segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

BG quer comercializar gás do pré-sal via Comgás e planeja centro global de tecnologia no Brasil

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net/


Por Jorge Serrão

A Oligarquia Financeira Transnacional - que comanda a energia no mundo - acelera o esquema de controle de negócios estratégicos no Brasil. Depois da anglo-holandesa Shell, que investe pesado para ter a hegemonia nos negócios a partir do etanol e sua evolução biotecnológica, a britânica BG agora faz alarde sobre seu programa de investimentos de US$ 10 bilhões para se tornar a segunda petroleira do Brasil, nos próximos dez anos.

Dona de 60% da Comgás e de 9,67% na Transportadora Brasileira do Gasoduto Bolívia Brasil (TBG), a BG promete entrar com tudo na exploração da Bacia de Santos. Presidida por Nelson Silva, a BG tem planos de aproveitar a nova Lei do Gás para comercializar gás do pré-sal em São Paulo por meio da Comgás. A intenção é concorrer com a Gas Brasiliano - distribuidora paulista da Petrobrás.

Até 2025, a BG promete investir US$ 1,5 bilhão na criação do centro de tecnologia global no Brasil, o primeiro da companhia inglesa no mundo. A BG procura uma área em terra (onshore) para montar uma instalação de tancagem para armazenar a parte do petróleo da empresa que extrairá do pré-sal. O projeto será tocado em um porto de grande calado, apto a receber navios petroleiros. A sede administrativa da BG no País funciona no edifício Ventura, na avenida Chile, centro do Rio, pertinho da matriz da Petrobrás.

Atualmente, a BG tem participação acionária em sete blocos, apenas um em terra, na bacia do São Francisco. A BG tem o maior número de parcerias com a Petrobras. Possui 25% do BM-S-11, onde a Petrobras já classifica como comerciais os campos Lula e Cernambi e onde o campo de Iara está em avaliação. Tem 30% do bloco BMS-9 (Guará, onde é sócia da Petrobras e Repsol), e 25% do BM-S-10 (Parati).

Até 2020, a BG projeta que o Brasil será responsável por quase um terço da sua produção global - de 1,6 milhão de barris. Em 2020, quando sua produção superar os 400 mil barris ao dia de óleo equivalente (medida que inclui petróleo e gás) no país, a BG promete estar à frente da Repsol e da Galp (também sócias da Petrobras no pré-sal) e da Shell, que está no país há mais tempo. O grupo BG produz hoje 650 mil barris de óleo equivalente ao dia, o que garantiu receita líquida de US$ 13 bilhões e lucro líquido de US$ 2,95 bilhões até o terceiro trimestre de 2010.

Na zona do agrião

Um brasileiro ocupará uma posição estratégica na matriz inglesa da BG.

Em abril, Fábio Barbosa assume como o novo diretor financeiro da empresa em Londres.

Terá o mesmo cargo poderosíssimo que exercia na Vale – empresa onde Nelson Silva também trabalhou.

Barbosa só não gosta que o confundam com seu homônimo, o ex-presidente do Santander Brasil.

Dane-se o Brasil?

A presidenta Dilma Rousseff ficou pt da vida com a divulgação, pelo jornal Folha de S. Paulo, de que a Petrobrás deseja rever as metas de nacionalização, sob a desculpa de que a indústria brasileira não tem preços competitivos e nem capacidade.

Ex-presidente do conselho de administração da “estatal de economia mista”, Dilma não aceita que a empresa queira reduzir de 65% para apenas 35% a meta de uso de produtos e serviços nacionais, na exploração do pré-sal.

Em tempos passados, no distante governo FHC, era Lula quem chamava os tucanos de privatistas e os acusava de não priorizarem as compras da Petrobrás no Brasil.

Despeito?

O ex-presidente FHC ironizou ontem que já vê uma diferença da administração de Dilma Rousseff em relação ao governo do ex-presidente Lula:

“Não tenho que ouvir o Lula todo dia na televisão. Já é alguma coisa. É cedo para julgar, mas acho que o estilo é mais tecnocrático, mais discreto, menos de showman exagerado”.

FHC também brincou que Dilma deve estar preocupada com o ministério que acabou forçada a escalar.

Sem estratégia

FHC alfineta que Dilma herdou o Brasil "numa situação delicada":

“Eu não seria tão taxativo de dizer que é uma herança maldita (de Dilma Rousseff), porque isso é briga política. Na verdade, o que tem é uma situação delicada. O Brasil esta sem estratégia. O mundo mudou muito. A China produziu efeitos negativo e positivo sobre economia brasileira. Entusiasma a produção de commodities, o que dificulta, em parte, a (produção) de manufaturas”.

