sábado, 24 de julho de 2010

De Cuba, Brasil, Venezuela e Europa

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Arlindo Montenegro

Lá no mundão além das nossas fronteiras, discute-se abertamente a extrema diferença entre viver sob a proteção de um Estado democrático, elegendo administradores confiáveis, seguidores das leis, e um Estado totalitário comunista. Ou onde os revolucionários no poder trabalham dia e noite para impor a ditadura comunista e do crime organizado.

É bastante olhar para o norte, para a Venezuela, onde Chávez e seu estado maior cubano impõem com violência o Estado bolivariano, para fortalecer o Foro de São Paulo. Deixam correr solta a insegurança, os crimes impunes, as drogas, abrigando as Farc. Chávez ainda pede votos para dona Dilma. Proclama que ela é a " candidata do coração".

O parlamento europeu, que recentemente recebeu Daniel Estulin para uma exposição sobre as tramas dos Bilderberg, ouviu os governantes checos que desejam a mobilização das democracias em forte oposição ao comunismo. Pregam a garantia de correção de rumo em benefício das pessoas. Defendem a construção ética e afastada dos extremos ideológicos que unem controladores comunistas e magnatas do capitalismo predador.

Nesta semana, Angela Merkel deu um chega prá la nas mentiras dos irmãos Castro, numa posição diferente do socialista Zapatero, que quis faturar prestígio como negociador do desterro de meia duzia de presos políticos cubanos. Angela disse no parlamento europeu que os ditadores cubanos devem "mudar sua política de forma fundamental".

O poder executivo alemão indica que o desterro de dissidentes não muda nada em Cuba. O responsável pela Política de Direitos Humanos do governo alemão exigiu, através de Ricardo Alarcón, o moleque de recado dos Castro, a libertação imedita de todos os prisioneiros políticos, acrescentando: "O regime cubano tem de respeitar de uma vez por todas os direitos humanos."

O que os alemães dizem é que a ditadura comunista impede a vida digna, a liberdade de opinião, de escolha, manifestação e autodeterminação dos cubanos. "Para isto é preciso que os cubanos possam escolher seus governantes em eleições livres". Por extensão, o recado também serve para a Venezuela, o mais novo feudo cubano.

No país vizinho quem disser que o mentiroso é feio vai em cana. Os líderes democratas que se manifestam, vão em cana. Como foi feito com Alejandro Peña Esclusa, que há anos denuncia o Foro de São Paulo, Lula, Chavez, Evo, Ortega. Sem argumentos morais e legais, os cubanos armaram um flagrante de explosivos e o prenderam com alarde.

Bom, Chávez manda prender até juízes por cumprir as leis vigentes. Controla toda a imprensa e agora arremete contra o único canal de tv a cabo que ousa ser dissidente. O país está mergulhado em pobreza, escassez de alimentos e ítens de primeira necessidade. Avoluma-se a corrupção e o mercado negro. Só na visão tosca e cínica de Lula, a Venezuela "tem democracia até demais!"
Os únicos países da América Central e do Sul que tem posição firme contra o Foro de São Paulo e o avanço do comunismo são liderados pela Colombia que denunciou os acampamentos das Farc na OEA, não obstante todas as manobras contrárias de Chávez. A documentação mostra como ele mente e engana os venezuelanos.

O Brasil, há muito acolhe as Farc e protege seus terroristas narcotraficantes. Isto expõe a irresponsabilidade dos militantes comunistas do PT e dos governantes ideologicamente alinhados à Internacional Comunista do Foro de São Paulo. Esta posição política aparece na violência das ruas, homicídios, tráfico de drogas e armas, saúde, educação e medidas de segurança proteladas.

O Lula e seu bando ficam fulos de raiva e negam, tentam esconder a ligação do PT com as farc. Como diz Olavo de Carvalho, é "o mesmo que dizer que sou amigo do Al Capone, mas não sou mafioso". Fosse o contrário as farc não se abrigariam livremente com acampamentos e mansões na Amazonia, nem a mulher do que foi embaixador da guerrilha no Brasil estaria abrigada com emprego no Planalto, a pedido de dona Dilma.

Enquanto isto, o coma'ndante Fidel Castro aparece repetidas vezes na televisão, segundo dizem os estudiosos da política daquela ditadura, porque quer voltar à atividade como à cabeça do Comitê Central do Partido Comunista Cubano, cargo que manda no estado. Vai ver o coma'ndante, está contrariado com as liberalidades do irmão.

Vai ver está chateado com as imagens de um ex atleta, que a prisão transformou num inválido em cadeira de rodas sendo agredido pelos esbirros da segurança cubana. Ou teme que o Obama suspenda o embargo, expondo sua obra ao ridículo. O fato é que a ditadura está sendo pressionada.


Arlindo Montenegro é Apicultor.

4 comentários:

Manoel Vigas disse...

Saudações.

AS LIGAÇÕES PERIGOSAS D’ELLES (confissão pública registrada --- sem tortura)

"elle" e .... Farc, MIR, ELN, MST ou qualquer outra organização pertencente ao Foro de São Paulo.

NÃO É PRECISO PEDIR UM VOTO DE CONFIANÇA PARA ACREDITAR....

CONFIRA, É OFICIAL, .....ESTÁ LÁ, NA ÍNTEGRA ......NO ENDEREÇO:

http://www.info.planalto.gov.br/download/discursos/pr812a.doc
************************
************************
Presidência da República
Secretaria de Imprensa e Divulgação
Discurso do Presidente da República

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no ato político de celebração aos 15 anos do Foro de São Paulo
São Paulo-SP, 02 de julho de 2005

Meus queridos companheiros e companheiras dirigentes do Foro de São Paulo que compõem a mesa,
Meus queridos companheiros e companheiras que nos estimulam com esta visita ao 12º Encontro do Foro de São Paulo,
************************
************************
E eu queria começar com uma visão que eu tenho do Foro de São Paulo. Eu que, junto com alguns companheiros e companheiras aqui, fundei esta instância de participação democrática da esquerda da América Latina, precisei chegar à Presidência da República para descobrir o quanto foi importante termos criado o Foro de São Paulo.
************************
************************
Eu quero dizer uma coisa para vocês: não está longe o dia em que o Foro de São Paulo vai poder se reunir e ter, aqui, um grande número de presidentes da República que participaram do Foro de São Paulo.
************************
************************
Vejam que os companheiros do Movimento Sem-Terra fizeram uma grande passeata em Brasília. Organizada, muito organizada. E todo mundo achava que era um grande protesto contra o governo. O que aconteceu? A passeata do Movimento Sem-Terra terminou em festa, porque nós fizemos um acordo entre o governo e o Movimento Sem-Terra, pela primeira vez na história, assinando um documento conjunto.
************************
************************
Por isso, meus companheiros, minhas companheiras, saio daqui para Brasília com a consciência tranqüila de que esse filho nosso, de 15 anos de idade, chamado Foro de São Paulo, já adquiriu maturidade, já se transformou num adulto sábio. E eu estou certo de que nós poderemos continuar dando contribuição para outras forças políticas, em outros continentes, porque logo, logo, vamos ter que trazer os companheiros de países africanos para participarem do nosso movimento, para que a gente possa transformar as nossas convicções de relações Sul-Sul numa coisa muito verdadeira e não apenas numa coisa teórica.
************************
************************
etc.,etc.,etc.....

PERGUNTINHA:
Gostou do “vamos ter que trazer os companheiros de países africanos para participarem do nosso movimento” ?

COINCIDÊNCIA ?

ENQUANTO ISSO,...LEMBRE-SE:

A DILMA (que também é a “candidata do coração” do Chapulín Colorado) PROMETEU DAR CONTINUIDADE A TODOS OS PROJETOS DO NOSSO AMO E SENHOR !!!

Oh my God !!!

Atenciosamente.
Manoel Vigas

Paulo Figueiredo disse...

Caro Arlindo,

as coisas não parecem tão complicadas quando temos em mente, sempre, a frase: “os subterrâneos da política são muito mais movimentados do que a superfície”.

Tudo que aparenta ser, na superficialidade, ou é insuficiente para análise, ou é falso.

Com toda a estrutura de poder, não me é convincente que os “donos recônditos do mundo” tolerem figuras como Fidel, Chaves e outros; por pura incapacidade de retê-los.

Me parece mais plausível é que Fidel e Chavez sejam criaturas deste mesmo poder mundial, atuando, teatralmente, como “inimigos” do sistema para alimentar esta conotação de ambigüidade, mas com alguém confiável, para ocupar espaço que pudessem ser ocupados por aventureiros sinceros. Quer uma pista: Porque Fidel fez de tudo para se desvencilhar de Che, até que o lançou para o “suicídio” na Bolívia?
Simples: O sistema não confiava em Che. Era muito sincero. Um dia ele iria acabar revelando como conseguiram o “milagre” de derrotar o exército de Fungêncio Batista, com apenas 36 combatentes, que em primeira investida a metade morreu.

E Chavez nada mais é do que o substituto de Fidel neste jogo de cena latino americano.

É só fachada. O sistema de dominação, que tem nos EEUU seu principal jagunço, precisa, sempre, de opositores para justificar certos atos e atitudes; e nada melhor que opositores confiáveis. Como Fidel já está em fim de carreira, inventaram outro: Chavez.

E a mídia (que também faz parte do processo) lhe dá todo destaque possível para consolidação como grande intérprete desta grande farsa.

Nós, expectadores, só vemos o que está no palco. O verdadeiro espetáculo está nos bastidores.

Abraço

Anônimo disse...

É isto aí,enquanto o comunismo é rejeitado na Europa,por aqui na na América Latina ainda é incençado como um deus.É uma das razões de sermos assim tão atrasados em relação a Europa.Ora, uma m... que não deu certo lá,aqui é buscada e com apoio de quem deveria repudiá-la:A inprensa(parte dela).
ASCO!!!

DIVULGUEM disse...

sábado, 24 de julho de 2010
Retrospectiva PT -

8 anos de putaria - As verdades que o povão não sabe


http://3katherines.blogspot.com/2010/07/retrospectiva-pt-8-anos-de-putaria-as.html