sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Negócio: US$ 53 milhões de dólares foram transferidos de Brasília para Paris às 14h 30min de ontem

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão

Exclusivo - Uma prova de grandes negócios sempre acontecem em fins de governo. Por volta das 14h 30min desta quinta, final de feira, nada menos que US$ 53 milhões de dólares foram transferidos de Brasília para Paris. Todo mundo achou isto esquisito no Banco Central. Pode ser que a grana acabe na África ou em bancos de paraísos fiscais. Claro, depois de ser dividido com parceiros franceses.

Só falta ao inteligente investidor faturar os R$ 200 milhões da Mega Sena da virada. Pode ser que o transferidor de dólares esteja protegendo o patrimônio, temendo medidas de impacto na economia brasileira até março. Investidores com informações privilegiadas se resguardam contra pequenas traições em grandes negócios. O certo é que houve um movimento de troca de Real por moeda norte-americana, pagando impostos dentro da lei e da ordem econômica, para enviar muito dinheiro para fora.

Pequenos governos e grandes negócios à parte, nem deixou o poder – ou o poder lhe deixou -, Luiz Inácio Lula da Silva já vocifera contra o risco imediato de ser vítima de traições. Ouvidos sempre atentos e indiscretos da Ilha da Fantasia cercada de políticos por todos os lados escutaram Lula esbravejar que não vai toletar traidores, tão logo passe a Presidência para Dilma.

Lula mandou um recado ameaçador aos agora inimigos – até ontem pretensos aliados ou parceiros de negócios político-econômicos. Advertiu, iradamente, que será capaz de produzir e soltar na mídia catálogos de dossiês revelando esquemas montados por aqueles que ousarem atacá-lo ou a seus familiares.

Lula perdeu a estribeira com o vazamento da informação, na Folha de S. Paulo, de que seu filho Fábio Luiz – conhecido como Lulinha – mora há três anos em um apartamento alugado por R$ 12 mil reais, com tudo pago pelo Grupo Gol, que faturou milhões vendendo livros didáticos ao governo federal. Lulinha admitiu que o pagamento do aluguel era feito por Jonas Suassuna, dono do Grupo Gol, mas que também é seu sócio na próspera empresa Gamecorp.

Lula que se cuide! E seus inimigos que se cuidem mais ainda. Quem deve se preocupar muito é o ex-ministro Ciro Gomes. Espiões de Lula identificaram que Ciro pode ser uma fonte de ataques ao Presidente-saideira. O cearense, que agora trabalhará no governo do irmão Cid, ficou revoltado e ameaçou rebeldia verbal contra Lula e parceiros próximos, só porque a quase-Presidente Dilma e o PSB lhe rifaram do pretendido Ministério da Saúde. Pobre Ciro!

Rico Lula! Cada vez mais se vangloriando. Ontem proclamou que “fez o impossível ao eleger uma mulher para a Presidência da República”. Termina seu governo triunfante na verborragia. Mas preocupante em seu íntimo. Sem o poder Presidencial, ele perde o foro privilegiado. Vira um réles mortal. E precisa tomar cuidado ao cantar de galo. O $talinácio de ontem será o frágil Galinácio de amanhã. C´est la vie...

Lula não joga para perder. Só gosta de ganhar. Sabe muito bem que brigar é sempre muito perigoso. Quem tem a perder tem medo de prejuí$o$. Ainda bem que o ano termina logo mais. Tomemos todas as saideiras com o Lula. De preferência com as melhores champanhes e frases francesas, adequadas á conjuntura e perfil de quem sai e de que, entra. São traduzidas não por pedantismo, mas porque o sóbrio leitor $talinácio não domina o francês:

Abondance de biens ne nuit pas. (Dinheiro nunca é demais).

Plus on a, plus on veut avoir. (Quanto mais se tem, mais se quer).

Petit à petit l’oiseau fait son nid. (De grão em grão a galinha enche o papo).

Plaie d’argent n’est pas mortelle. (Quem perde só o dinheiro, não se perde por inteiro).

Selon le vent, la voile. (Não procures mais do que podes).

À l’oeuvre on reconnaît l’artisan. (Queres conhecer o vilão, põe-lhe a vara na mão).

Enfim, como diria o imortal Ibrahim Sued (1924-2005), em seu excelente francês da Praça Paris carioca: “"Ademã, que eu vou em frente”. Será que Lula, também?

Feliz 2011! Se deixarem...

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 31 de Dezembro de 2010.

5 comentários:

Laguardia disse...

Feliz 2011
Que este novo ano que se inicia seja repleto de bençãos de Deus e que possamos continuar sendo testemunhas vivas do Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, trabalhando por um Brasil em que as autoridades possam ter o Senhor como o seu Deus e trabalhar para o bem do povo sempre de acordo com a ética e a moral cristã.

BLOG DO MARIO FORTES disse...

Feliz ano novo, de paz, saúde e amor no coração!
Que tenhamos um Brasil melhor. Pelo menos, que seus políticos e gestores públicos tenham mais vergonha e descubram a honestidade.

Anônimo disse...

Feliz 2011!


Tudo de melhor para vc, saúde, alegrias e muita prosperidade.
Seu blog é excelente, parabéns.
Obrigada pelo espaço.

Bjo!


Maria Cristina SP

Carlo Germani disse...

Caro Jorge Serrão,

Tenha a certeza de sua importância,
para a defesa da democracia,do estado de direito e da defesa da
liberdade e da verdade.
Comemore esse sucesso,é merecido.
Tudo de bom para você e família,os demais articulistas e comentaristas.

José disse...

O $talinácio pelo menos è coerente: corrupto até mesmo no finalzinho do mandato! Cagão, como sempre! Desgraçado do pé descalço, agora tornou-se mortal! E ladra!

Desejo-lhe um Prospero Ano Novo, alegrias e muita saúde.