sábado, 8 de agosto de 2009

O mascate da honra

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Adriana Vandoni

Ultimamente tem sido repugnante assistir às sessões do Senado Federal. Deprimente ver que os debates giram em torno de trapaças, corrupções, amantes, bordéis, enriquecimentos pessoais, chantagens. Temas que nem de longe margeiam os interesses nacionais e da sociedade.

A imagem que se tem hoje do Senado Federal é de que seja um ajuntamento de criaturas taradas, desonradas, uma troça de delinqüentes. O brasileiro chega a imaginar, até com certa nostalgia, a candura do tempo em que nobres senadores defendiam a honra à bala. Tempo em que a chantagem era crime, se não legal, moral.

Ora, em seu pronunciamento, o senador Renan Calheiros, como um mascate de biscates que já foi, detalhou despudoradamente a chantagem que fez a outro senador. Se as biscates ele já não embala à custa do tesouro, mascateia agora a honra alheia.

Mas a honra de quem este mascate negocia? A honra do Brasil que hoje a olhos nus, pode parecer que é Sarney e sua defesa deliqüescente e cafajeste, pode parecer que é Collor e seus surtos psíquicos, ou Simon de cócoras engolindo suas palavras.
Mas não. O Brasil não é isso.

O Brasil hoje é o estarrecimento de Tião Viana que assustado, disse que democracia não é esse jogo de chantagens e intimidações. Que diferenças são debatidas, mas que “a Casa chegou a um nível de desencontro tal que não há mais racionalidade”.

O Brasil hoje é Arthur Virgílio. Uma pátria chantageada, abismada com o cinismo de homens, que no lugar de representarem a nação, agem como corretores de moral. Ímprobos que são, habituais comensais do erário, perderam a noção de virtude e tentam fazer do Senado seu bordel particular freqüentado por ignóbeis.

O Brasil hoje é o desencanto de Demóstenes Torres, que após o deplorável espetáculo de baixaria, se perguntou: é esta a Casa que desejei entrar? É aqui o local dos grandes homens?
De certo que é. Mas está sucumbindo à politicalha desta camarilha, representada por farrapos podres de homens, desprezíveis coronéis de merda, cortesões de idéias que para se manterem poderosos salalés do Tesouro, se aliam a qualquer um e a qualquer preço.

No episódio em que discute com Tasso, Renan, sem perceber, repete várias vezes o mesmo gesto. Tenta abotoar o já abotoado paletó, como se seu inconsciente tentasse esconder a própria imagem. Mas não consegue. E revela cada vez mais o seu perfil iníquo, biltre.

Sarney em sua defesa tentou desviar a atenção dos crimes que é acusado de ter cometido. Vangloriou-se da bravura de um passado que existiu, mas não foi bravo. Reescreveu a história em sua fala, mas mau escritor que é, forjou uma glória que não existiu e ao fazer isso, reafirmou o que tenta esconder. Que é agora o que foi no passado. Um presidente vacilante, situacionista e oportunista.

Hoje a nação pode até estar de cócoras, abismada com a degradação do Senado, mas há de reagir. Há de expurgar da vida pública esses mascates da moral. Há de jamais se acanhar à chantagem desses marreteiros da honra. O povo há de não lhes errar a identidade. Há de apurar a visão e enxergar em cada ato, por mais secreto que seja, as digitais enlameadas destes borrões de homens.

É isso que o cidadão espera. Que se vista novamente o Senado Federal. Não com o manto da hipocrisia, mas com a bravura, o respeito e a dignidade que merece.

Adriana Vandoni é Economista, Especialista em Administração Pública.

2 comentários:

Esperança disse...

Está acontecendo...
http://www.prosaepolitica.com.br/index.php?pg=noticias&id_noticias=225
Giulio Sanmartini 07.08.09

Finalmente, depois de muuuuita demora, depois de muuuuuita aflição, e antes que a vaca fosse para o brejo, está acontecendo alguma coisa nova neste país.
Já estava na hora, ou talvez até tenha passado da hora, mas antes tarde do que nunca. Alguns segmentos da sociedade brasileira chegaram ao seu limite e começaram um processo de reação à situação atual. Está em jornais, blogs e outros veículos de comunicação.

O Lions Clube de Blumenau fez publicar um manifesto contra o desgoverno que atua no país. O Lions Clube por ser uma entidade com fins filantrópicos, jamais se manifesta com relação à política nacional, mas seus integrantes sentiram que não dá mais para calar, e botaram a boca no trombone, com toda a educação e classe que lhes é peculiar.

É um documento sério que protesta contra o estado de corrupção em que se encontra a nação. Esta iniciativa merece aplausos e incentivos, pois mostra que o coração e a alma dos brasileiros não foram totalmente sufocados por programas assistencialistas governamentais.

Simultaneamente, Lojas Maçônicas também lançaram na imprensa manifestos com o mesmo teor, o que traz um grande reforço para os que lutam pela democracia. Conheço pouquíssimo sobre a Maçonaria ,mas sei que através dos séculos quando as Grandes Lojas tomaram atitudes relacionadas à política (qualquer que seja o país ) aconteceram mudanças graves.

Os maçons normalmente seguem seu caminho sem deixar transparecer suas atividades, pois primam pela discrição, ajudando os necessitados sem nunca buscar os créditos ou os holofotes da mídia.
Quem não conhece a força da Maçonaria que se acautele, porque é uma entidade muito bem articulada e muito forte para desencadear quaisquer ações.

É com alegria que vejo estes manifestos circulando pela imprensa, isto é um grande sinal de vitalidade, significa que setores da sociedade concluíram que está na hora de começar a agir para mudar este país que chafurda num lamaçal de escândalos e corrupção.

Estes manifestos são como um rastilho de pólvora que irão deflagrar ações iguais em todo o território nacional, fazendo com que a população acorde de sua letargia política e comece a exigir em praça pública as mudanças necessárias para colocar de novo o Brasil no rumo certo.

O que foi feito pelo governo atual tem de ser destruído, toda a corrupção na máquina governamental, toda bandidagem entre partidos, a liberação do tráfico de drogas, a mancomunação do PT com o crime organizado e todas as mazelas que nos assolam precisam ter um fim rápido.

Outras Lojas Maçônicas vão se manifestar com certeza , e outros clubes filantrópicos também,e ,teremos um movimento de reação ao comunismo que quer transformar nossa terra em uma Nova Rússia .

Tenho dito sempre que cada cidadão consciente tem o dever de conscientizar os que estão próximos de si, para que percebam como estão sendo enganados e espoliados por um presidente e um senado que estão mancomunados com a única intenção de roubar o Brasil.

Ha uma frase de uma música de Geraldo Vandré, cantada no tempo do governo militar pelos que protestavam contra a situação da época que cai como uma luva neste momento: "Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. É isso o que precisamos, a hora é agora, temos de apoiar o Lions Clube, temos de apoiar a Maçonaria, temos de apoiar quem estiver ao nosso lado nesta luta pelo nosso país e por nossas vidas .

Temos de fazer acontecer para que tenhamos um futuro com liberdade.

Vamos à luta que a vida é curta.

Anônimo disse...

Certíssimo o comentário acima, vale como um post no blog para que todos leiam e aprovem! Valeu Esperança !!!