quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Herança maldita de Extalinácio: Brasil ainda tem dívida externa líquida de US$ 61,8 bilhões

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net/


Por Jorge Serrão

Os diamantes africanos são eternos. As dívidas dos países que aceitam ser subdesenvolvidos, também! Ao contrário do que chegou a propagar e propalar o governo Extalinácio, o Brasil ainda deve bastante dinheiro lá fora. Atualmente, a dívida externa líquida do Brasil é de US$ 61,8 bilhões (ou 3,11% do PIB). Na Era Lula, para injetar dinheiro em bancos internacionais prestes a quebrar, o Brasil fez um “grande esforço de quitação de débitos” – o que o ex-presidente propagandeou como um mérito dele.

Para complicar ainda mais, como herança maldita, Lula deixou uma dívida interna que chega a R$ 1,650 Trilhão. O valor absurdo só não é problema porque os brasileiros otários pagam impostos e juros altíssimos para sustentar a gastança governamental e os lucros recordes dos banqueiros. Caso se lembre do Dólar artificialmente mantido na casa de R$ 1,60, fica completo o quadro de desestruturação da economia brasileira, para impedir os ganhos de quem realmente produz.

A reservas Internacionais em poder do Banco Central do Brasil (Conceito de Caixa) são de US$ 288,6 bilhões (14,55% do PIB) – segundo dados de dezembro de 2010. Em quais bancos tal grana é aplicada - e quem leva uma comissãozinha por isso – é um dado mais secreto que o endereço da batcaverna. O Banco Central do Brasil alega que não informa por motivos se segurança...

Perdas internacionais

O economista Ricardo Bergamini informa que, em dezembro de 1994, o estoque da dívida externa líquida da União era de US$ 34,8 bilhões (6,41% do PIB).

Aumentou para US$ 90,0 bilhões (17,85% do PIB), em dezembro de 2002.

Em dezembro 2010, diminui para US$ 51,0 bilhões (2,57% do PIB).

Só os banqueiros internacionais, que receberam mais grana dos otários daqui, ficaram felizes com tal redução real em relação ao PIB de 85,60% comparado com dezembro de 2002, e com redução real em relação ao PIB de 59,91% comparado com dezembro de 1994.

Leia, abaixo, o artigo de Arlindo Montenegro: Cenários Africanos.

Visita urgente

A presidenta Dilma cumpre hoje uma agenda de emergência em São Paulo, onde visita o ex-vice presidente José Alencar no hospital Sirio Libanês.

Alencar voltou a ser internado ontem por causa de uma "perfuração intestinal".

Dilma só retorna a Brasilia às 13 horas, e às sete da noite participa do ato político do aniversário do PT, onde Lula fará seu primeiro discurso político depois de deixar o cargo.

Dura vida de ex...

O Globo informa que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez ontem a primeira viagem do ex-presidente em voo comercial desde 2003, quando assumiu a Presidência da República.

Viajou em um avião da Gol, entre São Paulo e Brasília, acompanhado de sua mulher, Marisa Letícia, e Clara Ant, sua assessora.

Segundo a companhia aérea, ele não teve tratamento especial ao embarcar.

Comidinha

Dilma Rousseff abriu ontem à noite os salões do Palácio da Alvorada para recepcionar o ilustre inquilino do local nos últimos oito anos.

Junto com o casal Lula e Dilma, jantaram o ministro da Casa Civil Antonio Palocci, a ministra do Planejamento Miriam Belchior, o secretário geral Gilberto Carvalho e o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra.

Não há informações sobre papos indigestos durante o jantar.

Engrandecimento forçado

O diretório nacional do PT deve aprovar hoje uma resolução para que o partido defenda o legado do governo Lula.

O texto deve alertar para a tentativa de "desvalorizar" o significado histórico da gestão do ex-presidente e de "apequenar" a imagem dele como líder político mundial.

A intenção é baixar uma ordem unida para evitar comparações entre o governo dele e o da Dilma...

Presidente eterno

Hoje Lula participa das comemorações dos 31 anos do PT.

O presidente de honra do Corinthians será oficialmente recolocado na "presidência de honra" do partido – ganhando um salarinho de R$ 13 mil.

A cúpula partidária espera que Lula colabore na montagem das chapas que devem disputar as eleições municipais de 2012.

Super Eike

O empresário Eike Batista, dono do conglomerado EBX, vai criar, dentro da estrutura da MPX, a Colombian Coal (CCX).

Para isso, espera captar até US$ 1,5 bilhão nas bolsas de Londres, Brasil e Bogotá.

Eike listará a OGX na bolsa de Londres – claro, para ficar mais pertinho da oligarquia financeira transnacional que manda de verdade na economia globalitária.

O retorno do Gurgel?

Eike pretende instalar uma montadora de automóveis no Porto de Açu, em São João da Barra (RJ).

A boataria do mercado revela que o parceiro de Eike será a Renault-Nissan.

É esperar para ver se não estão fabricando mais um fracasso igual ao de Antônio Gurgel, que, na década de 70, tentou fabricar o carro brasileiro.

Improbidade

Alberto Marques informa que o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro decidiu mover duas ações civis públicas de improbidade administrativa contra a Infraero, o grupo Duty Free e 29 executivos de ambas empresas.

Eles vão responder por irregularidades referentes à concessão de uso de áreas comerciais no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) e no Aeroporto Santos Dumont.

Segundo o MPF, a Duty Free, uma rede de lojas de conveniência, instalou-se no Galeão em 1987 e no Santos Dumont em 1998, com reiteradas prorrogações contratuais até 2015.

342!

Foram presas ontem, no Rio de Janeiro, Cátia Regina Motta, de 49 anos, e Maria Fernanda Souza da Silva, de 47, que forjavam documentos usando dados conseguidos de terceiros.

As duas foram detidas com carteiras de identidade, CPFs, comprovantes de renda e de residência falsos.

Com esses documentos elas abriram crediário em lojas de construções de pelo menos três grandes redes e faziam compras com o limite do crédito.

Mentira Genial

Um casal estava jogando golfe num campo muito chique, rodeado por belíssimas mansões. Na terceira tacada o marido disse:

- Querida, tome cuidado ao arremessar a bola! Não vá mandá-la numa dessas casas e

quebrar uma vidraça. Vai custar uma fortuna para consertar!

Nem terminou direito a frase, ela dá a tacada e a bola vai direto para uma janela da maior casa da vizinhança.

O marido se desespera:

- Eu disse para tomar cuidado! E agora, como vai ser? Vamos até lá pedir desculpas e ver quanto vai ser o prejuízo!

Eles batem na porta e ouvem uma voz:

- Pode entrar.

Eles abrem a porta e vêem vidro espalhado pelo chão e uma garrafa quebrada perto

da lareira. Um homem sentado no sofá diz:

- Vocês são os que quebraram minha janela?

- Sim. Sinto muito e quero pagar o prejuízo - responde o marido.

- De jeito nenhum. Eu que quero agradecer-lhes. Sou um gênio que estava preso nesta garrafa por milhares de anos. Vocês me libertaram. Posso conceder três desejos. Eu dou um desejo a cada um e guardo o terceiro para mim.

- Uau! Que legal! Quero um milhão de dólares por ano pelo resto de minha vida - diz o marido!

- Sem problemas. É o minimo que eu posso fazer! E você, o que gostaria de pedir? - diz o gênio olhando para a esposa.

- Quero uma casa em cada país do mundo! - ela responde.

- Pode considerar seu desejo realizado! - diz o gênio.

- E qual é seu desejo, gênio? - o marido pergunta.

- Bem, desde que fiquei preso nesta garrafa há milhares de anos, não tive mais oportunidade de fazer sexo. Meu desejo é ter sexo com sua mulher.

O marido olha para sua esposa e diz:

- Bem, querida, nós ganhamos um monte de dinheiro e todas essas casas. Acho que ele não está pedindo muito.

O gênio leva a mulher para o quarto e passa duas horas com ela.

Depois de terminar, o gênio olha para ela e pergunta:

- Quantos anos tem seu marido?

- Trinta e cinco - ela responde.

- E ele ainda acredita em gênios? É espantoso!

Conclusão: acreditar na boa intenção do gênio é igual a embarcar na mentira de que o Brasil quitou a dívida eterna...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Fevereiro de 2011.

3 comentários:

Edson Marangoni disse...

Sou leitor diário do Alerta Total e sempre depositei muita confiança nas informações aqui postadas. Mas hoje, senti um abalo nessa confiança: a nota sob o título “O retorno do Gurgel” foi profundamente infeliz e injusta para com a figura do eng. João Augusto Conrado do Amaral Gurgel (e não Antonio como postado).
Ele não “tentou fabricar o carro brasileiro na década de 70”: ele fabricou milhares, além de exportar. Para quem acompanhou a trajetória da Gurgel Motores S.A. não fica difícil entender os motivos que levaram essa empresa à falência.
Sua indústria havia crescido muito. Já começava a incomodar os grandes.
A greve da alfândega, em 1991, impedindo o recebimento de peças e componentes importados da Argentina, justamente quando a Gurgel estava batendo recordes de produção, não parece coisa do acaso.
Eu pediria ao colaborador que escreveu essa nota que lesse um pouco à respeito desse grande brasileiro que foi o eng. Gurgel. Na internet há informações à vontade.
Ele não foi, em momento algum, um aventureiro como leva a deduzir o texto.

Att
Edson Marangoni

Montenegro disse...

Concordo plenamente com Edson Marangoni: Gurgel foi um dos poucos empreendedores que avançou ao ponto de incomodar as multi nacionais aqui instaladas. A demanda pelos veículos elétricos, era crescente. A relação dos empregados com a fábrica e o produto era exemplar. No momento do salto que lhe asseguraria um invejável mercado, foi levada à falência, menos por "aventureirismo" e indubitavelmente pelas pressões e banditismo dos grandes.

Alfredo Felipe B. de Abreu disse...

Absolutamente equivocada a nota sobre a Gurgel... fiquei tão indignado que decidi me manifestar... porém, lendo o comentário do Edson Marangoni, percebi que ele já disse tudo... além do mais, considerando a total falta de informação e de responsabilidade por parte de quem escreveu a matéria, concluo que não vale a pena perder tempo comentando... Edson, meus parabéns pela lição!!