sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Obrigado, Amazônia! Até breve!

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net/

Por Jorge Serrão

Estamos em procedimento de retorno da impressionante floresta Amazônica para a desgastante selva urbanóide. Como a Internet ainda não chegou direito aonde este repórter foi, tivemos uma interrupção forçada das edições deste Alerta Total. Retorno ao mundo virtual energizado, na vida real, pelo guaraná original e outros saudáveis alimentos da região. Volto reciclado pela experiência de enfrentar, numa lancha voadeira, a correnteza do mítico rio Amazonas na confluência com o rio Paraná de Ramos.

Mas a melhor lição da breve viagem foi conhecer um projeto educacional que funciona de verdade. Desenvolvido por abnegados professores, interagindo com produtores rurais, o trabalho vai além da Educação convencional. Une jovens, familiares e a comunidade em atividades produtivas realmente sustentáveis – que deveriam ser replicadas em vários cantos do Brasil, inclusive na selva urbana, com as devidas adaptações locais.

Tudo será descrito em uma reportagem especial para uma revista especializada. Eu e o repórter-fotográfico Ed Souza vivenciamos contatos humanos incríveis e partiremos, agora, para o desafio de traduzir em textos e imagens. Assim que for publicada, avisamos aos navegantes.

As próximas edições do Alerta Total – que retoma a normalidade a partir deste sábado – trarão reflexões pessoais sobre esta Amazônia verdadeiramente do Brasil. Esta Amazônia, muito decantada, desconhecida e vítima de preconceitos conceituais, na qual brasileiros e brasileiras (sem o trocadilho sarneyano) desenvolvem experimentos produtivos inéditos com real consciência de que trabalham pela nossa Pátria.

Para terminar, faço um agradecimento especial aos mosquitos e outros bichos que me deixaram reportar na mais santa paz. Também mando um até breve aos sábios da floresta que tão bem me receberam, me ensinaram muitas novidades úteis e que fizeram orações pelo meu feliz retorno à selvageria urbana.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Fevereiro de 2011.

5 comentários:

Montenegro disse...

Seja bem vindo à maloca urbana.

Ronald disse...

Jorge, seja bem-vindo de volta ao caos da civilização petralha...
Já tinha acessado o Alerta umas trocentas vezes desde de terça e me perguntava a razão do site ter ficado "parado". Sabe como é, em tempo de petralhismo ordinário, devemos ficar sempre de olhos abertos.
Aguardo as próximas publicações e por fim deixo um abraço,
Ronald

Anônimo disse...

Aguardo ansiosamente as matérias sobre a Amazônia, que nos possa relatar um pouco do que acontece nessa grandiosa floresta cobiçada por muitos. Um cordial abraço, Ordones.

Anônimo disse...

"TRABALHAM PELA NOSSA PÁTRIA" SE DEIXAREM! VOCÊ TEVE A FELIZ OPORTUNIDADE QUE TAMBÉM JÁ TIVE POIS JÁ MOREI POR AQUELAS BANDAS. LÁ RESIDE UMA RIQUEZA INCONMENSURÁVEL, EM TODOS OS SENTIDOS.SE FAZ NECESSÁRIO FORMAR UMA CONCIÊNCIA NACIONAL PARA NÃO PERDERMOS O RESTO QUE AINDA NOS CABE, OXALA TENHAMOS A FELICIDADE DE PORDERMOS RECUPERAR O QUE JÁ PERDEMOS PARA O INTERESSE INTERNACIONAL.

Anônimo disse...

NOTA DA CNBB SOBRE ÉTICA E PROGRAMAS DE TV

Têm chegado à CNBB diversos pedidos de uma manifestação a respeito do baixo nível moral que se verifica em alguns programas das emissoras de televisão, particularmente naqueles denominados Reality Shows, que têm o lucro como seu principal objetivo.
Nós, bispos do Conselho Episcopal Pastoral (CONSEP), reunidos em Brasília, de 15 a 17 de fevereiro de 2011, compreendendo a gravidade do problema e em atenção a esses pedidos, acolhendo o clamor de pessoas, famílias e organizações, vimos nos manifestar a respeito.
Destacamos primeiramente o papel desempenhado pela TV em nosso País e os importantes serviços por ela prestados à Sociedade. Nesse sentido, muitos programas têm sido objeto de reconhecimento explícito por parte da Igreja com a concessão do Prêmio Clara de Assis para a Televisão, atribuído anualmente.
Lamentamos, entretanto, que esses serviços, prestados com apurada qualidade técnica e inegável valor cultural e moral, sejam ofuscados por alguns programas, entre os quais os chamados reality shows, que atentam contra a dignidade de pessoa humana, tanto de seus participantes, fascinados por um prêmio em dinheiro ou por fugaz celebridade, quanto do público receptor que é a família brasileira.
Cônscios de nossa missão e responsabilidade evangelizadoras, exortamos a todos no sentido de se buscar um esforço comum pela superação desse mal na sociedade, sempre no respeito à legítima liberdade de expressão, que não assegura a ninguém o direito de agressão impune aos valores morais que sustentam a Sociedade.
Dirigimo-nos, antes de tudo, às emissoras de televisão, sugerindo-lhes uma reflexão mais profunda sobre seu papel e seus limites, na vida social, tendo por parâmetro o sentido da concessão que lhes é dada pelo Estado.
Ao Ministério Público pedimos uma atenção mais acurada no acompanhamento e adequadas providências em relação à programação televisiva, identificando os evidentes malefícios que ela traz em desrespeito aos princípios basilares da Constituição Federal (Art. 1º, II e III).
Aos pais, mães e educadores, atentos a sua responsabilidade na formação moral dos filhos e alunos, sugerimos que busquem através do diálogo formar neles o senso crítico indispensável e capaz de protegê-los contra essa exploração abusiva e imoral.
Por fim, dirigimo-nos também aos anunciantes e agentes publicitários, alertando-os sobre o significado da associação de suas marcas a esse processo de degradação dos valores da sociedade.
Rogamos a Deus, pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida, luz e proteção a todos os profissionais e empresários da comunicação, para que, usando esses maravilhosos meios, possamos juntos construir uma sociedade mais justa e humana.
Brasília, 17 de fevereiro de 2011

Dom Geraldo Lyrio Rocha
Arcebispo de Mariana
Presidente da CNBB Dom Luiz Soares Vieira
Arcebispo de Manaus
Vice-Presidente da CNBB
Dom Dimas Lara Barbosa
Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro
Secretário Geral da CNBB