terça-feira, 16 de abril de 2013

Mensalão: De Companheiros, a Amigos do Alheio Público…


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net 
Por Walter Luiz Ferreira

Vira e mexe e lá vêm eles com a lengalenga de sempre, querendo a qualquer custo mostrar suas verdades sobre a nossa ainda recente história. Tanto é verdade, que desta vez criaram uma banca denominada de “Comissão da Verdade”, que coincidentemente é formada por companheiros afinadíssimos ideologicamente com suas causas. E foi criada com a clara intenção de investigar e expor tão somente as ações dos agentes da Lei na época dos governos militares e propositalmente deixar de fora, as ações de guerrilha praticadas por seus companheiros contra o Estado brasileiro, naquele mesmo episódio.  

Doce ilusão, pois uma história que mostra apenas um dos lados, não merece crédito algum, já que impossibilita comparativos para um juízo equitativo sobre a realidade dos fatos. Mas pra quem acompanha mais atentamente suas ações sabe e muito bem, que o objetivo maior é mesmo desfazer e desacreditar quem lutou realmente pelo País e por seu povo. Ainda mais que as Forças Armadas lideram a lista das instituições mais confiáveis da população brasileira, segundo pesquisas, o que deve realmente incomodar e atrapalhar por demais seus planos.

Pois bem, estes abnegados companheiros, que se insurgiram à época contra o País através da guerrilha armada, que foram banidos daqui pelos militares, que viveram “exilados” noutros países (estudando nas melhores Universidades), agora estão de volta só que com outras estratégias, mas com os objetivos de sempre, ou seja, se tornarem os donos da verdade, do Poder, de nossas riquezas e ainda manipular conforme seus próprios interesses, o pobre povo brasileiro. E por sinal, fazem isso muito bem e diria até, com maestria.

E isto minha gente, é uma verdade que não necessita de “comissão” pra investigar e trazer a público, pois está explícito e a todo o momento surgem companheiros aqui e outros ali, envolvidos em algum tipo de falcatrua com o erário público. E a cada fato destes, logo brotam na mídia pesquisas demonstrado índices favoráveis de aprovação popular do governo em questão, assim como uma cortina de fumaça, visando sempre encobrir a realidade dos fatos e desviar a atenção dos menos esclarecidos. Surgem igualmente em suas defesas, belas palavras de companheiros que estão sempre afinadíssimos em seus discursos para que as tramoias jamais alcancem o “Cara” que nunca sabe de nada e que nada vê.

Mas tal e qual a raposa que de tanto ir ao ninho, um dia tinha que deixar o focinho, aconteceu! Foram vários e vários escândalos sempre terminados em pizzas e muitos resíduos destas, sendo jogados pra debaixo do tapete corporativo da companheirada e nada acontecia. Mas como diz o ditado: O que é do homem, o bicho não come, pois desta feita os fatos finalmente vieram à tona e deu no que deu.

O escândalo do "mensalão" chegou escancarando as entranhas lamacentas da corrupção que havia se instalado no seio do "Poder" em Brasília e como uma bomba, explodiu! E aí minha gente, não teve mais jeito! Foi companheiro saltando pra tudo quanto é lado. Foi como jogar sujidade no ventilador, um furdunço só! 

Já o STF foi mais uma vez implacável em sua missão constitucional de julgar a todos os denunciados e assim absolveu alguns, mas acertadamente condenou a maioria dos envolvidos no maior esquema de corrupção, antes nunca visto na história deste País.

Este episódio, portanto serviu para deixar bem mais cristalina suas intenções aos olhos da população brasileira e do mundo, mostrando de fato a que vieram os velhos companheiros de sempre. Companheiros estes que, sem pestanejar, se achando os intocáveis amigos do "rei" e até mesmo os próprios donos da situação, sorrateiramente formaram suas quadrilhas, não estas de festas juninas, mas organizações prontas pra dar o bote no alheio público. Só que os companheiros que nunca haviam comido melado, foram com tanta sede ao pote, que se lambuzaram tudo...  Jefferson felizmente deu com a língua nos dentes, pra azar deles e sorte dos demais brasileiros.

No entanto, como não se pode tirar leite de pedras, quem esperava algo diferente da companheirada, ficou mais uma vez só na esperança e incrédulos assistiram algumas de suas figurinhas carimbadas passarem de companheiros, a amigos do alheio público… 
Mas que barbaridade!

Walter Luiz Ferreira – Técnico em Segurança Pública - http://kivisao.blogspot.com.br/

2 comentários:

Marcio Cardozo disse...

O que mais me deixa indignado é que esta turma do mensalão, capitaneada pelo lula, prejudicou a muitos servidores públicos que estavam prestes a se aposentar, ao editar a EC41... Não me conformo ... A EC41 não poderia retroagir para prejudicar. A vigência da EC41 tem que ser a partir da data da sua publicação e não atingir a todos que já estavam no serviço público. É uma ofensa, é um insulto, é uma usurpação dos direitos legítimos do cidadão trabalhador e honesto.

Anônimo disse...

E o mrnsalao de sao paulo?? Pq vcs nao falam. O psdb eh sujo.. e vc sr jorge eh ditador..