segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Mensalão assustou financiadores de campanha do PT, e contas de Haddad têm rombo milionário a pagar

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O escândalo do mensalão afetou perigosamente o sistema usado pelo Partido dos Trabalhadores para arrecadar milhões para suas campanhas eleitorais. O diretório municipal do PT corre o risco de fechar a contabilidade eleitoral no vermelho, caso não obtenha um total de R$ 25 milhões. Nem os empreiteiros amigos querem ajudar a fechar a conta.

O PT paulistano só teria arranjado R$ 10 milhões até agora. Como é improvável que se consiga o resto da grana, a fatura negativa terá de ser paga pela Direção Nacional petista. Só com marketing, o time de Fernando Haddad gastou R$ 3 milhões com a Polis, do publicitário João Santana. Produção de programas de televisão e impressos gráficos comem muito dinheiro na campanha.

O curioso é que 90% da campanha petista seria bancada pelas chamadas “doações ocultas”. O esquema, em que o doador não aparece, é mascarado por repasses do partido para o caixa de campanha. Em geral, a origem dos recursos fica providencialmente escondida para não revelar que as empreiteiras (que prestam serviços à Prefeitura) respondem por mais de 70% do dinheiro doado. Tecnicamente, é uma espécie de “Mensalão Antecipado”. Um cínico “financiamento com dinheiro público para campanha”.

Na prestação de contas ainda não finalizada, Fernando Haddad já demonstrava que fez a campanha mais cara do Brasil: torrou R$ 16,5 milhões. Mas o valor final, que precisa ser declarado até o dia 30 de novembro do Tribunal Superior Eleitoral, aponta despesas de R$ 25 milhões. Quem vai pagar a fatura?

Fica difícil arranjar tanto dinheiro para fechar as contas porque empresários temem “ficar na roça” se adotarem procedimentos idênticos aos do Banco Rural – revelados e condenados no julgamento da Ação Penal 470, no Supremo Tribunal Federal. Azar, ao menos momentâneo, daqueles que têm comissões a receber pelo serviço prestado...

Serra também na m...

A direção estadual do PSDB não pretende assumir parte das dívidas da campanha de José Serra, que investiu R$ 8,4 milhões - a metade de Haddad, para perder a eleição.

Tucanos alegam não ter dinheiro em caixa para ajudar no rateio da dívida.

O principal problema é uma fatura de R$ 1 milhão em despesas gráficas que ninguem aceita quitar.

Homenagear é preciso

Militantes petistas são aconselhados pela cúpula partidária a a escreverem homenagens ao ministro Enrique Ricardo Lewandowski, de 64 anos, um carioca cuja família tem muito prestígio em São Bernardo do Campo.

No comunicado petista, as mensagens serão enviadas a Lewandowsk, com vistas a se contrapor aos ataques rasteiros e covardes que ele vem sofrendo.

Motivo da homenagem: “Desde o primeiro momento do julgamento da ação penal 470 não se vergou a pressões, a intimidações, a insultos e à chacota. Foi atacado, ridicularizado, achincalhado, difamado pela grande imprensa e até por grande parte dos seus pares no STF, sobretudo quando absolveu José Dirceu da condenação por corrupção ativa, e rejeitou a tese, jamais provada, de que o PT teria comprado votos”.

Golpe impresso

A Folha de São Paulo denunciou que a Presidência da República jogou fora R$ 135,6 mil para fazer publicidade oficial em cinco jornais de São Paulo que não existem.

As publicações fictícias são vinculadas à Laujar Empresa Jornalística S/C Ltda, com sede registrada num imóvel fechado e vazio, em São Bernardo do Campo (SP).

Essa empresa aparece em 11º lugar num ranking de 1.132 empresas que, desde o início do governo Dilma Rousseff, receberam recursos públicos da Presidência para veicular propaganda do governo em diários impressos.

A Laujar mandou as supostas edições do dia 15 de março do ano passado do "Jornal do ABC Paulista", "O Dia de Guarulhos", "Gazeta de Osasco", "Diário de Cubatão" e "O Paulistano".

Anti-EB

A Comandanta-em-chefa das Forças Armadas, Dilma Rousseff, mandou o Exército ajudar a FUNAI, na desocupação de centenas de famílias de produtores de suas propriedades em Alto da Boa Vista, na região norte de Mato Grosso..

A missão é reduzir em 70% a área territorial do município, para permitir a criação fraudulenta de uma fictícia reserva indígena xavante.

Bacana é como a Dilma manda um aparato militar ( Exército, Força Nacional e Policia Federal) invadir Mato Grosso e varrer do mapa, um município brasileiro, para dar lugar a implantação de mais uma Terra Indígena de mentirinha.

Se a moda pega por aqui...

Pelas redes sociais, circula a foto do jornalista e escritor Alberto Vázquez Figueroa, seguida da frase: "Até que não se pegue 20 políticos e 20 banqueiros e os enforquem, este país não terá solução".

A declaração foi feita numa entrevista de Figueroa a um programa da rádio San Borondón no final de julho deste ano.

Segundo ele, ultimamente os espanhóis têm assistido a políticas governamentais que são "crimes contra a pátria" e, como tais, "deveriam ter uma contestação social igualmente bruta e irracional".

Visão Paranormal

O Programa A Vidente retorna em sua terceira temporada na TVABCD, dia 13 de novembro,

todas as terças feiras,às 21h, no Portal www.tvabcd.com.br.

Os apresentadores e produtores Rosa Maria Jaques e João Tocchetto de Oliveira avisam:

Quando estivermos viajando caçando fantasmas, terá reprise da ultima apresentação”.

Velha piada do selo

Volta a circular na internet a piadinha do selo criado para homenagear os feitos da gestão Lula da Silva:

Lula queria um selo com sua foto para marcar o aniversário de governo.

Duda Mendonça achou boa a idéia e executou o projeto.

Lula aprovou e mandou a ECT fazer 10 milhões de selos.

Quando o selo foi para as ruas, Lula ficou radiante!

Mas, em poucos dias, ele ficou furioso ao ouvir reclamações generalizadas de que o selo não aderia aos envelopes.

O presidente, imediatamente, convocou os responsáveis pela confecção e emissão do selo com a sua imagem, ordenando que investigassem, rigorosamente, o assunto.

Comissões pra lá, grupos, subgrupos e equipes aos montes pesquisaram as agências dos Correios de todo o país, ouviram usuários, balconistas etc.e, finalmente, desvendaram o que estava ocorrendo.

O relatório, de mais de mil páginas, entregue um mês depois,dizia, na sua conclusão:

"Não há nada de errado com a qualidade dos selos.

O problema é que o povo está cuspindo do lado errado".

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 12 de Novembro de 2012.

3 comentários:

Patriota disse...

Serrão, és maçon ?? Porque vives postando notícias daquela camarilha ?? Reproduzo abaixo comentário que postei para a notícia que aludia a um documento vazado da maçonaria conclamando o povo contra a corrupção:
Isso é piada, Serrão ?!? Maçonaria combatendo corrupção ?!? MAÇONARIA ?!? Tem certeza ?!? Não tem lugar mais cheio de corruptos que a maçonaria !!! Pelo amor de Deus, Serrão, que isso ?! Espanta-me é você não saber disso !! Os caras são um antro de mediocridade e compadrio, onde um ajuda a acobertar a pilantragem do outro. Juízes e desembargadores corruptos, quase invariavelmente maçons, não só acobertam-se mutuamente suas inumeráveis falcatruas, como também ajudam a livrar da prisão centenas de "IRMÂOS" maçons nas Polícias, na Política, nas Forças Armadas e em quase todos os Órgãos Públicos !! Por isso que esses parasitas corruptíssimos vivem convidando magistrados, promotores, advogados, policiais, médicos, contadores, políticos, servidores públicos de médio e alto escalão e militares. Focam os convites quase que exclusivamente nessas categorias, além de comerciantes e emepresários que sejam muito bem-sucedidos (sem grana não entra). Por que será que a Maçonaria faz tão pouco sucesso e é tão ridicularizada no meio acadêmico, nas universidades públicas, junto a pensadores sérios e a cientistas ?!? Porque lá não conseguem seduzir trouxas !! ACORDA, SERRÃO !!! NA MAÇONARIA SÓ TEM LADRÃO !! ISSO É TUDO EMPULHAÇÃO !! Estão jogando para a torcida...

Fusca disse...

A criação de território indígena é para permitir que estrangeiros como o empresário chinês Lu Wei Guang invadam (este chinês já roubou 100.000 ha - sim, cem mil hectares) de território indígena, portanto terras da União, em 2004, sem que o chefe da poste tivesse movido um soldado para defender nosso território. Adivinha quando o chines pagou para o regime lulopetista deixá-lo roubar nossas terras e noss mogno no MT...

Anônimo disse...

Prezado Serrão. Desculpe, mas sou obrigado a discordar de sua análise. Nesta data, noticia-se que a pena de José Dirceu será reduzida para 1 ano e 6 meses. Isso tudo, antes de efetuarem a prisão. Nesse ritmo, logo ele estará muito lampeiro mostrando a língua para todos nós, ocupando ou candidatando-se à algum cargo. Não se fala em multa, sequer devolução do dinheiro subtraido. Donde se conclui que, ao contrário do que se imagina, toda essa história de julgamento, punição, etc. só servirá de estímulo para outros aventureiros. Cagliostro