domingo, 17 de julho de 2011

E Euro com isto?

Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão

Sílvio Berlusconi toma um escorregão tomando banho. Sofre apenas um leve traumatismo craniano. Cabeça dura o Primeiro-Ministro italiano. Mas a verdadeira queda dele, prevista para qualquer momento, é por causa da crise econômica que atinge toda a Europa. Grécia, Portugal, Itàlia e Irlanda são apenas os pacientes mais graves. O caos no globalitarismo da “moeda única” apenas começou.

Vai piorar. O modelo econômico de contar com ovo na cloaca da galinha começa a apresentar seus maus resultados. Endividar-se além da capacidade de pagamento é problema econômico no céu ou no inferno. Começa a se pagar um preço alto e amargo pela farra do crédito fácil, demagogia financeira produzida por convenientes esquemas políticos. O Euro está indo para o saco. Há quem jure que já foi...

Situação mais caótica só na Irlanda. Quase 15% dos irlandeses sofrem com o desemprego. Entre a população mais jovem, o índice é de 29%. Pelo menos 50 mil irlandeses deixaram o país entre 2009 e 2010. Perderam a esperança. Terceirizaram a fé para outro lugar. A farra do crédito fácil ajudou a construir por lá cem mil novas unidades habitacionais, em 2006. A Construção Civil chegou a responder por 25% do PIB Irlandês. Agora, já existem mais de 300 mil imóveis desocupados, e milhares de obras no esqueleto.

Nos EUA, o ilusionismo econômico deve fazer novas vítimas. Barack Obama pressiona o Congresso para elevar o teto do endividamento federal de US$ 14,3 trilhões. A receita para o probleminha é a de sempre. Botar na cloaca do contribuinte. Vigora a manjada tese de que não é possível reduzir o déficit sem aumentar os impostos. Se, até 2 de agosto, os republicanos não aceitarem impostos maiores e os democratas resistirem a cortes de gastos com programas sociais, Obama fica sem grana para pagar as contas do governo. O calote assusta os investidores capimunistas chineses, abarrotados de títulos da dívida dos EUA.

O caboclo malandro observa o cenário de crise e indaga, com trocadilho infame: “E Euro com isto?”. O ceticismo dele tem razão. O Brasil é diferente. Tem capacidade de suportar muitos trancos econômicos. Mas não é diamante. Uma hora pode quebrar. Os fundamentos são nada animadores. O Real valorizado, apesar das intervenções no mercado de câmbio, estrangula no curto e mata o produtor a médio prazo. Os juros estratosféricos tornam temerário o uso do crédito fácil para investir ou se sustentar.

Dica do caboclo malandro, que a tudo aguarda serenamente. Tente economizar o que puder. Faça uma poupança forçada. Não faça dívidas desnecessárias. Só gaste o que puder pagar com seu recurso próprio. Seja realista e não conte com o ovo na barriga da galinha. Trabalhe, produza, crie. Arranje um jeito criativo de ganhar dinheiro – de preferência, honestamente.

Se seguir tais dicas, tem chances de sobreviver à próxima marolinha ou tsunami. Não banque o Obamané...

PS – Na Folha de S. Paulo deste domingo, na teclada certeira de Fernando Barros e Silva, uma definição perfeita de como a Presidenta da República nos passa a ilusão de que combate a corrupção:

Dilma mata a barata, mas não dedetiza a casa”.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão 2006-2011. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Julho de 2011. A transcrição ou copia deste texto é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Do jeito que vai, acho que o pt vai arrumar um emprego para os responsáveis do alertatotal.net - e nós leitores ?

Anônimo disse...

A nossa divida interna já ultrapassa em muito R$ 1,2 trilhões. Como vamos pagar? Com mais impostos? Mais juros? Governação irresponsável. Em quanto o nosso PIB está comprometido? Os valores que este e anterior desgoverno petralha indicaram e indicam eram e são falsos, são maquilhados para não assustar o indigena, o cidadão. Quando o tombo vier, e virá, estaremos oficialmente na bancarrota. Basta o US$ descer mais. Exportações, já eram. Só se exporta materia prima, carnes e alguma fruta. Enfim, royalties! Isso garante a valorização artificial do real? Impossível. Basta a URSS ameaçar não comprar nossa carne e todo mundo entra em pânico. A China impõe o preço do minerio de ferro. Os restantes minerios, estão sujeitos ao humores da família Rothschild e controle da Bolsa de Minerios em Londres.

Quem verdadeiramente manda no Brasil? A Oligarquia Financeira Transnacional através de lulla e dilma. Nós, somos seus escravos.