terça-feira, 30 de junho de 2009

Campanha na Internet pressiona Lula para que SUS cuide do Linfoma, que mata 8 pessoas por dia no Brasil

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

No embalo da milagrosa cura do linfoma da ministra-candidata Dilma Rousseff, a blogsfera lança uma campanha de esclarecimento para impedir que a discussão sobre tratamento do linfoma no SUS morra pela inanição do governo em resolver coisas sérias. O Sistema Único de Saúde não possui tratamento adequado para o Linfoma e que a lista de medicamentos para esse tipo de câncer não é atualizada há mais de 10 anos pelo governo.

A campanha via Internet esclarece que muitos médicos da rede pública desconhecem como diagnosticar e tratar os pacientes, o que diminui substancialmente as chances de descobrir a doença a tempo de curá-la. Quando diagnosticado a tempo e tratado com os medicamentos certos, os pacientes com Linfoma tem 95% de chance de cura. Dilma teve a sorte de ter dinheiro para bancar seu tratamento em hospital particular, tendo acesso aos medicamentos mais modernos - como o MabThera - que, combinados com a quimioterapia, garantem índices muito maiores de recuperação.

O texto da campanha para que o SUS cuide do Linfoma, distribuído na Internet, lembra que, até abril desse ano, quando a ministra Dilma Rouseff foi diagnosticada portadora de Linfoma, um tipo de câncer muito mais comum do que se imagina, as pessoas sabiam pouco ou quase nada sobre o assunto. Uma pesquisa do DataFolha, realizada em 2008, revela que 66% dos brasileiros nunca sequer ouviu falar nisso, e dados obtidos pela Abrale só confirmam as estatísticas: de 895 pacientes em tratamento, 87% não faziam a menor idéia do que era o Linfoma antes de contraírem a doença.

O Linfoma mata mais que 3 mil pessoas por ano, o que corresponde a uma média de 8 pessoas por dia. A campanha via Internet adverte: “A única forma de ajudar quem não tem como bancar um tratamento particular a se curar do Linfoma é divulgando o assunto e ajudando a mobilizar a população para que ela exija que o tratamento adequado esteja disponível para toda a população. A problema é que o assunto, de um mês para cá, começou a cair no esquecimento. E para que haja uma resposta do governo, precisamos mobilizar a opinião pública”.

Blog do Lula em consulta

O Palácio do Planalto lançou ontem, em seu site, uma consulta técnica para "aprimorar" o novo blog do Planalto, que deverá ser lançado em julho.

O internauta que quiser participar deve acessar o site www.planalto.gov.br/consultablog.

Um questionário, de nove itens, ficará disponível até 7 de julho.

Máquina de propaganda

A Secretaria de Imprensa da Presidência destaca que a ideia do blog é disponibilizar conteúdo multimídia para "informar, explicar e contextualizar ações, decisões e mensagens do governo federal, com a agilidade e a linguagem adequadas aos meios digitais".

Além do blog, a Presidência também planeja lançar outras ferramentas na rede de computadores: o Twitter e videos no YouTube.

Na próxima semana, Lula ganhará uma coluna semanal (O Presidente Responde) nos jornais que se mostrarem interessados.

Segura Sarney

Nem sempre a alegria do Palhaço do Planalto é ver o circo do Senado pegar fogo.

O chefão Lula da Silva deu uma ordem ontem para que os integrantes da bancada petista na Câmara e no Senado passem a explicitar o apoio a José Sarney em pronunciamentos e entrevistas.

Lula teme o impacto da provável ameaça, feita pelo DEM, de retirar hoje o apoio a Sarney, em reunião infernal.

Tá com medinho?

Pela segunda semana consecutiva, a crise no Senado foi tema da reunião, comandada por Lula.

O presidente insistiu que a crise tem de ser resolvida pelos senadores, mas manteve a solidariedade a Sarney.

Além de retribuir o apoio recebido de Sarney ao longo dos últimos anos, Lula teme que o enfraquecimento ou a saída de Sarney do comando do Senado poderia resultar numa crise de governabilidade.

Lula acha que o problema seria fatal para a conclusão de seu mandato, que termina em um ano e meio.

Vale o que está escrito?

Sarney encaminhou ontem aos outros 80 senadores uma carta na qual nega que seu neto tenha se favorecido.

Informou que solicitou à Polícia Federal investigação sobre todos os empréstimos consignados feitos no Senado.

Sarney voltou a reclamar que é vítima de fatos "deturpados por imprecisões, omissões e falsas ilações".

Continua rendendo

A 5ª Vara da Justiça Federal de Porto Alegre recebem, em abril, uma ação contra a União, os senadores Garibaldi Alves e Efraim Morais e 3.883 servidores do Senado Federal.

O ponto nuclear da ação – movida pelos advogados gaúchos Irani Mariani e Marco Pollo Giordani - é que, durante o recesso de janeiro deste ano, durante o qual nenhum senador esteve em Brasília, 3,8 mil servidores do Senado receberam, juntos, R$ 6,2 milhões em horas extras - segundo a petição inicial.

A causa (Proc. nº 2009.71.00.009197-9) é conduzida pela juíza Vânia Hack de Almeida, que pedirá ao presidente José Sarney a nominata dos servidores beneficiados.

Contra as benesses

A ação popular também busca "a revisão mensal do valor que cada senador está custando:

R$ 16.500,00 (13º, 14º e 15º salários);

Mais R$ 15.000,00 (verba de gabinete isenta de impostos);

Mais R$ 3.800,00 de auxílio moradia; mais R$ 8.500,00 de cotas para materiais gráficos;

Mais R$ 500,00 para telefonia residencial, mais onze assessores parlamentares com salários a partir de R$ 6.800,00;

Mais 25 litros de combustível por dia, com carro e motorista;

Mais cota de cinco a sete passagens aéreas, ida e volta para visitar a base eleitoral; mais restituição integral de despesas médicas para si e seus dependentes, sem limite de valor;

Mais cota de R$ 25.000,00 ao ano para tratamentos odontológicos e psicológicos".

Segundo os advogados Mariani e Giordani, tal conjunto de gastos "impõe ao erário uma despesa anual em todo o Senado, de R$ 406.400.000,00,00 ou R$ 5.017.280,00 para cada senador - o que dá uma média de R$ 418.000,00 mensal como o custo de cada senador".

Brasil que desejamos

O cardiologista Ronaldo Ducceschi Fontes, membro da Diretoria de expansão de Ciência e Tecnologia da ADESG e Coordenador do Foro do Brasil, fará uma palestra, segunda-feira que vem, sobre o tema "O BRASIL QUE DESEJAMOS".

Será no "26º Almoço da ABETA" (Associação Brasil Transparente) marcado para o próximo dia 6 de Julho, a partir do meio dia, na "Churrascaria Radial Grill".

O endereço é Avenida Alcântara Machado (Radial Leste) 3300, ao lado do Viaduto Guadalajara, próximo ao Metrô Belém).

Novo procurador

Lula assinou ontem à noite a indicação de Roberto Gurgel para novo procurador geral da República.

Atual vice-procurador, Gurgel era o primeiro da lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), encaminhada a Lula há um mês.

Gurgel, que agora precisa passar pelo crivo do Senado, também contava com o apoio do ministro da Defesa, Nelson Jobim.

Candidato ainda Genérico

Enquanto não se assume como candidato presidencial, o governador José Serra mantém a ofensiva de inaugurações de obras.

Ontem, inaugurou a primeira indústria pública de medicamentos genéricos do Brasil, na cidade de Américo Brasiliense, na região de Araraquara.

Idealizador da lei que criou os genéricos em 1999, quando era ministro da Saúde, José Serra participou da cerimônia de lançamento da unidade da Fundação para o Remédio Popular (Furp).

Impostura brasileira

O presidente do Ipea, Marcio Pochmann, divulga hoje, às 14h, em sua sede em Brasília, o Comunicado da Presidência “Receita Pública: Quem paga e como se gasta no Brasil”.

A divulgação, que será transmitida ao vivo (on line) pelo portal do Ipea (www.ipea.gov.br), promete abordar a destinação dos recursos arrecadados.

Mais detalhes em nossa agenda Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Silvio Santos vem aí...

O Banco PanAmericano foi um dos vencedores do Prêmio Empreendedor Brasil, edição 2009 na categoria “Destaque do Mercado”, por sua expansão em 2008.

O acionista majoritário do Grupo Silvio Santos, Senor Abravanel, foi premiado na categoria “Personalidade em Empreendedorismo”.

A entrega dos prêmios será hoje à noite, em uma recepção no Buffet Baiúca.

Sejamos felizes

“Michael Jackson morreu e vivia infeliz. Farrah Fawcett, que já foi a mulher mais bela do mundo, faleceu, e vivia infeliz. Fred Mercury, a voz mais espetacular dos últimos tempos, vivia infeliz. Recentemente, uma revista alemã revelou que Gisele Bundchen, a top-model mais rica e bela do planeta, estava muito infeliz, e nada garante que isso tenha mudado”.

Artigo, abaixo, de Jose Luiz Tejon - professor de pós graduação da FGV e ESPM de São Paulo - chama atenção para o drama da infelicidade humana.

Leia: De onde vem tanta infelicidade?

Cuidado com penhora on line

Os advogados Fábio Garuti Marques e Piero Monteiro Quintanilha, da área de Direito Tributário do Peixoto e Cury Advogados, fazem um alerta para quem teme a penhora on line.

Para evitar o bloqueio da conta corrente, as empresas devem informar imediatamente o advogado ao receberem o mandado de citação da Justiça sobre a execução fiscal.

“A empresa tem cinco dias a partir da citação para oferecer alguma garantia. E tem o direito de nesse prazo indicar bens à penhora, como fiança bancária, seguro garantia, imóvel, carro, máquina, ou outros. Porém, se o executado perder o prazo, alguns juízes estão fazendo o uso da penhora on-line já no começo do processo".

Os tributaristas ressaltam que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) têm ordenado o desbloqueio das contas nos casos em que as empresas apresentam outras garantias para a quitação da pendência fiscal.

Viva a cachaça

A ultra-premium Cachaça Leblon alcançou o incrível número de 10 milhões de caipirinhas vendidas nos Estados Unidos, desde o lançamento da marca no país em 2005.

No Brasil, a Leblon já contabilizou a venda de 10 mil garrafas, volume superado no primeiro trimestre de 2009 e que comprova que a cachaça, agora com o mercado premium em alta, vem se tornando um ícone do segmento high end.

A empresa abriu um centro de visitação em sua destilaria, a Maison Leblon, em Patos de Minas (MG).

Atentado?

Mais uma avião AirBus (agora um modelo A 310) cai misteriosamente, com 153 pessoas a bordo.

Os franceses ainda estão abalados com o avião da Air France que caiu no oceano Atlântico, matando 128 pessoas do vôo Rio-Paris.

Autoridades não admitem – para empresas aéreas não perderem o dinheiro do seguro -, mas a novo “acidente” reforça a tese de que haja algum esquema de atentados programados contra os franceses.

No avião que caiu ontem, da companhia aérea estatal do Iêmen, havia 66 franceses entre os passageiros.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Junho de 2009.

De onde vem tanta infelicidade?

Artigo no Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Jose Luiz Tejon

Michael Jackson morreu e vivia infeliz. Farrah Fawcett, que já foi a mulher mais bela do mundo, faleceu, e vivia infeliz. Fred Mercury, a voz mais espetacular dos últimos tempos, vivia infeliz. Recentemente, uma revista alemã revelou que Gisele Bundchen, a top-model mais rica e bela do planeta, estava muito infeliz, e nada garante que isso tenha mudado.

Por que os símbolos e ídolos ficam famosos, ricos, são bonitos, fortes e poderosos, registram uma trilha de desgraças e conseguem transformar a virtude de um forte talento, de uma vocação, de um brilho de um inegável “dom” em uma auto-destruição?

Convivi no inicio da minha carreira com potenciais grandes artistas, personalidades de um talento profundo no campo das artes. Nenhum deles superou os difíceis degraus de uma carreira de sucesso. Abandonaram, foram fazer outras coisas. Não perseguiram o chamado das vocações recebidas. Também estão infelizes.

Para os que deixam as trilhas é sempre válido relembrar, se não assumimos o compromisso com nosso diferencial e missão de vida, os caminhos são tantos que , mais cedo ou mais tarde acabamos por andar em círculos, num labirinto de descaminhos.

Como aprender a se perder, sem abandonar o grande norte? Por que nossos ricos, famosos e que tem tudo o que bilhões do planeta terra gostariam de ter sofrem tanto, fazem sofrer e são, na regra, exemplos de infelicidade, salvos por honrosas exceções?

Mas, e os não famosos, não ricos, não poderosos, as não belas e os não bonitos? Esses costumam sofrer porque querem ser como os primeiros: ricos, belos, famosos e poderosos, para então desdenhar disso tudo e sofrer por outros motivos – seriam, talvez considerados “mais sofisticados”.

E a gente feliz onde anda? Eles existem. É a enfermeira Carolina que, por duas vezes, tive a felicidade de encontrar às seis horas da manhã, para um exame de sangue num laboratório de análises clínicas. Estava lá sorridente, feliz. Fiquei feliz por revê-la ali.

É o senhor Nishimura, com 100 anos de idade, feliz na transcendência da sua obra empresarial e da Fundação que há anos cria e prepara jovens para a vida, na Jacto S/A .
É a Dona Mira Falchi, que assisti dias atrás inaugurando um centro especial para tratamento de queimaduras no Hospital São Paulo. A sua ONG IPQ, lutou e realizou a obra. Felicidade é o que se via ali, em todos os envolvidos.

Felicidade é o que vemos na Dona Jô Clemente, fundadora e presidente de honra da APAE. Felicidade é o que recebemos do Sr Mindlin, ex empresário, amante apaixonado pelos livros.
Feliz é o maestro João Carlos Martins, um superador de talento infinito. Felicidade é o que continuamos colhendo da obra de Monteiro Lobato, da literatura de Machado de Assis, que afirmou :“a arte de viver é extrair o maior bem do maior mal” .

Felicidade é o que extraímos de Alexander Fleming que descobriu a penicilina, que nos salva desde então. Felicidade é o que tive ao ser salvo pela Dona Helena, minha vizinha, que estava lá, pelo Dr. Silvio Correa, médico capaz, que estava lá. Felicidade parece ser o conjunto da nossa obra humana na terra. A conseqüência, o resultado. Os frutos.

A babosa é uma planta amarga, mas de uma importância medicinal extraordinária. A babosa poderia não querer ser babosa. Poderia preferir a beleza dos lírios e ter o perfume das rosas. E se assim pensasse seria infeliz. Mas se ela souber como é preciosa e útil, não perderia em felicidade para ninguém.

O filósofo Bertrand Russel disse que felicidade existe, quando superamos a nós mesmos, como foco e centro da vida. Quando nossa vida é consciente de estar a serviço de causas maiores.
É isso aí. Talvez nossos ídolos se esqueçam das missões superiores e morram traídos pela auto-ilusão, dominados pelo auto-engano.

Felicidade é semear felicidade, mesmo que para isso, seu gosto não seja doce como o mel e pareça mais com a geléia real que sustenta a abelha rainha.

Jose Luiz Tejon é Mestre em educação e cultura pela Universidade Mackenzie. Professor de pós graduação da FGV e ESPM de São Paulo e autor de 12 livros entre eles, A Grande Virada, publicado recentemente pela editora Gente.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Petistas e peemedebistas vão pressionar Lula para ocupar as vagas de titulares da Receita e do “Sealopra”

Edição Segunda-feira do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

O chefão Lula da Silva inicia a semana administrando duas baixas em sua equipe – que podem gerar crises políticas de relacionamento com a base aliada. No primeiro problema, Mangabeira Unger será obrigado a deixar o governo até amanhã, para não perder sua velha boquinha na Universidade de Harvard. Na segunda confusão, o próprio Lula decidiu acelerar a saída de Lina Vieira da Secretaria da Receita Federal. O PMDB e os radicais petistas vão brigar feio para ocupar os dois cargos.

Mangabeira foi obrigado pela Universidade de Harvard a deixar a Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência. A prestigiada instituição de ensino norte-americana não se curvou ao “jeitinho brasileiro” e se recusou a renovar a já longa licença de dois anos do professor Mangabeira. Como não pretende perder seus benefícios de 37 anos como servidor de Harvard, Mangabeira pediu para sair. Abandona o barco até amanhã. É uma perda grave para Lula, já que Mangabeira funcionava como um dos tratores do governo, agindo sem medo de bater de frente com adversários internos e externos.

Na Receita Federal, a crise já vem se arrastando há muito tempo. O Alerta Total antecipou, há mais de um mês, que Lina Vieira estava com a cabeça a prêmio. Seu desempenho é considerado insatisfatório pela turma do Palhaço do Planalto. O chefão Lula só não sabe quem vai colocar no lugar dela.

Lula já escalou Guido Mantega – que brigou com Lina – para a prazerosa missão de arranjar um nome para substituí-la o mais depressa possível. A saída de Lina cria uma briga interna no PT – que aparelhou as principais superintendências regionais da Receita Federal e agora não quer perder a boquinha estratégica. O cargo de Secretário da Receita também será pedido pelo PMDB – como mais moeda de troca para ajudar o governo a enfrentar a CPI da Petrobras – que o Senado deve colocar para funcionar, assim que o escândalo Sarney tomar um rumo.

Trapalhão no EB

O Tenente R/2 de Infantaria Antonio Renato Aragão gravou seu depoimento para o Projeto de História Oral do Exército nos Órgãos de Formação da Reserva.

Na sua entrevista de duas horas, Didi Mocó manifestou tristeza pelo Exército abandonar seus R/2 após o serviço militar.

A conversa com Didi estará no primeiro volume do trabalho que será lançado oficialmente durante o 11º ENOREX (Encontro Nacional de Oficiais R/2), em Brasília, de 13 a 17 de outubro.

Pena que ninguém convidou o famoso trapalhão para a vaga agora deixada pelo demissionário Mangabeira Unger...

Guerra do Diploma

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) vai comprar uma briga com Gilmar Mendes.

Promete apresentar uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que exige diploma de curso superior de comunicação social para o exercício da profissão de jornalista.

Mendes já advertiu que a decisão do STF foi sobre matéria constitucional e que não cabe reversão do assunto.

Veja mais agenda e nota cultural em http://www.fiquealerta.net/

Novo Partido

Defensores do federalismo estão pedindo ajuda financeira para ajudar na reta final da coleta das assinaturas de apoio ao registro do Partido Federalista no TSE – Tribunal Superior Eleitoral.

Eles decidiram profissionalizar a coleta para otimizar os trabalhos, com coletores espalhados em algumas capitais.

Quem quiser contribuir deve dar uma olhada no site: http://www.federalista.org.br/

Movimento Social Terrorista (dissidente)

Cerca de 1.500 sem-terra ocupam, desde sábado, 14 fazendas nas regiões do Pontal do Paranapanema e Alta Paulista.

É a chamada "Operação Inverno Quente" do MST de José Rainha Júnior.

Trata-se de uma dissidência do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Aparelhamento

Os três coordenadores dos núcleos de apoio do Incra no Pontal do Paranapanema são ex-militantes do Movimento dos Sem Terra (MST).

Seus salários são pagos pela Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf).

A Fundação estaria sendo usada para contratar pessoas do MST para trabalhar nos assentamentos.

Alvo eleitoral

Sérgio Pantaleão, líder do movimento, admite que o foco das ocupações é o governo José Serra (PSDB),

Os invasores reclamam que Serra tem planos de privatizar as terras devolutas do estado, afirmam.

Os sem-terra querem que o governador retire um projeto que tramita há dois anos na Assembléia Legislativa, regularizando as fazendas com uma espécie de privatização.

Boa definição

O secretário de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, Luiz Antônio Guimarães Marrey, definiu o movimento dissidente do MST.

Marrey criticou que toda a argumentação dos sem-terra "é papo furado, discurso repetitivo":

O que há é a dificuldade desse movimento se enquadrar no estado de direito. Eles são profissionais do conflito. Não tem negociação alguma com a violação da lei. Eles não operam de boa fé e não há sequer o que negociar. Eles que cumpram a lei”.

Tá com medinho?

O Valor informa que o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), disse ao presidente Lula que só em março decidirá se será ou não candidato à sucessão:

"É uma balela essa história de que sou candidato de qualquer maneira".

A decisão do governador deixa os outros partidos na defensiva, inclusive o maior deles, o PMDB.
Há dúvidas até se a ministra Dilma Rousseff, a escolhida de Lula, será a candidata do PT.

Tucanagem

São fortes os rumores sobre um acordo secreto entre o prefeito de Duque de Caxias, José Camilo Zito e o governador Serginho Cabral.

Pelo armação, o prefeito deixaria de fazer oposição ao governador em troca de patrocínio para obras que possam beneficiar politicamente o prefeito caxiense.

A se confirmarem esses rumores, o jornalista Alberto Marques adverte que o governador José Serra ficará sem palanque no Estado do Rio, onde Zito é o presidente regional do PSDB.

Detalhes no www.albertomarques.blogspot.com/

“Surpresa” no Torto

O Bolcheviquepropagandaminister não tira folga nem em festinha junina.

Ontem, se divulgou que o tradicional “Arraiá do Torto” (promovido por Lula da Silva e a primeira-dama Marisa Letícia) teve a participação surpresa da ministra-chefe da Casa Civil,

Dilma Rousseff, pré- candidata do PT à sucessão presidencial.

A princípio, a ministra - que usava chapéu de palha e camisa xadrez - não participaria da festa na Granja do Torto, ficaria em Porto Alegre e só voltaria a Brasília neste domingo.

Religiosidade

Na festa, foram homenageados os santos juninos São João, São Pedro e Santo Antônio.

Como nos anos anteriores, houve procissão puxada pelo chefe de gabinete do presidente, Gilberto Carvalho.

A diferença deste ano foi que o Planalto mandou os ministros aparecerem por lá sem carro oficial, e recomendou que se cumprisse a Lei Seca, para uma segura volta para casa.

No Torto, só quem ficasse por lá é que teria direito a ficar torto – como habitualmente acontece.

Perdeu...

Apesar da boca de urna na Argentina indicar sua eleição para deputado, Néstor Kirchner teve o pior resultado em seis anos, levando o governo de sua mulher a perder maioria no Congresso.

Na província de Buenos Aires, onde o ex-presidente encabeçava a lista de candidatos a deputado pelo Partido Justicialista (Peronista), a disputa estava acirrada, mas na capital argentina o governo teria tido apenas 14% dos votos.

Dados extraoficiais indicavam que metade dos argentinos não votou.

Golpe hondurenho

O presidente do Congresso de Honduras, Roberto Micheletti, assumiu a presidência do país e afirmou que o processo que destituiu Manuel Zelaya do cargo foi "absolutamente legal".

O presidente Manuel Zelaya, detido e exilado por um golpe militar neste domingo, negou ter renunciado ao cargo, após a divulgação de uma suposta carta de renúncia no Congresso.

Após a leitura da carta em que Zelaya supostamente pediria sua renúncia, o Legislativo aprovou o seu afastamento do cargo e designou o presidente do Congresso como presidente interino até janeiro de 2010, quando terminaria o atual mandato presidencial.

Culpa da reeleição?

Zelaya reclamou que o que ocorreu no seu país foi "uma conspiração política apoiada por um golpe militar".

A oposição o acusava de querer mudar a Constituição para permitir sua reeleição.

Mesmo com o presidente afirmando que não seria candidato a um novo mandato e que uma eventual mudança constitucional somente beneficiaria seus sucessores.

Nada fácil reposição

Em uma nota divulgada pelo Itamaraty, o governo brasileiro “condenou de forma veemente a ação militar" que tirou Zelaya do poder e o levou para fora do país.

A nota reclama que "ações militares desse tipo configuram atentado à democracia e não condizem com o desenvolvimento político da região":

"O Governo brasileiro solidariza-se com o povo hondurenho e conclama a que o Presidente Zelaya seja imediata e incondicionalmente reposto em suas funções. O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva segue acompanhando a situação por meio de contatos com outros Chefes de Estado e através de informações repassadas pelo Ministro Celso Amorim".

Ameaça de guerra

O Chapolim Colorado venezuelano, Hugo Chávez, que já havia manifestado seu apoio a Zelaya, ameaçou entrar em guerra com Honduras, se a Embaixada de seu país em Tegucigalpa tiver sido invadida por militares.

"Se nosso embaixador tiver sido sequestrado, [se configuraria] um estado de guerra de fato, teríamos que atuar, não poderia ficar de braços cruzados. Este é um golpe de Estado contra todos nós, faremos tudo o que tenhamos que fazer, daremos uma lição à cúpula militar hondurenha, assim como fizemos em 2002 na Venezuela".

Salvem a Lagoa de Itaipu

Será julgado hoje, a partir das 13 horas, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o mandado de segurança contra a ampliação do Parque Estadual da Serra da Tiririca, incluindo áreas úmidas do entorno da lagoa de Itaipu, em Niterói.

A ação é movida pela incorporadora Pinto de Almeida – interessada em construir na região que é área de proteção ambiental.

A Participação Popular no acompanhamento no julgamento é um ato de cidadania em defesa do bem comum que pertence a toda população em oposição aos que teimam em privatizar a lagoa de Itaipu.

Pedofilia quebrada

A polícia suíça desbaratou uma rede internacional de pornografia infantil na internet que se espalhava por 78 países e que envolvia ao menos 2.000 usuários.

A Interpol monitorou um site baseado na Suíça que estaria sendo usado como um fórum para filmes ilegais com pornografia infantil.

O site era oficialmente dedicado à música hip hop, mas era também usado para distribuir vídeos de pornografia infantil por meio de códigos secretos.

Segundo a mídia suíça, o dono do site desconhecia o seu uso para a difusão dos filmes ilegais.

Recado do Papa

Mensagem de Bento 16, ontem, nas celebrações ao Ano Paulino:

O "homem novo" deve ser um homem renovado, valente, com uma fé adulta, "comprometido com a inviolabilidade da vida humana desde o momento da concepção, opondo-se ao princípio da violência, especialmente sobre os seres humanos mais desarmados".

"Faz parte da fé adulta reconhecer o casamento entre um homem e uma mulher para toda a vida, como ordenamento de Deus e algo restabelecido por Cristo", acrescentou o bispo de Roma, que acrescentou que o "homem novo" não se deixa arrastar por qualquer corrente" nem pelos "ventos da moda".

Bento 16 defendeu a verdade e definiu que o poder do mal "é a mentira", e que o poder da fé, o poder de Deus, "é a verdade".

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Junho de 2009.

domingo, 28 de junho de 2009

Bronca é ferramenta de otário!

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

O “milagre” era mais que previsível. Dilma Rousseff já está completamente curada do câncer linfático. O caminho para suceder Lula continua livre – a não ser que algum linfoma político atrapalhe. Agora, o Bolcheviquepropagandaminister é mais que nunca o dono da bola. Se a crise econômica se agravar - tudo indica que tem tudo para - isso só deve acontecer pra lá de 2011. A turma do Palhaço do Planalto só precisa ficar esperta. Depois do milagre às vezes vem o malogro.

Como o azar já está lançado, o próximo passo da marketagem política da sucessão também é absolutamente previsível. O chefão Lula vai aproveitar algum “grande encontro com os simplórios”, em alguma inauguração 171 do PACo, para proclamar: “Agradeço as orações do meu povo, unido, pela cura da nossa amada mãe Dilma. E como a voz do povo é a voz de Deus, a reza e os votos do povo também são divinos, o negócio é eleger a Dilma primeira presidenta do Brasil”.

Quem precisa da ajuda de Deus, com urgência, é José Sarney de Araújo Costa. O filho de Sarney de Araújo Costa e de Kiola Ferreira de Araújo Costa é especialista em milagres. Sarney sequer nasceu Sarney. Foi batizado originalmente como José Ribamar Ferreira de Araújo Costa. Mas, em 1965, por marketagem política, mudou para seu atual nome. Afinal, desde 1958, membro da “Banda de Música” da UDN, ele era conhecido como "Zé do Sarney". Isto é, José filho de Sarney.

Pois, agora, o imortal Sarney enfrenta problemas com seu passado. Adversários extremamente desleais resolveram destronar o poderoso senhor feudal do Maranhão, com ramificações pelo Amapá e adjacências da Ilha da Fantasia. Nessa ação conspiratória, resolveram mexer no santo passado do velho Zé do Sarney e seus familiares. Aliás, domingo passado, o infame macaco José Simão advertiu que Sarney seria indiciado por formação de família!

O Alerta Total já avisou que, nos bastidores do Senado, circulam mega-revelações sobre benefícios que Sarney angariou, para sua família, nos tempos em que foi presidente por acidente (1985-90). Os cabras malvados ameaçam remexer em um suposto empréstimo que algum Sarney pegou no BNDES, em nome de alguns empregados. A tal dívida teria acabado perdoada, porque não se tinha de quem cobrar.

Verdade? Mentira? Ou pura intriga da oposição? O fato é que os adversários ameaçam Sarney com tais revelações. Jogam para forçá-lo a renunciar. Acontece que Sarney não pretende largar o osso. Sua resistência é minada. Sarney nunca esteve tão fraco. Por isso, tudo pode acontecer esta semana.

A turma do Sarney foi vítima de um erro estratégico. Arrumaram briga com inimigos sem noção de limite na hora de se vingar. Tudo vazou sobre Sarney graças a uma vingança. Foi atribuído ao pessoal de Sarney – justa ou injustamente – a inconfidência de que o adversário deles na disputa pelo Senado, Tião Viana (PT-AC) emprestou o celular funcional do Senado para a filha viajar, durante 20 dias, pelo México. A conta telefônica foi de R$ 14.758,07 – que o zeloso pai foi obrigado a depositar na conta da administração do Senado, depois que o escandalozinho veio à tona.

Tião foi ríspido em sua reação. Primeiro, verbalmente, fazendo referência ao dinheiro apreendido pela Polícia Federal, que seria usado na pré-campanha presidencial de Roseana Sarney, em 2002: “Se querem me intimidar com isso, quero deixar claro que, pela minha filha, respondo eu. Felizmente, ela não tem sobre a mesa R$ 2 milhões e nem tem a Polícia Federal à sua volta”. Mas a verdadeira reação vingativa de Tião contra o Zé do Sarney teria sido o vazamento, na surdina, de todos os rolos que agora explodem o Senado.

Nada teria vindo à tona se os briguentos tivessem seguido um cuidadoso ensinamento de um influente e falecido membro do parlamento brasileiro. Sempre que algum assessor mais brabo pensava em arrumar uma confusão com algum adversário ou inimigo, o deputado Luiz Eduardo Magalhães (filho do também falecido ACM, que cultivava uma relação de aliança e ódio com Sarney) costumava pontificar um de seus “provérbios” preferidos, para desaconselhar qualquer começo de uma briga sem fim:

Bronca é ferramenta de otário”...

Eis um conselho útil para o Brasil, um País de tolos e muitos otários - sobretudo na política.

PS - Situação pior que a de Sarney só a vivida agora por Deus.

Michael Jackson chegou ao céu, pulando, dançando e perguntando:

- "Cadê o menino Jesus?"

Ocupado em proteger seu Filho, o Pai ficará sem tempo para salvar Sarney... Melhor ele renunciar...

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://www.alertatotal.net/ e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 28 de Junho de 2009.

Em algum lugar do passado

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Arlindo Montenegro


Lá bem longe, no passado, há uma caixa de verdades escondida nas brumas. Um continente de realidades que exigem tratamento científico. Uma coleção de verdades distorcidas de modo brutal. Buscando respostas para as dúvidas, cometo o atrevimento de pensar que o propósito do poder é perpetuar o medo e a incerteza. E as verdades escondidas.

As ferramentas do poder são as mentes e os veículos de mídia controladores, que repetem a mesma publicidade, a mesma propaganda, de modo simplificado, para uma população de simples – ou simplórios. Reproduzem “slogans” ou palavras de ordem, sem confirmar documentos e testemunhos próximos do ambiente original, próximos da verdade.

Ninguém tem como voltar ao passado, verificar cada detalhe. Mas o que está acontecendo agora tem raízes profundas. A ciência persegue “verdades” parciais sabendo que nunca vai conhecer a verdade total.

Já os poderosos posam como conhecedores de verdades absolutas, como ditadores do caminho a seguir. Impedem o debate e camuflam as hipóteses contraditórias. Ocultam os bastidores da cena. Criam como distração o espetáculo diário da crueldade e do desastre. Medo, incerteza e perplexidade.

A história recente da luta brasileira contra os comunistas treinados em Cuba, assim como a história da mesma guerrilha cubana, deificando personalidades cruéis e sanguinárias como heróis, tem muitos cantos escuros, sombreados, apagados. Verdades, mentiras e muita ficção são entrelaçados para sustentar interesses políticos e econômicos ocultos por trás da cena.

Há um livro na praça, que não aparece entre os “10 mais vendidos”, nem mesmo é indicado por qualquer dos jornalistas críticos: ‘O VERDADEIRO CHE GUEVARA’, de Humberto Fontova, Editora “É Realizações”, 2009. Acompanha este livro, um dvd com imagens e testemunho de pessoas que atuaram na revolução cubana e no primeiro governo, antes do regime declarar-se comunista.

São ex combatentes, ex comandantes da guerrilha, profissionais liberais que atuavam na área da justiça, economia, arquitetura, todos descrevendo seus encontros com Guevara na condição de comandante militar da guerrilha, ministro da indústria, ministro da economia... e todos concordam que tratavam com um boçal, niilista, racista, preconceituoso e assassino a sangue frio.

Até o ano de 1957, Castro e seus rebeldes se declaravam anti comunistas, democratas. E muitos o eram, de fato. Firmou-se e se repete até hoje, que a virada para o comunismo se deu em razão da “ameaça ianque”. Castro, que mantinha em seu acampamento a “barraca da imprensa”, freqüentada por jornalistas americanos, sem a ajuda dos quais seria difícil tomar o poder. A National Review o mostrou dizendo: “Sou o que sou devido ao New York Times

“Pretender que a guerrilha castrista tenha vencido... com apoio de camponeses e trabalhadores é uma das fábulas acadêmicas mais difundidas e persistentes do século XX.” Na mesma linha de raciocínio, pretender que os assaltantes de bancos e homicidas alinhados a Lamarca, Marighella, Dilma e pc do b no Araguaia defendiam o país contra uma ditadura e a favor da democracia é a nossa fábula doméstica, a falsidade histórica mais difundida e entranhada no imaginário da maioria menos informada.

Outros ângulos que merecem crivo científico entre nós situam-se na “rambice” dos inocentes heróis armados em defesa de “ideais”. Atrevo-me a situar a “rambice” como traço de caráter de sociopatas, escolhidos pelos poderosos do planeta, para integrar as tais guerrilhas, mesmo aquela que vitimou o “comandante che” na Bolívia. Os exércitos regulares são tropas enviadas compulsoriamente para a matança, com desvantagens e sem “rambice”.

A ideologia e crenças, sim, essas têm sido manipuladas como excelentes ferramentas do poder, para explorar sentimentos juvenis heróicos e aventureiros. As crenças e ideologias mobilizam velhos poderosos, que não ultrapassaram a primeira infância e continuam arrotando “rambices” para deturpar verdades históricas.

O diálogo livre pode abrir caminhos para terceiras conclusões. Hipóteses, as mais variadas, podem conduzir a terrenos mais humanos e amadurecidos. Terrenos onde as mentiras sejam substituídas por fatos mais próximos das verdades que estão retidas em algum lugar do passado. Verdades que estão no fundo de um poço que não tem fundo.

Enquanto a mídia oficial impedir o diálogo, vamos anotando as decisões dos notáveis sobre “crise financeira”, “pac”, “CPIs”, “maconha e cocaína”, “ciência alarmista”, “fobias”, “roubalheira”, “fraudes”, “retrocesso educacional”, “preconceitos e intolerância”, “racismo”... lembrando sempre as bundas, cachaça e futebol. E o humor essencial, melhor que o rancor oficial.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

sábado, 27 de junho de 2009

Chefão da mídia amestrada elogia internet e critica projeto tucano que prevê identificação dos internautas

Edição Sábado do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

O chefão Lula da Silva cada vez mais se supera nas entrevistas estratégicas que o Bolcheviquepeopagandaminister agendou para ele na mídia amestrada. Ontem, em Porto Alegre, o futuro jornalista Luiz Inácio comentou que o Brasil nunca viveu um ambiente de liberdade de informação tão grande. Prestes a lançar sua coluna jornalística, Lula cutucou que a imprensa tradicional está perdendo poder para os novos meios, graças ao acesso cada vez maior à Internet.

Lula aproveitou o elogio à nova mídia para dar um recado a seus adversários: “Estamos vivendo um momento revolucionário da humanidade em que a imprensa já não tem o poder que tinha há alguns anos. A informação já não é mais uma coisa seletiva em que os detentores da informação podiam dar golpe de Estado”. A mensagem foi dada no discurso do 10º Fórum Internacional Software Livre em Porto Alegre (RS).

Lula aproveitou o fórum para bater nos tucanos. Tanto que ajudou a ecoar as críticas ao projeto do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), que trata de crimes eletrônicos. Lula deu a entender que vetará o projeto - por entender que ele fere a privacidade do usuários da Internet, prevendo a identificação dos internautas. Vendo interesse policialesco no projeto, Lula bateu: “Essa lei não visa a corrigir abusos na Internet. Na verdade, quer fazer censura. Precisamos responsabilizar as pessoas, mas não proibir ou condenar”.

Matador de assunto

Em entrevista ao Grupo RBS divulgada pelo Palácio do Planalto ontem, Lula defendeu a apuração dos escândalos do Senado para "matar o assunto".

O chefão alegou que o país "tem coisas mais importantes para serem discutidas":

Apresenta o resultado (da investigação), pune quem tiver errado, faz o que tiver que fazer, e mata o assunto - defendeu Lula. - O que você não pode é ficar com um emprego errado, dois empregos errados, dez empregos errados, a vida inteira falando daquilo sem que haja uma solução. Dizima esse problema e vamos tocar o barco para frente, porque nós temos coisas muito importantes para serem discutidas neste País”.

Ninguém cai?

Na confusão do Senado, quem está quase “morrendo” é o imortal José Sarney – que semana que vem tem tudo para renunciar à Presidência do Senado”.

Mas o chefão Lula avalia que ninguém vai cair no Senado:

Nenhum senador vai renunciar ao mandato, nenhum senador vai pedir as contas. Eu acho que eles vão se acertar e vão prestar a conta que a sociedade quer que preste”.

O retorno programado?

Ainda na entrevista à RBS, Lula foi escorregadio ao comentar se pode tentar ser candidato a presidente novamente em 2014:

Se a Dilma for eleita, eu vou torcer para ela fazer o melhor que alguém possa fazer neste País e ela ser candidata à reeleição. Ora, se for um adversário que ganhe, aí sim, pode estar previsto. Bom, em 2014 é possível voltar. Depende”.

Crítica midiática

Lula justificou suas recentes críticas à imprensa:

Eu não critico a imprensa por conta do Senado - disse ele. - Critico por outras coisas, pelo denuncismo desvairado, que às vezes não tem retorno. Há uma prevalência da desgraça contra as coisas boas. Não sei, talvez venda mais jornal”.

Umberto Eco que se cuide... Daqui a pouco Lula toma seu lugar...

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Junho de 2009.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Aliados abafam dossiê bomba que pode ser a gota d´água para forçar Sarney a deixar presidência ou o Senado

Edição Sexta-feira do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

Senadores da oposição não sabem até quando conseguirão abafar, nos bastidores do Senado, o teor de um dossiê politicamente comprometedor para o presidente José Sarney. Por isso, ontem à tarde, o senador franciscano Pedro Simon (PMDB-RS) ocupou a tribuna para pedir o afastamento do imortal da presidência antes que "sua situação fique totalmente insustentável". Simon retransmitiu apenas um recado.

Independentemente do que for divulgado ou abafado, o PSOL promete entrar, na semana que vem, com uma representação no Conselho de Ética contra José Sarney. A representação do PSOL obrigaria Sarney a se afastar do cargo. Em 2008, o Senado aprovou projeto de resolução que dá poderes ao relator do processo a propor o afastamento temporário do investigado. O objeto da ação contra Sarney é a utilização de atos secretos para nomeações e reajustes salariais - tudo sem conhecimento público.

O movimento do PSOL pode causar mais estragos na base governista. O partido também irá representar contra Renan Calheiros (PMDB-AL) e Garibaldi Alves (PMDB-RN), ambos ex-presidentes recentes da instituição. Na gestão dos três foram registrados os tais “atos secretos”. O objetivo é forçar uma condenação para a cassação de mandato dos três – o que é pouco provável. O PSOL recolhe assinaturas de apoio a uma CPI para apurar os fatos. A tal comissão tem poucas chances de rolar.

Hora da limpeza

Simon pregou que Sarney precisa deixar o cargo em nome de sua própria história:

O presidente Sarney tem que se afastar da presidência. Ele deve se afastar desse processo para o bem dele, da família dele, da sua história e do Senado. Isso não significa uma autoculpa. Pelo contrário, representa um ato de grandeza. É melhor deixar a presidência antes que sua situação fique totalmente insustentável”.

Simon criticou declaração de Sarney, que reclamou, no início da semana, não ter sido eleito para limpar as lixeiras do Senado:

O Sarney é responsável pelo lixo, sim. Nós todos somos responsáveis. É bom, gostoso, necessário, importante (falar de política), mas vamos ver também o lixo”.

Perdendo o DEM

O comando do DEM admitiu ontem, pela primeira vez, a possibilidade de retirar seu apoio a Sarney:

Essa tese de que o partido defende Sarney de forma incondicional não existe”.

Foi o recado do presidente do DEM, Rodrigo Maia (RJ).

Fora, Sarney!

Também no plenário, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) defendeu o afastamento de Sarney de qualquer instância de decisão em sindicâncias e processos relacionados aos vários escândalos.

Para Demóstenes, o presidente deve se declarar impedido de deliberar sobre o assunto por ter um neto sócio de empresa intermediadora de empréstimos consignados no Senado.
A mesma decisão foi tomada pelo PSDB, em nota do líder Arthur Virgílio (AM):

"A sugestão que o PSDB faz, a bem da instituição, é de que ele se afaste da apuração dos casos envolvendo seu nome ou de pessoas de sua família, bem como dos processos destinados a apurar responsabilidades dos ex-diretores. Ele deveria deixar tudo isso sob a condução do primeiro vice presidente, Marconi Perillo".

Os Bem pagos

Enquanto a agonia de Sarney serve para tirar do foco a CPI da Petrobrás, um dos partos mais complicados do parlamento, pipocam novas denúncias de uso político da empresa de economia mista.

A Petrobras tentou desmentir ontem reportagem do Correio Braziliense revelando que os vencimentos do diretor de Operações e Exploração da empresa, Guilherme de Oliveira Estrella, saltaram de R$ 368.711,36 em 2003 para R$ 701.764,79 em 2007.

Indicado pelo PT para o cargo em 2003, em 2007, Estrella doou R$ 25.200 ao partido.
Funcionário de carreira, responsável pelo plano de investimentos da exploração do pré-sal,

Estrella também recebeu ano passado R$ 153,3 mil da Petrus, fundo de pensão dos funcionários, e 13 salário de R$ 84.648,24.

A defesa

A Petrobras informou que não divulga a remuneração individual da diretoria-executiva, só a remuneração global, "conforme exige a legislação".

Segundo a empresa, "a maior remuneração de um dirigente (diretor) foi R$ 59.465,04.

O valor tem base em dezembro de 2008.

Big Brother Chavista

Na Venezuela do Chpolim Colorado Hugo Chávez surge mais uma novidade inconstitucional – que fere o princípio da inviolabilidade das comunicações privadas.

A Assembleia Nacional da Venezuela aprovou ontem, em primeira discussão, uma polêmica reforma do Código de Processo Penal que abre espaço para o Big Brother Chavista.

A mudança obriga órgãos públicos e empresas privadas de telecomunicações a montarem unidades 24 horas de gravações de ligações telefônicas.

O perigo

As empresas deveriam passar essas gravações ao Ministério Público "no prazo requerido ou em tempo real".

A medida dá margem para que o governo, por meio do Ministério Público, consiga obter sem processo gravações telefônicas de quem quiser, no prazo que determinar.

O texto da reforma ainda precisa ser aprovado numa segunda votação, mas o governo Chávez tem maioria para aprovar o que quiser.

Imortal

Exames toxicológicos serão feitos no corpo de Michael Jackson e um boletim médico será divulgado com as informações exatas da causa da sua súbita morte, ontem à tarde, em Los Angeles.

Já em Brasília, como hoje é sexta-feira, dia de botar o pé no freio dos trabalhos políticos, a exumação do imortal José Sarney fica postergada para semana que vem.

Para quem sobrevive, ou para quem sai desta para outra, a vida de imortal é nada fácil...

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 26 de Junho de 2009.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Contas secretas do Senado na Caixa e neto agenciando empréstimos para servidores abalam Sarney ainda mais

Edição Quinta-feira do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

Além dos atos secretos, a caixinha preta do Senado também produziu “contas secretas” – fora da contabilidade do Tesouro Nacional. Mas o presidente do Senado, que só se sustenta por milagre no cargo, já deu ontem a solução mágica para resolver o mais grave dos escândalos. José Sarney mandou encerrar as duas contas e recolher o saldo de ambas para a conta única do Tesouro Nacional.

Não bastasse o escândalo duas contas bancárias do Senado na Caixa Econômica Federal, fora do controle do Tesouro Nacional, José Sarney teve o dissabor de ver divulgada a informação de que seu neto é investigado pela Polícia Federal no esquema do crédito consignado (empréstimos aos servidores com desconto na folha de pagamento) no Senado.

O Estadão revelou que, desde 2007, José Adriano Cordeiro Sarney e sua empresa Sarcris Consultoria, Serviços e Participações Ltda tinham permissão de seis bancos para intermediar operações de crédito com o pessoal do Senado. Um probleminha, agora, é que a empresa de Sarney não existe nos endereços declarados em documentos oficiais. Mas, como diria o chefão Lula, no fim, tudo se resolve...

Filho mais velho do deputado Zequinha Sarney (PV-MA), José Adriano abriu a empresa quatro meses depois de o então diretor de Recursos Humanos da Casa, João Carlos Zoghbi, inaugurar a Contact Assessoria de Crédito, que ganhou pelo menos R$ 2,3 milhões intermediando empréstimos junto a grandes bancos. O neto de Sarney admitiu ao Estadão que seu "carro-chefe" era o banco inglês HSBC. Além do Senado, a empresa de José Adriano intermediava empréstimos no Superior Tribunal Militar e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Já preocupado com os negócios do neto, Sarney ficou mesmo alarmado é com as duas contas “secretas” na Caixa. Tanto que ele pediu à Diretoria Geral um parecer sobre duas contas bancárias. Sarney aguarda um parecer da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle para decidir se cria uma comissão para investigar as duas contas – uma para movimento e outra de poupança. Ambas seriam da Secretaria Especial de Informática (Prodasen) – que tem receita própria, oriunda de diversos convênios de prestação de serviços a órgãos públicos.

Desvio de rota

O chefão Lula está adorando a tal crise do Senado.

Afinal, graças a ela, a CPI da Petrobrás foi parar em segundo plano.

Quanto menos combustível tiver, Lula avalia que logo tal CPI acaba perdendo sua motivação e cai no esquecimento.

Conto do PACo

A poderosa Dilma, mãe do PAC, garantiu, em palestra promovida pela Confederação Nacional da Indústria, que a ferrovia transnordestina estaria pronta em 2010.

A obra não começou ainda mas o orçamento previsto, de R$ 4.500.000.000, já foi aumentado para R$ 5.400.000.000 – cinco bilhões e quatrocentos milhões de Reais.

Por enquanto só existem algumas placas de propaganda enormes em locais onde a ferrovia vai passar.

Recentemente, a guerrilheira mãe do PACo andou reclamando que as obras do PAC ainda não começaram, “porque o governo de Fernando Henrique não fez os projetos”.

O amor é poderoso

O gênio empresarial Eliezer Batista, viúvo de 85 anos, está namorando Inguelore Scheunemann de Souza.

Dentista e Doutora em Odontologia, ela foi reitora da Universidade Federal de Pelotas (RS) entre 1997 e 2001, e da Universidade Vale do Rio Doce, em Governador Valadares (MG), de 2005 a 2007.

Agora, ficará conhecida como o amorzinho do pai do homem mais rico do Brasil.

Nazarenês

O técnico da Seleção da África do Sul, Joel Santana, está fulo da vida com quem critica seu inglês – que virou sucesso no YouTube.

"Brasileiro gosta disso, de tirar sarro. Tem cara fazendo um monte de besteira, mas usa gravatinha e tem uma pastinha na mão, como brasileiro gosta. Eu aprendo [o idioma] no dia-a-dia. Meu negócio é produtividade, e isso estou fazendo".

Joel se considera vítima de preconceito por seu estilo “Nazareno”, com sua pranchetinha tática e seu agasalho da Seleção sul-africana durante os jogos.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Junho de 2009.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Cara de pau: Lula defende o atual nível da carga tributária brasileira e pede cautela com os escândalos políticos

Edição Quarta-feira do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

O chefão Lula da Silva emitiu ontem um sinal de que está preocupado com a economia. Seguindo sua velha tática de não assumir a responsabilidade pelos problemas, Lula jogou a culpa de eventuais problemas nos empresários. Lula reclamou que eles não estão repassando a desoneração dos impostos para o preço dos produtos. O presidente teve a cara de pau de defender o atual nível da carga tributária brasileira.

No Brasil, a carga tributária é de, no mínimo, 38,45% do Produto Interno Bruto (PIB). Na tese cínica de Lula, a prática de percentuais mais baixos de impostos não dá condições de governabilidade nem permitem a implantação de políticas públicas. Lula alegou que seu governo já desonerou o equivalente a R$ 100 bilhões. Demagogicamente como sempre, Lula defendeu o repasse de recursos diretamente à população mais pobre, que usa o dinheiro para consumir.

Mostrando que vive em um mundo à parte, Lula também teve mais cara de pau de advertir que é preciso cautela com os escândalos e defendeu o aliado José Sarney: “Eu acho que o problema do Senado, o Senado resolve. E essa é a disposição do Sarney na conversa que eu tive com ele. Não vamos fazer disto uma coisa nacional porque temos coisas mais importantes a discutir no Brasil. Eu acho que o povo brasileiro já viu muitos escândalos divulgados em verso e prosa que depois não dão em absolutamente nada”.

Tudo se resolve...

Em entrevista amestrada à Rádio Capital, em São Paulo, chefão Lula da Silva criticou nesta terça-feira o tratamento dispensado em relação à crise no Senado, argumentando que o "denuncismo" pode levar a sociedade "a desacreditar em tudo".

Lula frisou que não se pode estabelecer um processo de paralisia da atuação do legislativo por conta de uma coisa que, segundo ele, "acontece há 40, 50 anos".

Para Lula, basta que as pessoas que cometeram erros peçam desculpas à sociedade e "está resolvido":

Ora, se houve alguém no Senado que cometeu um erro de contratar uma pessoa indevidamente, essa pessoa é dispensada, pode-se desculpas à sociedade, muda as normas de contratação e está resolvido. O que não pode é estabelecer processo de paralisia da atuação do legislativo por conta de uma coisa que acontece há 40, 50 anos”.

Defesa do Sarney

Lula voltou a defender o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), alegando que seu passado lhe garante "muitas coisas":

Minha solidariedade é porque o Sarney já foi presidente, ele tem responsabilidade, tem passado que lhe garante muitas coisas. O Sarney está fazendo uma investigação e se for provado que houve erro, pune-se quem errou e a vida continua. O que não pode é paralisar o País”.

O chefão reclamou que o País, ao discutir a situação atual no Senado, prioriza apenas os problemas "secundários":

O problema é que de vez em quando a gente esquece de discutir as coisas mais importantes do país e fica discutindo coisas secundarias. É preciso que a gente faça reforma política para reforçar os partidos e sonhar com uma política um pouco mais nobre”.

Cacareco

Lula lembrou que, no passado, votava-se em "cacareco".

Foi seu argumento para defender que o País não pode ficar concentrado nas denúncias:

O Congresso Nacional funcionando é uma garantia da democracia. Por isso, defendo as instituições. As críticas são importantes porque obrigam as pessoas a fazer correções, mas não se pode banalizar a ponto de levar a sociedade a desacreditar em tudo. Uma sociedade que já votou como no passado, em cacareco, votou como se fosse um gesto de estupidez, quem perde com isso é o País”.

Quando se começa a fazer uma inversão de valores, coloca em primeiro lugar o que é em segundo lugar, e em segundo o que deve estar em primeiro, passa para a sociedade a noção que tudo está errado, quando na verdade tem coisas erradas, mas muita coisa certa que não aparece com a plenitude que deveria aparecer. Na medida em que começa a fazer muitas criticas ao Congresso e aos partidos, o que vem depois disso, acha que é melhor? Veja o que aconteceu na Itália com as ligas, piorou a política na Itália. Temos que acreditar na sabedoria do povo. Gente, daqui a um ano e meio tem eleição para deputado, governador, senador”.

Lula só esqueceu de lembrar que ano que vem também tem a sucessão presidencial...

Demagogia

Lula defendeu sua fórmula consumista para ativar a economia – e manter ativa a máquina de popularidade e votos:

Tenho tido reuniões no Ministério da Fazenda e dito que, ao invés de ficar desonerando o tanto que está desonerando, é melhor pegar esse dinheiro e dar para o pobre. Se os pobres tiverem dinheiro e forem comprar, vocês vão ter que produzir. A gente desonera e vocês não repassam para o custo dos produtos”.

A demagogia de Lula, ao participar ontem do lançamento do projeto de revitalização do Porto do Rio, foi além:

Nós já desoneramos neste meu mandato R$ 100 bilhões , imagine R$ 100 bilhões na mão de um pobre brasileiro. Cada R$ 1 que der na mão de uma pessoa pobre, ele volta automaticamente para o comércio, ele volta para o consumo. Voltando para o consumo, vai reativar a economia. Muitas vezes, você dá R$ 1 milhão para uma pessoa, ela vai botar no banco, que não faz nada e só ele vai ganhar dinheiro”.
Promessa de nova vitória

Lula usou a extinta Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira para mandar um recado aos adversários.

Reclamou que o fim da CPMF fez a União perder R$ 40 bilhões, e não se refletiu no repasse da queda do preço para a produção:

Tem países na América Central onde a carga tributária é de 9 a 11%. Um país que tem essa carga tributária não existe. Não pode cuidar de nada. Cortaram R$ 40 bilhões da CPMF e acharam que eu não ia ganhar as eleições. Eu ganhei e vou ganhar outra vez”.

Defensor fingido das reformas

Na sua demagogia de ontem, Lula destacou a importâncias das eleições e pregou reformas que nunca teve coragem de promover:

Temos eleições a cada quatro anos e a chance de mudar as coisas. 2010 tem eleição, é uma oportunidade para o povo escolher as pessoas que possam ser seus representantes. Se não houver reforma política e da estrutura partidária será muito difícil mudar as coisas como elas estão”.

Golpes do Senado

Como Lula pode defender uma administração do Senado que editou em 15 anos um total de 312 boletins administrativos, contendo 663 atos que não foram publicados?

Os números constam do relatório final da comissão de sindicância criada para investigar os chamados atos secretos, usados para nomear parentes, amigos, criar cargos e aumentar salários.

Um dos atos foi revogado: o da Comissão Diretora nº 18, de 2000, que concedeu auxílio médico vitalício aos diretores-gerais e aos secretários-gerais da Mesa que exerceram a função pelo menos por dois anos.

Com isso, a maior parte dos atos de nomeação para cargos comissionados com direito a salários altos e pagamento de gratificações adicionais continua valendo.

Dia de ficar rico

A Caixa Econômica Federal sorteia hoje, às 20 horas, em Patos, na Paraíba, o maior prêmio do ano da Mega-Sena.

Quem acertar sozinho as seis dezenas do concurso 1.085 ganhará R$ 45 milhões.

Em toda a história, o maior prêmio pago foi em 1999, quando um baiano de Salvador recebeu R$ 64,9 milhões.

Mais ou menos

Segundo a Caixa, os números mais sorteados nos concursos deste ano foram o 5 (127 vezes), 41 (125), 51 e 33 (124) e 53, 16 e 42 (123).

Os menos sorteados foram 26 (82 vezes), 9 (84), 39 (90), 55 (93), 11 (94) e 14 e 48 (95).

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Junho de 2009.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Jobim mantém "acordo" com os militares e indica General Peri para coordenar buscas da Guerrilha do Araguaia

Edição Terça-feira do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

A campanha revanchista, com intuito de desmoralizar as Forças Armadas no Brasil, ganha cada vez mais impulso. Ontem, o presidente Gilmar Mendes (do Supremo Tribunal Federal) aproveitou um almoço com empresários do Lide (Grupo de Líderes Empresariais), cujo tema foi "A Justiça, o Homem e a Lei", para se declarar favorável à abertura dos arquivos da ditadura.

Enquanto o chefão Lula da Silva aproveitou uma solenidade no Consulado da França, no Rio de Janeiro, para homenagear o falecido líder político de esquerda Apolônio de Carvalho, um risco de crise militar era debelado pelo ministro da Defesa. Atendendo a uma pressão do Alto Comando do Exército, Nelson Jobim designou o General Enzo Peri (comandante da Força) para coordenar o grupo que fará buscas de ossadas e identificação de corpos de militantes de esquerda mortos na Guerrilha do Araguaia.

A reação revanchista foi imediata, como sempre. O presidente da Comissão de Mortos e Desaparecidos, Marco Antônio Barbosa, condenou a escolha do general. Reclamou que Jobim militarizou o grupo e não consultou a Secretaria Especial de Direitos Humanos. O ministro da Secretaria de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, concordou com a crítica. Para o revanchista Vannuchi, Jobim "atropelou a lei". Na mesma linha, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Luiz Couto (PT-PB), também criticou a iniciativa.

Nelson Jobim partiu discretamente da Defesa para o ataque, através de nota do seu Ministério. O texto apontou falhas nas 13 expedições ao Araguaia realizadas até hoje, todas acompanhadas pela Comissão de Mortos e Desaparecidos, e nas quais foram recolhidas 14 ossadas. A polêmica do Araguaia foi realimentada depois que o Estado de São Paulo publicou, domingo, uma entrevista em que o ex-coronel Sebastião Curió revela que o Exército matou 141 guerrilheiros. Hoje, o jornal revela versão de Curió de que o Exército teria usado áreas como “campos de concentração” para executar prisioneiros.

Cadê o Alerta Total?

Antes de voltarmos a falar do revanchismo, um esclarecimento técnico aos leitores que reclamam do repentino sumiço ou tirada do ar do blog Alerta Total.

Por algum estranho motivo que talvez a tecnologia explique, o sistema do Google não está redirecionando o antigo endereço do blog (http://alertatotal.blogspot.com/) para o novo endereço http://www.alertatotal.net/ – conforme prevê o contrato com o sistema.

Sendo assim, pedimos aos leitores que acrescentem em seus favoritos o novo endereço do Alerta Total: http://www.alertatotal.net/

Foragidos das FARC

Mais de 500 fugitivos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia estão refugiados no Brasil.

A um deles, que vive sob proteção de um grupo religioso em Minas Gerais, foi oferecido asilo.

O cara recusou, porque prefere se mandar para o Canadá, com medo de ser executado or aqui.

Quem procura acha

Gilmar Mendes fez ontem sua natural defesa da abertura dos arquivos da dita-dura, alegando que a sociedade brasileira tem o direito de saber a verdade sobre o que ocorreu na época do regime militar:

Acho que tem de haver abertura. Não vejo nenhuma necessidade de proibição. Se de fato esses documentos existem, eles devem ser mostrados”.

No mesmo almoço do Grupo de Líderes Empresariais em que ajudou a alimentar o revanchismo, Gilmar Mendes fez elogios ao Congresso, alegou que a crise será superada e ainda avisou que o deputado Antonio Palocci Filho (futuro ministro da Casa Civil) será julgado em agosto sobre o escândalo do caseiro Francenildo.

E os precatórios

O presidente Gilmar Mendes também defendeu ontem que é preciso buscar uma solução para os precatórios, que eventualmente pode ser o parcelamento.

"Podemos discutir qual é a modalidade de parcelamento e a forma adequada, mas acho muito difícil insistir na tese de se exigir o pagamento imediato, o que inviabilizaria todas as atividades estatais dos serviços públicos".

Gilmar ressalvou estar impedido de opinar sobre a inconstitucionalidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, considerada por alguns como a PEC do Calote, por estabelecer limites que estados, municípios e União poderão destinar ao pagamento das dívidas com cidadãos.

"O que ocorre é que nosso atual modelo de pagamento de precatórios está ultrapassado. Antes, pagava-se parte do que era devido, desconsiderava-se a inflação e deixava-se o resto da dívida para a gestão seguinte. Com a estabilidade monetária, a partir de 1994, passamos a ter débitos impagáveis”.

Nova filosofia

O chefão Lula filosofou ontem que é preciso chegar a uma determinada idade para entender a diversidade de pensamentos e visões políticas necessárias para atingir a Presidência da República:

É preciso chegar aos 60 anos de idade para a gente compreender esse ecletismo que nós temos que ter na política para poder chegar ao poder”.

Foi o discurso do chefão durante evento em homenagem ao falecido líder político de esquerda Apolônio de Carvalho e sua esposa, Renée de Carvalho, presente à solenidade, no Consulado da França, no Rio de Janeiro.

Durante a cerimônia foi exibido o documentário Vale a Pena Sonhar, de Stela Grisotti e Rudi Böhm, sobre a vida de Apolônio, chamado de Herói de Três Pátrias, pois lutou na Guerra Civil Espanhola, contra o fascismo de Franco, atuou na Resistência Francesa, contra o nazismo de Hitler, e militou na política brasileira, sendo preso e torturado durante o “regime militar”.

Cumplicidade generalizada

A alta cumplicidade do Senado com o esquema de atos secretos deve contribuir para que o assunto, logo logo, acabe em pizza ou só punindo algum bode expiatório.

A edição de atos secretos beneficiou ou obteve a chancela de ao menos 35 senadores e 22 ex-parlamentares desde 1995 - que aparecem como beneficiários de nomeações em seus gabinetes ou que assinaram atos secretos da Mesa Diretora criando cargos e privilégios.

Não há distinção partidária - PT, DEM, PMDB, PSDB, PDT, PSB, PRB, PTB e PR têm nomes na lista.

Ilustres envolvidos

O corregedor Romeu Tuma (PTB-SP) aparece na relação de beneficiados.

O atual primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM-PI), responsável pela comissão que levantou os atos, também aparece.

Por envolver ilustres figuras, é que o escândalo tem tudo para dar em nada.

Fora, Sarney

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) confirmou tentativas de intimidação contra parlamentares e sugeriu que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), se licencie do cargo.

Alvo de pressões, Sarney alegou que “não foi eleito para limpar as lixeiras da cozinha do Senado".

O corregedor da Casa, Romeu Tuma (PTB-SP), afirmou não ver motivo para abrir investigação contra Sarney.

O bode

Arthur Virgílio (PSDB- AM), que chamou Agaciel de Gonococo - (bactéria da gonorreia):

"O senhor Agaciel Maia, que é formado, tem doutorado e mestrado em chantagem, transformou em secretos atos que não tinham por que ser secretos, para acumular poder. É a lógica do chantagista".

Virgílio e Cristovam defenderam, a demissão de Agaciel e do ex-diretor de Recursos Humanos João Carlos Zoghbi.

Sarneysmo

Dois funcionários que trabalham na Fundação José Sarney em São Luís são oficialmente assessores do Senado, que paga seus salários de R$ 7,6 mil e R$ 2,5 mil por mês.

O destaque é o diretor da Fundação, Raimundo Nonato Quintiliano Pereira Filho – que também é lotado no gabinete de Edson Lobão Filho (PMDB-MA).

A fundação funciona num prédio histórico, o Convento das Mercês, e se dedica a preservar a memória do atual presidente do Senado.

Apadrinhamento

O Correio Braziliense informa que dois peemedebistas do Senado mantêm relações suspeitas com auxiliares e apadrinhados.

Valdir Raupp (RO) aprovou a concessão de uma rádio em Rondônia que tem como sócio um ex-assessor do parlamentar.

Renan Calheiros, por sua vez, saca R$ 2,6 mil da verba indenizatória para pagar o aluguel de imóvel em Maceió pertencente ao apadrinhado Fábio de Farias.

Benefícios próprios

O Senado usou um ato secreto para aumentar, de R$ 12 mil para R$ 15 mil, a verba indenizatória a que os senadores têm direito.

A medida, tornada pública em maio, é de junho de 2005.

O senador José Sarney usou R$ 8.600 da verba para pagar a organização de sua biblioteca doméstica, alegando que o acervo serve à atividade parlamentar.

Campanha no campo

Em se plantando, tudo dá em ano eleitoral.

O chefão Lula da Silva lançou ontem o Plano Agrícola e Pecuário.

Vai liberar cerca de R$ 107 bilhões para a safra 2009-2010.

Será 37% a mais de recursos em relação à safra anterior.

Garotinho da Dilma

O ex-governador Anthony Garotinho caiu no colinho do Palhaço do Planalto.

Garotinho filiou-se ontem ao PR, o quinto partido de sua carreira política e pelo qual tentará voltar ao Palácio Guanabara, em 2010.

Garotinho até esqueceu antigas críticas ao presidente Lula - de quem já foi aliado e contra quem disputou a Presidência, em 2002.

O novo aliado prometeu que abrirá seu palanque para a ministra Dilma Rousseff, na campanha dela à Presidência, "desde que ela deseje".

Pesquisa

Recente pesquisa IBPS, com amostra de 1.100 entrevistas telefônicas, realizada semana passada, apontava a tendência de voto na próxima eleição para Governo do Rio de Janeiro:

Sergio Cabral 25%. Wagner Montes 22%. Gabeira 20%. Garotinho 13%. Lindbergh 6%.

Devagar, Telefônica

Decisão da Anatel publicada no Diário Oficial da União determina que a Telefônica suspenda a venda de assinaturas do serviço de banda larga Speedy.

Se descumprir a determinação, não ficando "devagar com o negócio", a Telefônica pagará multa de R$ 15 milhões, mais R$ 1 mil por acesso vendido.

A empresa manteve ontem as vendas, sob o argumento de que ainda não havia sido notificada.

Na empresa, reservadamente, comenta-se que a punição agrada à concorrente Oi, que deseja entrar pesado no mercado de São Paulo.

Liberdade toma fumo

O presidente dos EUA, Barack Obama, assinou ontem lei que dá ao governo amplo poder regulatório sobre os cigarros e produtos oriundos do tabaco.

Obama alegou que a lei limitará a propaganda para as crianças.

Obama lembrou que sabe pessoalmente como é difícil largar o vício.

O problema, aqui, não é o vício ou não, mas sim mais uma interferência do Estado para afrontar a liberdade do cidadão.

Antiga Nudez castigada

A Rainha dos Baixinhos ficará mais rica.

O juiz Mauro Nicolau Junior condenou ontem a TV Bandeirantes a pagar a Xuxa Meneguel uma megaindenização por danos morais (R$ 100 mil) e materiais (R$ 4 milhões).

Tudo porque às 15 horas do dia 3 de março de 2008 o apresentador Leão Lobo mostrou para todo o Brasil 70 imagens de Xuxa nua em uma revista masculina publicada há 20 anos.

Descoberta

No depoimento à Justiça, Xuxa reclamou que Sasha (na época com 9 anos) soube que a mãe posara nua através do programa.

Isso dá margem para as pessoas continuarem me julgando. Tenho que provar quase diariamente que o que eu faço hoje não tem nada ver com o meu passado”.

A Band vai recorrer da polêmica decisão.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Junho de 2009.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Laços de Famíglia


Edição de Artigos de Segunda-feira do www.alertatotal.net

Por Arlindo Montenegro

Há algum tempo atrás, o departamento de futebol do Corinthians acolheu a administração de uma empresa, MSI, dirigida por um iraniano, o sr. Kiavash Joorabchian. Kia, para os íntimos, recebia grandes somas do exterior, enviadas por um russo, Boris Berezovsky que também andou por aqui, negociando com o amigo José Dirceu a compra de uma empresa de aviação. Lembram?

O petista doméstico, defenestrado do ministério, atua nos bastidores. Livre e solto é eminência parda do governo, cujos membros mais proeminentes e assessores mais próximos, respondem a processos que raramente chegam ao fim. Os maiorais, intocáveis, são inocentados pela suprema justiça dos petistas.

Quando muito um ou outro pato é sacrificado com mordomias. Mas todos são “inocentes”. Recentemente o amigo Kia pediu ao STF para arquivar os processos em que é réu, por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O pedido foi negado. Kia continua livre e vai ter que recorrer mais vezes até que a ficha fique limpinha, branca como a neve.

Quanto ao russo Boris, titular da grana junto com seu amigo Badri Patarkatsishvili, já foram condenados por envolvimento com a máfia russa. Condenados lá na Rússia. Integram a listagem de procurados pela Interpol. Um detalhe insignificante, porque Boris goza da proteção do estado democrático de direito, na condição de “exilado político”, na Inglaterra. Vive solto no colo da Rainha, onde a Interpol não ousa meter a mão.

Que nem o terrorista Medina, apadrinhado pelo PT que até arrumou uma nomeação para a mulher dele, numa secretaria ligada à Presidência da República. Medina continua na moita, a serviço das FARC. Que nem o “escritor” que na Itália foi condenado por terrorismo e homicídio, mas aqui goza da proteção fraterna do próprio ministro da justiça petista, que o mantém, humanamente, distante da justiça italiana. Batisti, um companheirão!

Isto tudo é um pálido e documentado exemplo de como os poderosos do dia impõem sua vontade, acima das Leis e Instituições que ignoram. Como atuam contra quem ouse desafiar as práticas que estreitam os laços da “famiglia” comercial e ideológica globalizada. Atuando no Irã, na Venezuela, na Coréia do Norte, Cuba, na África ou nas Américas, são louvados pelo “cara” daqui.

Todos eles e mais alguns são acolhidos entusiasticamente pelos banqueiros internacionais para lavar, secretamente, grandes fortunas acumuladas no tráfico de armas, drogas, corrupção e assalto continuado aos cofres públicos. São jogadores de um cassino para gente “importante”, gente diferente da gente.

Foi necessário perseguir a verdade, até ficar com os cabelos brancos, para entender um pouco do funcionamento da mais poderosa ferramenta que esta gente utiliza: a propaganda e controle de toda a mídia, manobrada na contra mão do bem comum, desprezando a ética, as Leis e o zé povinho.

Quando o sacrossanto herdeiro das virtudes do Antonio Conselheiro das caatingas, diz: "O que não se pode é todo dia você arrumar uma vírgula a mais, você vai desmoralizando todo mundo, cansando todo mundo, inclusive a imprensa corre o risco...” - o recado é: calem a boca que a Petrobrás é intocável e paga as contas de vocês! “Tamo” dominando tudo e “secamo” a fonte quando “quisé”.

Excetuando os fanáticos ideológicos e maconheiros postados no governo, nem um só brasileiro com cabelo nas ventas desconfia das Instituições. Os brasileiros desconfiam e renegam, se envergonham das mentiras e falcatruas, do mensalão dos deputados, das velhacarias do senado, da falsificação de dossiês, da negação diante de evidências documentadas, da justiça venal, do superfaturamento de obras, do assalto à Petrobrás e outras empresas, dos cartões corporativos, dos dirigentes que “não sabem nada”, dos assassinatos não resolvidos...

Os brasileiros são incapazes de perceber como a mais notável máquina de propaganda emprenha a todos pelos ouvidos, pelas vistas, pela lavagem cerebral mantida ao custo de fortunas, “em parte secretas”, que os governantes utilizam para calar bocas e atirar poeira nos olhos dos grupos sociais.

Esta máquina que é aperfeiçoada desde a Primeira Guerra Mundial e hoje conta com aparato científico e tecnológico dos mais avançados: satélites, internet, gps, fotografia de alta definição, sensores infra vermelhos, tudo disponível para que as Fundações, Institutos de Pesquisa, Ongs, todos com recursos ilimitados, atuem, interfiram, imponham condições, subvertendo e confundindo a mente das pessoas.

Alguns princípios firmados por Joseph Goebbels, ministro da propaganda de Hitler, são aplicados aqui de modo rotineiro pela mídia amestrada:

Princípio da orquestração - “Se uma mentira se repete suficientemente, acaba por converter-se em verdade... As peças devem ser veiculadas simultaneamente em vários meios de comunicação, atingindo intensivamente o alvo, com a mesma mensagem, varias vezes ao dia”. (Brasil de todos, pac, “não sabia”, Dilma é a boa!)

Princípio da transposição - Imputar sobre o adversário os próprios erros ou defeitos, respondendo o ataque com o ataque. “Se não podes negar as más notícias, inventa outras que distraiam...”. (A bola da vez é o Senado calando a CPI da Petrobrás, ontem era foi caixa dois proclamado como “rotina”...)

Princípio de renovação - "Divulgar constantemente informações e argumentos novos a um ritmo tal que quando e se o adversário responder, o público já esteja interessado em outra coisa..." "As respostas do adversário nunca irão poder rebater o nível crescente de acusações." (Quantas denúncias substituídas por novidades?)

Esta família é velha. Cultiva laços muito estreitos. A união faz a farsa!

Arlindo Montenegro é Apicultor.

domingo, 21 de junho de 2009

Como salvar o diploma de Jornalismo?

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

O Supremo Tribunal Federal – independentemente da intenção de seus membros – fez um favor ao jornalismo tupiniquim. Tomou a decisão (polêmica, porém acertada) de acabar com a exigência do diploma universitário para o exercício da profissão de Jornalista. A liberdade de imprensa está acima de qualquer pedaço de papel. E muito acima da vaidade dos poderosos.

A cutucada do STF no Jornalismo obrigará os jornalistas a uma autocrítica sobre o próprio papel e atuação. Precisamos retomar nosso compromisso com a Verdade – cujo conceito é: a Realidade Universal Permanente. Temos de compreender como funciona o mundo globalizado controlado pela Oligarquia Financeira Transnacional. Só cumpriremos nossa missão se tivermos ética para bem informar. Nada disso depende de diploma.

O livre pensador Arlindo Montenegro, no artigo Rumo ao Desconhecido, cita um trecho do livro “Mental Obesity” – em que o antropólogo catedrático de Harvard, Andrew Oitke, no distante ano de 2001, chamava a atenção para os nossos abusos no campo da informação e conhecimento. No “Obesidade Mental”, o professor Oitke pega pesado com a atuação dos profissionais de imprensa (com diploma ou sem):

"O jornalista de hoje, alimenta-se quase que exclusivamente, de cadáveres de reputações, do lixo de escândalos... A imprensa deixou há muito de informar, para apenas seduzir, agredir e manipular ... Só a parte morta e apodrecida ou distorcida da realidade é que chega aos jornais".

Os profissionais da mídia estão na berlinda há muito tempo. Talvez por sermos coniventes ou omissos em combater o sistema de desinformação vigente. Felizmente, a opinião pública (mesmo que timidamente) cobra de quem executa a opinião publicada. A evolução da Internet também colabora para mudanças positivas no jornalismo que agora se pratica.

O fim do diploma não deve falir com os cursos de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Apenas vai obrigar as escolas superiores a se adaptarem a uma nova realidade. O curso de quatro anos pode dar lugar a um de Tecnólogo em Jornalismo, com dois anos de duração. Também vai obrigar a uma reavaliação da qualidade dos cursos de Jornalismo.

O STF deixou no ar uma lição fundamental. No seu voto, o único contra o fim da obrigatoriedade do diploma, o ministro Marco Aurélio de Mello destacou: “O jornalista deve ter uma formação básica que viabilize uma atividade profissional que repercute nas vidas dos cidadãos em geral".

As escolas de Jornalismo – se quiserem sobreviver – precisam aprimorar a qualidade dessa formação básica. Terá de focar em novos paradigmas capazes de superar o globalitarismo - que tenta sufocar a liberdade de informação. Precisará de se adaptar, cada vez mais depressa, às constantes mutações tecnológicas. Deverá retomar o processo produtivo que combine criatividade, ética, responsabilidade e sustentabilidade.

Se seguir tais princípios – o que é nada fácil – o Jornalismo voltará a ser uma “escola” para colaborar com a vida. Seu diploma terá valor real e objetivo. Jamais será rasgado! Até porque Jornalismo não é para qualquer um. A profissão merece respeito. Mas, hoje, para que isto aconteça, os jornalistas precisam de dar ao respeito. Eis o grande desafio.

Jorge Serrão tenta salvar o diploma diariamente. Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://alertatotal.blogspot.com/ e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Junho de 2009.

Rumo ao Desconhecido

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total: www.alertatotal.net

Por Arlindo Montenegro

Todos os aspectos da rearrumação dos interesses dos donos do mundo abrem as porteiras para o estouro da boiada rumo ao desconhecido. À pergunta “o que você quer da vida”, que supostamente deveria situar a pessoa diante de um objetivo refletido e de livre escolha, frequentemente a resposta que vem na bucha é: “Quero me dar bem!”. Trocando em miúdos a gente objetiva o conteúdo exclusivamente materialista.

Aquela resposta rara – “Quero ser feliz!” parece impossível para os contemporâneos, por estar quase sempre subordinada ao status material. Como ser feliz sem casa, carro, plano de saúde, cartão de crédito, guarda roupa, acesso a viagens, restaurantes, internet, celulares...? E tudo isto é existe de fato para quem se aplica profissionalmente e tem um emprego garantido. Ou para os empresários eficientes, líderes por excelência.

A cada dia surgem novos divertimentos e as pessoas saem para o encontro com a violência que não é mais surpreendente. As surpresas passam batidas porque o homem comum perdeu o escudo do respeito humano, subsiste sem a concepção de um Deus ativo em sua consciência. Sem ouvir a mesma consciência que se manifesta no silêncio e enunciação de propósitos, fundamentando as escolhas.

As fontes originais da destruição das instituições, estão presentes em todo o planeta. Os movimentos dos poderosos que controlam e formatam o intelecto da humanidade apontam para a breve implantação do governo totalitário mundial. Todo o terrorismo mantido pelos estados conduz para a “formula salvadora” da globalização institucional. Diversos pensadores nos advertem, mas nossos ouvidos estão moucos. Por que?

Recentemente, o Blog Libertador, publicou o resumo de um livro publicado em 2001 – “Mental Obesity” – em que um antropólogo, Andrew Oitke, discorre sobre algumas destas distrações que infestam os pensamentos e ações contemporâneas. Ele diz que o perigo maior que a sobrecarga de proteínas é a sobrecarga de preconceitos, a intoxicação de lugares comuns.

Os “formadores de opinião” conduzem-nos a “alimentar-nos” da opinião sobre tudo sem conhecer nada. "Os 'cozinheiros' destes alimentos intelectuais envenenados são jornalistas, romancistas, autores de telenovelas, dramaturgos, os cineastas, os falsos filósofos e mais um monte de gente profissional da informação, da educação e cultura. O Dr. Andrew faz algumas comparações elucidativas:

- "Os telejornais e telenovelas estão se transformando nos hamburgers do espírito ... As revistas de variedades e os livros de venda fácil são os “donuts” da imaginação. Os filmes se transformaram na pizza da sensatez. Todos se aperfeiçoam em estimular a violência e a sexualidade, estimulando, enfaticamente “a desagregação familiar, o homossexualismo, a permissividade e, não raro, a promiscuidade”.

Do capítulo “Os abutres”, foram recolhidas algumas afirmações:

"O jornalista de hoje, alimenta-se quase que exclusivamente, de cadáveres de reputações, do lixo de escândalos... A imprensa deixou há muito de informar, para apenas seduzir, agredir e manipular ... Só a parte morta e apodrecida ou distorcida da realidade é que chega aos jornais."

"O conhecimento das pessoas aumentou, mas é constituído de banalidades. Todos sabem que Kennedy foi assassinado, mas não sabem quem foi Kennedy. Todos acham mais cômodo acreditar que Saddam é o mau e Mandella é o bom, mas ninguém se preocupa em questionar o que lhes é empurrado goela abaixo como "informação".

"Não admira que, no meio da prosperidade e da abundância, as grandes realizações do espírito humano estejam em decadência. A família é contestada, a tradição esquecida, a religião abandonada, a cultura banalizou-se e a arte é fútil, paradoxal ou doentia. Floresce, entretanto, a pornografia, o exibicionismo, a imitação, e o egoísmo”.

Não se trata nem de uma era em decadência, nem de uma 'idade das trevas' e nem do fim da civilização, como tantos apregoam... Trata- se, da obesidade que vem sendo induzida, sutilmente, no espírito e na mente humana. O homem moderno está adiposo no raciocínio, nos gostos e nos sentimentos.O mundo não precisa de reformas, desenvolvimento, progressos. Precisa sobretudo de dieta mental."

E o Dr. Andrew chega a uma conclusão: "O problema central está na família e na escola”. Recentemente a revista inglesa The Economist, em sua edição da primeira semana de Junho/09, publicou um trabalho sobre as instituições de ensino no Brasil, destacando como lamentável a má formação dos professores, os altos índices de repetência dos estudantes, concluindo que a educação no Brasil, emperra o crescimento do país.

Com o padrão socializante imposto a toda a rede de ensino do País pelo Ministério da Educação, a escola está sem alternativas. Com toda a propaganda que entope os ouvidos da população, atingindo a maioria dos cidadãos incapazes de censura, estamos todos tocados como boiada em rumo ao desconhecido.

Na família, perdeu-se a sintonia com o espírito, o compartimento da consciência onde a presença permanente de um Deus parece ter sido deletado. Os pais têm o dever legal de fornecer o teto, alimento, educação, dinheiro para a diversão. Nenhuma obrigação filial é requerida. Nem mesmo a gentileza e o reconhecimento agradecido. Formam-se consciências predadoras. Confundem-se como humanas as reações instintivas, próprias dos irracionais.

Aquela consciência da presença de um Deus em nosso íntimo, sabendo tudo quanto pensamos e fazemos, marcando as escolhas e resultados, está esquecida. A censura moral está esquecida. Todos os direitos sem nenhum dever.

Arlindo Montenegro é Apicultor.