oficial supera a previsão de gastos em dois projetos específicos do MEC: o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes (que tem R$ 6,8 milhões no orçamento) e o Brasil Quilombola (R$ 1,8 milhão). O orçamento da União de 2009 destina R$ 40,52 bilhões ao MEC. Em termos proporcionais, os recursos de comunicação social correspondem a 0,07% do total”.

O que O Globo não lembra na reportagem é que o ministro da Educação, Fernando Hadad, é candidato a alguma coisa em 2010. Tudo indica que será candidato ao governo de São Paulo pelo PT. Mas, também, seria uma alternativa para a disputa à presidência da República, caso a Dilma Rousseff (pedetista e brizolista histórica, não emplaque). Talvez tais pretensões políticas justifiquem o aumento da verba do marketing. Ou isso é apenas mera coincidência?

Para entender por que isso acontece, leia abaixo os artigos: Éramos todos idealistas e A liberdade e a esquerda

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Dezembro de 2008.

Éramos todos idealistas

Edição de Artigos de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione o nosso blog aos seus favoritos

Por Arlindo Montenegro


Uns apaixonados e imediatistas aventurando-se a mudar o mundo à força, mesmo que utilizando violência. Em face de injustiças flagrantes, desvios, vacilos, comportamentos diferenciados no grupo, ausência de força física e saúde, manifestações de individualismo, religiosidade e coisas tais, aqueles revolucionários tinham uma frase para comentar a eliminação do condenado: “guerra é guerra, companheiro!”

Outros eram conservadores, reflexivos e obedeciam códigos de conduta mais aberta, ligados à marcha natural dos acontecimentos. Tementes a Deus de algum modo, reagiam em defesa. E acabavam por utilizar a mesma ferocidade, a mesma violência com a idêntica vontade de eliminar os contendores. Defendiam a família e a propriedade, defendiam a liberdade – também reconhecida aos outros - de pensar e agir em busca da felicidade.

Cada grupo de pensamento acreditava que a felicidade seria alcançada quando suas idéias fossem praticadas. E as idéias só poderiam ser postas e impostas através do poder. Impunha-se o poder, o domínio de todas as instituições, a submissão das populações ao verbo único para chegar à felicidade, à terra onde corria leite e mel para todos.

Uns preferiam mudanças naturais, correções de rumo sem rupturas à liberdade. Outros achavam que se deveria destruir todo o sistema e criar algo novo. O novo era indefinido. E havia em ambos a consciência que um impedimento maior, uma força sem rosto conhecido atrapalhava os planos econômicos.

As máscaras caíram. Uns não conseguiram provar que o novo era melhor que o antigo. Destruíram todos os fundamentos tradicionais: cultura da família, educação, segurança, privacidade, livre expressão do pensamento, respeito humano, percepção territorial (defesa pátria).

Jogaram tudo ao lixo! E nada, nadinha ofereceram de novo! Utilizaram os mesmos comportamentos como predadores da liberdade, característicos de toda estrutura de poder intolerante. Autoritarismo substituindo a autoridade sabia merecedora da reverencia.

Toda a riqueza acumulada, sumiu de um momento para outro nas mãos dos Mandrake! Os idealistas continuam idealistas suando a camisa para encontrar as pedras preciosas do humanismo. A violência disseminou-se como praga. E o poder continua intocável. Sem regras, sem piedade. As drogas embalam os sonhos da “galera”. Isto é muito bom para os poderosos.

Drogados riem e não reagem. Drogados sentem-se livres. O que era lucidez e curiosidade criativa ficou reduzido a tímidos protestos. Constata-se a realidade mas não se conta com um modelo coerente, nem com o poder para mobilizar seguidores. Os novos senhores associaram-se aos velhos senhores sob a proteção dos muros de castelos milenares, protegidos com blindagens e armamentos de última geração.

O Big Brother domina toda a comunicação e propaganda. A humanidade e os humanistas que se virem para sobreviver. Prevalece a mentira, a ilusão, o engano.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

A liberdade e a esquerda

Edição de Artigos de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione o nosso blog aos seus favoritos

Por Thomas Sowell

A maior parte das pessoas na esquerda não se opõe à liberdade. Elas apenas são favoráveis a todo tipo de coisas que são incompatíveis com a liberdade.

Liberdade significa, no fim das contas, o direito de as pessoas fazerem coisas que nós não aprovamos. Os nazistas tinham o direito de ser nazistas sob Hitler. Somos livres apenas quando somos capazes de fazer coisas que outros não aprovam.

Um dos mais aparentemente inocentes exemplos das muitas imposições da visão da esquerda sobre os outros é a difundida exigência das escolas e universidades do “serviço comunitário”, para admissão de estudantes.

Há escolas de ensino médio em todo o país em que você não se forma, e faculdades em que você não entra, a menos que tenha se engajado em atividades arbitrariamente definidas como “serviço comunitário”.

A arrogância de se confiscar o tempo dos jovens – em vez de deixá-los (e a seus pais) livres para decidir como usar seu tempo – só não é maior que a arrogância de se impor o que é ou não é um serviço à comunidade.

Trabalhar num abrigo de sem-teto é amplamente considerado um “serviço comunitário” – como se ajudar e se acumpliciar com a vagabundagem fosse necessariamente um serviço, em vez de um desserviço, à comunidade.

Estará a comunidade mais bem servida com mais desempregados vagando pelas ruas, agressivamente mendigando pelas calçadas, urinando nos muros, deixando agulhas e seringas nos parques onde as crianças brincam?

Este é apenas um dos muitos modos em que a distribuição dos vários tipos de benefícios a pessoas que não trabalham rompe a conexão entre produtividade e recompensa.

Mas essa conexão permanece tão inquebrável como sempre esteve para a sociedade como um todo. Você pode fazer de qualquer coisa um “direito” para indivíduos ou grupos, mas nada é um direito para a sociedade como um todo, nem mesmo comida ou abrigo, que têm de ser produzidos pelo trabalho de alguém ou eles não existirão.

Para alguns, o que “direitos” significam é forçar outras pessoas a trabalharem para o benefício deles. Como uma frase de pára-choque de caminhão diz: “Trabalhe duro. Milhões de pessoas on welfare [vivendo dos programas sociais do governo] estão dependendo de você.”
O mais fundamental dos problemas, contudo, não é que atividades particulares são exigidas dos estudantes sob o título “serviços comunitários”.

A pergunta fundamental é: O que, afinal, qualifica professores e membros das comissões de admissão das faculdades a definir o que é bom para a sociedade como um todo, ou mesmo para os estudantes sobre os quais são impostas suas noções arbitrárias?

Qual especialidade eles têm que justifica sobrepor-se à liberdade dos outros? O que suas imposições mostram, exceto que “os idiotas abundam onde os anjos temem pisar”1?
Que lições os estudantes aprendem disso, exceto a de submissão a um poder arbitrário?

A finalidade é, supostamente, a de que os estudantes adquiram um sentido de compaixão ou nobreza por meio do serviço aos outros. Mas isso depende de quem define compaixão. Na prática, isso significa forçar os estudantes a se submeterem à propaganda para fazê-los receptivos à visão de mundo da esquerda.

Estou certo de que aqueles favoráveis às exigências de “serviços comunitários” entenderiam o princípio por trás das objeções a esses serviços se exercícios militares fossem exigidos nas escolas de ensino médio.

De fato, muitos que promovem o “serviço comunitário” obrigatório são fortemente contrários ao treinamento militar mesmo voluntário nas escolas de ensino médio e faculdades, embora muitos outros considerem esse treinamento como uma contribuição à sociedade muito maior que alimentar pessoas que se recusam a trabalhar.

Em outras palavras, esquerdistas querem o direito de impor suas idéias do que é bom para toda a sociedade – um direito que eles veementemente negam àqueles cujas idéias do que é bom para a sociedade diferem das deles.

A essência da intolerância é recusar aos outros os direitos que você exige para si próprio. Tal intolerância é inerentemente incompatível com a liberdade, embora muitos esquerdistas fiquem chocados de serem considerados oponentes da liberdade.

Publicado originalmente em Townhall.com e no Mídia Sem Máscara em 26 de dezembro de 2008

domingo, 28 de dezembro de 2008

Quem pode phode? Ou nóis que sífu?

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione o nosso blog aos seusfavoritos.

Por Jorge Serrão


A dita oposição (se é que ela existe) tem o dever moral de entrar com um pedido de impeachment do Presidente da República. Não se trata de golpismo e muito menos de oportunismo. Trata-se de estrito respeito ao princípio legal e democrático – coisas raras aqui no Brasil. Como diria um popular neolingüista, algúem merecia “sífu” na estória.

O chefão Lula da Silva abusou de seus poderes no lançamento do Fundo Soberano do Brasil. Alterou o texto original da Lei 11.887 que fora aprovado pelo Congresso, usando a oportunista Medida Provisória 452. Também atropelou uma decisão do Supremo Tribunal Federal que impede que créditos orçamentários sejam criados por Medida Provisória. A única exceção permitida é em casos de calamidades ou guerras.

Na prática, Lula criou o princípio de tirar verbas do orçamento da União, para financiar gastos sem autorização legislativa. Três partidos (ditos de oposição) DEM, PSDB e PPS, prometem recorrer, nesta segunda-feira, ao STF, denunciando a inconstitucionalidade da decisão de Lula.

O curioso é que o chefão está nem aí. Na cabeça dele, vale o princípio de “quem pode phode”. A oposição que “sífu”. Lula já deixou vazar na imprensa amestrada que está a fim de comprar a briga com a oposição. Lula garante que ganha a guerrinha. Já adiantou que vai carimbar seus opositores como inimigos das medidas de incentivo ao emprego, à produção e ao desenvolvimento. Será que seus opositores (?) cairão facilmente na armadilha retórica já anunciada?

O tal “fundo soberano” criado por Lula tem nada de soberano. Devia se chamar “Fundo para os Soberanos do Brasil”. Só para lembrar, nossos soberanos são os banqueiros líderes da Oligarquia Financeira Transnacional. O tal fundo, que em tese seria uma poupança bilionária, só interessa a eles (que vão aplicar a grana) e indicar, estrategicamente, que empresas e empreendimentos (controlados por eles) serão beneficiados com os recursos.

O mecanismo é simples. O dinheiro do fundo ficará depositado no exterior, em bancos amigos. Para não prejudicar a aplicação, o desgoverno petralha inventou a manobra da emissão de títulos públicos para a integralização das cotas do Fundo Fiscal de Investimentos e Estabilização. O tal FFIE ficará encarregado de aplicar o dinheiro do fundo (nada) soberano. Quem vai controlar o FFIE? Os aliados que comandam o Banco do Brasil.

A jogada é mais que manjada. O Brasil vai emitir títulos e pegar "emprestada" a própria grana economizada. O dinheiro novo, oriundo de nossa "hipoteca", vem para um fundo de investimentos para infra-estrutura gerido pelo Banco do Brasil. Junto com o governo, o banco chapa branca vai definir as obras para agradar aos empreiteiros que ajudarão na campanha presidencial de 2010...

O dinheiro também ajudará em investimentos para aquisição acionária ou na injeção de recursos em empresas estratégicas (sob a desculpa de uma onda desenvolvimentista para combater a crise da marolinha). Como a fiscalização sobre o uso da grana é precária no Brasil, tudo se torna possível... Muita gente boa ficar ainda mais milionária da noite para o dia.

Imoral da estória: Quem pode pode cada vez mais. O fundo (nada) soberano será um brinquedinho na mão de Lula e sua turma, para fazer a alegria de banqueiros, empreiteiros, aliados político-econômicos ou parceiros ocultos de negócios.

Pergunta idiota: Os ditos oposicionistas vão deixar a ilegalidade comer solta e permitir que a atual situação se fortaleça (ainda mais) econômica e politicamente?

Outra pergunta idiota: Precisa responder à questão anterior?

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://www.alertatotal.blogspot.com

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Dezembro de 2008.

sábado, 27 de dezembro de 2008

DEM, PSDB e PPS prometem acionar STF porque Lula alterou lei que cria o Fundo Soberano do Brasil

Edição de Sábado do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

DEM, PSDB e PPS vão mesmo recorrer ao Supremo Tribunal Federal contra a manobra ilegal do chefão Lula da Silva que teve a cara de pau de modificar o texto da lei 11.887 já aprovado pelo Congresso sobre a criação do Fundo Soberano do Brasil. Graças ao oportunismo técnico da equipe econômica de Lula, logo em seu primeiro dia de existência, o FSB já foi alterado. Será que ninguém será punido pela armação?

O dinheiro do fundo ficará depositado no exterior, em bancos amigos. Por isso, a idéia do governo é emitir títulos e pegar "emprestada" a própria grana economizada pelo Brasil novamente. O dinheiro novo, oriundo de nossa "hipoteca", viria para um fundo de investimentos para infra-estrutura gerido pelo Banco do Brasil. Não foi à toa que criaram o Fundo Fiscal de Investimentos e Estabilização.

Afinal, Lula precisa de obras para agradar aos empreiteiros que ajudarão na campanha presidencial de 2010... Só falta familiares ou amigos dele investirem na compra de ações ou no controle de empresas de construção civil para que a farra se complete. Lula já tem R$ 14,2 bilhões para "investir" em seus projetos. Como a fiscalização sobre o uso da grana é precária, tudo se torna possível...

A Medida provisória editada ontem pelo chefão permite destinar ao fundo soberano mais que o montante previsto para o ano que vem. Para capitalizar o fundo, poderão ser emitidos títulos da divida pública no valor equivalente ao poupado pelo governo. Sem a mudança, os R$ 14,2 Bilhões seriam exclusivamente para abater a divida. Na pratica, o governo reduz a divida, mas eleva o mesmo endividamento emitindo títulos no mesmo valor.

Por interesses dos banqueiros internacionais que vão administrar o fundo na surdina e para agradar aos empreiteiros doidos pela grana do PAC, o desgoverno alterou o texto aprovado no Congresso e vai emitir títulos da dívida para capitalizar o "cofrinho" - como o ministro Guido Mantega batizou o Fundo. Para isso, baixou medida provisória que autoriza a emissão de papéis, o que era vetado pelos parlamentares. Afinal, emissão de dívida precisa de previsão orçamentária aprovada pelo Congresso.

Como o Alerta Total advertiu, o Diário Oficial da União de ontem publicou uma flagrante ilegalidade cometida pelo chefão Lula da Silva, que poderia redundar em seu pedido de impeachment, caso houvesse oposição responsável no Congresso e se aqui se praticasse um mínimo de respeito ao Estado Democrático de Direito. Por decisão do Supremo Tribunal Federal, Lula não poderia ter editado uma Medida Provisória para transferir R$ 14 bilhões e 200 milhões ao recém criado Fundo Soberano do Brasil.

Na teoria, Fundo soberano ou Fundo de Riqueza Soberana (em inglês, Sovereign Wealth Funds - SWF) é um instrumento financeiro adotado por alguns países para fazer parte de suas reservas internacionais renderem um pouco mais. Na prática, o fundamental é saber quem vai administrar o fundo. E quem vai levar as comissões (até legais) das aplicações da grana. Por enquanto, Lula só quer instrumentos para gastar mais e sem controle, usando a crise da marolinha como desculpa.

Leia, abaixo, o artigo de Arlindo Montenegro: Valores e Virtudes Impostos

Tesourada

O governo vai esperar até fevereiro para definir o tamanho dos novos cortes no Orçamento de 2009, de forma a adequá-lo à realidade da crise econômica.

Tudo indica que haverá um contingenciamento - represamento provisório - de cerca de R$ 7 bilhões, que se somará ao corte de R$ 11,8 bilhões já definidos pela Comissão de Orçamento.

Com isso, o congelamento de despesas chegará próximo à casa dos R$ 19 bilhões, o mesmo volume deste ano.

Mais reunião

Depois de se reunir ontem com o chefão Lula da Silva, para definir os cortes, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, avisou que a sanção do Orçamento, que deve ser feita até 2 de janeiro, não terá a indicação dos recursos a serem contingenciados, para depois serem liberados ou não dependendo da conveniência do desgoverno.

Enquanto nada se define, o governo ganha tempo para ver o resultado da arrecadação de dezembro e janeiro e ter uma sinalização mais clara dos rumos da receita ao longo de 2009.

A reunião entre Lula e Bernardo prossegue segunda-feira, porque os dois não chegaram a nenhuma conclusão no encontro de ontem.

Pronta entrega

A Funai (Fundação Nacional do Ìndio) vai propor a criação de reserva indígena na tríplice fronteira do Brasil com Colônia e Venezuela.

Além de polêmico, o projeto é uma ameaça futura à soberania do Brasil na região.

Se aprovado, os limites da região Norte estarão praticamente encerrados em terras indígenas.

Nasceu Jesus, e é do Peru

Uma mulher peruana chamada Virgen María, casada com um carpinteiro, deu o nome de Jesús Emanuel a seu filho, nascido no dia de Natal, 02h22, horário local (05h20, hora de Brasília).

O parto não estava previsto para esta data, de acordo com o Instituto Nacional Materno Perinatal, na capital, Lima.

Mas Virgen María Huarcaya Palonimo, de 20 anos de idade, começou a sentir dores e teve que ser submetida a uma operação cesariana na qual nasceu o bebê que pesava 3,32 quilos e com 49 centímetros de comprimento.

Quase craque...

O marido da Virgen María tem a mesma profissão de São José: chama-se Adolfo Jorge Huamán, e tem 24 anos.

O pai de Jesús Emanuel disse que tinha planos de dar ao filho o nome de um jogador de futebol.

Mas mudou de idéia quando o nascimento ocorreu no Natal.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Dezembro de 2008.

Valores e Virtudes Impostos

Edição de Artigos de Sábado do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Mais uma vez empurrada para o Dia de São Nunca, a reforma tributária, de padrão meia-sola, está bem longe de simplificar e humanizar a coleta e a partilha da carga fiscal no Brasil, já da ordem de 37% do PIB. É como se o sistema tributário brasileiro não desfilasse o crachá de o pior do mundo, num ranking de 143 países pesquisados pelo Banco Mundial”.

(Newsletter de Joelmir Betting no dia de Natal/2008).

Por Arlindo Montenegro

Quando o artesão tece uma rede de fibra ou de algodão, contribui para a saúde e bem estar de outra pessoa. Quando o lixeiro coloca os descartes fétidos no caminhão, contribui para a saúde da população. Quando o operário cumpre sua parte, quando o lavrador ou técnico em agricultura exerce seu conhecimento na prática, contribui com o outro.

Estas pessoas contribuem para o bem estar e saúde das pessoas, contribuem efetivamente para a criação da riqueza da nação. Como também contribuem os professores, os comerciantes, os que transportam e tantos outros que movimentam diretamente a transformação da natureza em alimentos e produtos que facilitam o bem estar da gente.

Agora os mais bem remunerados dentre os brasileiros, pagos pelos tributos (37% do PIB) arrecadados pela Receita Federal mais outras taxas, encargos e cobranças disfarçadas, que elevam a extorsão oficial a quase metade de tudo quanto se produz por aqui, são os tais “representantes do povo”.

Todos os que vivem no Brasil, são obrigados - pelas Leis que Deputados, Vereadores, Senadores elaboram e os governantes assinam em baixo - a pagar para a manutenção da boa vida desta praga que assola a economia e escarnece dos que – obrigatoriamente – somaram votos para manter a pouca vergonha.

Artesãos, lixeiros, operários, agricultores, transportadores, comerciantes, professores e até desocupados na esperança de encontrar trabalho, pagam, obrigatoriamente, os impostos e taxas sobre as ínfimas remunerações, atribuídas pelas políticas trabalhistas ao artesão e ao lixeiro, ao operário, ao agricultor...

Para quem produz diretamente, 500, 1000 ou 5000 Reais por mês e um teto modesto em meio à violência poluída e estressante que fragiliza a saúde física e mental. Para os representantes, a fatia dos 10, 20, 30 mil – mais vantagens, comissões, casa, eletricidade, gás, telefone, tv, massagem, médicos e melhores hospitais e proteção da lei, impunidade, permissão para o furto continuado dos cofres públicos, cartões corporativos, verbas sigilosas.

Reforma tributária? Reforma política de modo a cobrar a responsabilidade e sensatez dos representantes? Reduzir os custos desta máquina de crimes maiores? O ministro da saúde faz menos pela saúde que os lixeiros! Os outros engravatados e titulados ministros que muito falam e pouquíssimo fazem pelo bem comum parecem estar vendidos e encantados com as benesses e beleza dos palácios onde circulam à luz dos refletores.

Esta é a novela sem fim do poder que se impõe contra todos. Uma novela na contra mão da tradição do Natal de Jesus, que ensinou “Amai-vos uns aos outros...”, que lembrou nossa origem comum e indicou a fraternidade para a condição digna.

Irmãos? Pais? Filhos? Família? Amor? Esperança? Fé? Segurança? Futuro planejado? Governo honesto? Democracia? – Tudo isto e mais, virtudes, tradição, respeito reverencial ao saber dos mais velhos, foi ensinado a muitos de nós. Pouco resta. Os valores impostos hoje são as mentiras e vícios de ontem. Impera o cinismo e a violência.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Dezembro de 2008.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Crime: Lula transfere ilegalmente R$ 14,2 bilhões para Fundo Soberano, ignorando impedimento do STF

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O Diário Oficial da União de hoje publica uma flagrante ilegalidade cometida pelo chefão Lula da Silva, que poderia redundar em seu pedido de impeachment, caso houvesse oposição responsável no Congresso e se aqui se praticasse um mínimo de respeito ao Estado Democrático de Direito. Por decisão do Supremo Tribunal Federal, Lula não poderia ter editado uma Medida Provisória para transferir R$ 14 bilhões e 200 milhões ao recém criado Fundo Soberano do Brasil. Acontece que Lula pode tudo e um pouco mais.

Lula e sua equipe econômica aproveitaram a véspera de Natal para passar por cima de uma decisão do STF que impede que créditos orçamentários sejam criados por Medida Provisória. A única exceção permitida é em casos de calamidades ou guerras. Na prática, Lula tira verbas do orçamento da União, para financiar gastos sem autorização legislativa. A libertinagem econômica se consolida na véspera do ano eleitoral. Lula quer instrumentos para gastar mais e sem controle, usando a crise da marolinha como desculpa.

Na teoria, Fundo soberano ou Fundo de Riqueza Soberana (em inglês, Sovereign Wealth Funds - SWF) é um instrumento financeiro adotado por alguns países para fazer parte de suas reservas internacionais renderem um pouco mais. Na prática, o fundamental é saber quem vai administrar o fundo. E quem vai levar as comissões (até legais) das aplicações da grana.

O Banco Central terá mais liberdade para comprar dólares. Tudo indica que o fundo vai adquirir papéis do BNDES emitidos no exterior. O banco, com os recursos captados, poderá financiar empresas brasileiras que queiram se internacionalizar ou financiar projetos de infra-estrutura, sobretudo na América Latina e África.

Bancos oficiais - como BNDES (ou uma subsidiária dele no exterior) - e até bancos de caráter regional, como Banco da Amazônia (Basa) e Banco do Nordeste (BNB) poderão administrar os recursos do Fundo Soberano como “laranjas”, já que a soberania do fundo será, de verdade, controlada pelos banqueiros internacionais que o inventaram e venderam a idéia para o time de Lula.

O fundo começa com os R$ 14,2 ilegalmente destinados por Lula. Para 2009, estão previstos R$ 15,6 bilhões para o tal fundo. O governo também pretende destinar ao fundo parte dos recursos obtidos com a exploração de petróleo na camada pré-sal (assim que isso virar realidade).

Tomando mais da sociedade

A receita total do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) nos onze primeiros meses de 2008 ficou em R$ 647,316 bilhões.

Foi superior aos R$ 551,751 bilhões de igual período do ano passado.

Descontadas as transferências para estados e municípios, de R$ 118,559 bilhões, a receita líquida atingiu R$ 528,756 bilhões.

Gastando mais

Já as despesas totais somaram R$ 437,236 bilhões.

Foi bem superior aos R$ 391,734 bilhões registrados no intervalo de janeiro a novembro de 2007.

O superávit primário do governo central é o resultado da diferença entre a receita líquida e as despesas totais.

Efeito marolinha

O chefão Lula da Silva tem uma reunião tensa hoje com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.

Os dois vão decidir que cortes no orçamento terão de ser feitos em 2009.

No desgoverno, já se fala em contingenciar R$ 20 bilhões em despesas ou investimentos.

O sinal de alerta foi aceso porque o governo teve uma queda de 18,8% em suas receitas, em novembro.

Palavra maldita

Contingenciar significa um bloqueio de despesas previstas no Orçamento Geral da União.

Trata-se de um procedimento empregado pela administração federal para assegurar o equilíbrio entre a execução das despesas e a disponibilidade efetiva de recursos.

As despesas são bloqueadas a critério do governo, que as libera ou não dependendo da sua conveniência.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Dezembro de 2008.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Feliz Natal do Alerta Total

Que Jesus ilumine sempre o coração de cada um de nós.

Que o renascimento dele, em cada um de nós, irradie Amor, Fé e Esperança.

São os votos natalinos do Alerta Total aos leitores e amigos.

O melhor presente que podemos dar a Ele é a Verdade - nossa missão jornalística principal.

Jorge Serrão
Editor-Chefe

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Lula lança piada do século ao prometer que Brasil será potência militar com tecnologia transferida pela França

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Papai Noel deve assumir o Ministério da Defesa no próximo governo do presidente Celso Daniel, que vai renascer para cobrar justiça e vingança da covardia que fizeram com ele. Acreditar nessa possibilidade é mais fácil que acreditar que a França vai transferir tecnologia de equipamentos militares ao Brasil. Tal “transferência” foi a piada do século produzida ontem pela suposta “parceria privilegiada” entre Brasil e França na área de defesa, em dois acordos que envolvem 8,3 bilhões de Euros.

Na megalomania de fim de ano, o chefão Lula da Silva até apontou sua intenção de fazer do Brasil “uma potência militar”. A piada foi tão boa que só os poucos “militares melancia” (verde-oliva por fora, e vermelhos por dentro) vão acreditar nela e bater continência para o comandante Papai Noel. Curioso foi ouvir de Lula - que até agora só sucateou as Forças Armadas e que deixou sua base governista cortar mais verbas do orçamento militar para 2009 – afirmar que a capacidade militar é condição "inexorável" para que um País seja "respeitado no mundo inteiro".

Ao lado do presidente da França, Nicolas Sarkozy, Lula alegou Brasil optou pela firma dos acordos militares com a França porque o país europeu "não só ofereceu os equipamentos em venda, mas também se comprometeu a construí-los no país e a transferir a tecnologia". O francês foi no embalo da lorota: “Se a França aceita transferir a tecnologia militar é porque estamos conscientes de que o Brasil tem um grande potencial para promover a paz e a segurança, assim como tem um grande potencial econômico e político”.

Lula afirmou que o acordo com a França representa uma ruptura, que reflete o status do Brasil como potência emergente. Os dois presidentes também indicaram que a cooperação militar poderá ser estendida para modernizar o Exército brasileiro, o desenvolvimento de um veículo terrestre sem piloto, a digitalização dos campos de operações e o desenvolvimento de uma rede de vigilância territorial.

No ápice da fantasia, Lula declarou que o acordo franco-brasileiro “vai ajudar a tomar conta melhor da Amazônia, vai fazer com que o Brasil possa tomar conta do nosso petróleo”. Nicolas Sarkozy se comprometeu a ser o porta-voz da entrada do Brasil no Conselho de Segurança da ONU.

Papai Noel não é Jesus...

Italianos chegados a uma boa mentira (igual a muitos brasileiros ingênuos) ficaram pt da vida com o padre Dino Bottino, da paróquia da Igreja do Sagrado Coração, em Novara, no Norte da Itália.

Tudo porque, durante uma missa em meados deste mês, o padre revelou às crianças que Papai Noel não existe – o que revoltou dezenas de pais.

O padre Bottino não se abalou com as críticas e se justificou:

"Eu disse às crianças que o Papai Noel era uma invenção que não tinha nada a ver com a estória do Natal cristão. E eu repetiria isso de novo, se tivesse chance!".

Bottino destacou que nunca teve a intenção de magoar ninguém, mas frisou que tem o dever de distinguir a realidade de Jesus Cristo da estória do Papai Noel, que é uma fábula como Cinderela e Branca de Neve.

Mensagem Veradeira

Aos leitores e amigos do Alerta Total, desejamos um Feliz Natal.

Que Jesus renasça todos os dias na ação, na mente e no espírito de cada um de nós.

Que ele nos lembre que só Deus é a Verdade e a Vida.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Dezembro de 2008.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Delegado Protógenes adverte que MPF vai denunciar autoridades e jornalistas ligados a Daniel Dantas

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Autoridades dos três poderes da República Sindicalista e jornalistas ou editores-chefe de veículos que funcionam na base de “mensalões” financiados pelo banqueiro Daniel Valente Dantas, do Opportunity, já têm bons motivos para se preocupar, assim que o Judiciário voltar de recesso, a partir de 6 de janeiro.

O delegado federal Protógenes Queiroz, que comandou a Operação Satyagraha e hoje foi posto na “geladeira”, advertiu ontem, em inquisição jornalística sofrida no programa Roda Viva, da TV Cultura de São Paulo, que entregou ao Ministério Público Federal documentos que incriminam quem tem ligações perigosas com Dantas.

Protógenes Queiroz deixou nas entrelinhas é um “arquivo vivo”. O delegado deu a entender que tem muito mais munição guardada para usar, na hora certa, contra aqueles que agora o perseguem, para defender os interesses de Daniel Dantas.

Ao final do programa, indagado pela jornalista Lillian Witte Fibe se não temia por sua segurança, Protógenes despejou ironia. Advertiu que vive protegido por seguranças oficiais, mas ressaltou que seu principal segurança chamava-se Daniel Valente Dantas – a quem, a todo momento do programa, se referiu como “criminoso” ou “bandido”.

O Protógenes fez outra afirmação que deixou desnorteados seus entrevistadores-inquisidores. Garantiu que o suposto grampo no Supremo Tribunal Federal, contra o ministro Gilmar Mendes, não foi praticado por qualquer membro de sua equipe de investigadores.

Com esta afirmação, o delegado só reforçou uma informação já veiculada aqui no Alerta Total de que a interceptação telefônica ilegal contra Gilmar Mendes foi praticada por uma grande empresa particular de segurança, em Brasília. A verdade é devidamente abafada.

Protógenes pôs em dúvida o suposto grampo que pegou uma conversa entre o ministro Gilmar Mendes e o senador Desmóstenes Torres (DEM). O delegado alegou que só acredita no grampo desta conversa se ouvir o áudio – o que nunca foi divulgado.

Protógenes reclamou que a revista IstoÉ apenas divulgou a transcrição da suposta conversa – que o senador e o ministro até confirmaram que ocorreu. O delegado sugeriu que o sensacionalismo sobre o caso Gilmar teria servido como armação para desviar o foco sobre o caso Daniel Dantas. Gilmar Mendes acusou a Abin de ter feito o tal grampo.

Em outro ponto polêmico da entrevista, que assustou os jornalistas-inquisidores, Protógenes destacou que não existe qualquer vídeo de uma suposta reunião entre assessores de Gilmar Mendes e advogados de Dantas – conforme a imprensa chegou a veicular. No entanto, o delegado garantiu que existem fotos que comprovam o fato. Protógenes alegou que só não diria quem são os envolvidos, porque corre um inquérito em segredo de Justiça.

Protógenes sabe bem o que disse ontem no Roda Viva. Além da Satiagraha, ele foi responsável por outras grandes operações da PF, como as que resultaram nas prisões do ex-prefeito Paulo Maluf e do contrabandista chinês Law Kin Chong e investigou também crimes financeiros realizados com o uso de contas CC5 e a organização criminosa comandada pelo ex-deputado Hildebrando Pascoal.

Protógenes foi inquirido, no programa apresentado por Lillian Witte Fibe, pelos jornalistas Ricardo Noblat, colunista do jornal O Globo e titular do Blog do Noblat; Renato Lombardi, comentarista do Jornal da Cultura; Fernando Rodrigues, colunista e repórter do jornal Folha de S. Paulo em Brasília e Fausto Macedo, repórter de política do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia, abaixo, as Rapidinhas Políticas e, mais abaixo, as Rapidinhas Econômicas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Dezembro de 2008.

Rapidinhas Políticas

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Maçons, alerta

Por problemas profanos, o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro resolveu investigar o mundo nem tão secreto assim da Maçonaria.

Abriu uma investigação contra o Grande Oriente do Brasil, para apurar indícios de lavagem de dinheiro e suposto financiamento de campanhas eleitorais de prefeitos e vereadores usando a caixa da Maçonaria.

As investigações atingem os Grandes Orientes (governos maçônicos) nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Ceará.

Voz aos bandidos?

Apesar de preso em regime disciplinar diferenciado, e por isso incomunicável, o criminoso Fernandinho Beira-Mar deu entrevista exclusiva à TV Record no domingo passado, com autorização da Justiça.

Além de anti-ético, é uma temeridade o fato de se dar voz a um traficante perigoso.

Na matéria, o abatido Luiz Fernando da Costa, posando de bonzinho, ainda fez um discurso ideológico, criticando a ditadura que o mantém privado de privilégios.

O bandido apelou ao repórter Luiz Carlos Azenha para pedir ao juiz Odilon de Oliveira, da Terceira Vara Federal, de Mato Grosso do Sul, que lhe permita usar a Internet...

Beira-mar Espetacular

O diretor em exercício do Departamento Penitenciário Nacional, Wilson Damázio, não viu com bons olhos a liberdade para presos concederem entrevistas dentro da cadeia.

Para o diretor do Depen, entrevistas dessa natureza só deveriam ser permitidas em caráter excepcional, e ainda assim com objetivos específicos, como conter invasões.

Fernandinho Beira-Mar deu no domingo uma entrevista à TV Record, a primeira desde 2001, quando o traficante foi preso na Colômbia e deportado para o Brasil.

A reportagem foi ao ar no "Domingo espetacular".

Guerra ao Gilmar

O veterano jornalista Hélio Fernandes, aos 88 anos, resolveu chutar o balde contra o Supremo Tribunal Federal:

O ministro Joaquim Barbosa, do STF, declarou-se suspeito para julgar o Recurso Extraordinário 487393 da União Federal contra a Tribuna da Imprensa, por motivos íntimos. Ao deixar de julgar o recurso inócuo e protelatório por quase 3 anos, e sair de cena, sem dúvida, liquidou com a esperança e expectativa de, em recebendo a indenização, pagar salários atrasados e colocar de novo o jornal nas bancas”.

O presidente Gilmar Mendes, acuado a suspeitado de todos os lados, foi mais uma vez imprudente. Como no caso dos habeas-corpus de Daniel Dantas e na estranhíssima viagem de 1 dia a Fortaleza”.

Caso diferente

O dono da Tribuna da Imprensa fez uma interessante comparação:

Engraçado ou estranho: em São Paulo, mesmo atacado por todos os lados, e com suspeição alegada pelos advogados de Daniel Dantas, ainda assim, o juiz Fausto de Sanctis proferiu sentença de 300 páginas condenando o banqueiro a dez anos de prisão e multa”.

Hélio Fernandes lembra que o juiz “não saiu à francesa e mais ainda abdicou da chance de ser promovido a desembargador federal”.

Quadrado enquadrado

O Ministério Público Federal em Guarulhos denunciou o empresário Enivaldo Quadrado por falsidade ideológica – crime que rende pena de um a cinco anos de prisão.

Ex-proprietário da corretora Bônus-Banval e um dos réus do mensalão, Quadrado foi flagrado, no início do mês, com 361 mil euros não declarados, escondidos na cueca e outras roupas, no Aeroporto de Cumbica, na Grande São Paulo.

O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, será comunicado formalmente da nova denúncia contra o empresário.

De onde vem a grana?

O procurador da República Vicente Mandetta determinou o envio de uma cópia do inquérito policial para a Procuradoria da República em São Paulo para que seja apurada a origem do dinheiro apreendido com Quadrado.

O procurador também quer investigar se foram cometidos crimes contra o sistema financeiro e de lavagem de dinheiro.

A Justiça Federal em Guarulhos decidiu manter Quadrado (provisoriamente preso) assistindo ao sol nascer quadrado.

Exemplo de trabalhador

O deputado Wladimir Costa (PMDB-PA) encerrou 2008 - não foi a 52 das 226 sessões do ano.

Com 23% de ausência em dias de votação, ele encabeça o ranking dos deputados que mais faltaram em 2008.

Locutor, comentarista e radialista, Wladimir Costa está no segundo mandato, porque foi reeleito em 2006 com 270 mil votos.

Problemas familiares

O senador Antonio Carlos Magalhães Junior (DEM-BA) admitiu ontem que sua família foi surpreendida pelas ações movidas pela ex-modelo Siméa Maria de Castro Antun, de 40 anos.

A ex-ocupante de cargo de confiança no gabinete de ACM alega que seu filho, Vítor Hugo Antun, com 14 anos completados no último dia 13, é fruto de uma relação extraconjugal dela com o deputado Luís Eduardo Magalhães, morto em 1998.

Siméa Maria cobra, na Justiça, tanto o reconhecimento da paternidade, pela família quanto participação na herança de Antonio Carlos Magalhães, morto em 20 de julho do ano passado.

Assombração

O senador demitiu a assessora na última terça-feira.

ACM Júnior garantiu que a exoneração de Siméa - que recebia um salário de R$ 8.255 - não tem relação com as ações movidas por ela:

"A pessoa deixou de freqüentar o trabalho no segundo semestre, mandei demitir por isso, não tinha alternativa".

Herança maldita

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), vai pedir à assessoria jurídica da Casa que examine o caso da ex-servidora Siméa Maria de Castro Antun.

Todo porque, durante cerca de 10 anos, a moça recebeu o maior salário pago a ocupantes de cargos comissionados, de R$ 8,2 mil, sem prestar nenhum tipo de serviço.

Nesses 10 anos, se somados os salários, Siméa recebeu - sem trabalhar - cerca de R$ 1 milhão do Senado.

Velha cara nova

No último sábado, às 13h30, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, entrou discretamente na clínica do melhor cirurgião plástico de Porto Alegre, Renato Vieira.

Dilma submeteu-se, durante quase três horas, a uma plástica de rosto e de pescoço.

Embora a clínica fique na rua André Poente, uma das mais movimentadas do luxuoso bairro Moinhos de Ventos, ninguém viu a velha Dilma entrar e a nova Dilma sair de lá.

Descansem em paz

Dilma Rousseff iniciou ontem seu período de férias e pode se recuperar da cirurgia plástica até o dia 2 de janeiro.

Nesse dia, quem entra de férias é o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Luiz Dulci.

O descanso de Dulci – um dos redatores dos discursos de Lula e seu provável ghost writer titular - vai até 10 de janeiro.

Lula, lá (na Onu)

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, quer ser o grande padrinho da participação permanente do Brasil no Conselho de Segurança da ONU:

"Sou sincero quando digo que precisamos do presidente Lula no Conselho de Segurança".

Palavras de Sarkozy, durante o 2º Encontro Empresarial Brasil-União Européia, para uma platéia de empresários.

Comum como?

Nicolas Sarkozy comentou que seria importante que Brasil e União Européia chegassem na próxima reunião do G20 com uma "proposta em comum".

Não por acaso, o encontro acontecerá dia 2 de abril de 2009, em Londres.

O maridão da Carla Bruni foi mais um instrumento de pressão da Oligarquia Financeira Transnacional que usa o Brasil na briga pela hegemonia do poder global contra os EUA.

A idéia é formar uma frente do Brasil com os europeus para pressionar os EUA, que já estarão sob o comando de Barack Obama, a aceitarem maior participação de países europeus e emergentes nos fóruns internacionais de decisão.

18º mais influente

Luiz Inácio Lula da Silva figura como a 18ª pessoa mais influente do mundo numa lista elaborada pela revista americana Newsweek para delinear a nova estrutura de poder global.

Na edição com data de 5 de janeiro de 2009, a revista publica reportagem especial sobre a ascensão de Barack Obama ao posto de pessoa mais influente do mundo e aponta os 49 políticos, grupos e personalidades com mais potencial de destaque durante o mandato do próximo presidente americano.

A Newsweek justifica a escolha de Lula comentando que, "depois de pegar o Brasil à beira da ruína no início de 2003", o atual presidente hoje governa um país com mais de US$ 200 bilhões em reservas internacionais e com o menor índice de inflação entre os países emergentes.

Poderoso

O chefão Lula aparece à frente de figuras como o papa Bento XVI (37º), o milionário saudita no exílio Osama bin Laden (42º) e o dalai-lama (46º).

No texto de apresentação, a Newsweek admite que a elaboração da lista é "altamente subjetiva e arbitrária".

Mas a revista assegura que as escolhas foram cuidadosamente avaliadas e representam a tendência do novo equilíbrio de poder no mundo.

Outros listados

Encabeçada por Barack Obama, a lista da Newsweek conta com o presidente da China, Hu Jintao, em segundo lugar, e o da França, Nicolas Sarkozy, em terceiro.

Os quarto, quinto e sexto lugares são ocupados, na ordem, pelos presidentes dos bancos centrais dos Estados Unidos, da Europa e do Japão - Ben Bernanke, Jean-Claude Trichet e Masaaki Shirakawa, respectivamente.

O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Gordon Brown, aparece em sétimo lugar, seguido pela chanceler alemã, Angela Merkel, e pelo chefe de governo da Rússia, Vladimir Putin.

O décimo lugar é ocupado pelo rei Abdullah da Arábia Saudita.

Morte do aspirante

Aluno da Escola Naval, o aspirante Alexandre Lopes de Almeida, 21 anos, morreu com um tiro no pescoço, disparado acidentalmente de uma metralhadora fixa durante treinamento em alto-mar, no domingo.

O jovem estava a bordo do Aviso de Instrução GM Jansen, da Marinha, na Baía de Castelhano, próximo à cidade paulista de São Sebastião.

O Comando do 1º Distrito Naval do Rio informou que foi aberto um Inquérito Policial Militar (IPM) na Escola Naval para apurar as circunstâncias da morte do aspirante.

Guerra psicológica

O Exército Brasileiro é alvo permanente de uma guerra psicológica movida pelos adversários da soberania do Brasil.

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), decidiu apurar a morte do cadete Márcio Lapoente da Silva, morto aos 18 anos, durante treinamento do Exército na Academia Militar das Agulhas Negras, em 1990.

A família pede a punição dos acusados pela morte do rapaz sob a alegação de que ele pode ter sido torturado após passar mal durante exercícios.

Agora, a investigação do caso tramita na corte internacional e a Advocacia-Geral da União terá que defender o País.

Santa polêmica

O Papa Bento XVI comparou ontem a proteção às florestas ao combate ao homossexualismo.

Em sua saudação de fim de ano à Cúria Romana, o órgão administrativo da Santa Sé, o alemão Joseph Ratzinger pediu que o mundo escute a linguagem da criação, afirmando que seu desprezo "seria a destruição do homem e, portanto, a destruição da obra de Deus".

A Igreja Católica prega que, embora a homossexualidade não seja um pecado, os atos sexuais são.

Defesa do casamento

O Papa Bento XVI destacou que a posição da Santa Sé não é contra a discriminação dos gays, mas se opõe à equiparação de casais homossexuais com outros:

O que muitas vezes é expresso e compreendido pelo termo gênero se resume, na verdade, em última instância, na autoemancipação do homem da criação e do criador. O Homem quer estar sozinho e fazer sozinho e exclusivamente o que lhe diga respeito, mas viver dessa forma é contra a verdade, é contra o espírito do Criador. As florestas tropicais merecem, sim, a nossa proteção, mas não menos digno é o homem como uma criatura, que está escrevendo uma mensagem que não significa contradição com nossa liberdade, mas sua condição”.

O Papa voltou a defender a conservação do casamento entre homem e mulher, recordando que o matrimônio é um sacramento instituído por Cristo.

Leia, abaixo, as Rapidinhas Econômicas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Dezembro de 2008.

Rapidinhas Econômicas

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Bronca do crédito

O escritório do Banco Credit Suisse é suspeito de violações legais em suas operações no Brasil.

As operações de entrega e retirada de valores eram feitas por doleiros dentro do escritório de representação do próprio Credit Suisse no Brasil.

O banco suíço nega tudo que foi revelado por testemunhas e réus na investigação, em depoimentos à Justiça Federal.

O banco se complica por causa de documentos, depoimentos e agendas pessoais de banqueiros suíços apreendidos pela Polícia Federal.

Tudo borrado

O responsável pelo escritório brasileiro do Credit Suisse era o português Carlos Martins.

Sua casa foi alvo de uma ação da Polícia Federal e centenas de documentos foram apreendidos.

No alto escalão da República Sindicalista, tem gente se borrando de medo do nome aparecer nas listinhas dos sigilosos negócios com os suíços.

Fechadinho

O Banco do Brasil assinou ontem com o governo de São Paulo contrato de compra de ações de controle da Nossa Caixa.

A Nossa Caixa deverá continuar a operar como companhia aberta pelo prazo de um ano.

O governador José Serra comemora o presente de papai Noel que Lula lhe deu.

Abaixa nada...

Apesar da forte queda do petróleo no mercado internacional, a Petrobras não reduzirá os preços da gasolina e do diesel no País.

O aviso foi dado pelo presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli.

Segundo ele, o ajuste depende do preço internacional da gasolina e do câmbio.

Como sempre acontece, os brasileiros que se danem...

Gás especulativo

O aumento extraordinário do gás canalizado em 19,5% no Estado de São Paulo vai provocar desemprego e aumento de preços em setores como cerâmica, vidro e fertilizantes.

De nada adianta reclamação da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

O reajuste foi autorizado pela Arsesp, agência que regula o setor em SP.

Os banqueiros ingleses, verdadeiros controladores da Comgás, ditam os preços do seu monopólio.

Mera marolinha...

Pela primeira vez no desgoverno Lula, o Ministério do Trabalho registrou a redução de postos de trabalho, constatando um corte de 40.821 vagas em novembro.

A maioria das demissões aconteceu na indústria, que diminuiu em 80.789 o número de trabalhadores empregados na metalurgia e nas fábricas de alimentos, material de transporte e calçados.

Apesar dos sinais de desaceleração da economia, o presidente Lula disse, em mensagem de Natal na televisão, que a crise não assusta o país.

Profeçor Lula

O chefão Luiz Inácio Lula da Silva deu uma espécie de aula ontem à noite, em cadeia nacional de rádio e televisão, sobre a crise financeira internacional.

Lula reafirmou que o centro das turbulências fica nos Estados Unidos e na Europa.

Garantiu que o Brasil está mais preparado do que nunca para os problemas econômicos e listou as medidas que o governo tem tomado contra a crise.

Cassino do Al Capone?

Lula reclamou que os bancos viraram "um grande cassino".

A jogatina foi longe, mas, um dia, a conta chegou. Bancos quebraram, um grande número de empresas entrou em dificuldades e milhões de trabalhadores perderam suas casas ou seus empregos. Aqui no Brasil não tivemos este tipo de crise. Nosso sistema bancário estava e está saudável”.

Lula ponderou que, nas crises anteriores, em poucos dias o Brasil quebrava e era obrigado a pedir socorro ao FMI”.

Reservas

Lula elogiou a formação das grandes reservas internacionais, hoje em US$ 207 bilhões:

Quando assumimos, o Brasil devia muito ao FMI e ao Clube de Paris. Hoje, não deve um só centavo. Naquele tempo, nossas reservas em moeda estrangeira eram muito baixas. Hoje chegam a US$ 207 bilhões. Com isso, deixamos de ser devedores para ser credores internacionais. Uma diferença e tanto”.

Lula também ressaltou o reforço do mercado interno do país, argumentando que para isso foram decisivos o Bolsa-Família e as expansões do salário mínimo e do emprego.

Papo consumista

Após ter listado o que o governo tem feito contra a crise, Lula pregou que é "fundamental que todos façam sua parte".

Pediu que os empresários invistam, que os trabalhadores defendam o emprego e a produção e que o setor financeiro estimule o crédito e baixe os juros.

E você, meu amigo e minha amiga, não tenha medo de consumir com responsabilidade. Se você está com dívidas, procure antes equilibrar seu orçamento. Mas, se tem um dinheirinho no bolso ou recebeu o décimo terceiro, e está querendo comprar uma geladeira, um fogão ou trocar de carro, não frustre seu sonho, com medo do futuro. Porque se você não comprar, o comércio não vende. E se a loja não vender, não fará novas encomendas à fábrica. E aí a fábrica produzirá menos e, a médio prazo, o seu emprego poderá estar em risco”.

Papel do Estado

Lula voltou a defender a figura do Estado como indutor da recuperação econômica em momentos de crise:

"Não defendo a idéia do Estado que se intrometa na economia, querendo fazer aquilo que é papel próprio do administrador de empresa. Mas está provado que, se o Estado não for o indutor do crescimento, quando acontece uma crise como essa, não tem banco no mundo, não tem empresário no mundo que não se volte para a figura do Estado e pergunte: o que nós faremos agora?".

