domingo, 2 de outubro de 2011

Decodificando o discurso: As governanças e o governo único

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Guilhermina Coimbra

Muita atenção é preciso para as "GOVERNANÇAS" internacionais nas diversas áreas de importância vital para o país.

É "GOVERNANÇA" na Saúde, é "GOVERNANÇA" na Distribuição da Informação/Internet, é "GOVERNANÇA" das Florestas, do Meio-ambiente, Ecologia etc., é "GOVERNANÇA" da distribuição da Energia, é "GOVERNANÇA" das Minas dos Minérios Críticos, é "GOVERNANÇA" das Minas dos Minérios Estratégicos, é "GOVERNANÇA da distribuição da água, é "GOVERNANÇA da distribuição dos Produtos Agrícolas e dos Produtos Pecuários, é "GOVERNANÇA" na Educação, na Didática do Ensino, é "GOVERNANÇA" nos Conselhos de Profissionais Liberais (Medicina, Advocacia, Engenharia, Técnicos - e uma série de outras "GOVERNANÇAS", todas, planejadas, programadas e divulgadas, através de Seminários etc., etc..., no Brasil - já, como temas decididos em Reuniões, fora do Brasil, das quais participaram colaboradores e/ou colaboracionistas, e/ou inocentes úteis brasileiros - cujo objetivo final é um só: o Governo Único Global.

De "GOVERNANÇA" em "GOVERNANÇA" estão pretendendo governar os Estados sub e eternamente em desenvolvimento, de fora desses Estados para dentro desses Estados.

Admira-se a perseverança e a pertinácia para alcançar os objetivos. Admira-se até a criatividade na construção de "teses" para disfarçar o que é indisfarçável.

Considerando que a experiência já foi tentada, com funestas conseqüências (2ª. Guerra Mundial) a "criatividade" da qual se trata (GOVERNANÇA) é a globalização, o governo único, governando, disfarçadamente em cada um dos setores de interesse econômico e estratégico.

Estão tentando repetir erros históricos. Errar é humano, mas insistir no erro não é demonstração de inteligência.

No Brasil, toda a atenção é necessária, resistir é preciso, é questão de inteligência, é questão de sobrevivência.
Acreditem no Brasil amigo e inclusivo, impossível governá-lo de fora para dentro.

O Brasil merece respeito!

Guilhermina Coimbra é Professora. CPDConstitucional/IAB; CPDInternaciona/IAB; Membro/INLA, ABEN; Membro/Conselho/ FIA.

Nenhum comentário: