sábado, 15 de dezembro de 2012

Delação premiada a Vieira pode desvendar escândalo oculto de R$ 17 milhões em franquias dos Correios

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Exclusivo – A Polícia Federal investiga como ocorreu e quem foram os grandes beneficiários de uma meganegociata de R$ 17 milhões para concessão de franquias da estatal Correios. O escândalo é um dos muitos que ainda não entrou, por falta de provas mais concretas e completas, no inquérito da Operação Porto Seguro.

O caso, que envolve Rosemary Nóvoa Noronha, Paulo Rodrigues Vieira e altos cardeais da seita petralha, faz parte da segunda fase de investigações da Polícia Federal. Se vai avançar ou será providencialmente abafado e arquivado vai depender da vontade de quem manda na conjuntura política e econômica. A operação abafa segue em ritmo tão acelerado quanto o futuro processo.

A investigação tem tudo para avançar porque o Ministério Público Federal denunciou um personagem que até então não tinha sido indiciado pela PF. O vice-presidente jurídico dos Correios, Jefferson Carús Guedes, é agora suspeito de crime de corrupção passiva. Guedes afastou-se do cargo há duas semanas para que seja feita uma auditoria interna do caso.

Essa armação milionária é uma das que Paulo Vieira terá de revelar se conseguir o benefício da delação premiada. Por enquanto, Vieira encena, nos bastidores, que tem provas para denunciar “gente graúda” – bem acima dele, o que pode ser interpretado como um recado para Rosemary e seus amigos Lula da Silva e José Dirceu. Mas a procuradora federal Suzana Fairbanks já deixou claro ao novo advogado de Vieira, Michel Darré, que o benefício só será concedido se Vieira trouxer informações e provas sobre “pessoas novas” que participaram dos esquemas.

O Rosegate é uma fossa abissal. Vieira terá de explicar, por exemplo, a grave denúncia revelada pela revista Época deste final de semana. Vazou da Polícia Federal o teor da gravação de uma conversa de 11 minutos entre Rose e Vieira, na manhã de 12 de novembro. A dupla discutiu um plano secreto, articulado por Vieira, em Brasília, para tumultuar o julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal. A jogada envolvia Rose, que deveria articular o apoio de José Dirceu (JD), também em parceria com o ex-senador Gilberto Miranda. Na conversa telefônica, interceptada legalmente no gabinete da Presidência da República em São Paulo, Vieira e Rose se referiram até a “Deus” (que a PF interpreta ser um codinome para Luiz Inácio Lula da Silva).

Pela conversa, Paulo Vieira, Gilberto Miranda e o deputado Valdemar Costa Neto (condenado no mensalão e prestes a perder o mandato) queriam o apoio de Dirceu para uma ação de bastidores que pressionaria os ministros do Supremo a mudar votos, aliviar nas penas ou acatar futuros recursos dos advogados dos réus. No papo, ficou claro que a quadrilha até articulava um jogo de pressão sobre a presidenta Dilma Rousseff para que fosse indicar um aliado deles para o Supremo Tribunal Federal, na vaga aberta por Carlos Ayres Britto. Ao que tudo indica, o plano de Vieira agora se transformou num daqueles planos infantis, elaborados pelo Cebolinha contra a Mônica, que acabam sempre dando errado.

O certo é que ontem o Ministério Público Federal denunciou 24 pessoas, por formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica e tráfico de influência, depois de ter provas concretas do envolvimento delas no esquema de elaboração de pareceres fraudulentos de órgãos públicos para beneficiar interesses privados. Como destaque dos autos, o MPF e a Polícia Federal identificaram 27 situações nas quais Rosemary pede, cobra ou recebe favores de Vieira, que teria pedido outros 15 “favores” a ela. Para alívio momentâneo do PT, o inquérito só não prova que Rose agia orientada por Lula e Dirceu, ou em nome de ambos.

Nas conversas interceptadas no gabinete paralelo da presidência em SP, a PF pegou ligações em que Rosemary trata Lula pelo codinome de “PR” (Presidente da República, e José Dirceu pela sigla “JD”. Na revelação feita pela revista Época, na conversa entre Rose e Veira, surge a expressão “Deus” (que também seria uma referência ao chefe onisciente, onipotente e onipresente Luiz Inácio Lula da Silva). Como de costume – a exemplo do que ocorreu Mensalão -, Lula ainda é poupado. Mas como o inquérito da PF prossegue, com novas investigações e riscos de delações premiadas, o quadro de inércia em relação a Lula pode sofrer uma mudança radical.



“Deus” no meio

Na conversa de 11 minutos divulgada pela Época, Vieira fala para Rose:

– Eu não sabia que o JD (Dirceu) tava dando esse peso todo para o Giba (Gilberto Miranda), não. Mas eu continuo apostando que o melhor peso que tem é o… Deus, viu.

Rose responde:

– É, mas ele não vai fazer absolutamente nada.

E Vieira reage:

– Você está achando que Deus não está a fim de…

No que Rose defende “Deus”:

– Não! Eu acho que não está a fim, não.

No que Vieira debocha:

– É! Às vezes ele tem medo de arrumar confusão, né, Rose?

Palavra do inimigo

Frase solta por um megaempresário baiano, cujo pai foi vítima de traição cometida por Paulo Veira no passado:

O Brasil é uma delicatessen para poucos corruptos”.

Agora, o cara que tem ódio de Vieira espera saborear o prato frio da vingança...


Releia a matéria: Empresas cancelam palestras com Lula que agora teme revelações e dossiês de Valério, Cachoeira e Vieira


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 15 de Dezembro de 2012.

7 comentários:

Anônimo disse...

Jorge

Seus magníficos posts dão muito que pensar sobre lula e sua gangue de facínoras de colarinho branco.

Mas, por que a dilma e gilberto carvalho, braços direitos de lula, ficam de fora de qualquer investigação?

São "deuses"? Intocáveis? Como? Eles são humanos, comem como nós, bebem como nós, urinam como nós, defecam como nós, têm emoções como nós, andam com roupa para cobrir sua nudez tal como nós!

Logo, por que ficam de fora?

Reconheço que a nossa inteligência militar è de fato competente. Excelente mesmo. Muito acima de quaisquer outros serviços de inteligência que possuímos, mais conhecidos como simples arapongas! Até deviam extinguir as nossas FFAA, mas deixar apenas a inteligência militar. Para além deles, tudo è merda! Para quê mantê-los?

Anônimo disse...

O "Deus"aí pode ser o advogado do PT(nem precisa dizer que é criminalista)MARCIO THOMÁS BASTOS que é conhecido entre a gangue por esse epiteto. Além de ladrões, mentirosos, covardes e vagabundos, os petitas também são hereges.

Anônimo disse...

A Nova Ordem Mundial está fazendo os impossíveis para infernizar a Humanidade.

"DSM-5: A Psiquiatria Enlouqueceu: Toda emoção Humana Agora é Classificada como uma Desordem Mental

A indústria da psiquiatria moderna enlouqueceu oficialmente. Praticamente toda emoção vivida por um ser humano - a tristeza, a dor, a ansiedade, a frustração, a impaciência, o entusiasmo, está sendo agora classificada como "transtorno mental", exigindo tratamento químico (com medicamentos prescritos, é claro).

O nova "bíblia" da psiquiatria, chamada de DSM-5, prevista para ser lançada em alguns meses, se transformou de um manual de referência médica para uma prova da insanidade da própria indústria.

Os "Transtornos mentais" listadas no DSM-5 incluem "Transtorno de Ansiedade Generalizada" ou GAD (abreviação em inglês). GAD pode ser diagnosticada em uma pessoa que se sente um pouco ansiosa fazendo algo assim como, vamos dizer, falando com um psiquiatra. Assim, o simples ato de um psiquiatra fazer um diagnóstico faz com que os "sintomas" destes diagnósticos apareçam magicamente.

Isso é chamado de charlatanismo e raciocínio circular, mas é indicativo de como toda a indústria de psiquiatria que se tornou motivo de riso entre os círculos científicos que até mesmo os cientistas mais céticos estão começando a virar as costas com nojo. Psiquiatria não é mais "científica" do que a astrologia ou leitura de mãos, mas seus praticantes se chamam de "doutores" da psiquiatria, a fim de tentar fazer com que o charlatanismo soe digno de confiança.

(...)"

http://www.anovaordemmundial.com/2012/12/dsm-5-psiquiatria-enlouqueceu-toda.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+UmaNovaOrdemMundial+%28Uma+Nova+Ordem+Mundial%29

Anônimo disse...

lula está ficando cada vez mais isolado.

"Língua nos dentes "

http://thepassiranews.blogspot.com.br/?zx=31861ff321ec218e

Anônimo disse...

esta na hora de investigar lula, dilma gilberto carvalho e todos os (amigos de lula)

Ronald disse...

Boa noite Jorge,

Em algum momento esse pútrido escroto vai cair. Não é possível que o Teflon que cerca aquele escroque funcione ad eternum.

A dinheirama está rolando solta para comprar o silêncio de quem deveria jogar o pútrido desgraçado na cadeia e devemos aguardar que pessoas dignas e honestas continuem a executar o seu trabalho colocando toda essa escumalha na cadeia.

Anônimo disse...

Por que os fdp dos petistas estão atacando valerio e todos bloguistas, usando o slogan "Quem mexe com lula, mexe comigo" se lula diz estar inocente e não ter receio de nada?

Alguém compreende?

Investiguem lula, dilma e gilberto carvalho, pois essa "santa trindade" sempre fizeram parte da intimidade de lula e inexplicavelmente ele ficou estupidamente rico? Como se para chegar a lula, tinham de passar obrigatoriamente por esses dois?

Eles também não sabem de nada? Êta, tanto corno manso!