terça-feira, 20 de julho de 2010

Célula terrorista na Tríplice Fronteira pode estar por trás de ameaças de bomba em aviões da Air France no Brasil

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net (atualizado nesta Terça)

Por Jorge Serrão


Exclusivo - A Polícia Federal e os serviços reservados das Forças Armadas investigam, em sigilo, qual a relação entre uma célula terrorista muçulmana, encravada na Tríplice Fronteira Argentina-Brasil-Paraguai, e as recentes ameaças de bomba aos aviões da Air France que partem do Rio de Janeiro e São Paulo com destino a Paris. Oficialmente, se conta a historinha de que os atrasos nas decolagens são por “segurança técnica”. Mas abafa-se a informação de que um pequeno artefato, com reduzido potencial explosivo, foi achado no avião obrigado a descer, semana passada, em Recife.

Uma mala, com dispositivos eletrônicos, também estaria sob perícia. Investigações apontam uma deliberada tentativa de atacar apenas a Air France. Até agora, só os aviões deles apresentam a necessidade de “inspeção técnica de segurança”. Nada acontece com as aeronaves de outras companhias. Acredita-se em suposta retaliação de terroristas ao governo francês, pelas recentes medidas anti-imigração, e pró-racistas, contra os muçilmanos que vivem na França. Os aviões sob suspeita ficam 24 horas no chão por precaução. Em caso de explosão, ela só acontece em solo e com a aeronave vazia.

Embora as autoridades brasileiras e francesas neguem, uma ação terrorista é a principal causa (jamais declarada para explicar a tragédia, ano passado, do voo 447 da Air France. O avião explodiu sob o oceano Atlântico quando fazia a rota Rio-Paris, matando todas as 228 pessoas a bordo. O “acidente” ocorreu a cerca de 1.500 km de Recife, às 23h14 do dia 31 de maio de 2009, quando a aeronave A-330 emitiu uma mensagem automática de despressurização e pane elétrica.

A tese de atentado é sempre refutada oficialmente. Até o momento, o Birô de Investigações e Análises francês considera que um funcionamento equivocado das sondas (sensores de velocidade) Pitot, da fabricante francesa Thales, seria um dos fatores do acidente. O diretor geral do BEA (Escritório de Investigações e Análises), Jean Paul Troadec, cansou de repetir que apenas as caixas pretas explicarão a tragédia.

O problema é que, apesar do gasto de R$ 15 milhões nas investigações, não foram encontrados os restos do avião. Muito menos as caixas-pretas fundamentais para desvendar o mistério do acidente. Apenas pequenas partes dos destroços do Airbus A330 foram encontradas. Também foram retirados do mar 50 corpos: 20 brasileiros (12 homens e oito mulheres) e 30 estrangeiros (13 homens e 17 mulheres).

Terrorismo judiciário

O fato está devidamente abafado, mas, semana passada, um violento vírus atingiu o computador central do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O problema destruiu o acesso eletrônico a vários processos – o que vai colaborar ainda mais para a lentidão judiciária.

Desembargadores que comentam o grave fato, a boca pequena, sugerem que o comando grevista dos serventuários devia responder, publicamente, pela sabotagem.

Acusação tímida

O candidato tucano ao trono de $talinácio Paraguassu, José Serra, foi obrigado ontem a amenizar as denúncias feitas pelo seu vice Índio da Costa, na Internet, que acusou o PT de ser ligado ao narcotráfico e às Farc.

Ao lado do candidato ao Senado Aécio Neves (PSDB) e do governador de Minas Gerais e candidato à reeleição Antônio Augusto Anastasia (PSDB), Serra fofocou com a militância tucana em Belo Horizonte:

A ligação do PT com as Farc todo mundo sabe, tem muitas reportagens. As Farc é uma força ligada ao narcotráfico, o que não significa que o PT seja ligado ao narcotráfico”.

Pergunta idiota

Por que Serra segue o dogma comum e não fala, explicitamente, que o PT é fundador e faz parte do Foro de São Paulo, que tem projeto social-comunizante para a América Latina?

Ou será que Serra, ideologicamente, torce pelo mesmo time da petralhada, sob os auspícios da Oligarquia Financeira Transnacional, que patrocina as aventuras socialistas fabianas pelo mundo afora?

Leia o artigo de Arlingo Montenegro, Cores do Comunismo, e tente desvendar tal mistério.

Cores do Comunismo

O problema é que Marco Aurélio Garcia, um dos ideólogos-fundadores do Foro de São Paulo, considera que um grupo que seqüestra, degola, assalta, faz tráfico de droga não pode ser considerado ainda terrorista.

Portanto, na visão stalinista da cúpula petista, as FARC são apenas um bando de revolucionários da velha luta armada que combatem em prol de uma causa ideológica, a mesma defendida pelos petistas.

Pena que Celso Daniel foi assassinado barbaramente, senão o cadáver politicamente insepulto da cúpula petista poderia nos lançar luzes sobre esta relação tão séria entre crime organizado e a organização política.

Piada petista

O ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, soltou ontem uma pérola para justificar por que o chefão $talinácio Paraguassu é um democrata, ao contrário do que acusou o presidente da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), Alejandro Aguirre:

"Todos sabemos que o Lula só não tem o terceiro mandato porque não quer. Se ele tivesse decidido que era candidato a presidente, alterando a Constituição, não haveria adversário. Mas ele não quis por causa do seu profundo veio democrático".

Se continuar assim, Vannuchi acaba contratado para trabalhar no Casseta & Planeta, com direito ao Troféu Imprensa de Humorista do Ano.

Tudo sigiloso

O procurador da República Vinícius Fernando Alves Fermino determinou o sigilo das investigações sobre o vazamento dos dados fiscais do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge Caldas Pereira.

A Receita Federal já admitiu que seus dados foram acessados cinco ou seis vezes e abriu processo administrativo disciplinar para apurar quais acessos podem ter dado origem a uma violação de sigilo seguida de vazamento das informações do IR do dirigente tucano.

Se descobrirem algum responsável, o que pode nem acontecer, como sempre acontece, as punições serão de advertência a demissão, dependendo da gravidade, e de quem tiver dado a ordem para o crime ser cometido, é claro...

Recado à petralhada

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, repudiou a ameaça petista de representar no Conselho Nacional do Ministério Público contra a vice-procuradora eleitoral, Sandra Cureau, que está fiscalizando com rigor os abusos cometidos na campanha de Dilma.

O procurador garante que o Ministério Público Eleitoral vem exercendo, de maneira correta, sua função de fiscalizar o cumprimento da lei, e lamenta o que considerou uma tentativa de intimidação da atuação da instituição:

O Ministério Público Eleitoral continuará a atuar com a firmeza que a sua missão constitucional impõe”.

Força espanhola

Agora dá para entender por que a Rede Globo anda tão preocupada com o tal “capital estrangeiro” além do limite de 30% na mídia brasileira.

A área de vídeos gratuitos do portal Terra, que pertence ao grupo espanhol Telefônica, conquistou a liderança em usuários únicos entre os sites de vídeos brasileiros.

Pesquisa do Ibope Nielsen Online, que mede os acessos domiciliares e corporativos, informa que, em junho, 3,9 milhões de usuários únicos assistiram às atrações do canal – principalmente as séries de maior sucesso na TV norte-americana.

Comprando

A Portugal Telecom pode concordar em vender à Telefónica sua participação na Vivo dentro de alguns dias.

A Portugal Telecom assinou um acordo preliminar com a Oi válido até o fim da próxima semana, para comprar uma participação assim que tiver vendido sua parte na Brasilcel, joint venture que a companhia portuguesa tem com a Telefónica e que controla a Vivo.

As revelações são do jornal espanhol El Economista.

Continua empregado

O vice-geral do Flamengo, Hélio Ferraz, resolveu ontem não botar sua assinatura na carta que seria enviada ao presídio, em Minas Gerais, demitindo o goleiro Bruno, por justa causa.

O jogador continua "em concentração forçada" por suposto envolvimento no desaparecimento da “modelo” e “atriz” Eliza Samudio, ex-amante com quem teve um filho.

O curioso é que o Superhelinho hesita em cima de uma decisão tomada por uma comissão jurídica formada por notáveis juristas rubro-negros, como o advogado Mário Pucheu, o juiz federal Theophilo Miguel e os desembargadores Marcus Faver, Siro Darlan e Walter D'Agostino, Marcelo Antero e José da Fonseca Martins Júnior.

Enquanto o Flamengo adia a decisão, o contrato de Bruno, válido até o fim de 2012, continua suspenso.

Dane-se o avião?

O chefe de Polícia Civil de Minas Gerais, Marco Antônio Monteiro, detonou ontem a delegada Alessandra Wilke da presidência do inquérito que apura os supostos sequestro e assassinato de Eliza Samudio.

A delegada Ana Maria dos Santos, que trabalhava junto com Alessandra, também rodou, por causa do misterioso vazamento, para a Rede Globo, de um vídeo no avião da Polícia de Minas Gerais que conduziu Bruno e seu fiel amigo Macarrão a Belo Horizonte.

Como no avião havia apenas 2 tripulantes e nove passageiros - Bruno, Macarrão, duas delegadas, uma assessora de imprensa da Polícia Civil e quatro agentes -, a Corregedoria de Polícia de MG investiga quem a bordo teria vendido o material para a Rede Globo.

Fechando o Gol

Como deve ser o preparo do goleiro que tem que defender uma bola que pode chegar à velocidade de 120km/h e que muda de direção constantemente? Mais gols poderiam ser evitados? É uma questão de técnica ou sorte?

Leia o artigo de Rodrigo Rocha, coordenador da academia Fechando o Gol, destinada ao treinamento de goleiros profissionais ou amadores.

Está no site Fique Alerta – www.fiquealerta.net – de hoje: Ser goleiro exige técnica

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Julho de 2010.

3 comentários:

Anônimo disse...

Sou um tipo de vovô da computação, pois quando comecei a atuar na área de informática, hoje TI, era necessário programar linha à linha do programa e tudo era obrigado a ser refeito a cada novo processo (inicialmente com a linguagem Assembler).
Hoje, as “coisas” estão bem mais simples e bem mais amplas também (põe ampla nisso!). E como não poderia deixar de ser, bem mais vulneráveis...

A moda agora é a computação em nuvem (cloud computing), artifício no qual as operações (rotinas e/ou armazenamentos) são processadas em ambiente externo, permitindo assim, uma maior economia de equipamentos (hardware) e também uma maior segurança computacional, eliminando um pouco a interferência de envolvidos nos processos.

Como a cloud computing ainda é algo bem recente, muitas das empresas que poderiam utilizar deste método, ainda não o fazem por falta de gente capacitada (não há segredo, é tudo relativamente simples). E porque também toda novidade traz em si um desafio e um período de adaptação.

Mas o certo é que as grandes empresas travam uma luta cada vez mais obsessiva para que haja uma economia de equipamentos e pessoal ligado ao setor de TI, pois como já se sabe, as fragilidades (calcanhar de Aquiles) no meio computacional estão sempre ligadas aos equipamentos e às pessoas que os operam.

No mais, o mundo não pode parar, muito menos os computadores...

Anônimo disse...

NESSA O CHAVEZ ESTA CERTO

O confronto começou no início do mês, quando Urosa acusou Chávez de violar a Constituição ao querer impor uma "ditadura comunista". O presidente respondeu na semana passada tachando o cardeal de "troglodita" e encarregando o ministro das Relações Exteriores de revisar a concordata entre a Venezuela e o Vaticano. O acordo data de 1964 e permite o financiamento da Igreja venezuelana com as rendas do petróleo, coisa que para Chávez, sim, viola a Constituição. O presidente ameaçou romper relações com a Santa Sé.
É isso ai Chavez, não tem porque sustentar esses parasitas.

Anônimo disse...

Funcionários da delegacia da Receita Federal em Santo André (SP) confirmaram que a analista Antonia Aparecida Rodrigues dos Santos Neves Silva está sob investigação da corregedoria da Receita Federal por suposta participação na quebra de sigilo do ex-ministro de FHC Eduardo Jorge Caldas Pereira.

Claudio Humberto