segunda-feira, 11 de junho de 2012

Quem pode julgar os juízes?



Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net/
Por Jorge Serrão

Os blogueiros, tuiteiros e todos aqueles internautas que vivem correndo risco de serem penalizados pela Justiça sob a acusação de difamação terão uma excelente oportunidade de passar de vidraça a uma democrática pedrinha. Isto poderá ser feito se manifestando sobre o vídeo intitulado “Divulgação de atos ilícitos: defesa da sociedade ou difamação?

Em mais esse trabalho de cidadania, o engenheiro João Vinhosa escancara os impressionantes entendimentos contraditórios de integrantes do Judiciário (Promotores, Juízes e Desembargadores) nos processos que culminaram com sua condenação a quatorze (14) meses de detenção. Ressalte-se que Vinhosa foi condenado, e já cumpriu a pena, dando aulas de matemática em uma instituição filantrópica localizada em Itaperuna (RJ).

É de se destacar a grande quantidade de entendimentos controversos. Ela é tão grande e diversificada, que o assunto teve de ser dividido em quatro partes. Trata-se de um belo exemplo de como a Justiça não funciona Direito (sic) no Brasil - País dominado pelo Governo do Crime Organizado, cuja definição é a associação criminosa entre servidores públicos e bandidos de qualquer espécie para saquear o Estado e o patrimônio público.

É de se destacar, também, que os diversos processos contra Vinhosa tramitaram na área cível e na área criminal, na justiça comum e na justiça especial (o antigo tribunal de pequenas causas). Isso, seguramente, os torna um fértil campo para discussão por parte de advogados e estudantes de direito.

Na primeira parte – que consta do vídeo cujo endereço se encontra ao final – é apresentado um aspecto por demais polêmico: a Juíza destacou, na Sentença em que condenou Vinhosa, o fato dele só acusar a Autora, sem se importar com os outros gravíssimos problemas que atingem a nação.

Na Sentença, lê-se: “Observo estes fatos, especialmente porque somente há indignação com os supostos atos da Autora, não se importando o Réu com os outros gravíssimos problemas que ora atingem a nação, tais como a ausência de educação para o povo, a precariedade dos hospitais públicos, a superpopulação carcerária, a tributação implacável do governo, etc”.

No vídeo, Vinhosa esclarece que, por princípio, só denuncia os fatos contra os quais tem provas. Ele afirma que nunca denunciaria fatos sobre os quais não tem provas. Por isso, nunca denunciaria os fatos citados na Sentença e outros até mais graves, como, por exemplo, aquele que mais envergonha o Judiciário: a venda de sentenças.

O endereço eletrônico do vídeo desta PARTE I é:

http://www.youtube.com/watch?v=faKI3Zz0ifg&feature=youtu.be

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 11 de Junho de 2012.

3 comentários:

Anônimo disse...

Estamos sem o oxigênio da JUSTIÇA? O que é PÚBLICO E NOTÓRIO dispensa provas, não?
“De tanto ver crescer a INJUSTIÇA, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra, desanimar-se de justiça e ter vergonha de ser honesto”.Rui Barbosa.
É certo que estamos na LINHA( que alça o grande BRANZOL). Somos majoritários. Maioria “ESMAGADORA”. E sem AR?
Abraço,
BLACK
Em tempo: falando em oxigênio, falando em aquecimento global/Vênus... Rio+20(= gelada, né?).

Anônimo disse...

A terrorista em 2011 quando visitou o acampamento militar do Brasil no Haiti, afirmou que até maio deste ano, a nossa missão militar no Haiti, terminaria!

Não terminou, como se mantêm e as despesas já ultrapassam em muito dos US$ 2 bilhões! Outro dos muitos elefantes brancos que o fdp do canceroso nos deixou como herança maldita, incluindo o "poste" mais seu ego megalomaníaco.

Para já todos sabem que o Brasil JAMAIS terá uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU, por ser uma nação engajada no eixo-do-mal definido por Bush e que contraria todas as resoluções desse mesmo Conselho de Segurança.

Aqui, esse dinheiro para que o SUS pague os convênios, ajudaria em muito os brasileiros de segunda categoria, aqueles que não têm direito ao Hospital Sírio-Libanês do lulla. Mas a loucura do fdp do canceroso continuou com a terrorista! Nem os militares escapam, menos os generais! Esses, sim, não passam fome!

Até quando a missão militar do Brasil no Haiti Haiti vai continuar a ser usada como cartão de visitas do Brasil no exterior, como um exemplo de sucesso?
Lindo cartão de visita quando um nosso general que comandava essa missão, se suicidou. Quando os nossos militares estrupram jovens. Quando levaram doenças para o Haiti. È esse o nosso "cartão de visitas" que a louca terrorista quer continuar a impor com ajuda do Congresso e do Senado que nem querem discutir esse assunto?

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado dedicou neste ano quatro sessões para discutir a entrada de haitianos em território brasileiro, (mais uma das encrencas que ganhamos com a ação no Haiti) mas nenhuma para a missão militar.

Anônimo disse...

A terrorista demente, mente como uma desbocada gozando com a Marinha e o que resta das outras duas forças armadas.

Esquece-se tal como o fdp canceroso que o dinheiro para os estadios de futebol sem controlo de gastos por parte do TCU, deveria ter ido para acabar com o sucateamento do Exercito, depois a força aérea e depois então para a marinha, que só pensa no submarino nuclear para usar o motor como enriquecimento do urâneo.

Mas não, não impediu a construção de estadios, foi dar dinheiro a Cuba, Venezuela, Bolivia, Paraguai, Uruguai, Peru e a paises africanos que em nada têm a ver com nossas forças armadas.

"Em mensagem a militares da Marinha, a presidente Dilma Rousseff reafirmou nesta segunda-feira a necessidade de modernização das Forças Armadas brasileiras, e considerou o reaparelhamento da força naval uma "exigência estratégica".

"Na atual ordem global, vimos assumindo uma posição político-estratégica que impõe ao Brasil novas atribuições e desafios na defesa da paz", disse Dilma em mensagem lida durante a comemoração do 147o aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, ocorrida em 1865 durante a Guerra do Paraguai.

"Diante dessa realidade, os esforços de reaparelhamento da Marinha são uma exigência estratégica".

http://www.naval.com.br/blog/#axzz1xL4QkN7M