sábado, 13 de outubro de 2012

Da Boa Vida para a História da Carochinha

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Maria Lucia Victor Barbosa

Na sua Carta Testamento Getúlio Vargas escreveu: “Saio da vida para entrar na história”. Lula jamais cometeria o suicídio ainda que imerso no mar de lama em que se afoga seu partido. A frase mais adequada a seu pronunciamento seria: “Saio da boa vida para entrar na história da carochinha”.

Lula da Silva é claro continua na boa vida no sentido de gozar dos benefícios da “zelite”, mas não é a mesma coisa de quando era presidente da República. E como não governou, mas deixou a vida levá-lo entre viagens espetaculares, palanques constantes, recepções a atletas, reuniões festivas, homenagens infindas, sendo que nos primeiros anos de mandato tinha uma espécie de primeiro-ministro atualmente condenado pelo STF como chefe da quadrilha do mensalão, José Dirceu, a existência presidencial era um não acabar de maravilhas. Tretas, mutretas, trapaças ficavam a cargo do homem forte do governo que, como o próprio afirmou nada fazia sem que o chefe Lula soubesse e consentisse.

Que boa vida! Lula pairava acima da lei. Podia falar o que quisesse porque mesmo os maiores despautérios eram saudados com palmas, risos, gritos de júbilo. Dessa boa vida Lula saiu em que pese desejar ardentemente a ela voltar. Ele sabe que ter ou não ter poder eis a questão.

Entrar para a história da carochinha merece uma explicação. No passado histórias da carochinha eram narradas para crianças que acreditavam piamente nos contos, lembrando que carocha quer dizer peta, mentira. Ora, Lula é um exímio contador de lorotas, um ególatra que se gaba constantemente de feitos que não fez. Lula é uma propaganda enganosa bem sucedida digna de entrar eternamente para a história da carochinha apesar de que sua peta mais hilária, a que reza que o mensalão nunca existiu, foi agora desmentida pelo Supremo Tribunal Federal.

No julgamento considerado o mais importante de nossa história, além da condenação de várias figuras que atuaram como linhas auxiliares nos crimes de corrupção do governo Lula este amarga as que complicaram a vida de José Dirceu, carinhosamente apelidado de “capitão do time”; de Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT; de José Genoino, ex-presidente do PT. São figuras exponenciais do partido marcado pelo maior crime de corrupção governamental já havido no país, a monumental compra de votos de parlamentares cujo objetivo era a manutenção do PT no poder. Algo, portanto, maculado com requintes de golpismo tão próprio da mente stalinista que articulou a sórdida trama.

Desagradavelmente surpreso Lula e os companheiros assistem ministros do Supremo Tribunal Federal julgando de acordo com a lei e melhor, com a isonomia que significa que a lei é igual para todos. Destaque para o relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, que nunca foi um boa vida nem precisou de cotas para chegar aonde chegou por mérito. Ao horror das hostes petistas se opõe o encantamento cívico de grande parte da nação que não acreditava mais na condenação de poderosos. Afirma assim sua independência o Poder Judiciário prestando um relevante serviço à democracia.

Diante da vexaminosa desventura a reação do ex-presidente não poderia ser pior. Ele taxa o julgamento de hipocrisia, o que se configura uma afronta monumental, um desrespeito profundo, um desacato de enormes proporções ao STF. Delúbio, o “homem bomba” que se imola pela causa continua calado. Genoino diz ter a “consciência dos inocentes”, a mesma que devia ter Jacques o estripador. No repetido diapasão petista ataca a imprensa, os reacionários, os moralistas, o STF e sonha em vão com o “favorecimento da população” aos crimes por ele e pelos companheiros cometidos. José Dirceu, depois da conversa fiada e requentada da luta de classes, de direita versus esquerda, algo tão antigo quanto sua fuga para Cuba prefere voltar à obsessão do fortalecimento do poder petista e apela para a necessidade da vitória em São Paulo, além de frisar a urgência da consecução do antigo projeto de amordaçamento da mídia e do controle do Judiciário. Não há dúvida de que ele aprendeu muito com seu ídolo Fidel Castro.

Certamente o PT enlameado não acabou. Lula, ainda desfruta de popularidade e conta com os que pensam que histórias da carochinha são reais. E tem mais. Neste segundo turno os institutos de pesquisa, que erraram de cabo a rabo, já começaram a desenvolver seus enredos favorecendo a quem interessa. Partidos são meros clubes de interesse facilmente cooptáveis. No PSDB, muitos erros estratégicos colaboram para o êxito do lulismo.

Entretanto, vai ficando cada vez mais evidente que “capitão do time” tinha um “general” que até hoje se diz um pobre operário. O dia em que houver no Brasil uma oposição para valer isto ficará provado e o STF fará justiça. Somente desse modo acontecerá para as futuras gerações o resgate moral dessa fase da política delinquente.

Maria Lucia Victor Barbosa é socióloga. www.maluvibar.blogspot.com.br - mlucia@sercomtel.com.br – twitter: @maluvi

Um comentário:

Manoel Vigas disse...



Saudações.

“E tem mais. Neste segundo turno os institutos de pesquisa, que erraram de cabo a rabo, já começaram a desenvolver seus enredos favorecendo a quem interessa. “


INGENUIDADE !!!

Só se for para gozar com a nossa cara ! ! !

PURA INGENUIDADE JUVENIL.

E,....
ISSO PARTINDO DE UMA SOCIÓLOGA.

* * *

CONFIRA QUE TAL QUAL UM AUTISTA,

DISCUTE-SE INGENUAMENTE NESTE TEXTO,

O LAMENTO DE NÃO TERMOS UMA BIPOLARIDADE EXPLÍCITA.

( situação --- oposição )

* * *

QUER PIOR ?

MUITA GENTE VAI EMBARCAR NESSA !!!

**************************

INGÊNUOS DO MEU BRASIL VARONIL:

“OS INSTITUTOS DE PESQUISA NÃO ERRARAM EM MOMENTO ALGUM”.

**************************

SÓ OS “ESPERTOS” NÃO PERCEBERAM QUE PARA CONFIRMAR O ÁLIBE DE UM CRIME É PRECISO DE UMA TESTEMUNHA DE ILIBADA CONDUTA .

OU SEJA:

PARA CONFIRMAR A VITÓRIA OBTIDA NUMA URNA FRAUDADA,

É PRECISO DE UM “INSTITUTO DE PESQUISA”

QUE APREGOE ANTECIPADAMENTE O NOME DO VENCEDOR

( para que não paire nenhuma dúvida quanto a “lisura do voto democrático” ).

**************************

DEU PARA PERCEBER ?

OU “TÁ” DIFÍCIL ! ! !

**************************

URNA FRAUDADA

+ ( mais )

INSTITUTO DE PESQUISA.

= ( é igual a )


PROJETO DE PERMANÊNCIA NO PODER ! ! !

**************************
“Não há nenhum pensamento importante que a burrice não saiba usar, ela é móvel para todos os lados e pode vestir todos os trajes da verdade.
A verdade, porém, tem apenas um vestido de cada vez e só um caminho, e está sempre em desvantagem.”

ROBERT MUSIL
... em “O homem sem Qualidades”

**************************
NOTA:

Eu sei em quem votei,
Eles também,
Mas só eles sabem quem recebeu meu voto.

**************************

Atenciosamente.
Manoel Vigas