sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Lula vai sancionar lei de Registro da Identidade Civil – que cria o número único desejado pelo projeto globalitário

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Por Jorge Serrão

Mais um velho projeto do modelo de controle globalitário vai se tornar realidade no Brasil. O chefão Lula da Silva deve sancionar, sem vetos, a lei de Registro da Identidade Civil – que cria o número único para os cidadãos. A nova regra unifica vários documentos: o Cadastro de Pessoa Física (CPF), a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o passaporte, além de quaisquer outros documentos necessários ao cidadão.

Por trás da numeração única – que parece uma medida boa e lógica, anti-burocrática – está a facilidade criada para um aperfeiçoamento do controle do cidadão. O novo documento único terá fotografia e um chip eletrônico – que poderá ser usado como localizador, rastreador ou até como medidor do consumo do cidadão. Basta que obrigar que o cidadão use o número para fazer suas compras – como já acontece atualmente no projeto experimental da nota fiscal paulista, por exemplo.

O projeto do Registro da Identidade Civil - de autoria do deputado Celso Russomanno (PP-SP) – tem aspectos positivos, para camuflar seu real objetivo de controle social. O novo documento unificado terá o tipo e o fator sanguíneo do titular. A pedido do titular, também será possível que o documento contenha carimbo comprobatório de deficiência física, desde que esta seja atestada por autoridade de saúde competente.

Os defensores do documento único – que é um processo inevitável forçado pelo modelo globalitário que avança a cada segundo – argumentam que a utilização do número da identidade nos demais documentos dificultará a ocorrência de fraudes e propiciará o aperfeiçoamento do sistema de identificação civil, ajudando no combate ao crime. Na verdade, o Estado conquista mais um instrumento para facilitar a padronização do controle sobre o cidadão – que já ocorre hoje, só que usando números diferentes, da identidade e do CPF.

Sinceridade do Lula?

Ao dar posse ontem à noite ao primeiro magistrado cego a assumir cargo de juiz do Tribunal Regional do Trabalho no Paraná (TRT-PR), desembargador Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, o chefão Lula teve um ataque de sinceridade e admitiu que a sua maior deficiência é mesmo é intelectual.

No entanto, aproveitou a aparente ironia consigo mesmo para se apresentar como vítima, alegando a tese óbvia de que o preconceito é uma doença no Brasil:

Tem gente que tem dois olhos para ver e não consegue tomar decisões”.

Fala sério, Lula: Pior é o que “enxerga” é toma decisões erradas ou criminosas...

Ironia

Lula aproveitou para fazer média com o desembargador Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, primeiro juiz cego do país e que perdeu a visão quando cursava a Faculdade de Direito:

A sua posse é a vitória de cada brasileiro portador de deficiência. Disseram como você iria trabalhar num processo se não consegue ver como se não pudesse usar outros métodos. Eu não vou citar os meus (preconceitos sofridos) porque virei presidente da República. Talvez a minha deficiência, diferentemente da do Ricardo, seja a deficiência intelectual”.

Ao fazer tal afirmação, na verdade, Lula lança seu preconceito pessoal contra quem valoriza o lado intelectual.

Aprende, Lula

Stalinácio devia aprender que o ser humano funciona de acordo com um tríplice aspecto: o motor (ação), o emocional e o intelectual.

Cada pessoa tem tendência a manifestar um deles de forma preponderante em sua personalidade, embora os três sempre estejam presentes – em maior ou menor grau – em todas as pessoas.

Se o Stalinácio quiser conhecer mais um pouco do assunto, sem precisar ler (o que ele odeia, dê uma olhadinha no vídeo do filósofo chileno Khristian Paterhan, no YouTube:

http://www.youtube.com/watch?v=JKcMp6pw9bk

O maior medo de Lula

É perder o amigo José Alencar, e não poder mais viajar sem deixar o governo sob a presidência de Michel Temer ou José Sarney.

O vice-presidente José Alencar voltou a ser internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.
Alencar apresentava ontem níveis de hemoglobina, de leucócitos e de plaquetas muito baixos.

A deficiência aumenta muito o risco de pegar uma infecção e ter uma hemorragia, ou ter uma crise de anemia – que lhe pode ser fatal.

Tá falando do seu PMDB?

Pelo nosso sistema, os inimigos políticos de um candidato estão no próprio partido e não no partido adversário, porque entram sempre os mais bem votados da legenda dele”.

Foram as palavras do Ministro da Defesa, Nelson Jobim, que criticou o sistema eleitoral ao participar ontem do painel Desafios Constitucionais em Tempo de Crise do XII Congresso Brasiliense de Direito Institucional – A Constituição em Tempos de Crise, em Brasília.

O XII Congresso Brasiliense de Direito Institucional é promovido pelo IDP – Instituto Brasiliense de Direito Público (www.idp.edu.br) e será realizado até sábado no Teatro Pedro Calmon, no Quartel General do Setor Militar Urbano.

Inicialmente confirmado para fazer parte da mesa de abertura, o Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, um dos fundadores do IDP, preferiu acompanhar a palestra no auditório do teatro.

Constitucionalista Meirelles?

A cada dia Henrique Meirelles se credencia como uma espécie de “plano B” para a sucessão presidencial.

O Presidente do Banco Central, que não é jurista, foi um dos palestrantes do dia de abertura do XII Congresso Brasiliense de Direito Constitucional – A Constituição em Tempos de Crise.

Seu gancho foi exatamente falar da crise, e fazer propaganda do seu papel nela.

Meirelles atribuiu a força do País ante a crise às políticas econômicas conservadoras adotadas em sua gestão.

Manda vetar

Jobim confirmou que vai sugerir a Lula o veto aos artigos da lei eleitoral, aprovada pela Câmara, que restabelecem o voto impresso e o voto em trânsito.

Para ele essas decisões são “injustificáveis”:

No mais, a reforma (eleitoral) foi um avanço”.

Remendo mal feito

O remendo eleitoral aprovado na Câmara deixou de lado medidas que poderiam reprimir o uso da máquina pública e restringir a participação de candidatos que respondem a processos, os fichas-sujas.

O texto que será enviado à sanção presidencial na próxima semana deixa sem controle ainda as doações feitas diretamente aos partidos.

Assim, permanece oculta a relação direta entre candidatos e doadores.

Facilidades de sempre

A Câmara derrubou regras votadas pelo Senado que tentavam coibir o uso da máquina, como a proibição da participação de candidatos em inaugurações de obras, nos quatro meses que antecedem a eleição.

Pelo texto final, os candidatos não poderão participar de inaugurações três meses antes do pleito. Caiu também na Câmara a proibição de criar ou ampliar programas sociais em ano eleitoral.

A única restrição mantida é a de que, em ano eleitoral, programas sociais não podem ser executados por entidade nominalmente vinculada a candidato ou mantida por ele.

Obrigado pelo convite

Paulo Skaf, Presidente da Fiesp e do Ciesp, manda convites para quem quiser fisgar uma bóia com Lula.

O Brazil Institute - órgão criado pelo Woodrow Wilson International Center for Scholars do Smithsonian Institution, homenageia o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A solenidade ocorrerá no Waldorf-Astoria Hotel, em Nova Iorque, EUA, durante jantar com a presença dos presidentes do Grupo EBX, Eike Batista, e do ExxonMobil, Rex W. Tillerson, além dos co-presidentes do Brazil Institute, Alain J. P. Belda, e embaixador Anthony Harrington, entre outras autoridades.

A recepção será na próxima segunda-feira, dia 21, às 19h 30min, seguida de jantar às 20h 15min.

Como minha patroa é boa em rabada com agrião, prefiro jantá-la e serei obrigado a declinar do convite.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo analítico, independente e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Setembro de 2009.

7 comentários:

Anônimo disse...

caro jornalista,
parabéns,
esse blog é um dos poucos a tratar dessa polêmica que passa desapercebida pela grande imprensa.
O admirável mundo novo está sendo viabilizado ao sul do equador por essa manada de legisladores imbecis.
É importante citar que nos Estados Unidos, mesmo após a invasão a privacidade e aos direitos individuais patrocinada pelo governo Bush, após o 11 de setembro, sequer existe algo parecido ao nosso documento de identidade, pois tal controle formal do estado sobre o indivíduo é inaceitável.

Anônimo disse...

caro jornalista,
permita uma consideração.
um ponto importante que não foi tratado em seu texto é sobre a obrigatoriedade do cidadão em portar o seu RG (futuramente substituído por essa tecnologia nazi-fascista). Atualmente a lei não obriga o cidadão em portar tal documento. Esse seria um ponto fundamental para o estado totalitário pois se a lei obrigar as pessoas a tal comportamento haverá um controle total do cidadão no melhor estilo Orweliano (1984)

Anônimo disse...

Vai entra para a estoria, o presidente que sancionou o C adastro U nico

Anônimo disse...

O Presidente LULA vai instituir o Cadastro Único

A segunda medida a ser adotada pelo governo do Presidente LULA, depois da Fome Zero, será a adoção do CADASTRO ÚNICO, que será de âmbito nacional para todos os cidadãos brasileiros.

Você que está de saco cheio de ter que levar consigo aquele montão de documentos ou ter que decorar vários números, como o CPF, RG, Título de Eleitor, Cartão-de-Crédito, PIS/PASEP, Carteira Nacional de Habilitação, etc, e todas as mazelas instituídas por FHC, vai ficar feliz com a implantação do CADASTRO ÚNICO – CU.

Veja só como o “CU” será importante na sua vida. No começo você usará o CU apenas para necessidades básicas, mas com o tempo, poderá vir a usufruir as inúmeras utilidades que o CU lhe proporciona.

Ao requerer um empréstimo, por exemplo, é só dar o CU para o gerente que logo, através de uma simples consulta à central do CU, ele saberá o valor mais compatível que seu CU lhe proporciona.

Quando você fizer uma compra, é só falar para o atendente: “põe no meu CU, por favor!” – e as suas compras estarão pagas. Tudo será debitado no seu CU. O seu CU servirá também, como identificador. Numa blitz da polícia, por exemplo, quando você for parado, em vez de ficar procurando um monte de documentos, basta mostrar o CU.

Além disso, o CU servirá também para o caso de segurança, pois um bandido saberá que pode ser facilmente reconhecido pelo seu CU, que será inutilizado por um período previsto por Lei. Isso intimidará o larápio, pois afinal “quem tem CU tem medo”.

Mas tudo isso tem preço, já imaginou a quantidade de coisas que terá que ser guardado no CU? Todos o dados que você tem por exemplo, serão armazenados no seu CU. Por isso mesmo, serão contratados os maiores especialistas em inserção de dados do mundo, para que tudo que entre no seu CU, entre de forma rápida, segura e discreta.

Agora chegou o momento de você se perguntar: “Será que estou preparado para usar meu CU ? Se você acha que sim, entre em contato com os órgãos responsáveis, que eles providenciarão para que você possa usufruir do seu CU imediatamente.

No inicio, você vai achar estranho tanta gente pedindo o seu CU, mas não tenha medo de dar o seu CU, você vai acabar gostando da novidade........

Ai pronto, você já poderá ser identificado apenas com o seu CU, mas cuidado, não vai sair dando o seu CU para qualquer um.

Claudiney disse...

Concordo com algumas de suas considerações, mas sobre o registro único somente quem trabalha com segurança pública é que sabe a dificuldade da existência de vários números de documentos. Acredito na máxima que diz que "quem não deve não teme".
Outro detalhe é que devemos dar exemplo sobre determinado assunto do qual se critica. Nesse caso, deveria repassar seus textos. Há alguns erros, como na frase: "...admitiu que a sua maior deficiência é mesmo é intelectual".

Dilermando disse...

JÁ IMAGINARAM TODOS OS DADOS DO CIDADÃO, EM UM ÚNICO CARTÃO. EM UM PAIS QUE TEM O MAIOR ÍNDICE DE FALSÁRIOS DO MUNDO. ONDE FALSIFICAM, RG, CPF, TITULO DE ELEITOR, PASSAPORTE, CARTEIRA DE MOTORISTA. COM TODOS ESTES DOCUMENTOS EM UM ÚNICO CARTÃO, OS FALSÁRIOS TERÃO MENOS TRABALHO.

Anônimo disse...

A LEI Nº 9.454, DE 7 DE ABRIL DE 1997, que criou o RIC não foi sancionada pelo Lula, mas por Fernando Henrique. O Lula só regulamentou a lei.