quarta-feira, 17 de outubro de 2012

São Paulo e o hediondo projeto de poder do PT

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Geraldo Almendra

O resultado do segundo turno da eleição para a prefeitura de SP, diante dos primeiros resultados e condenações do julgamento do “Mensalão” pelo STF, será o divisor de águas entre um Brasil formalizado como uma corruptocracia fascista petista-lulista ou um Brasil com novas esperanças de que a fraude da Abertura Democrática – que provocou a falência da educação e da cultura – possa ser convertida para as origens dos nossos sonhos de democracia depois do Regime Militar, que implantou as estruturas para nossa inserção como potência econômica, social e militar no mundo desenvolvido, tudo sendo destruído pelos desgovernos civis, principalmente os do PT.

Todas as fichas do PT estão agora lançadas em um candidato que fez uma péssima gestão do Ministério da Educação e deve ser considerado o responsável direto pela degeneração dos valores familiares e morais nos ambientes escolares das escolas públicas do país – que já estão se estendendo para as escolas privadas–, ao permitir que fossem introduzidos oficialmente, no meio de crianças e adolescentes, em fases de formação de caráter e personalidade, instrumentos de aliciamentos homossexuais formais através de cartilhas de reeducação sexual e os chamados kits gays.

A favor do PT estão as estruturas comuno sindicais subornadas e corrompidas, o assistencialismo comprador da consciência crítica dos menos favorecidos, do suborno de centenas de esclarecidos canalhas aproveitadores de plantão da falência moral do país, além da ajuda do ex-presidente FHC que comandou uma vergonhosa traição junto ao seu partido, o PSDB, contra José Serra quando candidato à presidente da República, demonstrando sua predileção por Lula que agora está sendo acusado de ser o Chefe do “Mensalão” por Marcos Valério e já tem um pedido em aberto para bloqueio de seus bens feito pelo Ministério Público conforme amplamente divulgado na Internet.

O papel degenerativo das relações públicas e privadas, provocado pelo PT, é tão evidente e formal, que a sociedade paulista não pode fechar os olhos para o risco que está correndo caso venha a cometer a insanidade política de eleger Haddad como prefeito. Se deixar acontecer essa loucura vai ter que lembrar todos os dias daquela famosa frase dita por uma petista agora ministra: “relaxa e goza”.

É importante ressaltar a colocação do ministro Luiz Fuz em uma de suas declarações durante o julgamento do “Mensalão”:

“A cada desvio de dinheiro público, mais uma criança passa fome, mais uma localidade fica sem saneamento, sem mais um hospital, sem leitos”.

Embora rigorosamente correto em sua fala o ministro poderia ter sido mais contundente e realista classificando os corruptos, corrompidos e subornadores como criminosos genocidas, que provocam com seus atos sórdidos de corrupção e suborno a morte de mais de 150 pessoas por dia no país.

- Como eleger para prefeito de SP um candidato que pertence ao grupo do ex-presidente Lula, denunciado por Marcos Valério como o verdadeiro chefe do “Mensalão” que, juntamente com a “presidenta” Dilma, quer enfiar na garganta do povo paulista esse incompetente e prostituído da política como um fato consumado, tudo para tentar reverter o quadro de degeneração política daqueles que se diziam defensores da ética e da moralidade no poder público?

A gang do Mensalão sob a gestão presidencial de Lula é seguramente a responsável por toda a teia de corrupção e suborno que transformou o país em um Paraíso de Patifes e o poder público federal em um Covil de Bandidos, além de contaminar os poderes públicos estaduais e municipais com o vírus do suborno e da corrupção.

A gravidade da corrupção fica exemplarmente qualificada pela fala do ministro Celso Mello durante o julgamento do “Mensalão”:

“O ato de corrupção constitui um gesto de perversão da ética do poder e da ordem jurídica, cuja observância se impõe a todos os cidadãos desta República que não tolera o poder que corrompe nem admite o poder que se deixa corromper. Quem transgride tais mandamentos, não importando sua posição estamental, se patrícios ou plebeus, governantes ou governados, expõe-se à severidade das leis penais e, por tais atos, o corruptor e o corrupto devem ser punidos, exemplarmente, na forma da lei”.

Que o povo paulista avalie com total critério a realidade político-prostituída do país ao colocar seu voto nas urnas, e que o PSDB-FHC não cometa a mesma sacanagem com José Serra como quando de sua candidatura à presidência da República.

José Serra pode não ser o candidato dos nossos sonhos para uma prefeitura tão complexa como a de SP – no meio político degenerado do nosso país esse candidato não existe –, mas traz consigo as mais importantes qualidades para um servidor público: é digno, é honesto, é trabalhador, não é corrupto, não faz parte de gangs da política, e nunca autorizou a distribuição de instrumentos de desvios de conduta sexual nos ambientes escolares para crianças e adolescentes em fase de formação de caráter e personalidade.

Geraldo Almendra é Articulista.

4 comentários:

Ferra Mula disse...

A P2 E A QUADRILHA DO MENSALÃO - MODUS OPERANDI É PRATICAMENTE O MESMO
A LOJA SECRETA “PROPAGANDA DUE” (P2)
A LOJA SECRETA “PROPAGANDA DUE” (P2) - William Carvalho*

A Itália é um país relativamente recente. Antes da reunificação italiana em meados do século XIX, a península italiana era formada por reinos independentes, repúblicas, ducados e estados papais.
A primeira loja maçônica de que se tem notícia, apesar da divergência dos historiadores (Findel x Gould), fundada naquela península, antes da criação do Reino da Itália, teria sido uma formada em Florença por Lord Sackville em 1773.
No entanto, devido a seu envolvimento com a política partidária e a religião, não foi reconhecida pela Grande Loja Unida da Inglaterra.

A história relata que, em 1877, ainda nos tempos da reunificação de Mazzini e Garibaldi, foi fundada pelo Grande Oriente uma loja maçônica em Roma chamada Propaganda Massonica.
Era freqüentada por políticos e altos funcionários governamentais que não deviam ter os seus nomes expostos na relação das lojas normais e era diretamente ligada ao Grão-Mestre.
Esta seria a Propaganda Uno.

Este artigo busca traçar a trajetória da loja maçônica responsável por um dos maiores escândalos político-maçônico-estratégicos da segunda metade do século XX, ocorrido em 1981.
A loja, inicialmente, quando formada pelo Grande Oriente da Itália - GOI, era uma loja de pesquisa que deveria funcionar dentro do espírito da Propaganda Uno.
Posteriormente, em 1981, quando foi dissolvida e declarada ilegal pelo GOI (que também teve o seu reconhecimento suspenso pela Grande Loja Unida da Inglaterra em 1993), tornou-se letal, secretíssima e irregular – a famosa loja Propaganda Massonica nº Due (P2).
Era dirigida por Licio Gelli, um gênio organizacional e político, que montou um verdadeiro governo paralelo dentro do Estado Italiano com repercussão na política da OTAN, nos EEUU, em algumas esferas da cúpula do Vaticano e na Ibero-América.

Texto muito extenso continue lendo acessando . . .
http://ferramula3.blogspot.com.br/2012/10/a-p2-e-quadrilha-do-mensalao-modus.html

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

NOVAMENTE O PARTIDO, APARECE PARA INTERFERIR NA CONDUÇÃO DO GOVERNO PELO SEU CANDIDATO E DEVAGAR VAI MODIFICANDO A PERSONALIDADE DO ELEITO A PONTO DE FAZÊ-LO COMETER COMO O PRESIDENTE ANTERIOR UMA SÉRIE DE ERROS.

COLOCARAM NA CABEÇA DO EX-PRESIDENTE LULA A IDÉIA DE SE PERPETUAREM NO PODER POR NO MÍNIMO VINTE ANOS, (20 ANOS).

FIZERAM UM PROJETO QUE FOI ACEITO PELO PRESIDENTE E EXECUTADO PELO PARTIDO A FERRO E FOGO, COM EXECUSÃO SÚMARIA DOS OPOSITORES, AMIGOS OU ALIADOS.

"O PT nasceu defendendo justamente um novo modo de fazer política e foi assim que chegou ao poder, mesmo que no período anterior à eleição de 2002 já estivesse envolvido em diversas situações nebulosas nas prefeituras que vinha governando.

Os assassinatos de Celso Daniel, prefeito de Santo André, e Toninho do PT, prefeito Campinas, são dois exemplos da gravidade dos problemas que envolviam o PT já antes de chegar ao poder central do país, com irregularidades em serviços como coleta de lixo e distribuição de propinas para financiamento de eleições."

 

EXECUTARAM O PROJETO, COM CONIVÊNCIA DO PRESIDENTE, SÓ NÃO CONTAVAM COM A DENÚNCIA DO DEPUTADO ROBERTO JEFFERSON, NO PROCESSO DOS CORREIOS, SÕBRE A COMPRA DE VOTOS DE DEPUTADOS NA CÂMARA FEDERAL.

Os fins, justificam os meios; (DITO POPULAR).

A DENÚCIA PROPORCIONOU O PROCESSO Nº 470 - MENSALÃO QUE DESENCADEOU UMA SÉRIE DE ACONTECIMENTOS, TAIS COMO;

O EX- PRESIDENTE DA REPÚBLICA E SEU PARTIDO ( PT). A PARTIR DO SURGIMENTO DO PROCESSO, SÔBRE OS CORREIOS, CUJO RÉU FOI O DEPUTADO FEDERAL ROBERTO JEFFERSON E QUE DEU ORIGEM A DENÚNCIA DO MENSALÃO.

PERCEBENDO A GRAVIDADE DAS DENÚNCIAS, OPTARAM POR SACRIFICAR ALGUNS AMIGOS E ALIADOS, PRINCIPALMENTE OS MAIS CHEGADOS, O MINISTRO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA, QUE SE COLOCOU A DISPOSIÇÃO, PARA ASSUMIR, TODA A RESPONSABILIDADE NO PROCESSO Nº 470, APESAR DE NÃO TER SIDO O MENTOR DO MENSALÃO, COMO SEMPRE SE POSICIONOU NOS SEUS DEPOIMENTOS, APENSOS AO PROCESSO.

FOI EXONERADO IMEDIATAMENTE, JUNTAMENTE COM OS OUTROS MINISTROS CITADOS.

A EXONERAÇÃO IMEDIATA DOS MINISTROS ENVOLVIDOS NO PROCESSO, COMO SENDO OS ÚNICOS RESPONSÁVEIS PELO MENSALÃO.

SALVOU O EX-PRESIDENTE E O PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) , DENTRO E FORA DO PAIS.
DURANTE SETE ANOS O EX-PRESIDENTE E SEU PARTIDO, CONSEGUIURAM EMPURRAR COM A BARRIGA ESTE PROCESSO.

SÓMENTE APÓS A SAIDA DO GOVERNO DO EX-PRESIDENTE LULA, É QUE HOUVE A DENÚNCIA DO PROCURADOR GERAL E O ACATAMENTO DA DESTA PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL.

NESTES 7 (ANOS), O EX-PRESIDENTE, NOMEOU SEIS MINISTROS DE SUA TOTAL CONFIANÇA NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, VEJAM:

EM 2003 - AIRES BRITTO;
- " - JOAQUIM BARBOSA;
- " - CESAR PELUSO;
- EM 2006 - RICARDO LEWANDOWSKI;
- EM " - CARMEN LUCIA;
- EM 2009 - DIAS TOFFOLI - TODOS INDICADOS PELO EX-PRESIDENTE LUIZ INACIO LULA DA SILVA;
SÃO 6 MINISTROS INDICADOS PELO EX-PRESIDENTE DA REPUBLICA DO PT

NESTE 2º EPISÓDIO;
ESTAMOS DE NOVO NA FRENTE DA LEI DO RETORNO, COMO SEMPRE ELA É IMPLACÁVEL,, TARDA MAS NÃO FALHA.

MAIS UMA VEZ O PARTIDO É O RESPONSÁVEL PELO DESVIRTUAMENTO DE VALORES DE UM PRESIDENTE.
ATÉ QUANDO ISTO IRÁ ACONTECER.
NORMALMENTE OS PARTIDOS SÃO RESPONSÁVEIS PELAS DECISÕES QUE DEVERÃO SER TOMADAS PELOS SEUS CADIDATOS ELEITOS PELO POVO.

SÃO ELES QUE DETERMINAM O VOTO A SER DADO PELOS SEUS SENADORES, DEPUTADOS E VEREADORES DENTRO DA SUAS ESFERAS DE ATRBUIÇÕES, NOS PROJETOS APRESENTADOS PELOS GOVERNOS, MESMO AQUELES QUE VENHAM BENEFICIAR O POVÃO.

OS ELEITOS PELO POVO NÃO TÊM OPINÃO PRÓPRIA, SÃO VERDADEIRAS VACAS DE PRESÉPIOS DOS PARTIDOS.

SE VOTAREM CONTRA A DETERMINÇÃO DA EXECUTIVA DO PARTIDO, NA PRÓXIMA ELEIÇÃO PERDEM A LEGENDA PARA A REELEIÇÃO.

MAIS UMA VEZ A LEI DO RETORNO. QUE É DE DEUS, FOI INFRIGIDA PELO PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) E PELO EX-PRESIDENTE.
JÁ FEZ E CONTINUARÁ FAZENDO JUSTIÇA AO POVO BRASILEIRO, NÃO ELEGENDO AQUELES QUE TENTARAM ENGANAR O POVÃO.

SÓ VISLUMBRO UMA SAÍDA PARA O PARTIDO DOS TRABALHADORES(PT), TROCAR DE NOME COMO FEZ O PRN, QUE HOJE É O PTC.

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

NOVAMENTE O PARTIDO, APARECE PARA INTERFERIR NA CONDUÇÃO DO GOVERNO PELO SEU CANDIDATO E DEVAGAR VAI MODIFICANDO A PERSONALIDADE DO ELEITO A PONTO DE FAZÊ-LO COMETER COMO O PRESIDENTE ANTERIOR UMA SÉRIE DE ERROS.

COLOCARAM NA CABEÇA DO EX-PRESIDENTE LULA A IDÉIA DE SE PERPETUAREM NO PODER POR NO MÍNIMO VINTE ANOS, (20 ANOS).

FIZERAM UM PROJETO QUE FOI ACEITO PELO PRESIDENTE E EXECUTADO PELO PARTIDO A FERRO E FOGO, COM EXECUSÃO SÚMARIA DOS OPOSITORES, AMIGOS OU ALIADOS.

"O PT nasceu defendendo justamente um novo modo de fazer política e foi assim que chegou ao poder, mesmo que no período anterior à eleição de 2002 já estivesse envolvido em diversas situações nebulosas nas prefeituras que vinha governando.

Os assassinatos de Celso Daniel, prefeito de Santo André, e Toninho do PT, prefeito Campinas, são dois exemplos da gravidade dos problemas que envolviam o PT já antes de chegar ao poder central do país, com irregularidades em serviços como coleta de lixo e distribuição de propinas para financiamento de eleições."

 

EXECUTARAM O PROJETO, COM CONIVÊNCIA DO PRESIDENTE, SÓ NÃO CONTAVAM COM A DENÚNCIA DO DEPUTADO ROBERTO JEFFERSON, NO PROCESSO DOS CORREIOS, SÕBRE A COMPRA DE VOTOS DE DEPUTADOS NA CÂMARA FEDERAL.

Os fins, justificam os meios; (DITO POPULAR).

A DENÚCIA PROPORCIONOU O PROCESSO Nº 470 - MENSALÃO QUE DESENCADEOU UMA SÉRIE DE ACONTECIMENTOS, TAIS COMO;

O EX- PRESIDENTE DA REPÚBLICA E SEU PARTIDO ( PT). A PARTIR DO SURGIMENTO DO PROCESSO, SÔBRE OS CORREIOS, CUJO RÉU FOI O DEPUTADO FEDERAL ROBERTO JEFFERSON E QUE DEU ORIGEM A DENÚNCIA DO MENSALÃO.

PERCEBENDO A GRAVIDADE DAS DENÚNCIAS, OPTARAM POR SACRIFICAR ALGUNS AMIGOS E ALIADOS, PRINCIPALMENTE OS MAIS CHEGADOS, O MINISTRO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA, QUE SE COLOCOU A DISPOSIÇÃO, PARA ASSUMIR, TODA A RESPONSABILIDADE NO PROCESSO Nº 470, APESAR DE NÃO TER SIDO O MENTOR DO MENSALÃO, COMO SEMPRE SE POSICIONOU NOS SEUS DEPOIMENTOS, APENSOS AO PROCESSO.

FOI EXONERADO IMEDIATAMENTE, JUNTAMENTE COM OS OUTROS MINISTROS CITADOS.

A EXONERAÇÃO IMEDIATA DOS MINISTROS ENVOLVIDOS NO PROCESSO, COMO SENDO OS ÚNICOS RESPONSÁVEIS PELO MENSALÃO.

SALVOU O EX-PRESIDENTE E O PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) , DENTRO E FORA DO PAIS.
DURANTE SETE ANOS O EX-PRESIDENTE E SEU PARTIDO, CONSEGUIURAM EMPURRAR COM A BARRIGA ESTE PROCESSO.

SÓMENTE APÓS A SAIDA DO GOVERNO DO EX-PRESIDENTE LULA, É QUE HOUVE A DENÚNCIA DO PROCURADOR GERAL E O ACATAMENTO DA DESTA PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL.

NESTES 7 (ANOS), O EX-PRESIDENTE, NOMEOU SEIS MINISTROS DE SUA TOTAL CONFIANÇA NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, VEJAM:

EM 2003 - AIRES BRITTO;
- " - JOAQUIM BARBOSA;
- " - CESAR PELUSO;
- EM 2006 - RICARDO LEWANDOWSKI;
- EM " - CARMEN LUCIA;
- EM 2009 - DIAS TOFFOLI - TODOS INDICADOS PELO EX-PRESIDENTE LUIZ INACIO LULA DA SILVA;
SÃO 6 MINISTROS INDICADOS PELO EX-PRESIDENTE DA REPUBLICA DO PT

NESTE 2º EPISÓDIO;
ESTAMOS DE NOVO NA FRENTE DA LEI DO RETORNO, COMO SEMPRE ELA É IMPLACÁVEL,, TARDA MAS NÃO FALHA.

MAIS UMA VEZ O PARTIDO É O RESPONSÁVEL PELO DESVIRTUAMENTO DE VALORES DE UM PRESIDENTE.
ATÉ QUANDO ISTO IRÁ ACONTECER.
NORMALMENTE OS PARTIDOS SÃO RESPONSÁVEIS PELAS DECISÕES QUE DEVERÃO SER TOMADAS PELOS SEUS CADIDATOS ELEITOS PELO POVO.

SÃO ELES QUE DETERMINAM O VOTO A SER DADO PELOS SEUS SENADORES, DEPUTADOS E VEREADORES DENTRO DA SUAS ESFERAS DE ATRBUIÇÕES, NOS PROJETOS APRESENTADOS PELOS GOVERNOS, MESMO AQUELES QUE VENHAM BENEFICIAR O POVÃO.

OS ELEITOS PELO POVO NÃO TÊM OPINÃO PRÓPRIA, SÃO VERDADEIRAS VACAS DE PRESÉPIOS DOS PARTIDOS.

SE VOTAREM CONTRA A DETERMINÇÃO DA EXECUTIVA DO PARTIDO, NA PRÓXIMA ELEIÇÃO PERDEM A LEGENDA PARA A REELEIÇÃO.

MAIS UMA VEZ A LEI DO RETORNO. QUE É DE DEUS, FOI INFRIGIDA PELO PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT) E PELO EX-PRESIDENTE.
JÁ FEZ E CONTINUARÁ FAZENDO JUSTIÇA AO POVO BRASILEIRO, NÃO ELEGENDO AQUELES QUE TENTARAM ENGANAR O POVÃO.

SÓ VISLUMBRO UMA SAÍDA PARA O PARTIDO DOS TRABALHADORES(PT), TROCAR DE NOME COMO FEZ O PRN, QUE HOJE É O PTC.

CESAR PINTO CEL PM-blogger averdadedasmentiras-unknown disse...

CONTINUAÇÃO;
A CERTEZA DA IMPUNIDADE PELOS DETENTORES DO PODER NO COMETIMENTO DE CRIMES DO COLARINHO BRANCO É TÃO GRANDE QUE ELES, NÃO SE PREOCUPAM MUITO COM OS PROCESSOS, NO QUAL ESTÃO ENVOLVIDOS, PRINCIPALMENTE QUANDO ESTES SE REFEREM A CRIMES POLÍTICOS DURANTE O CUMPRIMENTO DO MANDATO PARLAMENTAR.
TÊM FORUM PREVILEGIADOS E OS PARTIDOS COMO COBERTURA DAS SUAS AÇÕES.
NÃO ACREDITAM NAS LEIS DOS HOMENS E NOS SEUS JULGADORES, MAS ESQUECEM QUE A LEI DO RETORNO É IMPLACÁVEL, DE DEUS E NÃO ESTÁ ESCRITA E DESSA FORMA NÃO PODE SER CONTESTADA.
 

ESTA LEI OS JULGARÁ PARA O BEM DO POVO BRASILEIRO, QUE COM CERTEZA FARÁ A SUA PARTE, DANDO A SUA RESPOSTA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES, NAS URNAS, REJEITANDO TANTO OS PARTIDOS ENVOLVIDOS, COMO OS RÉUS CONDENADOS OU NÃO PELA LEI DOS HOMENS.
ESTÁ PUNIÇÃO É IMEDIATA E NÃO TEM VOLTA PORQUE É TAMBÉM DO POVO ENGANADO PELOS SEUS CANDIDATOS ELEITOS.