terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Quem manda nas "nossas" transnacionais?

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Arlindo Montenegro

O site naturalnews.com, publicou recentemente o resultado de uma pesquisa, que contou com 15.334 votos, elegendo "as corporações mais maldosas de 2010". A Monsanto, aquela que tem investimentos do Rockfeller-Cargil, foi a campeã, com 51% dos votos. O banco central norte-americano, Federal Reserve, controlado pelos Rothschild, aparece em segundo lugar com 20%. E finalmente, os laboratórios Merck, Pfizer, Nestle, McDonald's, Wal-Mart, Halliburton e outras que pontuaram menos de um dígito. Todos nossos conhecidos.

"Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és!" Pois então, a gente que grita contra o imperialismo norte-americano, que mete o pau no sistema de produção capitalista, que implanta com imposições violentas ou rasteiras as diretrizes social-coletivistas e que propaga o pré sal como a futura salvação nacional, entregou o controle do Banco de Dados da Exploração e Produção da ANP, sem licitação, à Landmark Digital and Consulting Solutions, subsidiária da Halliburton no Brasil.

Entendeu buchudo? A segurança das informações estratégicas da Petrobrás, passa prioritáriamente pelas mãos da mega empresa, que atua com seu exército de segurança, os Blackwater, no mundo inteiro – Guerra do Iraque, Angola e no Brasil, onde um oficial do exército os encontrou, armados, guardando um ancoradouro de lanchas e aviões anfíbios, na Amazônia, com entrada proibida para brasileiros.

Inquiridos pelo oficial brasileiro, os loirões armados informaram que estavam a serviço do exército dos EUA, guardando uma propriedade dos EUA... um hotel privado em plena selva amazônica brasileira onde os nativos não podem entrar. Os nossos governantes revolucionários internacionalistas estão defendendo bem os interesses nacionais, mas não protegem a segurança habitacional. Não seria o caso de contratar a Halliburton para projetar e executar a segurança das encostas?

A KBR, empresa de engenharia da Halliburton que em sua página na web dia: "oferecemos apoio logístico às forças expedicionárias os militares dos EUA ao redor do mundo... serviços de apoio à energia de hidrocarbonetos, serviços, governo, minerais, infra-estruturas civis, energia e mercados industriais", faturou no primeiro trimestre de 2009 a módica quantia de 3.2 bilhões de dólares. A família Bush, agradece.

E pelo visto os governantes do Brasil e os responsáveis pela direção da ANP e da Petrobrás estão bem servidos com esta parceria, que além da eficácia tecnológica tem seu próprio exército atuando em escala global. Na página da empresa se pode ler: "Visite www.halliburton.com para conhecer em mais detalhes como a Halliburton está liderando o sucesso em águas profundas no Brasil." "Telefone para 55.21.3974.0144 para solicitar ajuda para o seu próximo projeto em águas profundas no Brasil".

Foi a mesma Associação de Engenheiros da Petrobrás quem denunciou: " a Halliburton é quem manda na ANP, sendo responsável pela principais áreas de atuação da Agência Reguladora...." e mais ainda, que o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima, vice presidente nacional do PC do B, (...) faz a "entrega das áreas petrolíferas nos leilões, enquanto a Landmark [Halliburton] é paga para acessar dados altamente estratégicos, resultado de décadas de pesquisas realizadas pela Petrobrás."

A Halliburton atua junto com CIA, com o Sistema Financeiro Internacional controlado pela FED-Rothschild-Rockfeller. É lider entre as mega-corporações da economia globalitária. Estas mesmas que através de agências em todos os setores, promove as diretrizes da ONU para a submissão das nações a um so governo e uma só lei: o governo e a lei da nova ordem mundial.

Monsanto, Cargill, Merck, Pfizer, Nestle, McDonald's, Wal-Mart, IBM... são todos nomes e marcas "abrasileiradas", gigantes que dominam o mercado de alimentos à informática. Por outro lado, sem investimentos e divertindo a moçada com drogas , "diversidade de gêneros" e muita ideologia marxista, a dominação cultural, abre as portas para a rendição incondicional ao globalitarismo.

Tudo casadinho: Governo Mundial do projeto comunista, sem fronteiras par a exploração das riquezas globais por mega empresas que pagam aos governantes locais para administrar os ex-nacionais, agora todos a serviço de um só patrão. E quem discordar que se apresente. O mais já está destinado a ser bucha de canhão.

Ref.: http://www.naturalnews.com/030924_corporation_evil.html#ixzz1AU4iCnOe

http://www.aepet.org.br/

http://resistir.info/


Arlindo Montenegro é Apicultor.

Nenhum comentário: