terça-feira, 16 de outubro de 2012

Ilações de um sovado pé - de – poeira

Artigo no Alerta Total www.alertatotal.net
Por Valmir Fonseca

O STF surpreendeu a todos com as suas recentes decisões, pelo menos as da maioria de seus Ministros, a que se sobrepôs aos dedicados à subserviência e à subordinação.

Assistimos o exercício soberano de um dos poderes da República, quando espertalhões foram sacramentados. Faltou o principal, é verdade, mas o escorregadio ficou no mínimo chamuscado.

Contudo, longe está de testemunharmos a vitória da lei e da ordem, e a derrocada da quadrilha, pois a capilaridade e o domínio dos donos do poder são gritantes.

A quantidade de sanguessugas que perderiam as suas mordomias e suas possibilidades de ganhar algum no usufruto do cargo é considerável, e imaginar que poderão retirar – se, altruisticamente, é acreditar em Papai Noel.

A nossa volta, verificamos que impoluta Comissão da Verdade segue em frente, e muito mais, adentra até no currículo das Escolas Militares. A cada dia uma novidade, e já mudaram o laudo da morte de Herzog, agora suicidado pela pressão de seus torturadores e carcereiros. Tudo sob os aplausos da OAB, um bestial inimigo.

No âmbito do Partido acolheram como heróis sacrificados, o intragável Dirceu e o volátil Genoíno.

Portanto, cheios de brios apoiam incondicionalmente o Haddad, e apostam que a sua vitória na eleição será uma cabal demonstração de que somos meros coadjuvantes no palco no qual eles deslizam como prima - donas.

Hoje, podemos lamentar a sorte do Serra no segundo turno, embora o dito não nos inspire qualquer simpatia, pois a decisão do STF em condenar a dupla dinâmica atiçou a ira do petismo, que julga que a eleição do Haddad será a sua resposta contra a petulância do Supremo, e uma demonstração de quem realmente manda nesta porra.

Estão à solta, amparados e incentivados por aquele que nada sabe, que nada viu e que estava muito longe de quem mandou, o ignóbil da silva.

Contando com uma estupenda base midiática (48 a 37%? já?), recursos incalculáveis, asseclas dispostos a tudo e o apoio da cúpula governamental, e se for o caso, com a presença do divo e da diva no seu palanque, o pai do kit gay tem quase tudo para ser eleito.

Espera – se que a brancaleone oposição se solidarize e una forças para anular a avalanche que poderá soterrar o Serra.

É neste aziago contexto, muito claro para os escaldados cidadãos, que alertamos aos incautos, para que esqueçam a possibilidade do verdadeiro responsável pelo Mensalão vir a responder pelos seus crimes.

Seria muito bom, e nós merecemos um pouco de alegria, pois, seguidamente, circula na internet a lapidar frase de Rui Barbosa, tão atual que diz "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."

Sim, que vergonha ver o triunfo das nulidades, a glorificação da desonra, o império da injustiça, a ascensão de crápulas e de degenerados e a conspurcação das virtudes.

Ah! Como seria gratificante, coroando um merecido otimismo, após a lição de justiça do STF, se o Haddad fosse derrotado.

Valmir Fonseca Azevedo Pereira, Presidente do Ternuma, é General de Brigada Reformado.

Nenhum comentário: