terça-feira, 10 de novembro de 2009

Operação bilionária de bancos ajuda a desmentir boato de que Lula ajudaria Telefônica a comprar a GVT

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Por Jorge Serrão

Um “boato” - veiculado pelo International Financing Review, publicação vinculada à agência Thompson Reuters – quase atrapalhou um negócio que envolveria o chefão Lula da Silva e um dos maiores grupos de comunicação do mundo. Os grandes bancos tiveram de agir depressa e montar uma operação financeira bem combinada para tirar qualquer veracidade da notícia de que o presidente da Telefônica no Brasil, Antônio Carlos Valente, estaria negociando com Lula um empréstimo no Banco do Brasil, no valor de R$ 6 bilhões, para comprar a GVT.

Mas o negócio ainda pode render dor de cabeça a Lula. A associação de defesa do consumidor, ProTeste, enviou ofício à ministra chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, para alertar sobre o risco de lesão ao consumidor, caso venha a se concretizar a compra da GVT pela Telefônica. O medo é os custos decorrentes da operação pretendida pela Telefonica sejam repassados para os usuários. A ProTeste adverte que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) não possui qualquer instrumento de controle para evitar esse dano.

Ontem, a Telefônica não só desmentiu qualquer negociação com a turma do Palácio do Planalto como obteve uma garantia de financiamento de R$ 8,6 bilhões, garantidos por quatro bancos, durante cinco anos, para comprar a GVT. Também ontem Conselho de Administração da Telesp aprovou correndo a realização de uma emissão de notas promissórias de até R$ 6 bilhões. Tudo, com a devida pressa, para desmentir quaisquer ligações de Lula com a operação.

A transação chama atenção porque será a maior a emissão deste tipo de papel já feita no mercado brasileiro. Os bancos que lideram a operação em favor da Telefônica são Bradesco, HSBC, Banco do Brasil e o Votorantim. Os recursos obtidos com os títulos de curto prazo no mercado interno serão utilizados exclusivamente para saldar parte dos compromissos que a empresa tiver com a compra de 100% da GVT, em leilão agendado na Bovespa, no próximo dia 19. A aquisição das ações da GVT é estimada em R$ 6,8 bilhões.

Briga de cachorro grande

A aquisição de 100% das ações da GVT esconde uma batalha entre duas grandes empresas de telecomunicações: a “espanhola” Telefônica e a francesa Vivendi.

Em Londres e Paris, com a ajuda dos bancos BNP Paribas e Societé Générale, a Vivendi já teria levantado um crédito de R$ 5,4 bilhõs para comprar a GVT.

A fim de impedir, a todo custo, a entrada da Vivendi no Brasil, a Telefônica estaria disposta a oferecer até R$ 7,1 bilhões para adquirir o controle total da GVT.

Baratinho?

A Telefônica informou que preferiu financiar a compra da GVT no mercado interno porque os custos da linha de crédito aqui é mais baixo que no exterior.

Os quatro bancos também garantiram que comprarão os papeis, se não houver venda integral aos investidores.

Os títulos serão trocados por debêntures – papéis com vencimento em prazo mais longo.

Mais abuso?

A Telefônica adiou, em São Paulo, a venda do serviço de banda larga popular instituído por decreto do governador José Serra.

Associações de defesa do consumidor já advertiram que a Telefonica pretende vender uma banda popular na forma de venda casada.

O serviço só estaria disponível para aqueles clientes do serviço de telefonia.

A venda casada é proibida pela Lei Geral de Telecomunicações (LGT), pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo próprio regulamento do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) – que regula o serviço de acesso à Internet.

Marketagem nazipetista

Das dez questões de conhecimentos gerais comuns às 27 carreiras avaliadas pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), domingo, pelo menos quatro fazem elogios ao desempenho do Governo Lula.

A questão 5 menciona o impacto do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) sobre o meio ambiente.

Na prova de Comunicação Social, aplicada a universitários de seis carreiras, entre elas jornalismo, a questão 19 cita diretamente o presidente Lula.

Reveja: Manipulação ideológica: Questão do Enade erra nome de Lula, mas faz propaganda contra críticos do Presidente

Desexpulsa

A Universidade Bandeirante (Uniban) decidiu revogar no início da noite desta segunda-feira a decisão de expulsar a estudante Geisy Villa Nova Arruda, de 20 anos:

"O reitor da Universidade Bandeirante - Uniban Brasil, de acordo com o artigo 17, inciso IX e XI, de seu Regimento Interno, revoga a decisão do Conselho Universitário (CONSU) proferida no último dia 6 sobre o episódio do dia 22 de outubro, em seu campus em São Bernardo do Campo. Com isso, o reitor dará melhor encaminhamento à decisão”.

O reitor Heitor Pinto Filho fala hoje sobre o caso em entrevista coletiva, em São Paulo.

Incerteza do Aecinho

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB-MG), avisu ontem que não tem obsessão por disputar a presidência da República:

"Não sei se sairei candidato, se comporei chapa com José Serra (PSDB-SP), mas, mesmo que não esteja disputando a presidência, estarei na trincheira lutando por um Brasil melhor".

Foi o papo de Aécio ontem para um grupo de 250 empresários, durante almoço no Hotel Renaissance, em São Paulo, organizado pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide), presidido pelo empresário João Doria Jr.

Aécio acabará concorrendo ao Senado por Minas Gerais...

O bicho vai pegar ou pagar?

Liga Independente das Escolas de Samba, controlada pelos bicheiros, pagou uma festa oferecida no encerramento do encontro do Colégio de Presidentes de Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

O Globo de hoje revela que o evento, com visita à Cidade do Samba, show e coquetel, aconteceu em 28 de agosto deste ano e foi patrocinado pela Liga a pedido do então presidente do TRE-RJ, desembargador Alberto Motta Moraes.

Ao discursar no coquetel, Motta Moraes homenageou os bicheiros Aniz Abraão David, o Anísio, e Luizinho Drummond, ambos da cúpula da Liga.

Rubinho Vence!

O Google ainda pode recorrer judicialmente, mas o piloto Rubens Barrichello, da Williams, ganhou ação impetrada em 2006.

O Google deverá indenizá-lo em R$ 850 mil devido à manutenção de aproximadamente 300 perfis falsos e 90 comunidades ofensivas ao terceiro colocado do Mundial 2009 da F-1.

Na decisão, em primeira instância, o Tribunal de Justiça de São Paulo determinou também que o Google retire os perfis de usuários que se identifiquem como Rubens Barrichello, além das comunidades denunciadas, sob pena de multa diária de R$ 1 mil em caso de descumprimento da medida.

Considerando que a ação é de 2006, a Justiça pareceu mais lenta que os críticos de Rubinho o acusam de ser, nas pistas...

Toma, Stalinácio!

Para comemorar os 100 anos do Corinthians, que ocorre em 2010, foi lançada uma uma cachaça chamada de A Corinthiana, que vem com o emblema do clube.

Lançada pela Case Sports, a bebida tem três versões (prata, ouro e premium), com preços que variam de R$ 30 a R$ 65.

Presentinho ideal para um corinthiano ilustre lá do Planalto...

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Novembro de 2009.

4 comentários:

Anônimo disse...

Meu Deus, quem diria que um presidente-metalurgico, viraria um capitalista de mão cheia, não existe negócio no Brasil e mundo que este homem não esteja metido, tudo isto graças ao Brasil que é seu maior fiador!

Anônimo disse...

A gostosa universitária
Resolveu pela campus passear
Mal sabia que a sua indumentária
Fosse tanto aborrecimento causar...

Assovios, apupos, xingamentos
Algo difícil de descrever
Foi quase um linchamento
Tudo isso, por quê?

Não se pode mostrar as pernas?
Na universidade tem que ser sepulcral
Se foi esse o motivo da baderna
Oh! que falsa moral...

Ela é universitária, jovem e vistosa
Sua beleza quer mostrar
Então, a turba por demais invejosa
A queria em outro lugar...

Estranha essa vida
Às vezes difícil de entender
Inveja? Talvez aí resida
As respostas dos porquês

Anônimo disse...

Serrão, gostaria que comentasse esse negócio de Bolsa Celular, por acaso tem alguma coisa a ver com a telefônica? Segundo o ministro Hélio Costa seriam vendidos 11 oferecidos 11 milhões de celulares pré-pagos a preco de R$ 7 ou R$ 12 bom agora não consigo localizar a reportagem mas está no UOL, gostaria que você comentasse.

Esperança disse...

Vivendi compra a GVT

http://economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200911132052_RTR_1258144729nN13479267