quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Missa do Galinácio

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

Deus está deixando o poder no dia 31 de dezembro. Mas Deus já está em campanha permanente para voltar daqui a quatro anos – ou a qualquer momento, em edição extraordinária, caso seja requisitado. Deus só quer tirar um tempinho para tomar uns negocinhos, enquanto lhe sobra tempo para concluir os negoções que fechou, secretamente, durante os oito anos em que usou a abusou da imperial caneta que controla os destinos do Diário Oficial.

Deus é o cara. Ninguém duvida. Mas, de daqui a pouco em diante, precisa tomar muito cuidado. Alguns deuses costumem perder a majestade quando termina o mandato deles no Olimpo. A perda de poder é cruel. Quem canta de galo agora costuma ficar deprimido quando descobre que não manda mais no galinheiro ou no pardieiro. Apesar de seu grande poder simbólico, $talinácio tem tudo para virar um mero Galinácio – sem terreiro para continuar cantando, pelo menos do jeito com que se acostumou nos últimos anos.

Aproveitando a proximidade do Natal, mandemos rezar uma Missa do Galinácio. Ideal é uma cerimônia sem choro, nem vela. Por enquanto, tudo é alegria para nosso Deus. Quando o novo ano começar, o galinheiro será comandado por outros bichos. Os franguinhos do PMDB cresceram mais ainda. Os pintinhos petralhas que se cuidem. A única coisa certa é que, de fora da asa do Deus-quase-Galinácio, a Dilma tem muito a Temer.

No discurso, o ano vai terminando lindamente. Logo mais, Deus fará o último pronunciamento oficial à Nação. Será mais uma linda peça produzida pelo Bolcheviquepropagandaminister. Além do balanço de sua gestão celestial, Deus pedirá ao povo que nele crê que apóie a moça que vai representá-lo, por uns quatro anos. Nos seus dez minutos em rede de rádio e televisão, Deus proclamará: "Mostramos que é possível e necessário governar para todos, e quando isso acontece é um ganho para o País”.

A bem informada agência Thompson Reuters informa que Deus dirá à nação que sua trajetória de vida - um operário pobre, com pouco estudo, que chegou à Presidência da República - serve para que todos possam alimentar seus sonhos e se superar. Deus fechará o divino discurso em tom triunfal: "Agora, estamos provando ao mundo e a nós mesmos que o Brasil tem um encontro marcado com o sucesso".

A charge de hoje da Folha de S. Paulo retrata, com exatidão irônica, o que podemos esperar do governo Dilma, sem o Lula cantando mais de Galo. A imagem é de uma Presidenta tendo por trás um ministério que mais parece um museu de cera. E a chefona-em-comando que se cuide, porque o Genérico, que também sofre de racaídas divinas, está PT da vida com ela, depois da atravessada de samba com os comandantes militares.

O genérico não perdoa... Sorte da nova presidenta que terá um novo profissional de inteligência para lhe antecipar eventuais problemas. Com a experiência de quem comandou as forças de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti - assumindo o cargo em 2006, após a morte do general Urano Bacellar em Porto Príncipe -, o General do Exército José Elito Carvalho Siqueira assumirá o Gabinete de Segurança Institucional, no lugar de Jorge Armando Félix. Oriundo da turma de 1969, Elito dará prioridade à segurança presidencial e trabalhará, nos bastidores, para aproximar o GSI do Ministério da Defesa. A nova missão será nada mole.

Mudando de assunto, ao apagar das luzes legislativas, o Senado deixa prontinho um projeto de lei do senador petista Delcídio Amaral que estimularia o retorno de dinheiro ilegal de brasileiros no exterior. O valor giraria entre US$ 50 bilhões e US$ 100 bilhões. Caso seja aprovada, a lei permitirá que pessoas físicas e jurídicas declarem seus bens e valores nas declarações de 2011, ano-base 2010. Bastaria pagar um imposto de 5% (se for cota única) a 10% (parcelado) sobre o valor repatriado. A quem interessa tal projeto? Deus, certamente, deve saber...

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Dezembro de 2010.

3 comentários:

Anônimo disse...

OLÁ AMIGOS,
esse tal de lula que os mafiosos do brasil tanto venera ele e seu amigo fidel castro que devem ser julgado por crimes contra a humanidade ja vai tarde e atrazado,analise você quantos jovens ja morreram e vão ainda morrer asassinados pelos traficantes e pelo uso das drogas, os doentes nas filas dos hospitais por falta de leito e de remedios, essa oposição brasileira de araque deve cobrar isso do governo nazipetista que sai e do que entra até porque se nenhuma providencia for tomada e pelo andar da carruagem não vai ser tomada providencia nenhuma muitoas brasileiros irão morrer por falta de socorro medico e pelas drogas.
Obrigado, um abraço.
Vidalvo de oliveira 23/12/2010

Anônimo disse...

Leiam a “revista” Brasileiros nº 41. É o maior espetáculo de puxa-saquismo explícito ao Lulla jamais visto no mundo. Imperdível! Revista luxuosa, caríssima, editada por petralhas e paga por Bancos, Empreiteiras e Estatais. Dezenas de fotos (começando pela capa) do “noço” Guia. Loas e mais loas ao nosso Grande Timoneiro. Tem até uma astróloga dizendo que todos os astros conspiram a favor do nosso “geniau” Führer. IMPERDÍVEL!!Até Stalin morreria de inveja...@fitzca

Laguardia disse...

Feliz Natal e um abençoada Ano de 2012 para você e todos os seus leitores