segunda-feira, 8 de abril de 2013

A asquerosa DIREITA X A majestosa ESQUERDA


“Sou um ex-covarde.” É maravilhoso dizer tudo. Para mim, é de um ridículo abjeto ter medo das Esquerdas, ou do Poder Jovem, ou do Poder Velho ou de Mao Tsé-tung, ou de Guevara. Não trapaceio comigo, nem com os outros. Para ter coragem, precisei sofrer muito. Mas a tenho. E se há rapazes que, nas passeatas, carregam cartazes com a palavra “Muerte”, já traindo a própria língua; e se outros seguem as instruções de Cuba; e se outros mais querem odiar, matar ou morrer em espanhol — posso chamá-los, sem nenhum medo, de “jovens canalhas”. (Nelson Rodrigues)
Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Valmir Fonseca
A sociedade é constituída por seres humanos que procuram agir com boa índole, respeitar aos demais e trabalhar para sustentar a si e a sua família.
O ser humano, crente na existência do bem e do mal, quer viver a sua vida, gozar seus momentos de lazer, ciente de que os bons e os maus momentos acompanharão a sua existência. Ele é, simplesmente, democrata.
A esquerda exacerbada (por vezes festiva) arvorou - se como responsável por todos os sentimentos bons inatos nos seres humanos.
Apossou - se de bandeiras como a igualdade social, definiu o que é bom e o que é mau, o que é certo e o que é errado, declarou - se contra os preconceitos, contra a propriedade privada, consagrou-se como a única dedicada a preservar a terra e apta para apoiar e institucionalizar como abençoados os desviados do sexo natural, e por aí a fora.
Graças a uma propaganda infame, e uma lavagem cerebral que desenvolve na cabeça de jovens estudantes, em especial os universitários (o último exame do ENADE que o diga), a ESQUERDA proclamou - se a gestora de sentimentos inerentes aos seres humanos e a propagandear que aqueles fazem parte dos seus propósitos, e, portanto, são seus, e que bondosamente os concederá aos seus adeptos, e que os outros, em particular os de DIREITA, se opõem aos mesmos.
A DIREITA, segundo a ESQUERDA, adora um aborto, aplaude a segregação racial, quer decapitar os viados e as lésbicas, almeja por acabar com o meio - ambiente, com os índios, com a fauna, com a flora, e torce para que o mundo seja dividido em um diminuto percentual de potentados e o restante num bando de miseráveis.
No lado econômico, pior ainda, pois a tal de DIREITA acredita na privatização, na economia de mercado, no capitalismo, isto é, na liberdade do cidadão aplicar o seu dinheiro como lhe aprouver.
A acanhada DIREITA afirma ainda que o governo não pode ser o dono do País, que deveria estabelecer normas e leis que preservem o cidadão, mas que não cabe ao governo ser o senhor de todas as coisas.
A impávida ESQUERDA proclama que a sociedade alienada deverá ser submissa, pois é composta por uma gentalha que nasceu para ser enganada, e, para tanto, é preciso exercer sobre aquela massa ignara o maior controle possível.
A estatização é um dos meios pelo qual poderá impor livremente a sua vontade, e aplicar a censura prévia nos meios de comunicação, que considera instrumentos servis da DIREITA.
O ser humano admite que na vida em sociedade, alguém ou algum órgão deverá ser responsável pela gestão de atividades, de trabalhos, da construção de estruturas que facilitarão a sua vida e o seu bem estar – é o ESTADO.
Portanto, não é contra o pagamento de impostos que permitirão edificar as obras necessárias. Não concorda, entretanto, com a exorbitância sacada de seu bolso e usada para usufruto dos fãs do socialismo, pois como afirmou a dama de ferro, Margaret Thatcher, “O socialismo dura enquanto durar o dinheiro dos outros”.
É contra, mas cala por submissão à ESQUERDA, que usufrui. 
De fato, na estória da humanidade, tudo eram trevas, até que não se sabe quando nem como, resplandeceu na terra um ente divino que não foi Cristo, mas que declarando – se de ESQUERDA, prometia, prometia e... prometia.
Disse ainda aquela magnânima figura, que os seres humanos vagavam como bestas, e que Ele descera à terra para guiá - los, ou melhor, governá - los, e que devido à sua proverbial ignorância seria preciso estabelecer um governo muito forte para mostrar - lhes o caminho da razão.
O caminho do céu na terra seria traçado pela bem aventurada ESQUERDA, que pregava o repúdio a qualquer opção, DIREITA, centro, enviesada, obliqua, pois ela seria a única salvação.
Alguns céticos não acreditaram, principalmente, após o fracasso da ESQUERDA em vários cantões da terra, e concluíram que ser acólito da ESQUERDA era entronizar os seus lideres e que eles pretendiam assumir o controle dos alienados para se perpetuarem no poder.
Aqueles céticos foram vítimas do ódio da ESQUERDA, e com sutil e imbatível propaganda, carimbados como de DIREITA e expulsos do Paraíso. 
Assim, a majestosa ESQUERDA decretou que a asquerosa DIREITA é o fim da picada ou o mausoléu do ser humano desavisado.
Simples assim.
Valmir Fonseca Azevedo Pereira, Presidente do Ternuma, é General de Brigada Reformado.

3 comentários:

Marilsa Prescinoti disse...

Simplesmente brilhante!!

Marilsa disse...

Simplesmente! Brilhante!!!

Anônimo disse...

por que o site do ternuma está fora do ar?