quinta-feira, 19 de abril de 2012

Crise institucional: Peluso bate em Dilma e no Congresso, Lula e Sarney governam paralelamente do Hospital

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

O Brasil teve ontem dois sinais de que a atual crise institucional, com desequilíbrio entre os três poderes e ação do Governo do Crime Organizado sobre a política pública, tem tudo para terminar, muito mal, em uma ruptura – a qualquer momento. Embora verdadeiras em seu teor, as duras críticas públicas do quase ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, feitas à Presidência da República, ao Congresso e a seus próprios colegas magistrados, em entrevista ao site Consultor Jurídico, indicam que há clima para o pirão desandar no Brasil, por pura falta de segurança jurídica e política.

Além da verborragia do ainda presidente do STF, tivemos ontem mais uma prova sintomática de um País politicamente doente – vítima de câncer institucional com permanentes metástases. A dupla formada pelo ex-presidente Lula e pelo presidente do Senado, José Sarney, comprovou que governa, paralelamente, o Brasil, com ordens emanadas diretamente do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Em mais uma demonstração de poder paralelo, Lula promete deixar hoje seu tratamento e viajar mil quilômetros a Brasília para a posse do novo presidente do STF e do CNJ, o ex-petista Carlos Ayres Britto, às 16 horas.

Na entrevista ao Consultor Jurídico, Peluso sentou o verbo na presidenta Dilma Rousseff. Detonou que o Executivo no Brasil não é republicano – e sim muito autoritário. Embora tenha dito a verdade, o problema é que Peluso, no fundo, usou do corporativismo para criticar Dilma, por ela não ter aceitado o reajuste salarial para os servidores do Judiciário: “A Presidência descumpriu a Constituição, como também descumpriu decisões do Supremo. Mandei ofícios à presidente Dilma Rousseff citando precedentes, dizendo que o Executivo não poderia mexer na proposta orçamentária do Judiciário, que é um poder independente, quem poderia divergir era o Congresso. Ela simplesmente ignorou”.

No caso do aumento não concedido, Peluso aproveitou para bater no Legislativo. “O Congresso deu sinais de que iria agir com independência, o que acabou não se concretizando”. Peluso bateu geral: “o poder de fogo do Executivo é grande, eles acabaram não tomando atitude, curvando-se ao "toma lá, dá cá". Temos um Executivo muito autoritário. É um Executivo imperial, não é um executivo republicano. Peluso explicou que o problema acontece por termos uma “Constituição inspirada em alguns princípios parlamentaristas, mas aplicados num regime presidencialista e com caráter autoritário”.

Peluso pegou pesado com o senador Francisco Dornelles, acusando-o de emperrar uma proposta de emenda constitucional (PEC) que reduz recursos na Justiça. Peluso reclamou que o senador travou a votação e sugeriu que ele seria aliado do “BB”, dos “bancos e bancas de advocacia”. Dornelles reagiu com fina ironia às críticas: “Não acredito que o presidente do Supremo Tribunal Federal tenha dado declarações nesse nível”.

As palavras de Peluso foram pessimamente recebidas no Supremo Tribunal Federal, porque ele atacou, diretamente, seu colega Joaquim Barbosa. Peluso cutucou que Barbosa tem um temperamento difícil, e que tem receio de ser qualificado como alguém que foi para o STF não pelos méritos, que ele tem, mas pela cor: “Ele (Barbosa) é uma pessoa insegura, se defende pela insegurança. Dá a impressão que de tudo aquilo que é absolutamente normal em relação a outras pessoas, para ele, parece ser uma tentativa de agressão. E aí ele reage violentamente”.

Indignado, Barbosa contra-atacou: “O Peluso se acha. Na verdade, ele tem uma amargura. Em relação a mim”. Barbosa explicou que a bronca é por ter apoiado a corregedora do CNJ: “A Eliana Calmon ganhou todas e ele veio dizendo que ela não fez. Fez muito, não obstante os inúmeros obstáculos que ele tentou criar”. Barbosa toma posse logo mais como vice-presidente do Supremo. O desafeto Peluso se aposenta compulsoriamente do STF no dia 3 de setembro, quando completa 70 anos de idade.

Como julgar o mensalão?

Peluso também causou polêmica por sua “solução” para o julgamento do Mensalão – que não é consenso no STF.

Segundo ele, deve-se votar tudo em três semanas, usando manhãs e tardes em seqüência, de segunda a sexta.

Peluso acha que o julgamento do mensalão não deve durar um mês...

Bronca salarial

Ano passado, o Supremo pediu reajuste de 56% para os 107 mil servidores da ativa, aposentados e pensionistas.

O impacto da medida foi calculado em R$ 7,7 bilhões.

Na proposta de Orçamento para 2012, enviada por Dilma ao Congresso, a presidente não incluiu a proposta e deixou para o Congresso decidir.

O Congresso acabou seguindo a orientação do Executivo e não incluiu o aumento de salários no Orçamento 2012.

Cacaço do $talinácio

Ainda em tratamento pós-câncer, no hospital, o mesmo Lula que incentivou a criação da CPI, a despeito dos alertas do próprio PMDB e de setores do PT, deu uma ordem expressa: os dois maiores partidos da base devem se unir e usar a maioria para blindar o governo Dilma Roussef e não deixar que a CPI respingue no Planalto.

O maior temor de Lula é que a oposição use a CPI do Cachoeira para desaguar as investigações na empreiteira Delta e no ex-ministro José Dirceu.

Por isso o companheiro $talinácio ordenou que PT e PMDB usem a maioria para tratorar e impedir a aprovação de “requerimentos inconvenientes”:

“Temos que usar a maioria para evitar o que for inconveniente. Vocês têm que unir os partidos aliados, colocar gente de confiança nos postos-chave, e não podem deixar que a CPI desvie do foco e contamine a área do governo”.

Mentira de sempre

Indo totalmente de encontro às ordens emanadas do chefão Lula, o líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), contou a mentirinha, mais uma vez, de que o governo não vai interferir nos trabalhos da CPI:

“Tem que haver seriedade na investigação, e sem cerceamento. Não acredito que o governo vá interferir. Não é uma CPI contra o governo, contra a oposição, mas é para apurar o crime organizado que usou o Estado brasileiro de forma ilegal”.

Tatto terá o poder de indicar três titulares e três suplentes para a CPI...

CPI programada

A vice-presidente do Congresso, Rose de Freitas (PMDB-ES), promete fazer a leitura para criação CPI do Cachoeira na sessão desta quinta-feira, às 10h 30min. A definição foi tomada em reunião com líderes.

Mas Rose de Freitas acredita que a CPI só vai começar a funcionar mesmo na quarta-feira da próxima semana.

Os partidos terão até a próxima terça-feira para indicar seus representantes.

Vai na CPI, Cachoeira?

O bicheiro Carlinhos Cachoeira manda amigos avisarem que não aceitará a proposta para ser beneficiado pela delação premiada.

Também avisa que pensa em comparecer à CPI mista, que deverá ser instalada no Congresso, para responder às perguntas sobre o seu envolvimento com políticos de diferentes partidos e empresários.

Uns 15 quilos mais magro com a temporada na prisão, agora enjaulado em Brasília (mais perto dos aliados), Cachoeira ganha ânimo porque os políticos graúdos, “verdadeiramente amigos da família”, ainda não o abandonaram.

Oi, Zé

O grupo português OnGoing assinou o contrato de compra do portal iG.

O contrato foi assinado no escritório de direito Ulhôa Canto, Rezende e Guerra Advogados, em São Paulo.

Mas quem comemora é o advogado José Dirceu – parceiro da turma da Oi e dos lusitanos do OnGoing.

Poderio

O grupo português OnGoing é um dos maiores acionistas da Portugal Telecom, líder no mercado de telecomunicações de Portugal.

A Portugal Telecom tem pouco mais de 20% de participação total (direta e indireta) na Oi.

OnGoing também controla o grupo Editorial Económico, também líder do mercado português de informação sobre negócios - com o jornal Diário Económico e o canal de televisão Etv.

Já no Brasil, a Ongoing é acionista minoritária da Ejesa, que edita os jornais Brasil Econômico, O Dia, Marca e Meia Hora.

Vitória judicial

O Sindicato do Comércio Varejista dos Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sincofarma - www.sincofarma.org.br) ganhou a ação contra a Panarello e a Servimed.

O Tribunal de Justiça de São Paulo julgou procedente a ação para condenar as distribuidoras por repassarem a cobrança da emissão do boleto bancário para as empresas associadas ao Sincofarma, cobrando tarifas consideradas abusivas.

Tal relação está no âmbito dos contratos comerciais, regidos pelo Código Civil, porém constatou-se que a taxa dos boletos bancários onerava demasiadamente as negociações praticadas pelos farmacistas.

Engolindo o Sarney?

Zagallo será mesmo candidato a vice-presidente da região Centro-Sul da CBF, cargo vago desde que José Maria Marin assumiu a presidência da entidade, após a renúncia de Ricardo Teixeira.

Se ele, aos 80 anos, e nem o adversário Marco Pólo, aos 71 anos, acabarem eleitos, a CBF pode acabar sob controle dos Sarney.

Nos bastidores da CBF, comenta-se que o atual presidente José Maria Marin dificilmente cumprirá seu mandato até 2014.

Assim, pelo estatuto da entidade, assumiria o vice-presidente mais velho – que hoje seria Fernando Sarney, vice-presidente da região Norte, que tem 58 anos de idade.

Pai da aviação e do relógio de pulso

No último dia 29 de fevereiro a joalheria francesa Cartier reuniu personalidades da high society em São Paulo para o lançamento do curta-metragem L’Odyssée de Cartier:

http://www.odyssee.cartier.us/#/film

O filme mostra a trajetória de uma pantera (ícone da marca) pelas principais cidades onde a marca se estabeleceu como São Petesburgo, Pequim, Índia e Paris, e em homenagem ao Brasil, a pantera pula em um 14 bis.

Foi Santos Dumont que pediu para criar um relógio mais prático do que o de bolso até então usado na época.

O amigo Louis-François Cartier lhe presenteou com um relógio de pulso.

Parabéns

Ao EB, por seus 364 anos.

Hoje, haverá festas nos Comandos Militares de área para celebrar a data.

Muito embora, os militares tenham pouco a comemorar no clima atual de revanchismo e falta constante de verba...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 19 de Abril de 2012.

4 comentários:

Anônimo disse...

Muito interessante seu post hoje. Uma delicia para os olhos e as meninges refletirem!

"Parabéns

Ao EB, por seus 364 anos."

Parabéns? Por quê? Temos mesmo EB ou um patético simulacro com praças e soldados indo comer a casa por falta de verba? Se fosse necessario intervirmos na Amazônia para conter uma invasão da IV Frota ou de chavez mais seus cubanos, que disponibilidade e possibilidade teriamos se nem dinheiro para o rancho existe? Atiravamos com tijolos dos estadios em contrução?

Essa dá que pensar Jorge! Parabens? Hem?

Governo do Crime Organizado que está instalado em Brasilia no Palacio do Planalto, no Congresso e no Hospital Sirio-Libanês do lulla e do PT, tem tudo para terminar, muito mal, em uma ruptura – a qualquer momento? Não pode, Jorge! Eles, todos eles, refiro-me a todos membros, vivem para a corrupção, enriquecimento ilicito a qualquer custo, e uma ruptura a qualquer momento, iria levá-los para a miséria ou quase miséria, pois convulsões sociais despontariam um pouco por todo lugar. Em nome da corrupção e enriquecmento ilícito, todos vão ter que engolir elefantes vivos e continuarem nesta paz pôdre!

Lembra quando lulla visitou a China e dentro do aero-lulla recebeu um telefonema da terrorista dizendo que o bilhão já estava depositado na sua conta e que até ela foi grossa como sempre quando o porralouca se descaiu?

Oh Jorge, paz pôdre sempre em nome da corrupção e enriquecimento ilicito!

A proposito, como se chama o fabulosos Plano de Saude do lulla que lhe está pagando o tratamento mais o gabinete presidencial para ele continuar seu governo sombra? Está dividendo com sarney?

Quanto a peluso, ele só disse o que todos sabemos, mas vindo de sua boca, tem outro grau de importância! Tudo isso porque lhe mexeram nos bolsos!

E barbosa entrou mesmo porque lulla usou a expressão de cotas raciais! Ele que se cale! Foram todas nomeações politicas e não por competência ou sabedoria!

Anônimo disse...

gilberto kassab virou petista com oferta de patrimônio publico para o corrupto e louco lulla construir o putativo Instituto Lula e inacreditavelmente o amigo de Cuba, do Irã e da Coreia do Norte, vai construir em sua própria homenagem o "Memorial da Democracia", uma espécie de museu!

Pé descalço da porra!

"Os vereadores de São Paulo aprovaram nesta quarta-feira, 18, em primeira votação, a concessão de um terreno público avaliado em R$ 20 milhões e localizado no centro da capital paulista para a construção do Instituto Lula.

O terreno, de 4,4 mil metros quadrados, fica ao lado da Estação da Luz. Nele deve ser construído o Memorial da Democracia, uma espécie de museu em homenagem a Lula."

http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/politica/instituto-lula-pode-ser-erguido-em-terreno-publico-de-r-20-milhoes/

Martim Berto Fuchs disse...

Enquanto houverem partidos políticos como intermediários entre a sociedade e o Poder, 2 ou 3 pessoas podem tomar todas decisões no Brasil, sobrepondo-se aos 3 Poderes, hoje completamente contaminados.
A sociedade só reclama, mas é incapaz de agir. Se estão esperando que o Congresso Nacional, através de seus representantes vá alterar qualquer coisa para melhor, então estamos perdidos de vez, pois para eles quanto pior melhor. Não vão mudar absolutamente nada que possa prejudicar seus “negócios”, pois aquilo lá não passa de um balcão de negócios, hoje dominado pelos negociantes da esquerda. Tudo que é obra de valor elevado, fica dispensada de licitação.

http://capitalismo-social.blogspot.com/

Anônimo disse...

SUGIRO AOS NOSSOS NOBRES ELEITORES, DIGO, POBRES ELEITORES QUE ACESSEM O
http://deixandonareta.org.br
ou http://dedodomeio.com.br ou https://fhodam-se.org ou
VOTO NULO!