quinta-feira, 19 de abril de 2012

Comissão da Verdadeira História

Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Ernesto Caruso

Várias ações concretas têm surgido hoje, mais do que ontem, constatável pelo número crescente de militares, das mais variadas patentes e de níveis elevados na administração militar, expondo com veemência o seu pensamento contra o revanchismo e a perseguição cada vez mais agressiva contra civis e militares que atuaram a serviço do Estado contra a guerra revolucionária alimentada pelos países comunistas, com matriz na extinta União Soviética.

Quando possível e raramente publicados na imprensa escrita, na falada, nem pensar, mas que impulsionados por iniciativas individuais ou de grupos, as matérias sobre o tema têm transposto os muros do conjunto que representamos e chegado à parte considerável da sociedade, mas ainda muito aquém do que se pode fazer através a internet.

Tais iniciativas produziram alguns portais eletrônicos e blogs que divulgam a verdadeira História, mas são poucos. O YOUTUBE é uma excelente janela por onde se vê o mundo. Faz-se necessário o desdobramento de portais e blogs com atalhos, caminhos, hiperligações que permitam ao internauta a navegação por fatos e fotos comprobatórios da Verdade.

A cada evento marcante, um vídeo, definindo o que foi feito (seqüestro, justiçamento, terrorismo, explosão), como, quando, onde e por quem foi praticado o crime. Cada data destacada se transforma em data comemorativa e maciça divulgação. Claro que o militar da ativa vai também contar com esse meio para esclarecer ao recruta incorporado que leva ao seio da família o que viu e ouviu.

As questões militares, crises fabricadas, envaidecem a esquerda terrorista derrotada nas armas, com máscara de destemidos e enlevados democratas, mas sob o patrocínio do marxismo-leninismo, treinados para a luta armada, do terrorismo, da guerrilha e do seqüestro, como se prova pelo que ocorre hoje na Colômbia, com a participação de helicópteros brasileiros a resgatar civis e militares presos a um sofrimento, desgaste físico e moral, nas condições mais deploráveis e subumanas, por dez, doze anos, sob os grilhões das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, como os que estão no governo brasileiro pretendiam implantar no Brasil, não o fazendo porque foram contidos.

Nem sempre com êxito, as crises produzidas nos gabinetes camuflam a corrupção esgotada pelos subterrâneos palacianos. A corrupção os corrompe e os enfraquece diante da opinião pública. Cedo ou tarde os de mão suja caem.

Mas, em termos de organização não perdem tempo; se articulam e criam as suas comissões mentirosas pelos estados, grandes centros e órgãos legislativos com imenso poder multiplicador. Recursos não lhes faltam.

O que lhes sobra, nos falta.

Mas, não nos faltam informações, dados importantes, nem as idéias para lhes dar forma, viço, cor, voz, atração a demonstrar a Verdade — o ouro — que os julgados criminosos e anistiados não dispõem. Usam a mesma máscara das ações sub-reptícias nas sombras, na covardia, nas explosões, matando e mutilando inocentes transeuntes.

Assim, poder-se-ia pensar em criar Comissões da Verdadeira História, um ou mais centros que pudessem coletar as informações, fotos, etc, ou trabalhos de vários níveis, que pudessem redundar em vídeos.

A tecnologia da informação é o calcanhar de Aquiles. Possuir um computador representa a quase unanimidade na sociedade, obviamente no meio militar, mesmo daqueles não integrantes da geração informatizada.

Daí a produzir um trabalho em Power Point, convertê-lo em vídeo, postá-lo no YOUTUBE, ou criar um portal/blog, etc, se exige mais um pouco. No entanto, nada impede àquele que sempre ministrou aulas, que fez quadros murais, transparências como meios auxiliares da instrução não possam contribuir com o trabalho básico, escrito, a ser carreado para o centro específico e ser transformado em vídeo.

Vamos adiante. Se alguém conhecer quem faça tal trabalho remunerado, alguns vão se valer para divulgar a sua contribuição.

A união faz a força com melhor resultado, impondo que cada um continue firme e forte na sua trincheira com clava ou flecha.

Ernesto Caruso é Coronel reformado do EB.

Um comentário:

Martim Berto Fuchs disse...

É líquido e certo que as idéias derrotadas em 1964 e seus atuais seguidores, não estão preocupados com verdades. Nunca estiveram. A verdade para eles é implantar no Brasil o projeto boiada, ou seja, todos sem reclamar, tipo boi no pasto. No final do dia, o conhecido Chefe toca o berrante, seja de chifre ou de aço e todo mundo se aquieta para dormir.
Eles tem apenas 2 empecilhos: a imprensa e as FFAA. Aquietadas estas, o país é deles. Trabalham ativamente para isto. O STF já está quase dominado por ex-partidários e o Congresso já está dobrado, humilhado e comprado.
O povo ? Ora, Copa do Mundo e Olimpíadas, circo, enquanto nossos formadores de opinião estão discutindo o sexo dos anjos em vez de debater um novo contrato social paralelamente ao inoperante e decaído Congresso.

http://capitalismo-social.blogspot.com/