quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Bolo de Maconha para você ficar doidão

Edição de fotos bizarras no Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

No momento em que o ex-presidente FHC lidera uma cruzada internacional para a descriminalização das drogas - principalmente a maconha, mais conhecida como marijuana -, a polícia baiana registra uma ocorrência exdrúxula envolvendo esta droga - cujo componente ativo cumpre a função de inibir ou impedir a comunicação entre as sinapses, no cérebro humano.

Vinte pessoas foram detidas na madrugada desta quarta-feira, num restaurante em Arraial D'Ajuda, comemorando um aniversário de forma muito doida. Comeriam um inocente bolo de chocolate que, na verdade, continha maconha em seu recheio. Sobre o doce, havia folhas da droga e cerejas para enfeitar - como mostra a fotografia tirada pela Polícia bahiana.

A aniversariante, que festejava 18 anos, revelou que o bolo foi presente de uma amiga. Todos os detidos - incluindo a jovem e seus pais - foram liberados após registro da ocorrência. É mais uma ridícula permissividade com o uso das drogas. Ninguém termina punido.

Um docinho assim seria perfeito para comemorar o quase vitorioso plano dos pregadores da Nova Ordem Mundial de liberar as drogas, gradualmente, alegando que elas não fazem mal. Na Argentina, já tramita no Congresso um projeto de lei liberalizandoo uso da maconha em pequenas quantidades e em ambientes não-públicos. Breve, no Brasil, os macaquitos vão propor e aprovar alguma lei parecida.

No Paraná, um drama criminal. O coronel Jorge Luiz Martins, que comandou o Corpo de Bombeiros paranaense por mais de dois anos, é suspeito de ter se tornado um serial killer. A Polícia o aponta como matador de pelo menos nove usuários de drogas. Os crimes seriam uma vingança pela morte do filho, que foi assassinado por bandidos drogados, numa tentativa de assalto ocorrida no dia 26 de outubro de 2009.


É a tragédia das drogas, destruindo vidas, famílias, que políticos doidões tentam minimizar no Brasil e, agora também, no mundo.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Janeiro de 2011.

5 comentários:

Anônimo disse...

O anfitrião e os convidados deveriam é sentar em cima da protuberância no centro do bolo de maconha.
Creio que se tivessem comido sentariam.De "drogado tem dono"?

Claudio Manoel disse...

Impressionante a capacidade de algumas pessoas em querer transformar coisas nocivas à saúde em coisas saudáveis. Não sei o quanto mais o ser humano se prestará a fazer de um, tudo o que pode para se auto-destruir, e pior do que isso, destruir vidas e mais vidas, ainda em formação não só física mas de personalidade. O mau exemplo desses pais que aparentemente só aceitam a situação é de causar repulsa e muito nojo.
Destruição da base familiar e da moral e bons costumes, isso é pior do que o bolo, que na verdade se torna apenas um símbolo da gritante destruição humana que toma forma dia a dia, lamentável...

Anônimo disse...

Medo!! Precisam de tratamento.

Guilherme Aires disse...

Reportagem mal escrita, mal investigada, cheia de juízos pessoais, em vez de levantarem a bandeira contra as drogas, que tal levantar a bandeira por um ensino de qualidade ?!

Ja vi textos melhores escritos por maconheiros ...

Anônimo disse...

Vocês não passam de uns retardados preconceituosos, isso sim!