quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Procuradoria pede ao STF que proíba conferência da urna eletrônica usando voto impresso

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net/


Por Jorge Serrão

O eleitor brasileiro fica cada vez mais distante de poder confiar, plenamente, no resultado proclamado, em alta velocidade, pelas urnas eletrônicas. A Procuradoria Geral da República resolveu brigar contra a possibilidade de auditoria do resultado eleitoral por meio do voto impresso. A Procuradoria pede que o Supremo Tribunal Federal decrete a inconstitucionalidade do art. 5º da lei 12.034/2009 que prevê a auditoria do resultado eleitoral por meio independente do software.

O engenheiro Amilcar Brunazo Filho critica a manobra da Procuradoria, em conluio com o Judiciário. Membro do Comitê Multidisciplinar Independente (Cmind), que defende uma apuração rápida dos votos junto com a conferência pela sociedade, Brunazo lamenta que a Procuradoria use dois falsos argumentos para forçar o STF a proibir a conferência da urna eletrônica via voto impresso: a identificação dos eleitores votantes numa possível recontagem de votos e a brecha para que uma mesma pessoa vote duas ou mais vezes”.

Urnas eletrônicas como as brasileiras, que não possibilitam a uma conferência da apuração eletrônica por meio independente do software da própria urna, são abandonadas e até proibidas no resto do mundo. Brunazo lembra que o voto impresso (ou escrito e escaneado) tem se tornado obrigatório em todos os países que estão aperfeiçoando seus sistemas de voto eletrônico.

Amilzar Brunazo detona: “Os juízes do STF, que todos são ou foram ou serão presidentes do TSE, sempre se manifestaram publicamente contra o voto impresso como meio de conferência da apuração eletrônica. O Colégio de presidentes dos TRE pediu que tal ADIN fosse apresentada pelo MP. Certamente estão mais que predispostos a proibir que o resultado da eleição que eles próprios publicam possa ser conferido pela sociedade”.

Nióbio em debate

Mineral raro, essencial na construção de reatores nucleares, gasodutos, oleodutos, turbinas de aviões e ligas leves resistentes -, o nióbio é o assunto principal de um seminário, nesta sexta-feira, no restaurante Catamarã, no bairro São José, em Recife.

Debatem o economista e especialista do Departamento Nacional de Produção Mineral de Goiás, Rui Pereira Fernandes Júnior, o presidente da Companhia de Mineração do Tocantins, Dorival Carvalho Pinto, e o ex-ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende.

O evento será promovido pelo Centro de Estudos do Nordeste (Cenor), Clube de Engenharia (PE) e Associação dos Geólogos de Pernambuco.

Potencial estratégico

O nióbio seria um dos elementos estratégicos para o desenvolvimento do Brasil, já que 98% das reservas mundiais (de 842,4 milhões de toneladas) estão em nosso solo.

A concentração do produto nas reservas brasileiras é de 3%, ou seja, para cada uma tonelada há 30 quilos.

Além das minas de Araxá, em Minas Gerais, e de Catalão e Ouvidor, em Goiás, foi descoberta a presença de nióbio no Amazonas, em São Gabriel da Cachoeira e Presidente Figueiredo.

Os donos

O probleminha é que as principais jazidas “brasileiras” de nióbio pertencem à Companhia Brasileira de Mineração e Metalurgia (CBMM), controlada pelo grupo Moreira Sales (55% das ações) e pela norte-americana Molycorp Incorporation (45%).

Já as de Goiás são da Mineração Catalão de Goiás Ltda, controlada pelo grupo britânico Anglo American.

Os principais compradores do ferro-nióbio brasileiro são a Holanda, China e os EUA

Manipulação e roubo


Ultrapassa a cifra astronômica de 100 bilhões de dólares por ano o prejuízo anual do Brasil com as exportações do nióbio (cujo quilograma, 100% refinado, é cotado na Bolsa de Metais de Londres a US$ 90 dólares).

O advogado Antônio Ribas Paiva, presidente da União Nacionalista Democrática, já denunciou ao Ministério Público Federal como funciona o mecanismo de subfaturamento do Nióbio, em operações cruzadas de venda feitas pelos exportadores, em diferentes paraísos fiscais.

Agora, o Instituto Mãos Limpas Brasil fará uma nova denúncia ao MPF, torcendo para que não seja arquivada, da mesma forma como ocorreu com o pedido de Ribas Paiva.

Leia, abaixo, o artigo de Arlindo Montenegro: Doces e Venenos


Com os patrões globais

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, representam o Brasil no Fórum Econômico Mundial – evento promovido pela Oligarquia Financeira Internacional, na gélida Davos, na Suíça.

A presidenta Dilma Rousseff não foi beijar as mãos dos patrões globais agora, no fórum comandado por Klaus Schwab.

Mas será a grande estrela a brilhar entre os dias 27 e 29 de abril, quando ocorrerá, no Rio de Janeiro, o 6º Fórum Econômico da América Latina.

Super Aspone Lula

O aposentado Luiz Inácio Lula da Silva será trabalhador novamente registrado em Carteira de Trabalho pelo Partido dos Trabalhadores.

O Painel da Folha de S. Paulo revela que o PT decidiu pagar um salário mensal de R$ 13 mil ao seu “Presidente de Honra”.

Como o estatuto petista não prevê o pagamento a quem tem cargos simbólicos, Lula ganhará do PT o status de “assessor” do presidente José Eduardo Dutra, que também recebe R$ 13 mil por mês.

Eike outside

O bilionário Eike Batista parte para a internacionalização de seus negócios.

O Grupo EBX criou a EBX Internacional, cuja sede funcionará em Nova York.

Seu presidente será Peter Nathanial, com Marcelo Horcades Coutinho, velho conhecido do mercado financeiro, como diretor.

Caças na pauta

O negócio dos 36 aviões para a FAB entrará na pauta de conversas entre Obama e Dilma, em março.

Pode sair da conversa a formação de uma parceria entre a norte-americana Boeing, a brasileira Embraer e a sueca Saab para o desenvolvimento do projeto do caça Gripen NG.

A ideia de desenvolver a aeronave – em vez de comprar os caças franceses Rafale, como Lula deixou armado – é a que mais agrada o Comando da Aeronáutica.

Vai dar em alguma coisa?


A Comissão de Valores Mobiliários vai investigar a denúncia, mas o escândalo tem tudo para ser mais a dar em nada.

O Globo denuncia que, após abrir mão do direito de preferência na compra de um lote de ações da empresa Oliveira Trust Servicer, Furnas Centrais Elétricas pagou pelos mesmos papéis, menos de oito meses depois, R$ 73 milhões acima do valor original.

O negócio, ocorrido entre dezembro de 2007 e julho de 2008, favoreceu a Companhia Energética Serra da Carioca II, que pertence ao grupo Gallway.

Os envolvidos

Um dos seus diretores, na época, era Lutero de Castro Cardoso - ex-presidente da Cedae e ex-funcionário da Telerj.

Outro nome conhecido no grupo é o do doleiro Lúcio Bolonha Funaro, que se apresenta em negócios como representante da Gallway.

Lutero e Funaro têm ligações com o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a quem é atribuída a indicação do então presidente de Furnas, o ex-prefeito Luiz Paulo Conde, no período da transação.

Briga por espaço

Eduardo Cunha acusou o PT de estar por trás das denúncias.

O deputado nega qualquer tipo de ingerência política em Furnas, embora admita que o PMDB indicou diretores da estatal, juntamente com o PT e o PR.

De fato, as denúncias estão em um dossiê de duas páginas e meia, encaminhado pelo deputado estadual licenciado e secretário de Habitação da Prefeitura do Rio, Jorge Bittar (PT-RJ), ao ministro da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência, Luiz Sérgio.

Cartelzinho?

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica deve aprovar, sem problemas, o aumento de participação acionária do Bradesco e do Banco do Brasil na Companhia Brasileira de Soluções e Serviços.

O BB pagou R$ 85,5 milhões por 4,99% de participação na empresa, enquanto o Bradesco investiu R$ 85,8 milhões para adquirir 5,01% do capital social da CBSS.

Quem se deu bem foi a Visa International que vendeu suas ações.

Haja bilhões

O setor de telecomunicações precisará investir R$ 100 milhões nos projetos ligados à Copa do Mundo de 2014 e à Olimpíada de 2016.

A demanda é do presidente da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (Abdib), Paulo Godoy.

Problema de sempre é: teremos capacidade e competência para tal investimento?

Perdas internacionais

O futebol brasileiro perde mais um talento para o exterior.

A craque Marta fechou um contrato de um ano com o Western New York Flash, time recém-criado para a disputa da Liga Profissional Norte-Americana de Futebol (WPS, na sigla em inglês).

Eleita pela Fifa a melhor do mundo, pela quinta vez consecutiva, a brasileira começa a trabalhar com sua nova equipe em março e estreia na Liga Norte-Americana dia 17 de abril contra o Boston Breakers.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Janeiro de 2011.

Um comentário:

Blog do Ferra Mula disse...

NIÓBIO - DENUNCIA

Lula doa riquezas do Brasil
Publicado em 04/03/2008 pelo(a) wiki repórter Cesar, São Paulo-SP

Sem palavras... - Foto: internet
Vocês sabiam que a maior jazida de ouro, além das de nióbio (metal estratégico), diamantes e outros elementos estão confirmadas no subsolo de Roraima, justamente na área da Reserva Raposa-Serra do Sol, que ocupa 42% da área daquele Estado. Essas riquezas são de conhecimento do governo brasileiro de longa data e também de outros países ávidos por esses recursos.

Lula, apesar de saber disso, sob pressão internacional sancionou a reserva, apesar dos alertas da comunidade científica brasileira e das forças armadas nacionais, impedindo assim, legalmente, que o Brasil explore essas riquezas sob os aplausos dos EUA e Europa. Abrindo ainda mais a porta para muitas ONGs estrangeiras, e expulsando os rizicultores brasileiros de lá, onde detinham a maior produtividade do mundo nessa cultura.

LEIAM MAIS AQUI

http://ferramula.blogspot.com/2009/04/entenderam-agora-porque-ele-e-o-cara.html

OU

Nióbio: riqueza desprezada pelo Brasil
Esta semana ainda, visitava o Blog do Clausewitz, ele reportava sobre um discurso do Deputado Dr. Enéas, proferido em 2004,(veja aqui) como ele mesmo diz apesar de ser longo, merece ser ambientado aos dias atuais....
Só para resumir, porque a integra do artigo pode-se conferir também lá no Blog , mas uma observação no comentário também me chamou atenção - ""Entre 97 e 98% do nióbio do mundo sai do Brasil...como se explica que não tenhamos o monopólio da venda de nióbio do mundo..se só nós temos? Só o nióbio, permitir-nos-ia ter uma moeda própria lastreada nele" (Enéas F. Carneiro).

Veja este trecho do discurso do ex-Deputado Federal Enéas Carneiro, em 15 de junho de 2004, proferido no Plenário da Câmara dos Deputados

http://ferramula.blogspot.com/2009/04/niobio-riqueza-desprezada-pelo-brasil.html