segunda-feira, 13 de julho de 2009

Guerra Econômica - I

Artigo no Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Pedro Chaves

Os exércitos modernos necessitam hoje, mais do que nunca, da colaboração de patriotas civis, para adquirir conhecimentos a respeito de uma nova e violentíssima forma de guerra.

É obvio que a economia sempre foi causa de guerras e um dos fatores decisivos para se obter a vitória militar. No entanto, era possível vencer o inimigo militarmente mas arruinar as finanças do país do exército vitorioso.

A guerra econômica moderna torna possível uma derrota aniquiladora de um exército e do país que ele representa, sem disparo de um tiro sequer.

No tabuleiro do jogo de xadrez do poder mundial, vence o contendor que consegue aniquilar o seu adversário com o menor custo material e psicológico possível.

Em homenagem ao general romano Quinto Fabio Maximo (chamado de Cunctator, que viveu de 275 a.C. a 203 a.C., e atacava Aníbal com táticas de guerrilha) fundou-se em Londres a Sociedade Fabiana, cujo o objetivo é manter a hegemonia inglesa sobre o mundo, utilizando a tática do desgaste contínuo.

Como uma Hydra, possui várias cabeças, sendo as mais terríveis, o CFR – Council of Foreing Relations, o Diálogo Interamericano e a Comissão Trilateral.

O objetivo do monstro é destruir as soberanias nacionais para o estabelecimento do Governo Global Único, sob controle da Oligarquia Financeira Internacional, usando o nome eufemístico de Nova Ordem Mundial.

Para tanto é necessário destruir os exércitos nacionais. A melhor forma de ataque é levá-los à inanição. Corte de orçamento, de prestígio e de autonomia.

Vae Victis!

Pedro Chaves é Advogado. Artigo publicado no jornal Inconfidência.

2 comentários:

Anônimo disse...

Qualquer semelhança com o que se constata no Brasil, é coincidência? Ou os comunas daqui já estão (prazeirozamente) engajados na internacional fabiana?

Anônimo disse...

estão de conluio com a oligarquia financeira transnacional sim...
venderam a alma ao diabo e o que é pior, a preço de banana.