Lula acredita que a economia brasileira irá crescer 4% no ano que vem e se justificou:

"Se tivesse um concurso para eleger o mais otimista, eu estaria entre os primeiros".

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Dezembro de 2008.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

CartaCapital omite trecho sobre “ordem multipolar” em artigo de Lula publicado originalmente na The Economist

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

“O Brasil uniu-se à Índia e à África do Sul (ex-colônias inglesas e ainda sob influência política-econômica dos velhos colonizadores) para formar a IBSA, uma associação das três maiores democracias do sul do globo, com foco nos temas de cooperação e desenvolvimento”.

Quem tinha dúvidas do papel de Lula da Silva como instrumento da Oligarquia Financeira Transnacional só precisa dar uma lida no “The World in 2009” (O Mundo em 2009). A publicação, produzida pela revista The Economist, que é porta-voz da City de Londres - e também reproduzida, em português, pela revista CartaCapital, em acordo editorial "inédito" - desenha cenários, na visão dos britânicos, para o ano prestes a começar.

O trecho entre aspas (exceto entre parêntesis) foi escrito, em inglês, pelo ghost writer (escritor fantasma) do chefão Lula da Silva. O artigo “Building on the B in BRIC”, na página 52 da edição inglesa, destaca que tais acordos vão revigorar o multilateralismo (palavrão que era duramente combatido pelos petistas, antes de chegarem ao poder).

No artigo que “escreveu” in english, Lula assinala o papel da Unasul. Ressalta que a União das Nações Sul-Americanas está estruturando um plano de energia, um conselho de segurança e um banco de desenvolvimento. Só faltou Lula revelar na The Economist que os três projetos são velhas bandeiras de grupos de poder mundiais, como o Diálogo Interamericano, o Consenso de Washington e do Clube de Bilderberg.

Curiosamente, o mesmo artigo de Lula “Investindo no B do BRIC (na tradução brasileira), publicado pela CartaCapital, sofreu um pequeno corte de edição no antepenúltimo parágrafo. Depois de falar da pouco citada IBSA, na edição inglesa, Lula wrote: “Within the framework of the Bric countries (Brazil, Russia, India and China) and the expanded G8, Brasil seeks to hel identify the role of these emerging players in the unfolding multipolar order”.

Traduzindo para a língua de Camões: “No quadro dos países Bric (Brasil, Rússia, Índia e China) e do G8 ampliado, o Brasil tenta identificar o papel destes atores emergentes no desdobramento da ordem multipolar”. Tal trecho, estranhamente, desapareceu do artigo publicado na página 100 da edição brasileira da CartaCapital. Será que foi por falta de espaço? Ou porque o termo “ordem multipolar” não soa bem aos editores de esquerda?

O fato de Lula ter tido o privilégio de publicar um artigo na The Economist mostra que Lula é o principal porta-voz da Oligarquia Financeira Transnacional no Terceiro Mundo. Até porque, para viajar pelo primeiro mundo editorial, não basta contar apenas com uma máquina de propaganda azeitada pelo Bolcheviquepropagandaminister Franklin Martins.

Lula acaba de inaugurar o modelo de ghost writer do ventríloquo – emprestando sua assinatura como porta-voz dos interesses de quem manda nele, de verdade, lhe dando sustentação no poder e viabilizando todo tipo de marketagem.

Previsão para o Brasil

A Economist Intelligence Unit (unidade de inteligência da revista inglesa), em sua página 119 (ou 159 da CartaCapital) faz o seguinte cenário para o Brasil, em 2009:

A administração conservadora do governo de Luiz Inácio Lula da Silva deve permitir que a economia resista ao esfriamento da demanda global e à tensão no mercado financeiro. Mas a persistente pressão inflacionária vai exigir políticas fiscais e monetárias mais apertadas, comprimindo os gastos dos consumidores e contendo o crescimento. A corrida pela sucessão de Lula em 2010 vai dominar a política”.

A revista inglesa não é tão otimista quanto seu articulista Lula da Silva...

Leia, abaixo, as Rapidinhas Políticas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Dezembro de 2008.

Rapidinhas Políticas

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Mera coincidência

A 2ª Cúpula Brasil-União Européia em pleno final de ano, sob a desculpa de formalizar o plano de ação da parceria estratégica lançado no ano passado?

Tem apenas efeito teatral, o encontro de cúpula entre Lula da Silva, Nicolas Sarkozy (França) e José Durão Barroso (de Portugal e atual presidente da Comissão Européia) sob a desculpa de “defender uma reforma ambiciosa e urgente da arquitetura financeira internacional para evitar a repetição da crise atual”.

É apenas mais uma evidência de como o Brasil e seus políticos subservientes seguem as ordens de seus controladores externos.

Problema vocacional

A China tem ambições globais de se tornar uma superpotência, e o Brasil, não.

Eis a diferença entre os dois países, na visão de Parag Khanna, consultor da campanha de Barack Obama.

O especialista, no entanto, pondera que o Brasil tem poder porque influencia o sucesso das superpotências.

O problema é que não usa devidamente tal poder por ser um País sem soberania, autodeterminação e independência – que se submete, colonialmente, às regras da Oligarquia Financeira Transnacional.

Doido pra ver a Carlinha...

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, acompanhado da primeira-dama, Carla Bruni, baixa hoje no Rio de Janeiro para alegria do chefão Lula da Silva.

O francês vai negociar renovação da frota de caças da Força Aérea Brasileira e a venda de 50 helicópteros, além de uma colaboração no sistema de submarinos da Marinha.

Mas o que Lula e todo mundo quer ver é a cantora e modelo Carla Bruni, que visitará um banco de leite e subirá o Morro do Pavãozinho.

PTs da vida...

A petralhada ficou pt da vida com o deputado Ciro Gomes (PPS).

O marido da Flora revelou a O Globo que pode ser candidato a tudo e a nada, mas afirma que ficará contra o PT se entender que o interesse do partido de Lula não for o de servir ao País:

Os fisiológicos do PMDB também ficaram injuriados com Ciro, porque ele reclamou que na Câmara existe uma seleção às avessas, porque quanto mais mérito alguém tem mais irrelevante é:

É grave que os melhores, os mais qualificados e os mais sérios sejam preteridos por aqueles que não têm os mesmos dotes num coletivo onde se ajuíza o futuro da nação. O que preside a hegemonia hoje é a fisiologia, é a repartição de privilégios, é uma pequena panelinha que escolhe entre si. Para mudar isso, precisa de uma insurgência parlamentar”.

Perseguido pela mídia?

O governo venezuelano assegurou o governo do presidente Hugo Chávez é vítima de uma campanha da imprensa internacional movida pelos jornais dos Estados Unidos, Itália e Espanha.

Nicolás Maduro, ministro das Relações Exteriores, reclamou que essa campanha é liderada pelos jornais "Washington Post" dos EUA, "La Stampa" da Itália e "El Mundo" da Espanha.

É o começo de toda uma campanha mundial, porque o dito por estes jornais é recolhido e apresentado pelo resto da imprensa do mundo como se isso fosse verdade. O que publicaram não é informação, é propaganda política, guerra política, é uma conspiração para apresentar o Governo venezuelano como uma ditadura sendo, como é, um país absolutamente democrático e livre”.

Motivação

O ministro das Relações Exteriores garantiu que, por trás dessa campanha, está a necessidade da extrema direita de tentar evitar a aprovação da emenda constitucional para a possibilidade de reeleição indefinida do presidente da Venezuela.

O referendo sobre a emenda será realizado, segundo funcionários eleitorais, entre a segunda quinzena de fevereiro e a primeira de março de 2009.

Chávez quer apresentar sua candidatura nas eleições presidenciais de dezembro do 2012.

Evo ameaçado?

Pelo telefone, o cacique da Bolívia, Evo Moralles, pede socorro ao Chapolim Colorado da Venezuela, Hugo Chávez:

"Ele me disse que descobriram um plano de magnicídio contra ele. Não vou dar mais detalhes, porque o governo da Bolívia os dará. Na medida em que a oposição boliviana não pode ganhar por meio de eleições, nem pelo referendo, nem pelo golpe de Estado, buscam o magnicídio. Cuidado, disse a ele".

Foi a conversinha de Chávez ontem, na última edição, este ano, de seu programa de rádio e televisão "Alô Presidente!".

Chavez da prisão...

Chávez bravateou na televisão que, para enfrentar uma eventualidade de atentado como a denunciada por Morales, ele adota rígidas medidas de segurança pessoal:

"Optei por ser um preso. Daqui, por exemplo, irei para minha cela (palácio de Miraflores, sede do governo). Proibi a mim a liberdade de sair. Faço meu trabalho, e cumpro a prisão. É um dos mecanismos para reduzir riscos de atentado".

Menos, Chávez... Quem tem um acordo econômico com os ingleses da City de Londres, como você, tem assegurando um belo seguro de vida e sobrevida política...

Quem fechou o Acordo dos Povos das Américas com Londres, em 2005, não morre pagão...

Calote

Motoristas de carros de luxo do Rio reclamaram que estão sem receber desde junho, depois de trabalhar transportando o presidente Lula da Silva e seus ministros e assessores em missões oficiais no Rio e em outras cidades do estado.

Ao todo, 15 motoristas autônomos foram contratados pela Coordenação-Geral de Patrimônio e Transporte, da Presidência da República, para servir à corte do Chefão.

O contrato, intermediado pela Vip Locarauto Locadora de Veículos, de Brasília, já acumula uma dívida de mais de R$ 20 mil.

Só ao motorista Roberto Loureiro, de 40 anos, dono de um Omega blindado, estão devendo R$ 9.410.

Crise Aérea de novo?

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) emitiu oito autos de infração no primeiro fim de semana da Operação Feliz 2009, que visa combater os atrasos nos aeroportos no período de festas de fim de ano.

A Anac informou que as autuações foram decorrência de falta de assistência a passageiros de vôos cancelados (casos da Iberia, TAP e American Airlines), informação deficiente sobre troca de portão de embarque (TAM), preterição de passageiros (Gol e TAM), bagagem desacompanhada (OceanAir) e atraso no ônibus para o desembarque remoto (Infraero).

Os autos emitidos até o momento não incluem os aeroportos de Brasília e Congonhas, onde será feita uma análise mais detalhada sobre o impacto dos problemas meteoreológicos na atuação das companhias.

Desculpas de sempre

A Infraero divulgou uma lista fatores que contribuíram para os atrasos registrados no sábado (40%) e neste domingo (25%), até 18h.

Entre os fatos, que "fogem da rotina operacional", segundo a estatal, estão as condições climáticas, as características intrínsecas dos aeroportos de Brasília e Guarulhos (SP) e os problemas verificados com a Gol.

A Infraero detonou que a Gol apresentou lentidão no seu sistema e número reduzido de funcionários nos balcões de check-in em Brasília, Guarulhos, Galeão (RJ) e Porto Alegre.

A bronca é livre

Em caso de problemas, a Anac orienta que o passageiro sempre procure primeiramente a companhia aérea, "que tem a melhor capacidade de solucionar a questão".

Caso o atendimento da companhia não seja satisfatório, o passageiro pode registrar uma queixa nos postos de serviço da Anac nos aeroportos ou ainda pela internet: www.anac.gov.br/faleconosco.

A Operação Feliz 2009 teve início na sexta, dia 19, e irá prosseguir até o dia 7 de janeiro.

Por que não com cerol?

O Ministério da Saúde faz uma compra muito estranha.

No Edital do Pregão 142/2008, está escrito.

OBJETO: Este Pregão tem por objeto a aquisição do produto abaixo...

01 Gel Lubrificante 15.000.000 de saches

Será que é assim que os brasileiros e brasileiras vão “sifu”?

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 22 de Dezembro de 2008.

domingo, 21 de dezembro de 2008

Como superar a herança maldita do Boi?

Edição Artigos de Domingo do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

A masturbação é a melhor maneira de fazer sexo. Motivo: Você f.. com quem quiser”... O princípio sacana se aplica direitinho ao popular chefão chegado numa cana. Ainda mais que a masturbação mental e verbal dele é viagrada por ações estratégicas e táticas de comunicação. Todas cuidadosamente planejadas pelas mentes revolucionárias da turma do Bolcheviquepropagandaminister.

Na Era da Marketagem, o Brasil vive seu momento histórico mais cínico. A cada dia nos consolidamos como um País neocolonizado e mantido artificialmente na miséria pelo poder real globalitário. Não geramos ou distribuímos riquezas na proporção desejável e compatível com nossas potencialidades. Apesar da constatação, cabe uma pergunta no melhor estilo bovino: A gente sifu? Ou nosfu?

Não! Ainda não! Nunca é tarde para reagir. Mas a vaca ta indo pro brejo... Violentada pelo Boi da Traição Nacional. Culpa da omissão generalizada (sem trocadilho). Ou por causa da conveniente conivência dos brasileiros com as coisas erradas.

Nosso modelo econômico é dependente (de crédito, de tecnologia e, principalmente, de idéias ou ideologias fora do lugar). A prática da teoria econômica equivocada só não destrói o Brasil porque nossas vantagens naturais superam as perdas internacionais impostas pelo modelo entreguista. Mas o custo social da operação é impagável. Ninguém merece sifu...

No fim das contas, sobrevivemos ao banqueirismo. Suportamos, no sufoco, juros elevadíssimos, que atraem especuladores e aumentam os lucros do sistema financeiro. Tudo para financiar e rolar as dívidas de um desgoverno incapaz de controlar seus gastos supérfluos.

Todo mundo sabe que o tal do Boi - animal político a que nos referimos - é um baita entreguista pragmático. No passado, entregou adversários sindicais ao Departamento da Ordem Política e Social. No presente, entrega a Nação.

Cuida, primeiro, de seus interesses políticos particulares. Também administra, nas sombras, os negócios pessoais ou do grupo que o cerca. Cada dia fica mais rico, poderoso e, por extensão, popular.

O apicultor Arlindo Montenegro, em seu artigo no Alerta Total de ontem (Crime e Cinismo), meteu o ferrão analítico na atual farra do Boi: “A marketagem oficial fabrica um “herói” nacional socialista, cada vez mais popular no poder, que serve aos interesses transnacionais globalitários”.

A socióloga Maria Lúcia Barbosa também foi no “Chis” do “pobrema” no artigo Lula da Silva e Dercy Gonçalves: “Na era Lula da Silva o correto, o certo, o elegante é quebrar escolas e bater nos professores. Invadir propriedades produtivas e destruir o patrimônio alheio. Exacerbar a violência, inclusive nas torcidas de futebol. E chic mesmo hoje em dia é ser assaltado. Morrer à espera de atendimento do SUS, de dengue ou de bala perdida, de preferência gritando um palavrão no derradeiro momento, seguido do brado “viva Lula”, esse grande inaugurador de um Brasil feito de mentira, de propaganda enganosa, medíocre e vulgar”.

Só existe um jeito de reverter tamanho caos e mistificação imediatamente. Precisamos de uma reforma política de verdade. E tal mudança passa por um processo de Aprimoramento Institucional. Vai além da simples reforma, sempre tão falada, e nunca realizada. Sua base são três ações fundamentais. Primeira, puxando as outras, a adoção do voto distrital puro. É preciso estabelecer o poder local e sua representatividade.

Segundo, o fim do voto obrigatório. O objetivo é gerar consciência cívica e acabar com os currais eleitorais eternamente em vigor no País. O atual sistema de voto obrigatório é a negação da democracia que não temos. Uma Nação sem Segurança do Direito natural é palco para a corrupção de valores. Sem Democracia temos a barbárie, a violência, o terror e a ignorância se disseminando.

Terceiro, um sistema eleitoral realmente honesto e confiável. A votação eletrônica é um avanço inegável. Acontece que ainda carecemos de uma apuração de verdade. Pouco custa uma comprovação impressa do voto. O regime democrático depende de transparência e honestidade. É fundamental um registro impresso do voto, para posterior conferência, auditoria ou recontagem – se a Justiça eleitoral assim resolver.

Em resumo, o que precisamos, agora, de imediato, com toda urgência, é de um Aprimoramento Institucional, compromissado com a Democracia. Só a atitude Política tem chances de promover uma mudança e superar a herança maldita que o Boi nos deixará.

Releia e entenda: A Era Global das Compulsões ou Obsessões

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://www.alertatotal.blogspot.com

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Dezembro de 2008.