sábado, 12 de novembro de 2011

Conheça a Maconha



Vídeo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Há pouco tempo alguns alunos da USP foram flagrados consumindo maconha nas dependências da instituição. Após a polêmica, que culminou com a ocupação do local, a mídia retoma um dos assuntos mais discutidos de nossa época: a legalização de substâncias ilícitas e viciantes.

E nesse encalço, a dupla paulistana Edu Inox e Guido Jr surge com um novo formato de prevenção e orientação contra a violência, já aplicado em escolas universidades e outros núcleos de educação. O projeto, intitulado “Violência é uma droga”, dispõe de material aprovado pelo Ministério da Educação que narra à história de personagens fictícios, criados com base no nome de cada substância proibida, e enredados em nosso cotidiano.

O primeiro desses personagens a tomar forma humana, e ter música própria, é a Macaconha, um ser andrógeno e com dupla personalidade. A razão de sua existência é a busca de mais adeptos a utilização da Cannabis Sativa, conhecida popularmente como maconha, baseado, marijuana, taba, beck ou erva.

A história de sua vida é triste, mesmo conseguindo convencer alguns jovens e adultos de seus “atributos”, sua ação devasta mentes promissoras destrói relacionamentos e gera efeitos colaterais irreversíveis. No clipe, a maconha é representada por uma máscara, que demonstra a face deturpada e temporal do usuário.

Edu e Guido demonstram por meio da irreverência, ferramenta tão explorada nessa era “stand up” os malefícios da utilização de substâncias ilícitas. Falando com propriedade sobre o assunto, a dupla, com o projeto criado por eles há aproximadamente 15 anos, vem conseguindo ótimos resultados com o público infanto-juvenil, bem como suas famílias que ficam com o rit na cabeça, e o que é melhor, a informação é fixada de forma bem descontraída, destacando nitidamente a “turma do bem” e a “turma do mal”, e sem apologias.

CONHEÇA A MACACONHA E SUAS VERSÕES: ESPANHOL, INGLÊS E CHINÊS:

http://www.youtube.com.br/eduinoxguidojr

Ficha técnica:


Direção de Criação: Edu Inox e Guido Junior


Direção Geral: Edu Inox e Guido Junior


Produção de vídeo: ToF Agencia (Bruno Shintate e Francisco Padovan)


Estúdio de gravação: X-Quality


Direção de som: Carlos Borbagato


Direção de figurino: Caio Soares


Make and Hair: Caio Soares/Maria Sobral

Um comentário:

marcelo disse...

Retórica, retórica e mais retórica...
O homem necessariamente tem que ter MEDO de algo, caso contrário, se não houver limites, ele tende a se considerar uma espécie de semi-deus, tornando-se pior do que um animal.
Sem MEDO de nada e dono das ações, o homem sai fazendo o que bem entende, passando por cima dos sentimentos alheios e desconsiderando inclusive as leis e autoridades constituídas (ele se torna a LEI) e tudo isso para satisfazer os seus próprios prazeres diabólicos, mesmo que isso signifique tirar a vida de alguém, por exemplo.
A educação é muito importante, porém uma das partes mais importantes dela é a CORREÇÃO.
A vara da correção é bíblica e deve ser aplicada aos transgressores sem dó (esse temor tem que estar no coração do homem).
Quanto ao arrependimento, trata-se de um sentimento muito pessoal que não retira o valor da PENA, a qual deve ser aplicada, de preferência proporcionalmente ao ato praticado (para os hediondos, tratamento à altura).

Vejam o que está ocorrendo, por exemplo, na política atual de um determinado país tupiniquim, muito conhecido de todos nós.
Com as troca de favores, os guerrilheiros estão se estabelecendo no poder desse tal país e possivelmente se transformarão em ditadores implacáveis em um futuro bem próximo.

Os militares, que governaram esse país no passado, tinham um sentimento nacionalista, de amor à pátria e aos valores cristãos, mas os cocaleiros de hoje só estão atrás de PODER e visivelmente blasfemam da divindade (querem ocupar o lugar de DEUS nos corações dos homens).

Se não houver resistência, os cocaleiros desse país se tornarão semi-deuses e isso é extremamente perigoso, pois assim surgem os HOLOCAUSTOS.