segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Ordens Superiores!

Edição de Artigos de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Arlindo Montenegro

Todos os meios de comunicação do planeta, estão sob influência direta da CFR (Council on Foreign Relations – http://www.cfr.org/) – em cuja publicidade da revista “Foreign Affairs”, por eles editada, o governo Lulu botou o BNDES para investir R$ 180 mil e a Embratur outros R$ 123 mil.

Abra lá a página e em seguida consulte todas as agências de notícias e jornais. E isto tem uma razão percebida por poucos, discutida por pouquíssimos e barrada intensamente na mídia internacional, como se fosse uma “teoria da conspiração”. Estou referindo o Clube Bilderberg, a Comissão Trilateral, o Clube de Roma e ao Grupo dos 30. Isto pra começo de conversa.

Um dissidente da União Soviética, no tempo em que o dono da bola por lá era Leonid Brejnev, lançou um protesto no “ocidente” sob o título “Julgamento para Moscou”, advogando a instalação de um novo Tribunal de Nuremberg para julgar as atividades criminosas do regime comunista. Os críticos aplaudiram, mas a divulgação foi sabotada em toda a mídia internacional. E ao mesmo tempo surgiram 35 publicações que circularam o mundo, advogando a reabilitação de Stalin.

O senador Barry Goldwater em seu livro With no Apologies, (Sem desculpas) designou a Comissão Trilateral de conspiração internacional com o objetivo de “consolidar, na esfera multinacional, os interesses comerciais e financeiros das grandes empresas através do controle da política do governo dos EUA (...) David Rockefeller e Zibigniew Brzezinski encontraram em Jimmy Carter seu candidato ideal. Eles o apoiaram em sua designação e em sua presidência". A candidatura Carter ia mal das pernas. Ele contava com 4% de apoio do Partido Democrata. Mas para Rockfeller e Z. Brzezinsky (ideólogo da Trilateral), Carter como um dos fundadores da TLC, era o ideal naquele momento.

E Goldwater prossegue“...mobilizaram o dinheiro necessário batendo à porta dos banqueiros de Wall Street, obtiveram a influência intelectual da comunidade acadêmica - sempre dependente do dinheiro das grandes fundações isentas de impostos - e deram ordens aos meios de comunicação membros do CFR e da Trilateral". Carter teve comprada a sua indicação e tornou-se Presidente. O esquema para a eleição do atual presidente Obama foi esmerado: a mais dispendiosa campanha da história americana.

Daniel Estulin, acompanha há mais de 15 anos todas as reuniões do Clube Bilderberg. Por seu trabalho já foi premiado no Canadá. Ele nos dá algumas indicações sobre os objetivos desse clube, que há mais de cem anos reúne financistas, membros da realeza européia, banqueiros e personalidades políticas e empresariais dos EUA, Europa (agora Comunidade Européia ampliada) e Canadá. Todos participantes da OTAN.

Estulin informa que as reuniões servem para traçar as linhas mestras da política mundial. As decisões são passadas para o G8 e para os encontros anuais de Davos. Dali saem as diretirzes que vão ser legitimadas por todos os governos nacionais, dependentes dos empréstimos e dos contratos comerciais. Configuram-se assim as pressões legitimadas pelos países colonizados e detentores das reservas estratégicas – minerais, água, biodiversidade. Todos, sem exceção, pagadores eternos de juros e submetidos a vender pelo preço que eles quiserem pagar.

Para a instalação do governo mundial da ONU, controlada por eles, com moeda, exército e religião única, vale tudo, para quebrar a espinha dorsal de soberania de qualquer povo. Isto é conseguido com o trabalho de ongs, descaracterização cultural, internacionalização de costumes, comportamentos, drogas, guerras localizadas, corrupção de políticos, controle da educação, terrorismo.

A Comissão Trilateral gerou o Diálogo Interamericano (http://www.thedialogue.org/). Os membros brasileiros são: Fernando Henrique Cardoso, Luiz Fernando Furlan, Jacqueline Pitanguy, João Sayad e Roberto Teixeira da Costa. O Sr. Luis Inácio Lula e o Sr. Victor Civita, estavam presentes na fundação. O primeiro desligou-se com a tarefa de criar o Foro de São Paulo.

Tudo na moita e a imprensa controlada pelo CFR, calada ou negando o que se tramava, para manter submetidas sob o terror todas as nações da América do Sul. Quem se surpreende do compadrio entre FH e Lula, entre o PT e o PSDB pode ser colocado no rol dos crédulos, mal informados ou mal intencionados.

Um dos objetivos destes controladores (Bilderberg, Trilateral, Clube de Roma e crias locais submissas como o Diálogo Interamericano) é varrer do mapa a idéia de soberania nacional. Primeiro passo, acabar com as Forças Armadas. Capitou, Mané? Pense mais um pouquinho enquanto aprecia as cenas de batalha, que nem a de Paraisópolis, que jornais e tvs mostram diariamente, pense na pressão sobre os policiais que respondem a processos por matar bandidos (“meninos! Coitadinhos! Que a polícia agride e destrata com ações violentas!) Meninos muito mais bem armados. Os policiais são apresentados como trogloditas que não observam as regras dos direitos humanos!

Imagine, então é para enfrentar terroristas drogados e traficantes, bandidos bem armados em seu próprio terreno, com bolodório e pão de ló? Como é que num terreno de guerra vão ser identificados a priori os bons moços e os bandidos? Traficantes, bandidos, seguidores do PCC, CV, sei lá mas o quê, já andam uniformizados? Podem ser reconhecidos a priori?

O mesmo vale para a pressão feita pelos controladores do CFR contra os militares, por “excessos” no passado quando o estado combatia os terroristas do PCB, PC do B, ALN, VPR, COLINA, AP dos cristãos marxistas da igreja da libertação, MR-8 e outros tantos.

Todos estes criminosos, socialistas, onguistas, ideólogos e defensores do banditismo governamental, não passam de sátrapas e marionetes dos controladores mundiais. O Livro de Daniel Estulin, A Verdadeira História do Clube Bilderberg, (Editora Planeta, 2005) detalha isto. É um bestseller internacional. Na Espanha tem mais de 10 edições. Os direitos autorais já foram passados para mais de 50 países.

Mas não existe nenhuma referência sobre o mesmo na grande imprensa.
E um amigo de Portugal me disse agorinha que o livro anda proibido e censurado por lá. Curioso, não é? Por que será?

Arlindo Montenegro é Apicultor e um tremando abelhudo em assuntos do Poder Real Globalitário.

Um comentário:

Anônimo disse...

Serrão,

já que o artigo fala sobre CFR, Clube Bilderberg, a Comissão Trilateral, o Clube de Roma e ao Grupo dos 30 e etc. Aproveito para fazer uma pequena contribuição ao blog, disponibilizando esse livro gratuito em PDF.

http://rapidshare.com/files/146071145/Daniel_Estulin_-A_Verdadeira_Historia_do_Clube_BILDERBERG.rar

Boa leitura e até a próxima,

Aragorn