quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Presidência já torrou, desde abril, R$ 9,7 milhões de forma secreta, em nome da “Segurança Nacional” de Lula

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alertawww.fiquealerta.net (atualizado nesta quarta)

Por Jorge Serrão

Desde abril, a farra de gastos do governo federal com cartões de crédito corporativo saltou de R$ 14 milhões para R$ 46 milhões. O aumentinho de 330% nas despesas seria uma nova fonte de crise para o desgoverno Lula, se ele sofresse ação de uma efetiva oposição. Na gastança geral, só a Presidência torrou R$ 10 milhões. Detalhe grave: R$ 9,7 milhões foram gastos secretos, em nome da “segurança nacional”.

Os gastos pessoais da primeira-dama Marisa Letícia, que não é servidora pública, estão escondidos no meio das despesas corporativas sob segredo. As despesas para a mulher de Lula são praticadas em nome de uma das assessoras da Presidência. Os gastos acabam justificados pelo argumento genérico de “segurança nacional”. O caso só não rende uma CPI porque os políticos – que também gastam além da conta – têm um pacto com o Executivo para não se meterem no assunto.

Enfim, não demorou para se constatar o real motivo de o chefão Lula da Silva ter reclamado, recentemente, dos juros abusivos cobrados pelos bancos nos cartões de crédito. Só faltou ele meter o pau na Visanet que fornece os cartões do Banco do Brasil que ele e sua turma (ab)usam na Presidência. Os gastos do governo Lula com cartões já correspondem à metade da verba usada pelo Ministério dos Esportes neste ano.

Leia, abaixo, o artigo de Arlindo Montenegro: Os dois preguinhos

Tomando pé dos gastos

A Presidência da República reservou em orçamento R$ 73 mil para a compra de 1.782 sapatos masculinos pretos de couro legítimo, bico quadrado, forro interno todo em couro e palmilha antitranspirante.

Também “empenhou” (programou gastar) R$ 4,3 mil para a aquisição de 18 coturnos pretos de couro.

Tudo indica que a compra do material – revelada pelo site Contas Abertas – seja para o pessoal do Gabinete de Segurança Institucional, comandado pelo General Jorge Armando Félix.

Filme positivo

Será lançado em janeiro, nos cinemas, um filme de ação nacional, dirigido por Roberto Carminati, que promete bem das Forças Armadas brasileiras – amadas ou não.

Já está no YouTube o trailler da obra vai discutir, na telona, a vigilância das nossas fronteiras:

http://www.youtube.com/watch?v=GNmMLw_3Kw0

Que droga...

O chefão Lula fez ontem um mea culpa do combate às drogas no Brasil.

No IX Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, ele admitiu que o governo federal não sabia ainda como enfrentar o problema, em especial o avanço do crack:

“Há uma questão séria, que não é brasileira, americana, francesa ou boliviana, que é a questão das drogas. Está ficando claro que do jeito que nós estamos tratando as drogas até agora não está dando resultado. O que estamos vendo é gente cada vez mais jovem envolvida com o crack, que é a borra da cocaína. E nós sabemos os efeitos que o crack está provocando nas nossas periferias. Nem o governo nem o ministro tem a receita para resolver o problema, mas o dado concreto é que o problema está ficando sério”.

Golpe no Militar

A turma que hoje ocupa os postos de Major a Coronel corre mesmo o sério risco de vestir o pijama mais cedo.

Os revanchistas do Palhaço do Planalto pretendem implantar um providencial filtro ideológico nas Forças Armadas (principalmente no Exército), logo depois que for aprovada a reestruturação do Ministério da Defesa.

Os militares que forem identificados com os ideais de 1964 vão para a reserva mais cedo que o normal.

Serão promovidos aqueles jovens capitães e tenentes identificados com a linha petista ou que apenas prefiram posar de “funcionários públicos fardados”, sem maiores preocupações com soberania nacional e outros assuntos que desagradem aos poderosos de plantão.

Golpe Militar

O segurança Rafael Fernandes dos Santos, de 24 anos, foi preso ontem por manter um falso curso de treinamento militar em São Paulo.

Expulso do Exército, o acusado identificava-se como tenente e ministrava aulas de defesa pessoal e estratégia de combate, além de vender fardas e coturnos a preços superfaturados.

O “professor” fez carteiras falsas de identidade militar, com as quais dava patentes para os incautos aprendizes de Rambos.

Seria um perfeito formador do futuro “Exército de Libertação Nacional” do Foro de São Paulo, se não tivesse sido apanhado pelo Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

Franco atirador

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, avalia que as dificuldades regionais entre o PT e o PMDB podem atrapalhar a aliança nacional dos dois partidos, apesar do acordo de cúpula fechado no mês passado:

"O problema do PMDB é a questão dos diretórios regionais. É muito claro que o envolvimento dos diretórios regionais está ligado à capacidade de agregação de votos da candidatura nacional ao candidato local. E em alguns locais os candidatos são exatamente do PMDB de um lado e do PT de outro. Isso vai dar problema".

Resta indagar se tal argumento de Jobim é uma Defesa ou um Ataque...

Garantia de quê?

A direção nacional do PMDB formalizou apoio à pré-candidata do PT, Dilma Rousseff.

No acordo, o PMDB obteve a garantia de indicar o candidato a vice-presidente.

Mas tal união estável precisa ser aprovada em convenção nacional, marcada para junho do ano que vem.

Fica?

Nelson Jobim avisou ontem que não vai se envolver nos problemas de seu partido porque não é candidato "a nada" nas eleições de 2010.

O Genérico de quatro estrelas advertiu que "em princípio" pretende ficar no ministério até o fim do governo Lula da Silva, mas brincou:

"Se bem que o ministro em um regime presidencialista fica até quando o presidente quiser".

Aos amigos tudo...

O Ministério da Justiça vai julgar a anistia de outro perseguido político que tinha apenas 8 anos de idade nos idos de 1964.

O agraciado pelas benesses da Comissão de Anistia é o ex sindicalista Vladimir Poleto, ex-assessor de Antonio Palocci na prefeitura de Ribeirão Preto.

O mesmo que negou negou à revista Veja haver transportado US$ 1,4 milhão doados por Cuba à campanha de Lula, em 2002.

Dita-mole

Pode-se esperar tudo – e mais um pouco - de uma comissão que já deu din-din da Anistia Política a alguém que tinha 7 anos em 1964:

Paulo Okamoto (atual presidente do Sebrae).

O beneficiado é o mesmo cabra que pagava contas particulares do chefão Lula, no passado.

Propaganda externa dá resultado...

O site Comunique-se informa que uma pesquisa feita pela Imagem Corporativa em 14 dos principais jornais do mundo mostra que 85%, das 783 matérias analisadas, retrata positivamente o Brazil de Lula.

A maioria das matérias coloca o País como um player internacional (26%) pelo relacionamento do Brasil com órgãos e representantes estrangeiros em reuniões como o G20 e Bric.

De acordo com a pesquisa, os três jornais que dão mais destaque para o Brasil são: Financial Times (16%), Wall Street Journal (15%) e Clarín (13%).

Alguém errou a mão...

Aécio Neves negou que tenha dado um empurrão e um tapa em sua namoradinha, a modelo Letícia Weber, de 25 anos, durante uma festa da Calvin Klein no Hotel Fasano, na Cidade Olimpicosa.

A notícia da suposta agressão saiu e foi retirada do ar depressa no blog de Juca Kfouri, no UOL.

A própria modelo negou qualquer agressão – que circulou em blogs e no Twitter.

Ultimato confirmado

Aécio Neves mantém sua exigência de que o PSDB defina até dezembro o candidato tucano à sucessão presidencial.

O governador de Minas Gerais repetiu ontem que, fora deste prazo, vai concorrer ao Senado:

Até o final do mês de dezembro contem comigo. Se o partido optar, e eu respeitarei essa decisão, por alongar um pouco mais esse prazo eu vou voltar-me integralmente para Minas Gerais... A forma de eu poder e até tentar dar ou ajudar a dar aqui, ao lado dos meus companheiros, uma vitória a um outro candidato do PSDB seria mergulhando aqui na nossa campanha, sendo candidato ao Senado".

Com tais palavras de Aécio, quem respira aliviado é seu “adversário” José Serra, que participa em Istambul, na Turquia, da conferência Urban Age, sobre o futuro das cidades, já sabendo qual será o seu futuro político pessoal em 2010, com Aecinho tirando o time antecipadamente.

Embromação perigosa

O Senado deverá demorar pelo menos uma semana a mais para cumprir a decisão do Supremo Tribunal Federal que mandou cassar o senador Expedito Júnior (PSDB-RO).

A Mesa Diretora do Senado acatou ontem um recurso do senador cassado para que ele se defenda na Comissão de Constituição e Justiça do próprio Senado.

Assim o Senado, que parece não se lembrar da recente crise institucional, arranja mais uma briga gratuita com a Justiça.

O retorno do “Jedi” Sarney?

Será que José Sarney resolveu abandonar seu momento de paz e tranqüilidade, voltando ao fogo infernal dos ataques midiáticos?

Tudo indica que sim, já que o poderoso presidente do Senado resolveu ontem fazer gracinha com a possibilidade de prisão dos integrantes da Mesa Diretora do Senado pelo descumprimento da ordem do STF para cassar o senador Expedito Júnior.

Peço que não me levem cigarro (na prisão) porque não fumo, mas que me confortem”.

Já é um avanço: pelo menos na ironia, Sarney admitiu que pode ser preso...

Fecha pra balanço?

O Tribunal Superior Eleitoral negou ontem o último recurso de Expedito contra a cassação do mandato.

O ministro Marco Aurélio de Mello ficou injuriado com a falta de cumprimento por parte do Senado da decisão do TSE, confirmada pelo STF:

O que estarrece é que uma decisão mandamental do Supremo tenha o cumprimento postergado. Talvez a quadra seja sinalizadora de fecharmos o Brasil para balanço”.

Conselho aos idosos endividados

Antes de entrar com ação judicial, o idoso endividado na farra do crédito consignado deve tentar negociar acordo de parcelamento da dívida com o banco.

O conselho é do defensor João Henrique Vianna Rodrigues, coordenador do Núcleo Especial de Atendimento à Pessoa Idosa (Neapi) no Rio de Janeiro.

O aposentado no Rio de Janeiro pode procurar o Neapi, que fica na Avenida General Justo 335 loja A, no Centro, e obter orientações.

Mais informações pelo 0800-285-2279, da Defensoria.

Foi-se

A Academia Francesa anunciou ontem a morte do antropólogo Claude Lévi-Strauss, aos 100 anos.

Considerado "pai da antropologia moderna" e fundador da antropologia estruturalista, Lévi-Strauss contribuiu com conceitos sobre três temas de estudo: a teoria das estruturas elementares do parentesco, os processos mentais do conhecimento humano e a estrutura dos mitos.

Autor de “Tristes Trópicos”, Lévi-Strauss sofria de mal de Parkinson e completaria 101 anos no dia 28 de novembro.

Que SUS...to

Revolução nos EUA depois que o chefão Lula da Silva sugeriu ao colega Barack Obama que implante o SUS brasileiro no sistema de saúde norte-americano.

Os gaiatos da Casa Branca retribuem a brilhante ideia, sugerindo ao “cara” do Brazil que nomeie Osama Bin Laden para o cargo de Secretário Nacional de Segurança Pública, a fim de resolver o probleminha da “Riolência” gerado pela moleza aos narcoguerrilheiros cariocas.

Seria o jeitinho irônico de Obama ficar no empate com o companheiro Lula.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 4 de Novembro de 2009.

4 comentários:

Martim Berto Fuchs (64) disse...

Chega ser cansativo falar deste governo porco. Não me lembro, desde 1.962 para cá, de um governo tão podre e mentiroso. Outro dia passei por uma escola que está caindo aos pedaços. Não reformaram a escola, continua igual, mas agora tem uma placa apregoando a verba destinada para manutenção. Esta é a síntese desses hipócritas. Apregoar o que vão fazer. Muito pouco fazem. Só roubam. Mas a maioria do povo acredita nesses cretinos, ou melhor, no que apregoam.

Anônimo disse...

o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso o “mensalão” foi um esquema montado para comprar o Congresso

Anônimo disse...

O Juca Kfouri não retirou o post "Covardia de Aécio Neves":

http://blogdojuca.blog.uol.com.br/arch2009-11-01_2009-11-07.html

Anônimo disse...

Substituiu o pagamento dos mensaleiros que era feito com empréstimos bancários falsos pelo cartão corporativo, bem mais seguro e não sujeito à investigação alguma.

Se for descoberto depois, serão águas passadas.

Uma coisa é certa, todos os atos conseguidos através da fraude do mensalão poderão e deverão ser anulados pelo próximo governo, inclusive vária nomeações para cargos importantes no Judiciário, principalmente.