quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Invasores da USP tinham 7 garrafas de coquetel molotov, 6 caixas de morteiro com 12 tiros e 5 litros de gasolina

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

Manipulados por grupelhos radicalóides e motivados pela ignorância ideológica, uns dois mil estudantes da Universidade de São Paulo deram ontem mais uma prova de que não são mesmo chegados ao estudo. Um dia após a desocupação policial da reitoria da USP – invadida e depredada pelos acadêmicos inocentes-inúteis desde quarta-feira passada -, os alunos resolveram, em assembléia, entrar em greve, por tempo indeterminado, a partir de hoje. Greve estudantil é o diploma da burrice.

Logo mais, os “estudantes” profissionais vão manipular assembleias em cada curso da USP para decidir ou não sobre a adesão à paralisação. Além da saída da Polícia Militar do campus, acertada pela reitoria para conter assaltos e tráfico de drogas, os estudantes tentam posar de bonzinhos e exigem, também, a não punição dos envolvidos na “ocupação” (ops, invasão fora da lei e da democracia) do prédio da reitoria. A USP deve se pronunciar hoje sobre possíveis punições aos alunos invasores e prejuízos causados pela selvageria.

No primeiro andar da reitoria da USP, a PM apreendeu farto material didático do crime organizado contra a universidade: sete garrafas de coquetel molotov, seis caixas de morteiro com 12 tiros e um galão com cinco litros de gasolina. Mesas, computadores e fios de telefone foram danificados no local. Ao autuar ontem os invasores no 91º Distrito Policial, a Polícia Civil encontrou estudantes de outras universidades e até de outros estados como a Paraíba. No grupo “estudantil”, também havia quatro funcionários da USP.

Deve ter sido por tal profissionalismo radicalóide que a central sindical Conlutas arrumou, depressa, dinheiro suficiente para pagar a fiança dos 72 presos na operação de reintegração de posse da USP. A advogada Eliana Lúcia Ferreira levou R$ 39.240. A entidade gastou o equivalente a um salário mínimo (R$ 545) por preso. Advogados ligados a entidades e movimentos sociais, como o MST, também compareceram à delegacia pregando habeas corpus. Os “estudantes” não foram indiciados por formação de quadrilha. Apenas foram qualificados e incriminados por dano ao patrimônio e desobediência à ordem judicial.

Berço de deseducação

Ontem à tarde, a mãe de uma estudante presa na reintegração de posse da reitoria foi detida por desacatar um policial militar da Tropa de Choque.

Mamãe teria ofendido o PM por ele ter repreendido um aluno que ligou o giroflex do ônibus onde os estudantes da USP aguardam para serem autuados, no pátio da delegacia da Ceasa.

A genitora apenas comprovou que aos ignorantes estudantes de araque da USP falta educação desde o berço familiar.

Leitura obrigatória

Quem quiser entender o que se passa nas universidades públicas brasileiras, há muito transformadas em centros de formação de idiotas coletivistas, tem uma leitura obrigatória.

Há um livro desconhecido dos intelectuais brasileiros, “Red Cocaine”, escrito pelo Dr Joseph Douglass Jr., PhD.

Facilmente baixada na Internet, a obra documenta todo o planejamento dos ideólogos a serviço da Nova Ordem Mundial para minar as bases morais do Ocidente disseminando todo tipo de drogas, principalmente entre os jovens estudantes universitários.

Educação
Nem tudo está perdido no mundo acadêmico tupiniquim...

O Santander Universidades convida para um encontro com representantes globais e reitores de universidades de todo Brasil, dia 21 de novembro, às 11 horas, na Torre do Banco Santander, em São Paulo.

Na ocasião, serão apresentadas novas iniciativas de apoio ao sistema de ensino superior e os vencedores dos Prêmios Santander Universidades – edição 2011.

“Liberdade de Imprensa e o Politicamente Correto”

Eis o tema do debate que será realizado no próximo dia 28 de novembro, a partir das 19h 30min, no Auditório 1 da UniSant’Anna, na Zona Norte de São Paulo.

Os debatedores serão os jornalistas Augusto Nunes e José Nêumanne Pinto, tendo como moderadores o General de Exército na Reserva Augusto Heleno e o membro da família imperial brasileira Dom Bertrand de Orleans e Bragança.

O General de Divisão Reformado Francisco Batista Torres de Melo, presidirá a mesa de debates, após abertura feita pelo Magnífico Reitor da UniSant’Anna, Professor Leonardo Placucci.

Demo-Cracia

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), mandou ontem punir o policial legislativo do Senado que fez um disparo de pistola de choque contra um jovem manifestante que tentou invadir a votação do Código Florestal:

"O presidente Sarney reafirmou que o Senado Federal jamais tolerará violência ou qualquer tipo de abuso contra aqueles que se dirigem à Casa para defender suas ideias democraticamente".

O servidor foi afastado de suas funções até que a investigação seja concluída em um prazo de 15 dias.

Cuidado com os tiros

Após mais de três horas de reunião com as bancadas do PDT na Câmara e do Senado, o ministro do Trabalho e presidente licenciado do partido, Carlos Lupi, prometeu lutar até o fim até o fim para provar sua inocência no escândalo de desvio de verbas para pagamento de ONGs contratadas pelo governo:

Para me tirar, só abatido a bala. Eu duvido que ela (Dilma) faça (a demissão). Eu tenho a consciência tranquila. Ela me conhece bem, te garanto que não acontecerá. Eu tenho o santo forte, vou carregar o caixão de muita gente que quer ver o meu carregado. Esse é um caso diferente. Para desconforto de vocês, vão me ver aqui ano que vem, em 2012. Pela relação que tenho com a Dilma não saio daqui nem na reforma (ministerial, prevista para janeiro). Acho pouco provável. Se acontecer, o PDT vai analisar sua relação com o governo”.

Como outros cinco ministros já foram abatidos do cargo por denúncias de corrupção no governo Dilma, o negócio é esperar para ver o que acontece no tiroteio desta vez...

Dançando

O Superior Tribunal Militar (STM) aceitou denúncia, na última semana, contra três majores, dois capitães e um primeiro-sargento do Exército pelos crimes de maus tratos e violência contra superior.

Os militares teriam se excedido ou se omitido em instrução de lutas em curso que prepara homens para a tropa de elite do Exército – os chamados "Forças Especiais".

Do jeito que avança o pensamento “politicamente correto” contra as Forças Armadas do Brasil, daqui a pouco os militares só terão liberdade para fazer treinamento de ballet clássico...

Maconhagem

No Brasil para promover a turnê do álbum "Doggumentary", o rapper norte-americano Snoop Dogg aproveitou ontem para fazer apologia às drogas:

Eu vou fumar maconha nos meus shows por aqui. Não quero ofender ninguém, mas também quero me divertir”.

Por mera coincidência, Snoop Dogg, cujo nome verdadeiro é Calvin Cordazar Broadus Jr, ficará hospedado, no Rio de Janeiro, na mesma suíte desfrutada pela falecida Amy Winehouse em janeiro deste ano.

Apenas um detalhe: Snoop Dogg já foi preso incontáveis vezes por porte de armas de fogo e drogas, como cocaína e maconha,

Poesia da boa

Há novidade no meu site http://www.wanderlino.teixeira.nom.br/.

Na página principal, acesse “Clique e leia poemas de Vide versos – edição esgotada”.

Após a leitura do primeiro poema, para prosseguir clique em “próximo” (canto direito, baixo).

Wanderlino, craque tricolor da boa poesia, publica cinco novos trabalhos no site.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 9 de Novembro de 2011.

10 comentários:

marcelo disse...

O SAPO BARBUDO começou desse jeito, promovendo BADERNA e terminou como presidente dos macaquitos...
Quem diria que esse seria o modelito a ser seguido até pelos maconheiros filhinhos de papai da USP, hein?

Anônimo disse...

A desmoralização das FFAA e das Polícias, em andamento nos países periféricos, é uma estratégia contra a soberania das nações e não propriamente contra esta ou aquela instituição.
Por isso que vários sapos barbudos cocaleiros estão sendo colocados nos postos mais elevados dessas pobres nações...
Essa é a filosofia do "QUANTO PIOR, MELHOR!!!"

Anônimo disse...

Algum empresário já deve estar de olho em uma possível legalização das drogas e em estratégias de venda, pois "GRANDES" empresas pensam lá na frente...são diabólicas.
No passado, o álcool e o cigarro (altamente prejudiciais à saúde) certamente percorreram esse mesmo caminho até serem liberados.
Por certo, as pessoas que eram contra foram, aos poucos, sendo calados pela mídia adestrada, e, então: LIBEROU GERAL!!!
Hoje quem mais lucra com a desgraça alheia é o GOVERNO.

Paulo Figueiredo disse...

Serrão,
Este discurso desbragado e ridículo de Lupi já é motivo suficientemente forte e justo para sua demissão sumária. Isto lá é linguajar apropriado de ministro, mesmo que seja do Brasil e do governo do PT ????

Anônimo disse...

Que pena esse jovem manifestante não fosse um homem bomba e o policial não o tivesse imobilizado!

Que pena mesmo! Era bom que sarney e outros malandros tivessem ficado em bocados!

Agora o mau è o policial!

DITADURA dos corruptos!

Anônimo disse...

Perdoem-me a sinceridade, mas brasileiro não serve nem para ser homem-bomba...falta coragem.

Anônimo disse...

O regimento disciplinar da USP está defasado, o governo do Estado não sabe como lidar com a autonomia universitária e, definitivamente, a Polícia Militar não tem o preparo adequado para conviver com estudantes, com jovens em geral."
Este trecho do comentário publicado ( PROTESTOS NA USP - Uma aula de crise de Luciano Martins Costa http://observatoriodaimprensa.com.br/news/view/uma_aula_de_crise )

Parte dos jovens universitários da USP são politizados e expressam suas idéias de formas diferentes, inclusive fora da lei e da democracia, mas não são todos.
Acredito que exista um planejamento para minar as bases morais, disseminando todo tipo de drogas, principalmente entre os jovens estudantes universitários, e eles Inocentes ou não estão dando de bandeja argumentos pros interessados no abandono da universidade e no retardamento do desenvolvimento intelectual, e o “plano” já se mostra eficiente, pois se alguns tivessem mais massa cefálica e menos fumaça, estariam no mínimo percebendo o quanto são manipulados por todos os lados, dentro e Fora da Universidade.Temos de tudo um pouco, tem quem use senso critico e faça reivindicações necessárias pro desenvolvimento e outros que usam do mesmo pra desmoralizar....”e enquanto isso na sala de justiça” (lembrou do desenho animado?rs) Alguns estão agarrados ao osso esperando, como numa prova de resistências, quem vai soltar primeiro.
Como disse o poeta Vinicius de Moraes : “A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida.” Todos eles se encontram no apego, incluído o apego á ditadura Militar.
E como a grande maioria da população já sabe tudo sobre o mundo em 40 minutos de Jornal Nacional e não irá pesquisar e ler nada, fico com a conclusão do filósofo e professor da USP Vladimir Safatle, que chama de pensamento binário do debate nacional – segundo o qual a mente humana, como computadores pré-programados, só suporta a composição “zero” ou “um”. Ou seja: estamos condicionados a um debate que só serve para dividir os argumentos em “a favor” ou “contra”, “aliado” ou “inimigo”.
Obrigado pela dica do Livro : Red Cocaine”, escrito pelo Dr Joseph Douglass Jr., PhD....quero muito ler!
Abraços Serrão.

marcelo disse...

Sr Anômino (último),
O Sr postou em seu comentário a frase: "a Polícia Militar não tem o preparo adequado para conviver com estudantes, com jovens em geral".
Gostaria de saber se o Sr pode elucidar essa expressão, dizendo-nos o que o Sr quis dizer com isso?
Outrossim, por gentiliza, queira ensinar-nos como a PM deverá fazer para superar essa suposta "incapacidade".

Daniel disse...

Não Importa a opinião política de vocês, trata-se de um fato: os coquetéis molotov foram plantados na reitoria. Por dois motivos:
1) Os alunos não possuíam reserva de gasolina ou petróleo, material necessário para o produção de molotovs. O único combustível disponível era o díesel do gerador, que não é explosivo o bastante. O díesel pode até ser usado como potencializador, nunca sozinho. Além disso, os reservatórios de combustível dos geradores estava intocado.
2) A quantidade de líquido nas garrafas é irrisória, um coquetel molotov eficiente precisa estar cheio pelo menos até mais da metade. Caso contrário, produz um efeito irrisório ou nulo.
desafio alguém a fazer um coquetel molotov eficiente apenas com óleo díesel.

Anônimo disse...

Não Importa a opinião política de vocês, trata-se de um fato: os coquetéis molotov foram plantados na reitoria. Por dois motivos:
1) Os alunos não possuíam reserva de gasolina ou petróleo, material necessário para o produção de molotovs. O único combustível disponível era o díesel do gerador, que não é explosivo o bastante. O díesel pode até ser usado como potencializador, nunca sozinho. Além disso, os reservatórios de combustível dos geradores estava intocado.
2) A quantidade de líquido nas garrafas é irrisória, um coquetel molotov eficiente precisa estar cheio pelo menos até mais da metade. Caso contrário, produz um efeito irrisório ou nulo.
desafio alguém a fazer um coquetel molotov eficiente apenas com óleo díesel.