sábado, 29 de outubro de 2011

Bandidos Infames

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por João Antonio Pagliosa

Desde o início do governo Dilma, ao tomar conhecimento do Ministério escolhido mais por Lulla/Sarney/Zé Dirceu, que por nossa presidenta, senti calafrios na espinha. Porém, como sei que autoridades precisam ser respeitadas, tenho orado para que nosso governo flua com serenidade e justiça para todos os brasileiros.

Estamos assistindo a queda do sexto ministro, todos descarados bandidos que renitentes e sem nenhuma vergonha na cara, insistem em se manter no poder, apesar de denúncias e provas incontestáveis.

E os iníquos corruptos de plantão, tentam até o último suspiro, defender estes bandidos infames. Luta inglória, prezados. Angústia estéril, meninos.

Orlando Silva, é apenas mais um, nesta corja de vermes sem nenhum caráter. Ambição sem limites, cega. Algumas vezes mata como acontece com tantos tiranos sanguinários.

Mirian Belchior, nossa atual ministra de Planejamento, anunciou a contratação de 55 mil funcionários públicos, em 2012. Uma administração pública já inchada, ficará hiper inchada e o contribuinte mais uma vez verá seu dinheiro escorrer pelo ralo da ineficiência administrativa.

Sei que não faltam servidores públicos. Eles super abundam ! O que falta (e muito), é gestão destes servidores e instrumentos que avaliem o seu trabalho cotidiano. Existem péssimos funcionários públicos (e são muitos) e existem ótimos funcionários públicos (e sao poucos), simplesmente porque não há avaliação de desempenho, nem mensuração de produtividade e conseqüentemente não ocorre premiação/recompensa/promoção, por meritocracia .

Como todos recebem o mesmo percentual de aumento, de tempos em tempos, independentemente se trabalham com eficiência ou não, é próprio do bicho homem, fazer o minimamente básico e em casos extremos isso consiste apenas em receber o holerite.

Não estou dizendo que não existem bons funcionários públicos. Estou dizendo que o sistema em vigência, com pessoas despreparadas ao extremo, ocupando posições estratégicas, aliada a ausência de gestão administrativa (convenhamos a composição ministerial é horrorível), corroboram para que a pilantrocracia se sobreponha a meritocracia.

Governo eficiente precisa colaboradores eficientes, precisa servidores públicos eficientes e motivados a realizar um trabalho a altura das necessidades do país.

E de nada adianta realizar concursos dificílimos onde os candidatos precisam estar super habilitados para serem aprovados e depois, no trabalho, lhes outorgam trabalhos fragmentados, simplórios e sem nenhuma cobrança de resultados. É um sistema fantástico para destruir entusiasmo, para destruir talentos e para afundar ainda mais a nação.

Padrinhos e afilhados, caciques e protegidos, é caso prá lá de sério em empresas, em instituições e em governos. Vamos a alguns fatos:

Mirian Belchior é irmã de Gilberto Carvalho, Secretário Geral da Presidência da República. Mirian era esposa de Celso Daniel (ex-prefeito de Santo André), assassinado violentamente num crime ainda sem culpados.

A investigação deste caso foi entregue a delegada Elisabete Sato (titular da 78° DP) que após longa espera, concluiu que o crime foi comum e sem nenhuma conotação política.

A Dra. Elisabete é tia de Marcelo Sato, que é marido de Lurian, filha de Lulla.

E que é Marcelo Sato? O que faz Marcelo Sato? É empresário e presta serviços para o BESC, cujo presidente é quem?

O presidente do BESC, ora vejam só,... é o marido de Ideli Salvatti.

Eita turminha encardida. E que se enche de dodói, cada vez que a mídia (esta maldita), só comenta o que é absolutamente verdadeiro.

Povo brasileiro, acorde! Corruptos em muitas esferas de poder estão saqueando esta nação e nem DEUS e nem o país se agrada de sua passividade frente a tanta bandidagem.

É tempo de ação. Coloque a boca no trombone, porque o homem é muito mais imoral do que crê e muito mais moral do que sabe!

João Antonio Pagliosa é Eng. Agrônomo pela UFRRJ em 1972. joaoantoniopagliosa@gmail.com

Nenhum comentário: