segunda-feira, 24 de maio de 2010

Major nega uso de “delação premiada” contra Generais, policiais e políticos metidos no Escândalo do IME

2a Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net (atualizado nesta Segunda)

Por Jorge Serrão

Novidades de hoje cedo, no front do escândalo do IME, indicam que existe uma campanha para tentar desmoralizar o Comando do Exército. O Major Washington Luiz de Paula acaba de negar a oficiais amigos o teor de um e-mail a ele atribuído com ataques a Generais, coronéis, capitães, burocratas do TCU ou políticos. O General Enzo Peri, Comandante do EB, precisa se cuidar, já que este é o segundo episódio, em sequência, para "queimá-lo". O outro foi a denúncia de quebra de sigilo fiscal de militares atribuída ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

O Major Washigton, investigado por problemas em licitações de consultoria no IME, deixou claro na mensagem a um oficial amigo: "É um absurdo esse e-mail. Jamais faria algo dessa natureza.Trata-se da reputacao de pessoas idoneas e acima de qq suspeita.Nada tenho haver com esse absurdo.Tenho fe que a justica e nosso exercito tomarao as medidas cabiveis.Existem ferramentas para descobrirem a verdade e isso será feito.Fico triste com meu nome na lama, mas confiante na descoberta da verdade".

Em nossa primeira edição desta segunda-feira, o Alerta Total informou que um e-mail enviado quinta-feira passada para mais de cinco mil membros do Exército, da ativa e da reserva, serviu para aumentar a dimensão política do escândalo das licitações no Instituto Militar de Engenharia – um dos mais importantes centros acadêmicos do Brasil. Na sempre viva “comunidade de informações”, surgia ontem a informação de que parte dos R$ 15,3 milhões – obtidos em licitações de consultorias técnicas entre os anos de 2004 e 2006 – pode ter sido desviada até para campanhas eleitorais de membros do governo Lula, inclusive a campanha presidencial deste ano.

O escândalo se torna mais explosivo e pode ficar incontrolável, se um dos principais suspeitos de comandar o esquema de fraudes e desvio de dinheiro público confirmar sua ameaça de apelar para a “delação premiada”. A mensagem eletrônica, supostamente assinada pelo Major Pqdt Washington Luiz de Paula, deixa clara a intenção do militar de denunciar oficiais superiores que teriam participação nos “negócios”. Washington ameaça divulgar os nomes à Polícia Federal. O oficial, acuado e acusado, pode abrir o bico para a procuradora militar Maria de Lourdes Souza Gouveia Sanson, que apura o caso.

Se a “carta” for verdadeira – o que a Procuradoria Militar já está investigando -, até a cúpula do Exército pode ter problemas políticos de sustentação. O autor da mensagem acusou: “Não esqueçam meu chefe direto, meu comandante, na época das ´ditas falcatruas´, era nada mais nada menos que, hoje, o Chefe Supremo do Exército Brasileiro, General de Exército Enzo Martins Peri, nascido no Rio de Janeiro, a 11 de abril de 1941. Ele sabia de tudo, ´tudo´ mesmo. E os outros dois generais, esses frouxos, só resolveram aparecer quando passaram para a reserva. Assim fica fácil. Não estranhem se algum deles aparecer pedindo votos ou se lamentando no Clube Militar”.

O suposto Major Washington reclama, na mensagem, que “todo o Exército Brasileiro sabe e ninguém tomou nenhuma atitude contra todos, somente contra este Major, que ora vos escreve”. O denunciante acrescenta: “A conta tem que ser paga por todos. Por que apenas este Major, que trabalhou duro para proporcionar: mordomias, lazer, patrimônios, etc., agora é abandonado e desde já condenado a pagar por este fardo que é de todos? No documento, abaixo relatado, seguem os nomes de todos meus ex-companheiros, inimigos e algozes. A partir de agora, sei que, minha cabeça está a prêmio. Se eu for eliminado, tenham a certeza que a culpa recairá na cabeça de algum (ns) desse (s) senhor (es). A Polícia Federal só tem olhos para mim. A Receita Federal triturou minhas declarações, de minha esposa, cunhadas, concunhado, sobrinho e de meu sogro. INSS, ISS e outros impostos também estão acabando com as firmas de minha família. Já houve três tentativas de assassinato a minha pessoa, todas registradas na polícia. Até que ponto eu aguentaria? Só me restou a ´Delação Premiada`”.

O ator do e-mail abusa da ironia: “Se eu for expulso, resta-me a carreira política. Vejam o caso do Capitão Jair Bolsonaro. E eu não quero explodir quartel, não sou torturador, nada parecido com esses militares bitolados, sou apenas produto do meio administrativo do Exercito Brasileiro. Resta-me, ainda, passar em qualquer concurso público, com QI acima de 170, nada para mim é difícil. Minha família estará assegurada se expulso eu for, sou dado como morto. Minha esposa e duas filhas recebem meu salário integral, esse salário de fome. Há muito tempo minha esposa e filhas estão fora do Brasil, seguras, bem de vida. Esta é a minha maior glória. Não temo nada, sou forte e tenho, na minha força, aquele que me fortalece: Deus. Deus seja louvado”.

Intervalo Eleitoral

Damos uma pausa no escândalo do Exército, que tem tudo para provocar uma crise militar com altas doses de acidose, para um comunicado eleitoreiro.

O chefão $talinácio da Silva decidiu ontem que vai mesmo pedir licença do cargo para correr atrás dos votos que elegerão Dilma Rousseff sua sucessora.

Ficou combinado com a cúpula do governo que Lula se licencia entre 31 de julho e 31 de agosto.

O vice José Alencar terá de segurar a onda por um mês.

Aécio articulando

O ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, passou o fim de semana sondando caciques do DEM.

Perguntou se eles consideram viável sua propensa decisão de vir candidato a vice-Presidente de José Serra.

Recebeu vários apelos para aceite o desafio, ainda mais que a candidatura Dilma não demonstra substância.

Vale dar uma lida, no intervalo

Sobre sucessão, leia o artigo de Maria Lúcia Barbosa: Lula, o “bom amigo” e “irmão” de Ahmadnejad

Sobre os danos da “Engenharia Social”, João Ubaldo Ribeiro: Use corretamente o papel higiênico

Sobre censura, nosso artigo: Diga não à Censura na Internet

Ataque e defesa

O autor do e-mail se defende com ameaças, em letras garrafais:

"SENHORES XXXXXXXX, REZEM PARA QUE NADA ACONTEÇA COMIGO. TENHO UMA DOCUMENTAÇÃO COM SEUS NOMES, VÍDEOS ETC. CASO VENHA A SOFRER QUALQUER AÇÃO, NÃO POUPAREI NINGUÉM. TRÊS PESSOAS, DE MINHA INTEIRA CONFIANÇA, "DETONARÃO", EM ÂMBITO NACIONAL, TODA ESSA DOCUMENTAÇÃO. SENHORES POLICIAIS, IGUALMENTE, SE EU FOR ELIMINADO, AS DELEGACIAS AS QUAIS RECEBEMOS EXTORSÃO E SEUS RESPECTIVOS NOMES SERÃO DEVIDAMENTE ANUNCIADOS AOS QUATRO VENTOS. TCU, NÃO ESQUECI DE VOÇÊS, TAMBÉM DENUNCIÁ-LOS-EI, NOME POR NOME, AÇÃO POR AÇÃO. TEN CEL INFANTARIA XXXXXX – SEU PSICOPATA. SE, SEQUER, SONHAR EM VIR PARA FLORIANÓPOLIS OU VISLUMBRAR EM MANDAR PARA CÁ QUALQUER CAPANGA SEU, MENCIONADO SERÁ SEU NOME”.

Perguntinha idiota do Alerta Total: Será que tantos ataques, atingindo tanta gente aparentemente poderosa, não fará com que este escândalo seja mais um providencialmente abafado no Brasil?

O escândalo

O Ministério Público Militar investiga a atuação das empresas Deligon/Antoned, Benchtop, GNBR e Leadman, Digmar/New Works/Work & Service em consultorias técnicas ao IME e ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), do Ministério dos Transportes.
O major Washington Luiz de Paula (que era lotado no IME) tem cinco pessoas da família, entre elas cunhadas e sogro, nas empresas investigadas.

Quem tiver estômago, veja a carta supostamente assinada por Washington Luiz de Paula, que preserva o nome dos Generais que denuncia, mas ataca alguns oficiais de patente mais baixa:

http://www.reservaer.com.br/gb7new/detalhes.php?pSerial=35737

Recado das Legiões

Militares da ativa e da reserva, indignados, exigem a apuração do caso, doa a quem doer.

A opinião "generalizada" ontem era de que, apesar da constitucional presunção de inocência, as denúncias precisam ser rigorosamente investigadas, para não contaminar o Exército.

As Legiões avaliam que qualquer abafamento do caso seria um dos maiores atentados terroristas contra a honra das Forças Armadas.

Pânico com candidaturas militares?

Não é só o escândalo no IME que deixa o Forte Apache em polvorosa.

Em 15 Estados, militares quebram o silêncio dos quartéis e se organizam para formar uma bancada no Congresso Nacional.

Esta é a linha de uma reportagem da revista Isto é, ouvindo oficiais que serão candidatos este ano, pedindo o abrandamento dos regulamentos militares das Forças Armadas, a criação de um fundo de garantia por tempo de serviço para os militares, maior presença nas fronteiras, além de barrar a criação de 700 cargos comissionados no Ministério da Defesa.

Confira a reportagem em:
http://www.istoe.com.br/reportagens/74669_CANDIDATOS+FARDADOS

Oportunismo gay

As Legiões ficaram iradas porque o superintendente estadual de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos do Rio de Janeiro, Claudio Nascimento, pediu indenização por danos morais contra o ministro do Superior Tribunal Militar, Raymundo Nonato de Cerqueira Filho.

Em fevereiro, em audiência pública no Senado, Cerqueira Filho foi sincero e expressou sua opinião de que homossexuais não podem ingressar nas forças armadas.

O General de Exército chegou a comentar: “a vida militar reveste-se de determinadas características, inclusive em combate, que pode não se ajustar ao comportamento desses indívíduos (os homossexuais)”.

Notícia Atômica

A Agência Brasil informa que os dez prédios em construção no complexo militar de Aramar, em Iperó (SP), vão abrigar o Laboratório de Geração Nucleoelétrica.

Do Labgen sairá o primeiro reator nuclear 100% brasileiro – os de Angra 1 e 2 são, respectivamente, norte-americano e alemão.

A principal aplicação do reator será equipar o primeiro submarino nuclear brasileiro, que deverá entrar em operação por volta de 2020.

No prédio principal será montada uma réplica em escala real do submarino, para testar cada detalhe do reator, do motor e de todos os sistemas da embarcação, além de treinar a tripulação.

Bomba anatômica

Tem algo mais perigoso que o programa nuclear iraniano.

A candidatura presidencial de Dilma do Chefe.

Simplesmente, porque é uma “bomba” que pode implodir o sonho continuista do “terceiro mandato” do $talinácio.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Maio de 2010.

8 comentários:

Anônimo disse...

ESTE É O MOMENTO DO EXÉRCITO BRASILEIRO SE MANIFESTAR.ALGUÉM TEM QUE SER RESPONSABILIZADO, POR EXEMPLO, A FAIXA DE FRONTEIRA DO BRASIL É DE 150 KM, ESTÁ NA CONSTITUIÇÃO.EMPRESAS COMPRAM MILHARES DE HECTARES, FAZEM USO DO SOLO E SUBSOLO, SEM ASSENTIMENTO PRÉVIO DO CONSELHO DE SEGURANÇA NACIONAL.O EXÉRCITO BRASILEIRO NÃO PODE ABRIR MÃO DO SEU PODER NA FAIXA DE FRONTEIRA.

Martim Berto Fuchs (64) disse...

A estratégia de Lulla e sua quadrilha de esquerdopatas é simples. Denegrir, enlamear tudo à sua volta. Fazer com que a população perca a confiança em tudo que existe, até e principalmente nas Forças Armadas. Quando a revolta for geral, ele, Lulla, aparece como salvador. Ou sua concubina política, se ele conseguir emplacá-la.

Lunar - Jorge Oliveira disse...

Muito interessante.

O relato completo e minucioso a gente encontra nesse endereço (http://www.reservaer.com.br/gb7new/detalhes.php?pSerial=35737).

Pelos detalhes, os mínimos, fica evidente que trata-se de uma grave denúncia que demorou para ser investigada.

Jorge Oliveira
Florianópolis - Santa Catarina

CESAR PINTO disse...

