sábado, 6 de outubro de 2012

A dor de Dilma diante da idiotice de Gilberto Carvalho

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Dilma Rousseff ficou irritada com a idiotice verbal politicamente inconveniente cometida por seu Secretário-Geral da Presidência da República. A Presidenta mandou que Gilberto Carvalho se retratasse publicamente sobre o infeliz comentário acerca do julgamento do Mensalão: "Aquela coisa do outro lado da rua dói muito". Reservadamente, Dilma comentou que o gesto de Carvalho foi “idiota”

Doeu em Dilma a bobagem dita ontem por Gilberto Carvalho, durante a inauguração de uma exposição com telas do pintor italiano renascentista Caravaggio (1571-1610), no Palácio do Planalto. Raciocinando com o intestino e expelindo o resultado da infeliz reflexão pela boca, Gilberto Carvalho agrediu e desrespeitou o Supremo Tribunal Federal - cujo prédio fica em frente ao Palácio do Planalto, do outro lado da Praça dos Três Poderes.

Mesmo que “aquela coisa do outro lado da rua” se refira ao julgamento que condena seus amigos da cúpula petista, pelo cargo que ocupa, jamais Gilberto Carvalho poderia ter feito a jornalistas um comentário infeliz que afrontasse a mais alta instância do Poder Judiciário. Por ironia da idiotice, durante o evento artístico, Carvalho ficou posicionado exatamente à direita do presidente “daquela coisa do outro lado da rua”, Carlos Ayres Britto.

A bronca de Dilma nem deve ter doído em Carvalho – que se acha uma eminência parda do governo – acima do bem e do mal. Petista histórico, Gilberto Carvalho representa a onipresença, onipotência e onisciência de Luiz Inácio de Lula da Silva como sombra permanente sobre Dilma Rousseff. Carvalho, que foi chefe de gabinete do ex-presidente Lula durante todos os oito anos de governo (2003-2010), opera um poder paralelo no Palácio do Planalto. Age como o olho de Lula que vê tudo o que a Dilma faz.

A dor de Carvalho contra “aquela coisa do outro lado da rua” é justificável. Afinal, além de fiel escudeiro de Lula, Carvalho sempre teve relacionamento politicamente muito íntimo com José Dirceu e José Genoino. Carvalho também foi assessor direto do cadáver politicamente insepulto Celso Daniel – o prefeito petista de Santo André (ABC-SP) barbaramente sequestrado, torturado, seviciado e assassinado – certamente porque sabia de altos esquemas petralhas de corrupção, bem antes do estouro do agora famoso escândalo do Mensalão.

Dilma só não exonerou Gilberto Carvalho pela bobagem dita ontem porque sabe da crise que causaria com o PT. Mas o rompimento dela com o Partido dos Trabalhadores será inevitável. A criatura, uma brizolista histórica e sem DNA petista, vai se descolar de seu criador Lula. Basta ele ter mesmo coragem de tomar a equivocada decisão de tirar Dilma do caminho para tentar o retorno triunfal ao trono do Palácio do Planalto.

A fidelidade de Dilma a Lula vai durar até o ponto em que a recíproca for verdadeira: Lula também for fiel a ela. Egressa da luta armada contra os militares para implantar o comunismo no Brasil, Dilma não tolera traição. Naquela época, entre os militantes esquerdistas, tal crime era punível com o “justiçamento”. Agora é diferente. Lula dificilmente será justiçado por Dilma. Mas é melhor que a cúpula petralha tenha a convicção de que Dilma Rousseff não é Celso Daniel...

Os petralhas idiotas que se cuidem...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 5 de Outubro de 2012.

3 comentários:

Roberto Manhães disse...

Justiça bloqueia bens do casal Garotinho e de mais 17 pessoas
Acusação é de desvio de verba quando Rosinha e o marido foram governadores
VERA ARAÚJO 5/10/12 - 23H21 – O GLOBO

RIO - Com o registro de candidatura à reeleição pendente, a prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho (PR) sofreu novo golpe. A Justiça concedeu liminar bloqueando todos os bens dela, do marido Anthony Garotinho e de mais 17 pessoas acusadas de desviarem R$ 1.061.124,63 dos cofres públicos em favor de campanhas eleitorais do casal. Coube ao Ministério Público Federal (MPF) o pedido de tornar indisponíveis os bens móveis e imóveis dos réus para a garantia da devolução do dinheiro. As verbas teriam sido desviadas quando foram governadores do estado do Rio: Garotinho de 1999 a 2002 e Rosinha nos quatro anos seguintes.

O procurador da República do Ministério Público Federal Edson Abdon Peixoto Filho não quis listar os bens encontrados em nome do casal Garotinho porque o processo está em segredo de Justiça:
— A decisão para o bloqueio dos bens tomou por base todo o levantamento feito pelo Ministério Público Federal. Houve provas suficientes da ilicitude. Foi criado um esquema que se repetia em todo os estado para financiar a campanha de Anthony e Rosinha Garotinho.
Dentre os réus, há funcionários e dirigentes das empresas sem fins lucrativos Fundação Escola Serviço Público do Estado do Rio de Janeiro (Fesp/RJ) e do Instituto Nacional de Aperfeiçoamento da Administração Pública (INAAP). Eles estão envolvidos na contratação irregular, com dispensa de licitação, da Fesp através da CPRM — empresa que presta serviços geológicos —, para o cumprimento de atividade para a qual esta não tinha competência para executar. Por esse motivo, houve a subcontratação de outra empresa, a INAAP pela Fesp, sem que tivesse previsão no contrato originário e novamente com dispensa de licitação. O procedimento foi realizado em janeiro de 2004 para a prestação de serviços necessários à continuidade ou finalização de projetos ,como o sistema de informações sobre contenção de encostas prevenção a inundações no estado.
Financiadoras de campanha
De acordo com a ação de improbidade administrativa proposta pelo MPF, os réus atuaram com o objetivo claro de desviar recursos públicos. Isso fica evidente porque as pessoas jurídicas acusadas no processo judicial aparecem em inúmeras apurações como envolvidas em esquemas de financiamento de campanha eleitoral. Além disso, o MPF questiona o efetivo cumprimento das tarefas contratadas, já que tanto a CPRM, Fesp e INAAP não encaminharam documentação de que executaram os contratos.
Acompanhe a cobertura completa das Eleições no seu celular e tablet. Acesse app.oglobo.com.br/eleicoes


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/justica-bloqueia-bens-do-casal-garotinho-de-mais-17-pessoas-6305419#ixzz28U4WDR2z

http://oglobo.globo.com/pais/justica-bloqueia-bens-do-casal-garotinho-de-mais-17-pessoas-6305419

Anônimo disse...

dilma não tolera traição.

Mas ela traiu todos membros do seu grupo quando presa, Dedurou todos eles! Não tolera que outros sejam traidores, mas ela já pode ser.

Marcos Pinto Basto disse...

D.Dilma quando foi presa, não delatou seus companheiros. Esse anónimo que postou mensagem afirmando o contrário está semeando boatos! E ainda por cima é anónimo, não tem coragem de mostrar a cara!