quinta-feira, 4 de outubro de 2012

O Supremo e as eleições municipais

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por João Baptista Herkenhoff

O atropelamento das eleições municipais pelo debate do mensalão parece-me um desserviço à Democracia, pelos motivos que tentaremos alinhar neste artigo.

Em 11 de abril de 2006 o Procurador Geral da República apresentou denúncia perante o Supremo Tribunal Federal envolvendo figuras expressivas da República num caso de corrupção que se tornou conhecido como mensalão.

Em 28 de agosto de 2007 o STF aceitou a denúncia.

Em 7 de julho de 2011 o Procurador Geral apresentou as alegações finais do caso e pediu a condenação de trinta e seis acusados.

O trajeto processual, até aqui descrito, teve a duração de cinco anos dois meses e vinte e seis dias. Ou seja: não houve nenhuma pressa para que o caso tivesse andamento.

A partir de agosto ultimo, o que era lentidão despreocupada passa a ser celeridade aflita. Às vésperas das eleições municipais o Supremo, perante os refletores da televisão, transforma o julgamento em espetáculo. É uma viagem pelo mundo encantado do Direito, mas o que põe tudo a perder é um fato essencial: os episódios mais eletrizantes do espetáculo estão sendo apresentados rente às eleições.

O município é a raiz da árvore democrática. As eleições municipais fortalecem a Democracia e devem ser oportunidade para o debate das questões locais. Subtrair do pleito municipal essa característica é uma forma perversa de desfigurar o município na sua essência.

É esse desvio de rumo que estamos presenciando. O julgamento do mensalão está invadindo o debate municipal. Creio, entretanto, que o povo não cairá no laço. Na sua sabedoria intuitiva, o eleitor comum não se afastará do propósito de escolher o candidato a Prefeito que, segundo sua consciência, será o melhor para administrar sua cidade. Na mesma linha de pensamento, o mensalão não vai influenciar o sufrágio em favor ou desfavor deste ou daquele candidato à Vereança.

Os advogados paulistas Marcelo Figueiredo, que é Livre-Docente de Direito Constitucional da PUC de São Paulo, Marco Aurélio de Carvalho, doutor em Direito e autor de livros, Gabriela Shizuê Soares de Araújo, membro de Comissão de Direito Eleitoral da OAB, Fábio Roberto Gaspar e Ernesto Tzulrinik ingressaram com pedido no Tribunal Superior Eleitoral pleiteando que a Ministra Carmen Lúcia Antunes Rocha, presidente da Corte, ponderasse aos ministros do Supremo a inconveniência do julgamento do mensalão às vésperas das eleições, por conta do desequilíbrio que esse julgamento causará na disputa. Reforçando as razões do pedido observaram os advogados que não há risco de prescrição iminente. Se houvesse esse risco o açodamento seria justificável.

João Baptista Herkenhoff é Professor da Faculdade Estácio de Sá do Espírito Santo e escritor. Autor de Ética para um mundo melhor. (Thex Editora, Rio de Janeiro). Homepage: www.jbherkenhoff.com.br  - E-mail: jbherkenhoff@uol.com.br

5 comentários:

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

CARO AMIGO SERRÃO.
ME DESCULPE, MAS EU NÃO ENTENDI O PROFESSOR.
NUNCA É TARDE PARA SE CONCERTAR UM ERRO QUE DUROU 5 ANOS, DOIS MESES E VINTE E SEIS DIAS, DEIXANDO ESTE BANDO DE CORRUPTOS SE LOCUPLETANDO DO DINHEIRO PÚBLICO. SERÁ QUE O PROFESSOR QUERIA QUE O MENSALÃO, CONTINUASSE POR MAIS DOIS ANOS, QUANDO TERMINA O GOVERNO DO PT, OU ELE É PARTÍCIPE DO PROJETO DO PT DE 20 ANOS.
O PROCESSO Nº 470 - MENSALÃO ERA PARA TERMINAR ANTES DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS, JUSTAMENTE, PARA COMEÇAR A CORRIGIR AS DISTORÇÕES DESTA POLÍTICA PODRE, NESTAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS, POIS É DAÍ QUE NASCEM OS MAIS NOVOS E FUTUROS POLÍTICOS CORRUPTOS DO PAIS. É DE BAIXO QUE ELES COMEÇAM, SEM NENHUMA EXPERIÊNCIA ADMINISTRATIVA SE VENDEM A QUALQUER PROPOSTA QUE LHES APRESENTAM OS MAIS INTELIGENTES E ESPERTOS DIRIGENTES DE PARTIDOS POLÍTICOS.
VEJAM:
ESTE PROCESSO Nº 470 - MENSALÃO SÓ NÃO TERMINOU ANTES DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS, PORQUE O PT, COLOCOU NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL UM MINISTRO REVISOR, COM UMA ÚNICA INTENSÃO, ATRASA-LO O MÁXIMO POSSÍVEL, PARA QUE A ACUSAÇÃO FEITA PELO MINISTRO RELATOR, NÃO PUDESSE SER VOTADA EM TEMPO ÚTIL, ISTO É, ANTES DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS.
PORQUE OS RÉUS ENVOLVIDOS SÃO OU FORAM PRESIDENTES DE PARTIDOS, "O PT E SEUS PARTIDOS ALIADOS", ENVOLVENDO AINDA, DEPUTADOS, MINISTROS, DIRIGENTES BANCÁRIOS, EMPRESAS PUBLICITÁRIAS E OUTROS CORRUPTOS.
ESTA VOTAÇÃO FOI CONDUZIDA PROPOSITALMENTE PARA QUE OS MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, NÃO TIVESSEM TEMPO DE CONDENAREM ESTES RÉUS, PRINCIPALMENTE OS DIRIGENTES O PT E DOS PARTIDOS ALIADOS, DEPUTADOS E EX-MINISTROS ANTES DE 7 DE OUTUBRO, O PRÓXIMO DOMINGO.
UM MINISTRO DA CORTE SUPREMA DEVERIA SER CONTRATADO PELA REDE GLOBO, PARA FAZER PARTE DO PROGRAMA "OS CARAS DE PAU".
DEFENDER OS RÉUS CORRUPTOS CONTRA TUDO E CONTRA TODOS, MERECE UM CONTRATO DESSA EMISSORA.
SERÁ QUE POPULAÇÃO BRASILEIRA ADVINHA QUEM É O CANDIDATO.

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

CARO AMIGO SERRÃO.
CONTINUO A MOSTRAR PORQUE O NO MEU ENTENDER O PROCESSO Nº 470-MENSALÃO, NÃO PODERIA PASSAR DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS.
DEVERIA TERMINAR ANTES PARA PUNIR OS PARTIDOS, PRINCIPALMENTE O PT E SEUS ALIADOS.
OS ELEITORES DEVERIAM DAR UMA RESPOSTA, A ELES E SEUS CANDIDATOS.
VEJA A POSTAGEM ABAIXO:

PROCESSO Nº470 - MENSALÃO - 11a. PARTE
A VERDADE


O MINISTRO RELATOR, FOI MAIS ELOQUENTE E RÁPIDO AO DAR O SEU VOTO SÔBRE O MAIS HONESTO DOS HOMENS E PRESIDENTE DO PT, O SR. JOSE GENUINO, POIS COMO O SEU SOBRENOME JÁ INDUZ, É DE UMA INGENUIDADE A TODA PROVA.

ASSINA DOCUMENTOS REFERENTE A EMPRÉSTIMOS FRAUDULENTOS, COM DINHEIRO PÚBLICO, SEM TER CONHECIMENTO DO QUE ESTAVA ASSINANDO.

A PRESSA DO MINISTRO REVISOR RICARDO LEWANDOWSK, NA SUA VISÃO PARTIDÁRIA, TEM UM ÚNICO OBJETIVO AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DO PRÓXIMO DOMINGO DIA 7 DE OUTUBRO, POR ISSO FOI RÁPIDO PARA INOCENTAR O EX-PRESIDENTE DO PT.
SERÁ TAMBEM MAIS RÁPIDO AINDA NO DIA DE HOJE,( 4/10/12 ), DEPOIS DE ELOGIAR FRENETICAMENTE O ILUSTRÍSSIMO SR. JOSE DIRCEU, POR TUDO DE BOM QUE FEZ PARA ESTE PAIS, DURANTE ANOS. INOCENTANDO-O COM MAIS ENFASE DO QUE FEZ COM O SR. JOSE GENUINO.
MOSTRANDO AOS DEMAIS MINISTROS QUE SE CONDENÁ-LOS ESTARÃO COMETENDO A MAIOR INJUSTIÇA IMPUTADA A DOIS SERES HUMANOS, NESTA TERRA DE DEUS.

COITADO DAQUELES MINISTROS QUE ASSIM O FIZEREM, POIS ESTARÃO INFRINGIDO A LEI DO RETORNO, E DESSA NINGUEM ESCAPA, NEM OS MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, POIS ELA É DIVINA E NÃO PODE SER CONTESTADA.

A PRIMEIRA PARTE DO JULGAMENTO DO PROCESSO DO MENSALÃO ESTÁ TRANSCORRENDO DE ACORDO COM A PREVISÃO INICIAL DAS POSTAGENS.

VEJAMOS ALGUNS TRECHOS: O MENSALÃO - PROCESSO Nº 470

A VERDADE
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA É O MANDATÁRIO SUPREMO DA NAÇÃO, SEUS MINISTROS SÃO PARCEIROS DE PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) COM ANOS DE CONVIVÊNCIA PARTIDARIA, ESCOLHIDOS POR ELE, MILITANTES FIEIS AO CHEFE, CUMPRIDORES DE ORDENS EM TODOS OS EVENTOS GREVISTAS E DE OPOSIÇÃO AOS GOVERNOS ANTERIORES. COM ACESSO DIRETO AO SEU GABINETE, DIARIAMENTE E A QUALQUER MOMENTO QUE FOSSE NECESSARIO.

O POVO BRASILEIRO QUER SABER A VERDADE E O MUNDO TAMBEM.

PROCESSO Nº 470- O MENSALÃO - 2a PARTE
CONTINUAÇÃO DO DEBATE ENTRE O MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI, A PROCURADORIA GERAL DA UNIÃO, O MINISTÉRIO PÚBLICO E O RELATOR MINISTRO JOAQUIM BARBOSA.
ESTA EM JOGO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL A DISPUTA DE PODER DO MINISTRO REVISOR.( MIN.REV. X (MIN. REL., PGU E MP).

A MENTIRA
O MINISTRO REVISOR QUE DURANTE 6 SEIS LONGOS MESES REVIU AS ACUSAÇÕES FEITAS, PELO PROCURADOR GERAL DA REPUBLICA, MINISTÉRIO PÚBLICO E PELO MINISTRO RELATOR, QUE DURANTE SETE ANOS, ESTUDOU TODO O PROCESSO Nº 470, E CONDENOU OS REUS, CHEGOU A CONCLUSÃO, QUE TODOS OS ENVOLVIDOS NO MENSALÃO SÃO CULPADOS, CONCORDANDO COM O MINISTRO RELATOR E OS DEMAIS ACUSADORES.

A VERDADE
O MINISTRO REVISOR COMO NÓS DISSEMOS NUMA POSTAGEM ANTERIOR,( A FARSA), DESCRIMINA O MINISTRO RELATOR, POIS NOS PARECE QUE NUNCA CONCORDOU COM A ESCOLHA DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA PARA RELATOR DESTE PROCESSO.

ADEMAIS, O RELATOR É UM DOS MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL QUE DEMONSTRA TOTAL INDEPENDÊNCIA, PELO SEU CARÁTER, DETERMINAÇÃO, CORAGEM E HONRA, ANALISANDO OS PROCESSO COM ISENÇÃO, COM PERSONALIDADE PRÓPRIA, INDEPENDENTE DAQUELE QUE O INDICOU PARA ESTE CARGO.

NESTE PROCESSO QUEIRA OU NÃO RECONHECER OS SEUS PROTAGONISTAS COM DIREITO A VOTO,( MINISTROS). ESTÁ TAMBÉM EM JOGO A CREDIBILIDADE DA MAIS ALTA CORTE DO PAIS (O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL).

ESTA DISPUTA ENTRE MINISTRO REVISOR E O MINISTRO RELATOR ( M.REV. X M. REL.), QUE SE ESTENDERÁ ATE O TÉRMINO DO PROCESSO, COM A DIVULGAÇÃO DOS VOTOS DOS OUTROS MINISTRO, PODE SER SADIA, MAS NÓS PARECE PREJUDICIAL PARA A CORTE SUPREMA, PARA O NOSSO PAIS E PARA NÓS POVO BRASILEIRO, QUE AMAMOS ESTA NAÇÃO.
CONTINUA;

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

CARO AMIGO SERRÃO.
CONTINUO A MOSTRAR PORQUE O NO MEU ENTENDER O PROCESSO Nº 470-MENSALÃO, NÃO PODERIA PASSAR DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS.
DEVERIA TERMINAR ANTES PARA PUNIR OS PARTIDOS, PRINCIPALMENTE O PT E SEUS ALIADOS.
OS ELEITORES DEVERIAM DAR UMA RESPOSTA, A ELES E SEUS CANDIDATOS.
VEJA A POSTAGEM ABAIXO:

PROCESSO Nº470 - MENSALÃO - 11a. PARTE
A VERDADE


O MINISTRO RELATOR, FOI MAIS ELOQUENTE E RÁPIDO AO DAR O SEU VOTO SÔBRE O MAIS HONESTO DOS HOMENS E PRESIDENTE DO PT, O SR. JOSE GENUINO, POIS COMO O SEU SOBRENOME JÁ INDUZ, É DE UMA INGENUIDADE A TODA PROVA.

ASSINA DOCUMENTOS REFERENTE A EMPRÉSTIMOS FRAUDULENTOS, COM DINHEIRO PÚBLICO, SEM TER CONHECIMENTO DO QUE ESTAVA ASSINANDO.

A PRESSA DO MINISTRO REVISOR RICARDO LEWANDOWSK, NA SUA VISÃO PARTIDÁRIA, TEM UM ÚNICO OBJETIVO AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DO PRÓXIMO DOMINGO DIA 7 DE OUTUBRO, POR ISSO FOI RÁPIDO PARA INOCENTAR O EX-PRESIDENTE DO PT.
SERÁ TAMBEM MAIS RÁPIDO AINDA NO DIA DE HOJE,( 4/10/12 ), DEPOIS DE ELOGIAR FRENETICAMENTE O ILUSTRÍSSIMO SR. JOSE DIRCEU, POR TUDO DE BOM QUE FEZ PARA ESTE PAIS, DURANTE ANOS. INOCENTANDO-O COM MAIS ENFASE DO QUE FEZ COM O SR. JOSE GENUINO.
MOSTRANDO AOS DEMAIS MINISTROS QUE SE CONDENÁ-LOS ESTARÃO COMETENDO A MAIOR INJUSTIÇA IMPUTADA A DOIS SERES HUMANOS, NESTA TERRA DE DEUS.

COITADO DAQUELES MINISTROS QUE ASSIM O FIZEREM, POIS ESTARÃO INFRINGIDO A LEI DO RETORNO, E DESSA NINGUEM ESCAPA, NEM OS MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, POIS ELA É DIVINA E NÃO PODE SER CONTESTADA.

A PRIMEIRA PARTE DO JULGAMENTO DO PROCESSO DO MENSALÃO ESTÁ TRANSCORRENDO DE ACORDO COM A PREVISÃO INICIAL DAS POSTAGENS.

VEJAMOS ALGUNS TRECHOS: O MENSALÃO - PROCESSO Nº 470

A VERDADE
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA É O MANDATÁRIO SUPREMO DA NAÇÃO, SEUS MINISTROS SÃO PARCEIROS DE PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) COM ANOS DE CONVIVÊNCIA PARTIDARIA, ESCOLHIDOS POR ELE, MILITANTES FIEIS AO CHEFE, CUMPRIDORES DE ORDENS EM TODOS OS EVENTOS GREVISTAS E DE OPOSIÇÃO AOS GOVERNOS ANTERIORES. COM ACESSO DIRETO AO SEU GABINETE, DIARIAMENTE E A QUALQUER MOMENTO QUE FOSSE NECESSARIO.

O POVO BRASILEIRO QUER SABER A VERDADE E O MUNDO TAMBEM.

PROCESSO Nº 470- O MENSALÃO - 2a PARTE
CONTINUAÇÃO DO DEBATE ENTRE O MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI, A PROCURADORIA GERAL DA UNIÃO, O MINISTÉRIO PÚBLICO E O RELATOR MINISTRO JOAQUIM BARBOSA.
ESTA EM JOGO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL A DISPUTA DE PODER DO MINISTRO REVISOR.( MIN.REV. X (MIN. REL., PGU E MP).

A MENTIRA
O MINISTRO REVISOR QUE DURANTE 6 SEIS LONGOS MESES REVIU AS ACUSAÇÕES FEITAS, PELO PROCURADOR GERAL DA REPUBLICA, MINISTÉRIO PÚBLICO E PELO MINISTRO RELATOR, QUE DURANTE SETE ANOS, ESTUDOU TODO O PROCESSO Nº 470, E CONDENOU OS REUS, CHEGOU A CONCLUSÃO, QUE TODOS OS ENVOLVIDOS NO MENSALÃO SÃO CULPADOS, CONCORDANDO COM O MINISTRO RELATOR E OS DEMAIS ACUSADORES.

A VERDADE
O MINISTRO REVISOR COMO NÓS DISSEMOS NUMA POSTAGEM ANTERIOR,( A FARSA), DESCRIMINA O MINISTRO RELATOR, POIS NOS PARECE QUE NUNCA CONCORDOU COM A ESCOLHA DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA PARA RELATOR DESTE PROCESSO.

ADEMAIS, O RELATOR É UM DOS MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL QUE DEMONSTRA TOTAL INDEPENDÊNCIA, PELO SEU CARÁTER, DETERMINAÇÃO, CORAGEM E HONRA, ANALISANDO OS PROCESSO COM ISENÇÃO, COM PERSONALIDADE PRÓPRIA, INDEPENDENTE DAQUELE QUE O INDICOU PARA ESTE CARGO.

NESTE PROCESSO QUEIRA OU NÃO RECONHECER OS SEUS PROTAGONISTAS COM DIREITO A VOTO,( MINISTROS). ESTÁ TAMBÉM EM JOGO A CREDIBILIDADE DA MAIS ALTA CORTE DO PAIS (O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL).

ESTA DISPUTA ENTRE MINISTRO REVISOR E O MINISTRO RELATOR ( M.REV. X M. REL.), QUE SE ESTENDERÁ ATE O TÉRMINO DO PROCESSO, COM A DIVULGAÇÃO DOS VOTOS DOS OUTROS MINISTRO, PODE SER SADIA, MAS NÓS PARECE PREJUDICIAL PARA A CORTE SUPREMA, PARA O NOSSO PAIS E PARA NÓS POVO BRASILEIRO, QUE AMAMOS ESTA NAÇÃO.
CONTINUA;

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

CARO AMIGO SERRÃO.
CONTINUO A MOSTRAR PORQUE O NO MEU ENTENDER O PROCESSO Nº 470-MENSALÃO, NÃO PODERIA PASSAR DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS.
DEVERIA TERMINAR ANTES PARA PUNIR OS PARTIDOS, PRINCIPALMENTE O PT E SEUS ALIADOS.
OS ELEITORES DEVERIAM DAR UMA RESPOSTA, A ELES E SEUS CANDIDATOS.
VEJA A POSTAGEM ABAIXO:

PROCESSO Nº470 - MENSALÃO - 11a. PARTE
A VERDADE


O MINISTRO RELATOR, FOI MAIS ELOQUENTE E RÁPIDO AO DAR O SEU VOTO SÔBRE O MAIS HONESTO DOS HOMENS E PRESIDENTE DO PT, O SR. JOSE GENUINO, POIS COMO O SEU SOBRENOME JÁ INDUZ, É DE UMA INGENUIDADE A TODA PROVA.

ASSINA DOCUMENTOS REFERENTE A EMPRÉSTIMOS FRAUDULENTOS, COM DINHEIRO PÚBLICO, SEM TER CONHECIMENTO DO QUE ESTAVA ASSINANDO.

A PRESSA DO MINISTRO REVISOR RICARDO LEWANDOWSK, NA SUA VISÃO PARTIDÁRIA, TEM UM ÚNICO OBJETIVO AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DO PRÓXIMO DOMINGO DIA 7 DE OUTUBRO, POR ISSO FOI RÁPIDO PARA INOCENTAR O EX-PRESIDENTE DO PT.
SERÁ TAMBEM MAIS RÁPIDO AINDA NO DIA DE HOJE,( 4/10/12 ), DEPOIS DE ELOGIAR FRENETICAMENTE O ILUSTRÍSSIMO SR. JOSE DIRCEU, POR TUDO DE BOM QUE FEZ PARA ESTE PAIS, DURANTE ANOS. INOCENTANDO-O COM MAIS ENFASE DO QUE FEZ COM O SR. JOSE GENUINO.
MOSTRANDO AOS DEMAIS MINISTROS QUE SE CONDENÁ-LOS ESTARÃO COMETENDO A MAIOR INJUSTIÇA IMPUTADA A DOIS SERES HUMANOS, NESTA TERRA DE DEUS.

COITADO DAQUELES MINISTROS QUE ASSIM O FIZEREM, POIS ESTARÃO INFRINGIDO A LEI DO RETORNO, E DESSA NINGUEM ESCAPA, NEM OS MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, POIS ELA É DIVINA E NÃO PODE SER CONTESTADA.

A PRIMEIRA PARTE DO JULGAMENTO DO PROCESSO DO MENSALÃO ESTÁ TRANSCORRENDO DE ACORDO COM A PREVISÃO INICIAL DAS POSTAGENS.

VEJAMOS ALGUNS TRECHOS: O MENSALÃO - PROCESSO Nº 470

A VERDADE
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA É O MANDATÁRIO SUPREMO DA NAÇÃO, SEUS MINISTROS SÃO PARCEIROS DE PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) COM ANOS DE CONVIVÊNCIA PARTIDARIA, ESCOLHIDOS POR ELE, MILITANTES FIEIS AO CHEFE, CUMPRIDORES DE ORDENS EM TODOS OS EVENTOS GREVISTAS E DE OPOSIÇÃO AOS GOVERNOS ANTERIORES. COM ACESSO DIRETO AO SEU GABINETE, DIARIAMENTE E A QUALQUER MOMENTO QUE FOSSE NECESSARIO.

O POVO BRASILEIRO QUER SABER A VERDADE E O MUNDO TAMBEM.

PROCESSO Nº 470- O MENSALÃO - 2a PARTE
CONTINUAÇÃO DO DEBATE ENTRE O MINISTRO RICARDO LEWANDOWSKI, A PROCURADORIA GERAL DA UNIÃO, O MINISTÉRIO PÚBLICO E O RELATOR MINISTRO JOAQUIM BARBOSA.
ESTA EM JOGO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL A DISPUTA DE PODER DO MINISTRO REVISOR.( MIN.REV. X (MIN. REL., PGU E MP).

A MENTIRA
O MINISTRO REVISOR QUE DURANTE 6 SEIS LONGOS MESES REVIU AS ACUSAÇÕES FEITAS, PELO PROCURADOR GERAL DA REPUBLICA, MINISTÉRIO PÚBLICO E PELO MINISTRO RELATOR, QUE DURANTE SETE ANOS, ESTUDOU TODO O PROCESSO Nº 470, E CONDENOU OS REUS, CHEGOU A CONCLUSÃO, QUE TODOS OS ENVOLVIDOS NO MENSALÃO SÃO CULPADOS, CONCORDANDO COM O MINISTRO RELATOR E OS DEMAIS ACUSADORES.

A VERDADE
O MINISTRO REVISOR COMO NÓS DISSEMOS NUMA POSTAGEM ANTERIOR,( A FARSA), DESCRIMINA O MINISTRO RELATOR, POIS NOS PARECE QUE NUNCA CONCORDOU COM A ESCOLHA DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA PARA RELATOR DESTE PROCESSO.

ADEMAIS, O RELATOR É UM DOS MINISTRO DO SUPREMO TRIBUNAL QUE DEMONSTRA TOTAL INDEPENDÊNCIA, PELO SEU CARÁTER, DETERMINAÇÃO, CORAGEM E HONRA, ANALISANDO OS PROCESSO COM ISENÇÃO, COM PERSONALIDADE PRÓPRIA, INDEPENDENTE DAQUELE QUE O INDICOU PARA ESTE CARGO.

NESTE PROCESSO QUEIRA OU NÃO RECONHECER OS SEUS PROTAGONISTAS COM DIREITO A VOTO,( MINISTROS). ESTÁ TAMBÉM EM JOGO A CREDIBILIDADE DA MAIS ALTA CORTE DO PAIS (O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL).

ESTA DISPUTA ENTRE MINISTRO REVISOR E O MINISTRO RELATOR ( M.REV. X M. REL.), QUE SE ESTENDERÁ ATE O TÉRMINO DO PROCESSO, COM A DIVULGAÇÃO DOS VOTOS DOS OUTROS MINISTRO, PODE SER SADIA, MAS NÓS PARECE PREJUDICIAL PARA A CORTE SUPREMA, PARA O NOSSO PAIS E PARA NÓS POVO BRASILEIRO, QUE AMAMOS ESTA NAÇÃO.
CONTINUA;

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

CONTINUAÇÃO;

CABERÁ AOS DEMAIS MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, DESMENTIR A OPINIÃO PÚBLICA, VOTANDO, COM O MINISTÉRIO PÚBLICO, O PROCURADOR GERAL E O MINISTRO RELATOR JOAQUIM BARBOSA, PELA CONDENAÇÃO DE TODOS OU DA MAIORIA DOS RÉUS ENVOLVIDOS, INDEPENDENTE DOS PARTIDOS AO QUAL PERTENCEM.

NOS DIAS DE HOJE O MAIS COTADO PARA SUBSTITUIR O EX-PRESIDENTE LULA, PELO PT, NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS É O MINISTRO REVISOR DO MENSALÃO, RICARDO LEWANDOWSK, QUE COM OS SEUS CONHECIMENTOS, CONSEGUIU O SEU INTENTO INICIAL QUE ERA DAR O SEU VOTO ANTES DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS, ABSOLVENDO OS RÉUS DO PT, O SR.JOSE GENUINO E O SR, JOSE DIRCEU.( EX-PRESIDENTE DO PT E EX-MINISTRO DA CASA CIVIL DO GOVERNO LULA).
 

VEJAM AS OUTRAS POSTAGENS SOBRE O MENSALÃO NO BLOGGER . (AVERDADEDASMENTIRAS-UNKNOWN)