domingo, 3 de junho de 2012

Ficha Limpa para o Brasil

Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Thomas Korontai

A exigência da Sociedade para políticos terem ficha-limpa é muito justa, e mais do que isso, coerente com o que se espera de quem nos representa.

Ninguém, em sã consciência passaria uma procuração para uma pessoa com ficha-suja, ações de improbidade dentre outros problemas. A campanha é, portanto, válida nesse sentido e no atual estado das coisas.

Mas uma pergunta que deve ser feita é: porque se chegou a isso? A resposta é simples: as regras do jogo. Qual jogo? O jogo político? Não! O jogo político decorre do modelo da gestão dos diversos interesses públicos, e se esse modelo for mal feito, passa a ser “gestão de interesses particulares”. Sejam esses interesses políticos, empresariais, ideológicos, corporativistas, não importa, tudo isso passa a ser a grande sujeira a ser limpa e não mais jogá-la para debaixo do tapete verde amarelo. São efeitos e não a causa. E fica pior ainda quando se concentra muito poder e recursos públicos nas mãos de poucos, que criam uma gigantesca burocracia para criar todo tipo de dificuldade e poder negociar facilidades com quem pode pagar mais. Ou ficar devendo muito.

Então, os “fichas sujas” são consequência do modelo de País que temos, por que eles agem de acordo com as regras. Se as regras fossem outras, mais transparentes, mais próximas do Povo de cada localidade, cidade e também de cada estado, haveria pouquíssima margem para falcatruas, desvios, clientelismos, tráfico de favores, enfim, tudo que emporcalha este nosso maravilhoso Brasil.

Apoiamos a campanha para que os políticos sejam corretos, íntegros, limpos, mas propomos que pense na conexão entre causa e efeitos. Não seria a causa dos problemas, da corrupção, e de todos os atos praticados pelos ficha-sujas resultado de um modelo errado em organizar o Brasil? Não seria o modelo centralizado o grande culpado por ter tirado o poder dos cidadãos em decidir sobre assuntos de seu real interesse nos municípios onde moram? Não seria errado ver que os estados e municípios, e principalmente os cidadãos terem suas vontades e decisões usurpados por um Governo Central, que passa então a ditar toda e qualquer regra para toda uma Nação, em um País continental?

Nenhuma sujeira é espontânea. Não há nenhum efeito bom ou ruim sem causa. Então...

Thomas Korontai é empresário e presidente do Partido Federalista (em formação – www.federalista.org.br).

2 comentários:

Anônimo disse...

Por falar em ficha suja, poderia ser feito um grande protesto contra o projeto que anistia candidatos com contas rejeitadas. Acho isso uma afronta, o legislativo interferir nas ações do judiciário. Se o senado aprovar, serão mais bandidos que roubarão ao se candidatarem. Se eleitos estarão futuramente em CPIs que não darão em nada.

Anônimo disse...

Por falar em ficha suja, poderia ser feito um grande protesto contra o projeto que anistia candidatos com contas rejeitadas. Acho isso uma afronta, o legislativo interferir nas ações do judiciário. Se o senado aprovar, serão mais bandidos que roubarão ao se candidatarem. Se eleitos estarão futuramente em CPIs que não darão em nada.