Ataque as Forças Armadas
A verdade (nua e crua) é que tentam (de maneira sórdida e covarde) denegrir, às vésperas das eleições, a imagem de oficiais generais das Forças Armadas, junto à população brasileira.
Sabem que O MILITAR, BRIGADEIRO DO AR ERCIO BRAGA, está lutando para conseguir a legenda de candidato a Presidente da República.
O medo de perderem esta eleição para O MILITAR apavora os candidatos, principalmente, os dois primeiros colocados nas pesquisas: Sr. Jose Serra (PSDB) e a Sra. Dilma (PT).
Temem o debate aberto e democrático com O MILITAR.
O povo brasileiro quer mudar!
O MILITAR continua bem no conceito dos brasileiros, por esse motivo eles temem que o Presidente MILITAR possa extirpar a antipolítica que nos impingem, já há alguns anos.
Eles sabem que se o MILITAR ganhar esta eleição com o voto popular perderão o seu ganha pão familiar. Familiar? Porque a política brasileira virou FEUDO para a classe política e seus familiares. Os mandatos de Deputados Federais, Estaduais e Vereadores, normalmente, passam para as esposas, filhos, netos e parentes diretos. Governadores, Prefeitos e Senadores, são os próximos cargos a serem ocupados pelo FEUDO. Não vai demorar, pois estão trabalhando muito para isso, haja vista o numero de filhos e netos e parentes diretos, com mandatos de Dep. Fed. Est. e Vereadores. Daí para concorrer a cargos executivos é um pulo.
Por todos esses motivos os donos dos Partidos e seus eternos candidatos, temem a presença do MILITAR eleito, na PRESIDÊNCIA da REPÚBLICA.
O MILITAR eleito pode quebrar esta corrente familiar dos políticos brasileiros.
Como diz Boris Casoy: "ISTO É UMA VERGONHA"!
O povo brasileiro não agüenta mais. Quer mudanças em todos os sentidos e respeito à CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA. Quer ORDEM E PROGRESSO.
Eu concito a todos para dar um BASTA NESTA MESMICE. Basta de desmandos, de corrupção em todos os níveis, de desvios de verbas públicas e remessa de dinheiro público para os paraísos fiscais e outros tantos aqui não citados.
O desespero é tanto que o PSDB e o PT estão tentando, de todas as formas possíveis, impedir que o PTC, lance O MILITAR, BRIGADEIRO DO AR ERCIO BRAGA, EX-PRESIDENTE DO CLUBE DA AERONAÚTICA, candidato a PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA.
Também, tentam convencer o GENERAL AUGUSTO HELENO, a não se candidatar.
A carta divulgada, demonstra tudo que foi dito acima.
A revista "ISTO É" tem conceito enorme junto ao povo brasileiro, poderia fazer reportagem com o BRIGADEIRO ERCIO BRAGA, que apresenta um programa de governo pronto para conhecimento da população brasileira.
Ass. Cesar Pinto Cel
Divulgue este comentário.
Responder - para celcesarpinto@gmail.com
Encaminhar

Anônimo disse...

Cadeia neles. Bando de corruptos safados, q se escondem atrás da nossa bandeira;

SPAWN disse...

Um momento de reflexão. EU LI TODO E-MAIL .Está tão cheio de detalhes que é impossivel não ter verdades!
É possivel que o major não seja o autor, mas quem fez o e-mail fez isso pra que tudo seja apurado.E DEVE SER APURADO DOA A QUEM DOER! E QUE SEJAM JOGADOS AOS CALABOUÇOS ESSES BANDIDOS!

Anônimo disse...

Não é surpresa para ninguém,que esta na ativa, pena que o MP não investigue as 4ª Seções pois, muitas coisas viriam a tona.Porque que em regra tem sempre um Oficial Temporário de frente as tesourarias e o aprovisionamento, e esses tem ligações direta com os Comandantes ?

Anônimo disse...

Chega dessa palhaçada dos oficiais militares se acharem acima da verdade e de todos e de todos, adoram meter o pau nos políticos, mas esquecem que repetem a mesma roubalheira dentro dos quartéis, com fraudes em licitações, empresas fantasmas, empresas em nomes de parentes, nepotismo, etc.

bando de sem vergonhas, que pregam uma moral inexistente, a mídia não cai em cima porque não quer, os escândalos são muitos.

e milhões são desviados para encher a conta de canalhas fardados.