Além de sacanear Lula e Dilma, FHC justificou o atual silêncio da oposição:

Tem que esperar um pouco o governo começar a agir. Mas vamos falar português claro: o Brasil vai recomeçar daqui a pouco. Não mudou o Congresso ainda, são os primeiros passos. Acho que é mais isso”.

Leão nervoso

Estão na mira da Receita Federal 5,1 mil contribuintes pessoas físicas, incluídos na categoria grandes fortunas, além de 12,1 mil empresas que passarão pelo crivo rigoroso da fiscalização este ano.

Na última sexta-feira, a Receita iniciou o processo de notificação do universo das empresas e pessoas físicas que sofrerá o regime de fiscalização da Receita Federal, conhecido como acompanhamento diferenciado.

Só no ano passado, com este cerco do Leão, o fisco faturou R$ 428,8 bilhões.

Ou seja, o valor arrecadado com o regime de monitoramento em 2010 correspondeu a 65% do total de impostos recolhidos pela Receita Federal.

Presença lá fora...

O Bradesco BBI pretende reforçar a atuação além das fronteiras do País e aumentar a participação na coordenação de emissões externas.

O banco já fez este ano a primeira captação no exterior, com bônus do próprio Bradesco, no valor de US$ 500 milhões.

O interesse em crescer é porque o mercado de emissões externas movimentou US$ 40 bilhões no ano passado.

Em 2010, o Bradesco ficou apenas na oitava posição no ranking de emissões externas da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Lógica banqueira

Tudo indica que os bancos no Brasil, que farturam alto apenas usando o dinheiro alheio, vão lucrar ainda mais no comecinho de governo Dilma.

As taxas médias cobradas nas linhas de cheque especial, crédito pessoal, aquisição de veículos e de bens ficaram mais elevadas entre o fim de 2010 e o início de 2011.

O alerta sobre a dor em nosso bolso é do sistema Qualicred, que é organizado pela Fecomércio-RJ com base nos dados do Banco Central (BC) – que subiu os juros básicos da economia, semana passada, de 10,75% para 11,25% ao ano.

Na Papuda com Battisti

O Senador Eduardo Suplicy deseja convidar os familiares de italianos vítimas dos terroristas dos Proletários Armados pelo Comunismo, para uma conversa pessoal, com Cesare Battisti, no Presídio da Papuda, no Distrito Federal.

Suplicy alega que Cesare mencionou em sua correspondência com Alberto Torregiani em 2008, que está disposto a explicar a ele e aos outros, cara a cara, que ele não participou de maneira alguma nos assassinatos de Pierluigi Torregiani, Campagna, Sabbadin or Santoro.

Suplicy também defende a versão de que Battisti, após o seqüestro e assassinato de Aldo Moro, decidiu nunca mais participar em ações que poderia por a vida de outros em perigo.

De graça

Uma mulher citada no inquérito sobre prostituição envolvendo Silvio Berlusconi admitiu ter feito sexo, quase gratuitamente, com o primeiro-ministro italiano.

A aspirante a modelo e dançarina Maria Esther Garcia Polanco contou ao jornal La Repubblica, no último sábado, que manteve relações sexuais com o político italiano, de 74 anos, em que ele pagasse.

A moça só revelou que Berlusconi arcou com as despesas médicas de sua filha de cinco anos.

Se a moda pega...

"Queremos cerveja, fritas e governo."

Foi um dos slogans de ontem, quando dezenas de milhares de belgas foram às ruas para tentar envergonhar líderes políticos que ainda não conseguiram formar um governo - mais de sete meses depois das eleições.

Organizadores da manifestação "Vergonha: um grande país sem governo" comemoraram que mais de 50 mil pessoas participaram da marcha que atravessou a capital Bruxelas.

Cauby nas paradas

Nelson Hoineff finaliza o documentário "Cauby - Começaria tudo outra vez".

O andrógino cantor Cauby Peixoto já foi retratado no livro "Bastidores - Cauby Peixoto: 50 anos da voz e do mito" (Ed Record, 2001), escrito pelo jornalista Rodrigo Faour.

Cauby se apresenta toda segunda-feira, às 22h 30mmin, no Bar Brahma, na esquina das míticas avenidas Ipiranga e São João, em São Paulo.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Janeiro de 2011.

Nenhum comentário: