quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Lula é denunciado por usar máquina pública para promoção pessoal e favorecer Banco BMG

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net/


Por Jorge Serrão

O espectro do Mensalão volta a rondar Extalinácio, mas a grande mídia amestrada minimiza a notícia nas primeiras páginas de seus jornais. Teve repercussão no exterior e na internet, mas muito pouca por aqui, a notícia de que o Ministério Público Federal no Distrito Federal, no último dia 31 de janeiro, entrou com uma ação de improbidade contra o ex-presidente, e ainda pediu o bloqueio de seus bens.

Lula será oficialmente intimado pela 13ª Vara Federal para justificar o mau uso da máquina pública. A corajosa procuradora Luciana Loureiro Oliveira denunciou o antecessor de Dilma por utilizar a máquina pública para realizar promoção pessoal e favorecer o Banco BMG. Junto com Lula, também foi denunciado o ex-ministro da Previdência Social, Amir Francisco Lando. Caso sejam condenados – milagres até acontecem em nossa Justiça -, os acusados podem ter os direitos políticos suspensos; pagar multa; ficar proibidos de contratar ou receber benefícios do Poder Público; além de perder a função pública ou aposentadoria, quando for o caso.

Lula e Lando são acusados de promoção pessoal ilegal. Entre outubro e dezembro de 2004, mais de 10,6 milhões de cartas de "conteúdo propagandístico" foram enviadas aos segurados do INSS com dinheiro público. As cartas informavam sobre a possibilidade de obtenção de empréstimos consignados com taxas de juros reduzidas. No total, foram gastos cerca de R$ 9,5 milhões com a impressão e a postagem das cartas - segundo apurações do Ministério Público e do Tribunal de Contas da União (TCU).

O MPF-DF criticou que a assinatura das correspondências diretamente pelo então presidente da República e pelo ex-ministro da Previdência serviu apenas para promover as autoridades. A denúncia contra Lula ressalta que não havia interesse público no envio das informações sobre o convênio entre o INSS e o banco BMG - única instituição particular apta a operar a nova modalidade de empréstimo naquela época.

A procuradora Luciana Loureiro Oliveira estranhou a rapidez no processo de convênio entre o BMG e o INSS: durou apenas duas semanas, quando o comum é cerca de dois meses. De acordo com a denúncia, depois do envio das cartas, o banco privado teria ultrapassado a Caixa no valor emprestado pela modalidade citada na correspondência.

Por isso, a procuradora suspeita que a primeira fase das negociações entre o BMG e o governo federal em torno do crédito consignado em folha está na origem do mensalão, que Lula sempre negou ter existido. Os pagamentos do PT, em troca de apoio dos partidos da base governista entre 2003 e 2004, foi o maior escândalo do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Agora, o mensalão volta a azucrinar Lula.

Crise à vista

Por falar em empréstimos consignados, a expansão do crédito para uma categoria da população que não é “prime” (os chamados empréstimos de segunda linha) pode gerar problemas para o Brasil.

O País pode estar caminhando para uma situação semelhante à da crise do “subprime” ocorrida nos Estados Unidos.

A previsão sombria é de Paul Marshall, administrador do Eureka Fund, um fundo que investe em projetos de inovação na área de “tecnologia limpa”, em artigo no Financial Times.

Farra do crédito

Marshall aponta por que a “farra do crédito” é preocupante:

O crédito no Brasil cresceu 2,4 vezes mais rápido que o PIB (produto interno bruto), ritmo superior a de países emergentes como China (onde o crescimento do crédito foi de 1,2 vez o do PIB), Índia (1,6 vez) e Rússia (duas vezes)”.

Os tomadores de empréstimo no Brasil pagam, em média, uma taxa de juros real de 20% a 25% ao ano; e, outros países, essa taxa fica entre 1% e 3%”.

A dívida dos consumidores no Brasil “come” 24% da renda. Nos EUA, quem tem metade desse percentual de comprometimento da renda já é considerado endividado demais”.

Mera coincidência

A probidade administrativa exige que seja cancelada a nomeação da mulher do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) para um cargo nababesco de assessora do PR no Senado.

Pegaria mesmo muito mal para o ministro Benjamin Zymler, do TCU, ter sua esposa beneficiada pelo partido que controla o Ministério dos Transportes – justamente o órgão com o maior número de obras com irregularidades graves apontadas pelo TCU.

Maria Lenir Ávila Zymler iria ganhar o salarinho líquido de R$ 6.959, já incluído o generoso pagamento do auxílio-alimentação.

Revogue-se, já!

A nomeação para o cargo de assistente parlamentar, em evidente caso de nepotismo, saiu na edição de segunda-feira do Diário Oficial da União.

Ontem, procurado pela imprensa, Benjamin Zymler apenas alegou que combinou com a mulher para que ela não tome posse na assessoria do Senado.

Na verdade, ela nem devia ter sido nomeada, já que o TCU sequer é tribunal, mas sim um órgão auxiliar do Poder Legislativo que fiscaliza as contas públicas.

Sun Tzu Cardoso

O General de Exército Alberto Mendes Cardoso dá hoje à noite a aula inaugural do curso de Pós-graduação “Estratégia Militar para a Gestão de Negócios”, organizado pelo Centro de Estudos Estratégicos da FAAP (Fundação Alvares Penteado), em São Paulo.

O ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, entre 1995 a 2002, no governo Fernando Henrique Cardoso, falará sobre o tema “Atualidade do Pensamento de Sun Tzu no Mundo Corporativo”.

Será a partir das 19h 30min no Centro de Convenções da FAAP, prédio 5, na Rua Alagoas, 903.

O curso da FAAP é dirigido e coordenado pelos Generais Sérgio Ernesto Alves Conforto e Antônio Luiz da Costa Burgos.

Roupa suja

Só porque o caso ganhou dimensão internética, dois delegados da corregedoria da Polícia Civil de São Paulo que tiraram a roupa de uma ex-escrivã durante revista foram afastados pelo secretário da Segurança Pública de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto.

A escrivã, chamada de Vanessa no vídeo, foi acusada de corrupção e afastada do cargo.

O vídeo com o lamentável episódio pode ser visto em: http://www.youtube.com/watch?v=Bly_j-pAtb4&feature=player_embedded&oref=http%3A%2F%2Fs.ytimg.com%2Fyt%2Fswfbin%2Fwatch_as3-vflPU3i7A.swf&has_verified=1
Detentos pela Copa

Três detentos que cumprem pena no regime semiaberto começam a trabalhar hoje no canteiro das obras do Estádio Mané Garrincha, que vai receber, em Brasília, jogos da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014.

Os presos são atendidos pelo Programa Começar de Novo, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), voltado à ressocialização, capacitação e profissionalização de detentos e egressos do sistema penitenciário.

O juiz auxiliar da presidência do CNJ, Daniel Issler, concederá entrevista coletiva, nesta quarta-feira, às 10h, no Estádio Mané Garrincha, para falar sobre a iniciativa.

Treino intensivo

O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes recebeu autorização da Justiça mineira para treinar futebol com bola, meião e caneleiras na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Desde julho do ano, Bruno está “concentrado” na unidade prisional – acusado de seqüestro e morte da ex-namorada Eliza Samudio, com quem teve um filho.

Bruno está autorizado pela juíza Marixa Fabiane Lopes, do Tribunal do Júri de Contagem, a treinar durante o banho de sol, que ocorre nas manhãs de segunda a sexta-feira.

Jogada Global

A Rede Globo está com tudo para negociar, por fora, a transmissão do campeonato Brasileiro 2012-2014.

O Corinthians se licenciou ontem do Clube dos 13 – entidade que iria “leiloar”, por R$ 500 milhões, os contratos de direito de imagem das partidas.

Mesma decisão pode tomar o Flamengo, que também prefere negociar diretamente com a Rede Globo.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Fevereiro de 2011.

3 comentários:

Ronald disse...

Prezado Jorge,
Post estimulante...Adoraria ver o vagabundo na cadeia, apesar de saber que é bastante improvável.

Quanto a bolha, estou esfregando as mãos de ansiedade para ver este castelo de cartas desabar, já está ficando chato querer viajar e encontrar o aeroporto como se fosse umm pátio de escola pública cheio de brasileiros idiotas e deslumbrados. Se a bolha estourar e colocar toda essa massa à margem da economina poderemos esperar por dias mais calmos, supermercados mais acessíveis, shoppings mais vazios...
Essa estória da mula pinguça de estimular o crescimento através do consumo é uma falácia somente aplicável em republiquetas como a nossa Banânia. É ilusório e esse povão zé-ninguém não tem educação nem comportamente decentes para frequentar certos ambientes sociais.
Tem coisa mais brega do que ver aquela gente desfilando em shopping sem comprar nada, falando alto no celulerda pré-pago ???
Sds

AS FÁBULAS DE ESOPO disse...

Até que em fim uma boa notícia.
Nicéas Romeo Zanchett

AS FÁBULAS DE ESOPO disse...

Até que em fim uma boa notícia. Queremos Lula e seus mensaleiros na cadeia.
Nicéas Romeo Zanchett